Previdência: gasto magistério é quase triplo militares

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

A deputada  Ana Lúcia foi desmentida no programa de Gilmar carvalho na última sexta-feira, na TV Atalaia.  Durante a semana passada ela fez declarações de que os militares pesavam mais que os professores na folha da previdência estadual.

O diretor-presidente do Instituto Sergipeprevidência, Augusto Fábio informou no programa que o magistério, repete-se, o magistério e não toda a secretaria de educação, tem gastos de R$ 52 milhões, ou seja, 37,5% do total da previdência.

Os militares, incluídos ai, policiais e bombeiros, tem gasto de 19 milhões, ou seja, 13,79%.

Portanto, se gasta quase três vezes mais com a previdência do magistério se comparado aos militares. Além do magistério se aposentar

 com 25 anos. Os militares com 30 anos de serviço.

Sinceramente? O blog não entendeu porque tanta critica e, literalmente “porrada” na briosa Polícia Militar do Estado de Sergipe. É certo que alguns se desviam, mas a maioria esmagadora honra a farda que veste. A solidariedade deste espaço.

Não entendo porque tanta porrada na PM

Lição de humildade

Tu, que é empáfia e gogó
E ao topo queres chegar,
Lembra-te, Aécio, que és pó
E ao pó tu hás de tornar.
                                Trovador Ladislau.

Aos amigos do radialista Eduardo Abril
O radialista Eduardo Abril, passa por alguns problemas de saúde e está temporariamente fora do ar. Ele passou um mês internado no hospital regional de Estância e há uma semana encontra-se no Hospital Cirurgia. Para os amigos que querem visitá-lo ele encontra-se na Ala de convênios, no 1º andar,  apartamento 115.

Alese: semana promete com delação de deputado
O blog foi informado que um deputado estadual deverá se manifestar (delação),com relação ao procedimento dos demais deputados e outros políticos com relação ao uso de verbas indenizatórias e de subvenção. Segundo o que o blog apurou o deputado diz que não fez nada de errado e se fez todos os que hoje estão – e os que já saíram há pouco tempo – fizeram. Parece que o deputado tem cópias de todos os pagamentos nos últimos anos, de diárias, verbas, indenizatórias, subvenção, fornecedores e cargos. A documentação é para comprovar o que diz.

AJU: diretor da Emsurb acha que espaço público é dele. Estaciona carro em área para pedestres no mercado          

Carro do senhor diretor da Emsurb, Branca de Neve, na área para pedestres do Mercado Vereador Milton Santos, no Augusto Franco. 

Bem que o prefeito interino, José Carlos Machado podia chamar a atenção do diretor de Espaços Públicos da Emsurb, Luiz Carlos, conhecido como Branca de Neve. Ontem,24, pela manhã, com o mercado do Augusto Franco cheio de pessoas ele resolveu estacionar o veículo dele na área são lado dos bares, onde é proibida a circulação. E ele partiu para a ignorância quando alguém reclamou. Ao invés de dar bom exemplo, Branca de Neve, suja a imagem da Emsurb. Se A SMTT chegasse ele daria uma carteirada?

Promoção PM: trabalhos voltaram a transcorrer normalmente
Este blog vem denunciando nas últimas semanas as tentativas do comando da PM em mudar a lei para beneficiar parentes e amigos palacianos. Em todas as tentativas a PGE negou a possibilidade jurídica da mudança.
As fontes deste blog informam que os trabalhos voltaram a transcorrer normalmente dentro da PM para que o processo de promoção seja concluído, e todos que tem direito às almejadas promoções possam comemorar com seus familiares e amigos.

Ata
As promoções deveriam ter ocorrido no dia 21 de abril, mas em decorrência das mudanças propostas e não aceitas, esta data foi postergada até quando, ninguém sabe. A ata da última reunião para definir a relação dos promovidos foi publicada na tarde do dia 20 de abril.

Vazamento da ata
Para a surpresa deste jornalista, um dos que queriam a todo custo mudar a legislação para se beneficiar em detrimento dos mais antigos, entrou com um mandado de segurança do TJSE. Este mandado foi distribuído as duas horas da madrugada do dia 20. Uma pergunta que não quer calar, como uma ata que foi publicada na tarde do dia 20, foi questionada na justiça, em razão de seu conteúdo, horas antes? Será que houve vazamento desta ata?  Quem vazou a informação?

Mandado de segurança negado
Só para deixar claro, o mandado de segurança foi negado, pois sequer foi interposto recurso administrativo para combater suposto ato ilegal. Isso é elementar. Além do mandado ser contra o comandante, mas a decisão de não incluí-lo em quadro de acesso é de uma comissão, portanto, direcionado a autoridade errada. “Empáfia ou vaidade?”

Frei Paulo: Ceac entregará documentos do mutirão na quarta, 27
A superintendência do Ceac informa que a entrega dos documentos do mutirão realizado em fevereiro, será a partir da quarta-feira, 27, na Escola Estadual.

Motorista de Luciano que é comissionado é conhecido como “Fernando” e não José Terriaga
O blog foi informado na sexta-feira, 22, que o motorista de Luciano Bispo que foi preso por pistolagem, é realmente comissionado na Alese, mas trabalha. Quem pesquisou não descobriu a lotação porque ele é conhecido como “Fernando”. Ninguém na Alese, chama-o pelo nome verdadeiro. Já a irmã dele, Roseli Terriaga, também comissionada, ninguém soube informar a lotação.

Ocupação hotéis só vale 100%? Discurso velho e paternalista
E não tem jeito. No último fim de semana muita gente imprensou o feriado da quinta-feira e Aracaju estava lotada de turistas. Porém a presidente da secção da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira – Abih/SE, Daniela Santos, ao ser entrevista, não mudou o velho discurso de que a rede não estava 100% ocupada. Ao invés de ficar apenas cobrado do poder público as ações para o turismo, a entidade deveria fazer a parte dela. Chega de paternalismo num setor onde, pasme caro leitor, até em hotéis o governo tem investimentos. Como sócio de alguns o governo recebe algum dinheiro?

Fundo da Pobreza dentro da lei
Em entrevista ao JC no fim de semana, a secretária de Estado da Mulher, Inclusão Social e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos – SEIDH, Marta Leão,  garantiu que os recursos do Fundo Estadual da Pobreza estão sendo utilizados dentro da lei, rebatendo acusações do deputado Georgeo Passos.

Aplicação
Entre as unidades que recebem os recursos estão: Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec), que utiliza em ações emergenciais, como operação pipa; Fundação Renascer; o Fundo de Assistência Social (Feas); o Fundo Estadual de Habitação de Interesse Social (Fehis) e na  área de combate a pobreza, nos programas de inclusão produtiva, além do restaurante Padre Pedro; ações do Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT); aluguel social; programa paternidade responsável; programas como o Mão Amiga; manutenção da Orquestra Jovem, entre outros. Muitas das ações são realizadas com parceiros do Ministério Público e outras áreas do governo.

Transparência
No lado técnico a secretária explicou que o Fundo tem recursos provenientes da  arrecadação de ICMS, resultante da adição de 2% de bens considerados supérfluos. “Não há desvio de finalidade e todos os parlamentares podem ter acesso a essas informações, considerando que participaram da aprovação do orçamento anual, onde consta sua aplicabilidade”, reforçou.

ORSSE: qual o motivo do Teatro Tobias Barreto proibir crianças assistir ao concerto da Orquestra Sinfônica?
O Teatro Tobias Barreto, desde o ano passado vem impedindo que crianças participem com espectadoras de eventos da ORSSE (Orquestra Sinfônica). Procurando saber o motivo saber, daquela vez ano passado, um leitor foi informado que houve uma proibição, devido a normas de segurança as quais o Teatro teria que se adequar e tal. No entanto, no final do ano, diversos eventos escolares são realizados no Teatro. O Teatro fica repleto de crianças de todas as idades no palco e na plateia. Num concerto ontem, a plateia viu uma mulher sendo “convidada” a a se retirar da plateia com seus dois filhos. O que acontece na realidade? Qual a justificativa real para que impeçam as crianças de participar dos eventos da ORSSE. Não há censura para a música erudita. Muito pelo contrário. As crianças agora não podem mais prestigiar seus pais, tios, irmãos nos concertos da ORSSE.

PELO TWITTER

www.twitter.com/LeonardoBoff  Dizem que as instituições no Brasil estão funcionando.Funcionando par quem?Funcionam

Imperdível! Legião Urbana dia 20 de Maio em AJU. Com  Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos e vários músicos. Ingressos Central do Ticket, no Shopping RioMar.

 bem para Cunha face à leniência e inércia do STF

www.twitter.com/MarcelF_Resende  ??? As instituições tomadas pelos justiceiros são tão corruptas quanto aquilo a que se propõem combater. #Sicario

www.twitter.com/_mariadorosario  Falta à maioria colocar-se no lugar do outro: quem pode julgar a reação de alguém q é destratado por suas opiniões, em frente da família?

www.twitter.com/jsantana61  A vantagem de ser inteligente é que podemos fingir que somos imbecis, enquanto o contrário é completamente impossível. Woody Allen.

www.twitter.com/dilton_luiz  Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. (Chico Xavier)

DO LEITOR 

Supermercado Todo Dia: desrespeito com os moradores do conjunto Eduardo Gomes e adjacências
Do radialista Everton Guedes: “Venho através desta conceituada coluna eletrônica, manifestar em meu nome e dos moradores do Eduardo Gomes e áreas adjacentes a nossa indignação, revolta e descaso com relação ao Supermercado Todo Dia situado no Conjunto Eduardo Gomes.Ontem (24.04.16) estive no citado supermercado por volta das 8h30 para efetuar a compra de maça e limão.Havia somente um caixa funcionando de 03 existentes. Em um deles havia um cartaz dizendo que a balança do caixa estava quebrado.O caixa aonde eu estava me disse que infelizmente a balança também estava quebrada. O único caixa no qual a balança ainda funcionava estava fechado.Perguntei a colaboradora o que fazer e porque estavam quebradas.Ela me respondeu que já haviam feitas chamadas a mais de uma semana para conserta-las e até hoje não resolveram o problema. De imediato a empacotadora foi pesar na balança do frigorifico e voltou dizendo que não poderia me ajudar devido a balança não estar funcionando.Tanto a operadora e a empacotadora do caixa me pediram desculpas e lamentaram não poder me ajudar.
Diante de tanto descaso por parte da gerência ou diretoria do supermercado fica a pergunta: A quem recorrer depois de escolher o seu produto (no caso maça e limão), enfrentar  uma fila e ouvir da operadora do caixa que as balanças não estavam funcionando?”

ARTIGO

Evoluir é preciso!  Por Clarkson Moura

Lamentavelmente, no que tange avanços tecnológicos e científicos, o Brasil,  de há muitos anos, está sempre defasado do chamado Primeiro Mundo.

A propósito, esse descompasso – a meu sentir – remonta ao cabo de um período de indeclinável modernização multissetorial, vivido pelo País, que começara no pioneirismo negocial de Irineu Evangelista de Sousa – o Barão de Mauá – um dos pioneiros do empreendorismo industrial do Império (séc. XIX), passou pelas visões progressistas de Edgard Roquette Pinto – Patrono da Radiodifusão  Brasileira, "Rádio Sociedade do Rio de Janeiro" (1922) e Assis Chateaubriand – fundador dos "Diários Associados" (1924), e chegaria a ousadia empresarial de Paulo Machado de Carvalho – fundador da "Rede Record" (1953), (sec. XX).

Anote-se, de oportuno, que desse período para cá, pontuais mudanças de rumo, de menor impacto sociocultural, mas de maior sofisticação tecnológica – é claro – aconteceram "no varejo", neste País. Como é o caso dos empresários Roberto Marinho, da favorecida e poderosa "Rede Globo" (1965) e de João Jorge Saad, da Rede Bandeirantes" (1967). Seria eu, no mínimo, hipócrita, supeito ou desinformado, se, aqui, tentasse ignorá-las.

Mesmo assim, já faz tempo que perdemos, "no atacado", a passagem do "bonde  científico-tecnológico". Por isso, desde então, vivemos a correr atrás dele, sem perspectiva de lograr alcançá-lo num futuro próximo.

Enquanto isso, a Engenharia Eletrônica – subdivisão da Engenharia Elétrica – perfeitamente sincronizada e solidarizada com o progresso contemporâneo dos demais ramos do saber humano – não foge à regra: tem acompanhado e promovido, "pari passu", a constante e vertiginosa revolução da Ciência e da Tecnologia de ponta, no Mundo hodierno.

Aliás, se existe hoje um sistema de modulação de radiofrequência, o FM – Frequência Modulada, mais eficiente, mais econômico, de melhor qualidade de sinais radiofônicos, por que se deve insistir num sistema obsoleto, menos eficiente e de pior qualidade de sinais, o AM – Amplitude Modulada, na Radiodifusão atual?!

Sinceramente, por um imperativo de lógica, de racionalidade e de economicidade – embora não seja um profissional da área nem especialista na matéria – ouso discordar dos que pensam de forma diversa.

Ora, sem querer posar de arauto da verdade e onisciente, até que se me prove o contrário, não consigo vislumbrar qualquer razão plausível para que saudosistas do pioneiro Rádio AM continuem intrasigentes e refratários a uma inovação tecnológica, que, pela sua "performance" funcional, foi aprovada e consagrada pela Sociedade Científica mundial, e, mais do que isso, veio para ficar, enquanto não surge algo novo que o suplante.

Dessarte, para rematar meu indouto raciocínio, agora desenvolvido, permito-me assentar: "Esta é que é a verdade; o resto é conversa-fiada de misoneístas, antiprogressistas, carrancistas ou passadistas.

Minha Gente, chega de atraso, pois, como bem oraculou Heráclito de Éfeso, o genial pensador grego, considerado o Pai da Dialética: "Nada é permanente, exceto a mudança."

Portanto, seja bem-sucedida, vitoriosa, predominante e ainda moderna Rádio FM!

Adeus! precursora, remanescente e saudosa Rádio AM!

NOTA À IMPRENSA-  Deputado André Moura
Informamos que neste sábado, 23, movimentos sociais de diversas regiões de Sergipe, que são contra o impeachment da presidente da República, realizaram manifestação na sede do município de Pirambu. O foco do protesto era a casa do deputado federal André Moura, líder do PSC, considerado pelos organizadores do ato um dos principais responsáveis pela aprovação do processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados.

O ato culminou em frente à residência do parlamentar, onde os manifestantes realizaram discurso. Com carros de som, gritos de ordem, os participantes gritavam “Não vai ter golpe”, fazendo referência ao posicionamento daqueles desfavoráveis ao impedimento. Porém, alguns presentes não se contentaram com ato democrático e acabaram apedrejando a fachada do imóvel, sendo contidos pelos coordenadores do ato. Em tempo, esclarecemos que naquele instante, apenas uma funcionária estava presente.

André Moura reitera que aceita qualquer manifestação, favorável ou contra, desde que seja pacífica e democrática, e, por isso, informa que continuará trabalhando com afinco para que a presidente Dilma seja afastada em definitivo do cargo, seguindo os requisitos constitucionais.

“Não me amedrontarei. Tenho plena certeza que, em pouco tempo, o Senado aprovará o impeachment e o País voltará a ter respaldo interno e externo sob o comando do presidente Michel Temer, que, ao longo de sua história política, demonstra total competência para este desafio“, afirmou.AssCom/AM

ARTIGO

O Brasil disse ao mundo para não ser levado a sério

Miguel Souza Tavares, jornal Expresso, Lisboa.

Não sei se os brasileiros terão a noção do que as oito horas de votação na Câmara de Deputados para destituir Dilma Rousseff tiveram de demolidor para a imagem do Brasil no mundo. Entre os povos livres e civilizados, a ideia que passou é que o Brasil é mesmo um país do Terceiro Mundo, onde a democracia é uma farsa e a classe política um grupo de malfeitores de onde está ausente qualquer vestígio de serviço público. Entre os países do verdadeiro Terceiro Mundo, alguns dos quais bastante mais bem governados do que o Brasil, a ideia do país como potencial líder do grupo dos emergentes caiu por terra com estrondo: perante aquele indecoroso espectáculo transmitido em directo para o país e para o mundo, as hipóteses de o Brasil alcançar o ambicionado lugar de membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas só podem ter sido seriamente comprometidas.

Não está em causa saber se Dilma governa mal ou bem: governa mal e devia sair pelo seu pé. Não está em causa se o PT esgotou o seu tempo e devia dar hipótese de nascença a um novo ciclo político: sim, devia, e Lula — a quem o Brasil tanto ficou a dever — faria bem melhor em remeter-se às palestras e nada mais. Já não está em causa sequer saber se há fundamento jurídico e constitucional para a demissão da Presidente: não há, o processo é puramente político e, nesse sentido, o impeachment é, de facto, um golpe, levado a cabo pelos derrotados das presidenciais. Mas em democracia os governos são julgados em eleições e ninguém tem culpa de que na absurda Constituição Brasileira, que tenta a fusão impossível entre o presidencialismo à americana e o governo à europeia, não existam as figuras da moção de censura ou de eleições antecipadas (uma lacuna que deriva directamente do igualmente absurdo sistema político que faz com que o Presidente e chefe de Governo nunca tenha maioria num Congresso onde convivem 26 partidos, mais uma série de fidelidades regionais e sectoriais). Com o pretexto arregimentado para destituir Dilma — as tais “pedaladas fiscais” — qualquer governo de qualquer democracia poderia ser substituído a qualquer momento, sem grande esforço. Mas exigia-se, pelo menos, que o processo de destituição da Presidente do Brasil tivesse um mínimo de dignidade e de seriedade que o gesto impunha. Mas não foi isso o que sucedeu e o que está a suceder: os chefes do “golpe”, todos a contas com a Justiça, são gente que de todo se recomenda; os seus apaniguados são tipos que não se convidam para jantar em casa; o partido que comanda o golpe e mais espera dele vir a beneficiar, o PMDB, é o exemplo acabado de tudo aquilo que a política não deveria ser; e o espectáculo protagonizado pelos deputados ultrapassou tudo o que a simples decência devia permitir. A mensagem que o Brasil passou ao mundo é esta: “Não nos levem a sério”.

Blog no twitter: http://www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Nunca tenho medo daquilo que sei.” Anna Sewell, autora e escritora inglesa,morreu em 25 de Abril de 1878 (nasceu em 30 de Março de 1820).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais