Proteja o gol: Campanha de prevenção na Copa do Mundo

0

A iniciativa Proteja o Gol é nova campanha do UNAIDS para a conscientização sobre HIV em nível mundial. A partir de uma ideia simples que ilustra o poder da proteção, faz-se uma analogia entre goleiros protegendo o gol e cada pessoa protegendo a si própria. O objetivo da campanha é usar a popularidade e poder de união do esporte para promover a prevenção do HIV, principalmente entre os jovens. Iniciada na África do Sul durante a Copa de 2010, a campanha tem como tema “De Soweto à Bahia” criando assim um elo entre essas duas regiões.

As atividades previstas na campanha incluem: Disponibilização de preservativos aos fãs de futebol nas 12 cidades-sede; Disponibilização de testes voluntários de HIV  em cada um dos Fan Fests das cidades-sede. Fan Fest é um evento que objetiva reunir os torcedores que não tiveram condições de ingressarem no estádio de futebol para assistir a uma determinada partida da Copa do Mundo. Grandes telões são colocados nas cidades-sedes e os fãs do futebol podem assistir aos jogos; Engajamento de estrelas de futebol e celebridades na promoção da campanha: o atleta David Luiz, vice-capitão da seleção brasileira e Embaixador de Boa Vontade do UNAIDS, é um dos porta-vozes da campanha.

Dos 35,3 milhões de pessoas que vivem com HIV em todo o mundo, cerca de 4,6 milhões têm entre 15 e 24 anos— aproximadamente 2.300 jovens são infectados a cada dia e, por isso, os jovens são o foco da campanha, que tem como meta chegar à visão de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à AIDS. Com relação à discriminação, o Brasil teve, recentemente, a aprovação da Lei 12.984/2014, que pune pessoas e instituições que apresentem condutas discriminatórias contra pessoas que vivem com HIV/ AIDS. É importante destacar que o Proteja o Gol  não é apenas uma campanha, mas uma ação global de solidariedade.

O Brasil está cerca de 39 mil casos novos da doença ao ano. Estimativas indicam que, atualmente, cerca de 718 mil pessoas vivam com HIV, sendo que 150 mil desconhecem sua situação. O não conhecimento da sorologia é hoje um dos desafios a serem enfrentados no combate à doença no país. 

O Estado de Sergipe já registrou 3.589 casos de AIDS, desde o ano de 1.987.  Cerca de 1.160 pessoas foram a óbito em consequência da doença. As seis primeiras cidades que apresentaram maior número de casos foram: Aracaju, Socorro, Itabaiana, Estância, São Cristóvão e Lagarto.

Sergipe na Copa do Mundo

Apesar do Estado de Sergipe não ser sede dos jogos, algumas ações serão realizadas. Além da Campanha Mundial Proteja o Gol, a Secretaria de Estado da Saúde elaborou uma campanha própria com o slogan “Sexo Com Camisinha é a Melhor Jogada – Entre no Time da Prevenção”. As divulgações serão feitas em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo, nos postos de informações turísticas, na Orla de Atalaia, no Terminal Rodoviário e no Aeroporto Santa Maria, onde serão disponibilizados os preservativos e a tabelinha dos jogos da Copa com orientações sobre o uso da camisinha. Na orla teremos também um stand no Arraial do Povo. Como se encontra em Sergipe a Seleção da Grécia e, diante da impossibilidade de um contato direto com os atletas, por determinação da FIFA, disponibilizaremos os materiais informativos e preservativos no Hotel onde a delegação está hospedada. O município de Aracaju, através do Programa de DST/AIDS realizará ações itinerantes em alguns pontos do centro da cidade, nos calçadões e em um stand a ser montado do local do Forró Caju.

Uma importante participação de Sergipe na Copa de 2014 será a presença da Unidade Móvel Fique Sabendo, no Farol da Barra, na orla de Salvador, atendendo a um convite do Ministério da Saúde e UNAIDS. Nos dias dos jogos do Brasil e os que serão realizados em Salvador, serão disponibilizados testes rápidos de sífilis e HIV. Inicialmente, as ações serão realizadas pela equipe de profissionais de Sergipe e, posteriormente, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde da Bahia, realizará as ações. O micro-ônibus adaptado da Secretaria de Estado da Saúde ficará estacionado no Farol da Barra para realizar testes rápidos nos dias de jogos. A Unidade Móvel ganhou plotagem nova com a marca da campanha mundial e vai funcionar na Fan Fest, abrindo as portas antes do início dos jogos e duas horas após o encerramento das partidas.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários