Produção de petróleo e gás desmoronam

0

A produção de petróleo no Estado de Sergipe, em junho de 2017, ficou em 647,5 mil barris equivalentes de petróleo (BEP), ficando 17,7% abaixo da produção do mês imediatamente anterior, maio último. No comparativo anual (junho/2016), houve retração de 32,9% na produção. No primeiro semestre de 2017, a produção ficou próxima dos 4,5 milhões de BEP e com retração de 23,3%, quando comparado com o mesmo período de 2016.

Do total produzido em junho, aproximadamente, 97,3 mil barris, ou 15%, foram extraídos do mar. Em termos relativos, observou-se retração de 43,8% em comparação com o mês imediatamente anterior, já na comparação com o mesmo mês do ano passado, a retração chegou a 59,3%. A produção em terra, respondeu por 85% da produção total, chegando aos 550 mil BEP. No comparativo com o mês anterior (maio-2017) verificou-se queda de 10,4%. Quando comparado com junho de 2016, a retração chegou aos 22,7%. A produção de gás natural, em junho, ficou em 281 mil BEP. Em termos relativos houve retratação de 39,2% na comparação com o mês imediatamente anterior, maio último. O recuo foi maior quando comparado com o mesmo mês de 2016, registrando retração de 44,5%. No primeiro semestre de 2017, a produção ficou próxima dos 2,3 milhões de BEP. A produção em mar continuou sendo a principal fonte de produção, somando mais de 257 mil barris, abrangendo 91,6% do total produzido no Estado, ao passo que a produção terrestre ficou próxima dos 23 mil barris, respondendo por 8,4% da produção do Estado.

Audiência pública sobre a juventude

Amanhã, tendo por palco o plenário da Assembleia Legislativa, ocorre mais uma audiência pública, promovida pelo mandato da deputada Ana Lúcia. Vai debater “O papel da Juventude e suas Organizações na construção da escola democrática”. São dois palestrantes durante a audiência pública: a professora Ana Lídia e a estudante-símbolo das ocupações da escola pública em São Paulo, em 2016, a jovem paranaense Ana Lúcia.

Rotary recebe visita do Governador

O Governador do Distrito 4390 do Rotary Club do Brasil, o sergipano de Neopólis Manoel Humberto, estará 2ª feira  em Aracaju para visita oficial ao Rotary Club de Aracaju-Norte. Chega numa hora em que há efervescência entre os clubes rotáricos por conta da extinção do Distrito 4390, que reúne clubes de Alagoas, Sergipe e parte da Bahia. Este Distrito teria sido anexado ao Distrito 4550, formando o Distrito 4551. De acordo com resolução do próprio Rotary, cada Distrito deve ter pelo menos 1.100 rotarianos associados, sob pena de extinção e agregação a um outro Distrito próximo. Acontece que na data marcada para isto ocorrer, 31 de dezembro, o Distrito 4390 tinha mais de 1.100 associados, daí se considerar injusta a sua extinção e agregação ao Distrito 4550. O Governador Manoel Humberto vai ouvir segunda-feira muitas reclamações, sem dúvida.

Pode ser um tiro no pé

A defesa da ditadura de Nestor Maduro na Venezuela pelo PT pode resultar em um tiro no pé. O povo brasileiro já viveu, no século passado, duas ou três ditaduras e não é simpática àqueles que tomam o Poder à força, sem o aval da população. É preciso ressaltar que o ambiente político na Venezuela é de pré-Guerra Civil, justamente por conta de muita corrupção no país bolivariano. Defender Maduro sem dúvida não vai trazer nenhum voto ao PT. É só esperar para ver…

Gualberto não engoliu Jerônimo

Os ataques gratuitos ao PT, através de entrevista a uma emissora de rádio feitos pelo ex-Prefeito Jerônimo Reis, levaram o deputado Francisco Gualberto à tribuna da Assembleia Legislativa para um discurso longo em defesa do partido, mas, principalmente, em defesa de Lula. Há muito tempo não se via um Gualberto tão exaltado numa pronunciamento, sem que fosse em defesa do Governador Jackson Barreto.

          …e para encerrar…

Discurso – Para lembrar a passagem dos cem anos de nascimento do ex-Governador João de Seixas Dória, o Rotary Club de Aracaju pediu ao seu associado, o professor Olimpio Seixas, que falasse sobre ele. Olimpinho preparou então uma peça na qual sobrou poesia e palavras doces e bonitas para situar a trajetória política de Seixas Dória como grande tribuno e político. Foi intensamente aplaudido.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais