Procurando culpados

0

Dia sim outro também o governo procura culpados para a grave crise econômica instalada em Sergipe. Para justificar o atraso da folha de pessoal, o não pagamento de fornecedores e a paralisação de obras, o executivo acusa a estagnação da economia brasileira e o elevado custo da máquina pública. Vive prometendo reduzir as próprias despesas, contudo o pouco que economiza em anos sem eleição, esbanja nas campanhas eleitorais. Nos meses que antecedem os pleitos tem sido praxe em Sergipe a contratação de novos comissionados, todos obrigados a trocarem o local de trabalho por panfletagens, caminhadas, carreatas e comícios. Também chovem promessas de novas obras e serviços, como se o estado estivesse a um passo de se transformar numa ilha da prosperidade. Até parece que a crise responsável pela instagnação do estado some durante as campanhas políticas. Para sorte do governador de plantão, a outrora combativa oposição tirou prolongadas férias, estando muito mais preocupada com a sua própria crise de ideias. Misericórdia!

Novo desempregado

E quem acabou de perder um ótimo emprego foi Valmir Monteiro (PSC). Ontem, o juiz da comarca de Lagarto, Edinaldo César Santos Júnior, determinou o afastamento do cristão da prefeitura porque o processo contra ele transitou em julgado. Tão logo a decisão seja publicada no Diário da Justiça e a Câmara de Vereadores oficializada, Valmir perderá o gordo salário de R$ R$ 27 mil e outras cositas más. Bom pra o contribuinte lagartense que, desde agosto passado, paga a Valmir e a prefeita em exercício Hilda Ribeiro (SD). Homem, vôte!

Ficou pra depois

O Tribunal Regional Eleitoral adiou o julgamento dos embargos declaratórios impetrados pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) e pela vice Eliane Aquino (PT). Em repouso absoluto para se recuperar de um pico de pressão alta, o “Galeguinho” respirou aliviado ao saber que seu recursos só será julgado na próxima segunda-feira. O TRE não explicou o motivo do adiamento, permitindo que as más línguas se apressassem em espalhar que foi em respeito à doença do governador. Homem, será?

Pedra da morte

A pedra da morte custa uma ninharia e está ao alcance de todos. Atrai, indistintamente, ricos e pobres, crianças e adultos, desempregados e trabalhadores. Há registros de índios que usam o entorpecente. O crack invadiu as cidades do interior e as fazendas. Subproduto da cocaína, a droga virou uma epidemia nacional, que causa dependência e morte aos usuários. Uma lástima!

Queimando dinheiro

Conforme prometeu, o Movimento Atitude Sergipe (MOVA-SE) divulgou a gastança das Câmaras de Vereadores com diárias. De janeiro a outubro deste ano, os legislativos municipais gastaram mais de R$ 3,9 milhões com este tipo de mordomia. As que mais exageraram foram as Câmaras de Socorro (R$ 195mil), Glória (R$ 160 mil), São Cristóvão (R$ 150 mil), Japaratuba (R$ 133 mil) e Estância (R$ 130 mil). E olhe que o ano ainda não terminou. Desconjuro!

90 anos de assaltos

O Portal de notícias LeiaMais.BA registrou, ontem, um assalto a banco ocorrido há 89 anos em Carira, no semiárido sergipano. A nota do site baiano se fundamenta em um cofre de ferro maciço exposto no Museu de Sergipe, em São Cristóvão. O jornalista Alberto Oliveira escreve que “89 anos depois, o mesmo tipo de crime continua sendo praticado no Brasil, principalmente em cidades do interior do Nordeste, uma perpetuação do Velho Oeste americano”. Crendeuspai!

Mandou o secretário

O governador Belivaldo Chagas (PSD) não foi à Europa, mas mandou o secretário. Além de José Augusto, secretário do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, o superintendente de Parcerias Públicas Privadas, Oliveira Júnior, participa da missão de governadores do Nordeste. Ontem, a comitiva de oito governadores e auxiliares apresentou a 40 empresários franceses um mapa de oportunidades de investimentos no Nordeste. Agora vai!

Chapéu dos outros

A oposição ao prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) ficou alvoroçada após o ex-presidente Lula dizer que o seu PT velho de guerra disputará as prefeituras das capitais. Isso foi o bastante pra galera começar a “indicar” possíveis pré-candidatos petistas a prefeito de Aracaju. Os nomes da vice-governadora Eliane Aquino e do ex-deputado federal Márcio Macedo, ambos petistas, não saem das bocas dos oposicionistas. Estes torcem pela divisão dos governistas, pois só assim acreditam ser possível derrotar Edvaldo. Marminino!

Cadê o dinheiro?

Não deu em nada a promessa feita pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) enquanto presidiu o país por um dia. Ao visitar Sergipe, o interino de Bolsonaro (PSL) prometeu a conclusão das obras na BR-101 no trecho que corta Sergipe. Tudo gogó! Por causa disso, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) acusa o governo federal de abusar de propaganda enganosa. “Para a conclusão desta obra são necessários R$ 300 milhões, mas apenas R$ 20 milhões foram destinados pelo governo no orçamento da União para 2020. É uma vergonha”. E bota vergonha nisso. Vixe!

Calma, gente!

O jornalista sergipano Ancelmo Gois publica, hoje, em o Globo, a seguinte nota: Já estão à venda no Centro do Rio de Janeiro as faixas do Flamengo de Heptacampeão Brasileiro e de Bicampeão da Libertadores. Eu entendo o interesse do camelô de faturar. Mas morro de medo de, como se diz em Frei Paulo, contar com o “ovo no fiofó da galinha”. Com essa de Anselmo só pedindo proteção aos Santos para o nosso querido Urubu: Pé de pato mangalô três vezes!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 20 de junho de 1958

 

 

 

 

 

 

 

Comentários