PT admite alianças com partidos antes vetados

0

O PT tem de rever para as eleições de 2018 a proibição de alianças com os partidos que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff, para recuperar a maioria do povo brasileiro. Presidente do PT em São Paulo,  e preferido de Lula para disputar o governo de São Paulo, o Sr. Luis Marinho disse que a candidatura do ex-Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, ao Senado,  depende de convencer o vereador Eduardo Suplicy a disputar uma vaga na Câmara. Sobre o PSDB, Marinho foi claro: “está na hora de o partido sair o Palácio dos Bandeirantes”. Sobre alianças com partidos que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff, o sr. Luis Marinho diz que “nós temos que recuperar as bases. A maioria do povo tabém apoiou o impeachment e nós queremos recuperar a maioria do povo. Não vejo a necessidade de um grande arco de alianças para a candidatura de Lula. Vamos precisar de uma grande aliança para governar e no Congresso.  Mas isso pode se dar no processo eleitoral ou pós-eleições. Agora vamos analisar no sentido de ganhar a eleição. Depois se tomam providências  sobre composição da base no Congresso. Uma reaproximação do PT com o PMDB é  possível? Para Marinho, isso é possível em vários Estados brasileiros, exceto talvez São Paulo, porque a base de Michel Temer é o Estado de São Paulo. Para Marinho, o PMDB nunca foi um partido nacional, sempre foi uma federação de caciques nos Estados. Então vai depender do posicionamento do partido em cada Estado.  Marinho acreditar que o diretório nacional do PT vai revisitar esse tema e “vai saber trabalhar a complexidade momentânea da política brasileira”. O PT errou ao não insistir que Lula fosse o candidato em 2014? “O PT insistiu, Lula é que não autorizou porque achava que era um direito legitimo da Silma reivindicar a reeleição e porque não era um movimento fácil. O Sr. Luis Marinho acredita que “Lula tem 99% de chance de estar na disputa em 2018”. O que lhe dá tanta certeza? “As circunstâncias do processo. Delação premiada não serve para condenar. É uma sentença fadada a ser revistada. Dizer que os tribunais superiores vão confirmar  uma sentença dessas é chamar todo o Judiciário brasileiro de esdruxulo”. Dilma   podes er candidata? “Até que gostaria de vê-la candidatada  mas não faz parte da vontade pessoal dela”.

Produção de petróleo cai um pouco

A produção de petróleo em Sergipe, no mês de setembro, ficou em 692,2 mil barris equivalentes de petróleo (BIP), ficando 2,6% abaixo da produção do mês imediatamente anterior. No comparativo anual (setembro 2016) a retração atingiu os 23,3% na produção. No acumulado do ano corrente, janeiro a setembro, a produção ficou próximo dos 6,6 milhões de bep, com retratação de 23,2% quando comparado com o mesmo período de 2016. Do total de óleoe produzido em setembro, aproximadamente  153,7 mil barris, ou 22,2% foram extraídos do mar. Em termor relativos, observou-se retratação de 6% em comparação com o mês imediatamente anterior. Já na comparação com o mesmo mês do ano passado, a retratação chegou aos 35,8%. A produpão em terra, por sua vez, respondeu por 77,8%da produpão total, chegando aos 538,5 mil bep. No comparativo com o omês de agosto, verificou-se retração de 1,6%. Quando comparado com o mesmo mês do ano passado, a retratação foi muito superior, chegando aos 18,8%.

Produção de gás também teve queda

A produção de gás natural, em setembro, ficou em aproximadamente 442,2 mil bep, em termos relativos, houve retração de 4,1% na comparação com a produção do mês imediatamente anterior, agosto último. Quando comparado com o mesmo mês de 2016, a retração chegou aos 12,7%. Nos nove primeiros meses do ano corrente, a produção ficou próxima dos 3,7 milhões de bep, com retração de 19,4%, quando comparado como o mesmo período de 2016. A produção em mar continuou sendo a principal fonte de produção, somando mais de 415,6 mil barris, abrangendo 94% do total produzido no Estado. Em termos relativos, observou-se retração de 3,6%, em comparação com o mês imediatamente anterior, já na comparação com o mesmo mês do ano passado, a retração chegou aos 12,6%. A produção terrestre ficou próxima dos 226,5 mil barris, respondendo por 6% da produção do Estado. No comparativo com o mês anterior, verificou-se queda de 11,2%.

No dia 17, mais um Almoço com Negócios

O Almoço com Negócios volta a ser realizado na Capital sergipana. Agora englobando o capítulo Dialógos Empresariais, o Almoço vai ser realizado no dia 17 próximo, a partir das 12h no Radisson Hotel. Na oportunidade, falará o Presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra Marins Filho sobre “As Relações do Trabalho Aplicadas no Brasil do Emprego”. A novidade é que agora o Almoço será pago, entre R$ 20,00 e R$ 60,00.

7,5 milhões se formalizaram como MEI

Mais de 7,5 milhões de trabalhadores se formalizaram nos nove últimos anos como microempreendedores individuais, segundo dados do Portal do Empreendedor. O processo de formalização do microempreendedor individual é rápido e pode ser feito de forma gratuita  no Portal do Empreendedor, no campo formalize-se. O teto de faturamento é de 60 mil por ano e, ao se formalizar, o MEI pode emitir nota fiscal e participar de licitações públicas, ter acesso mais fácil e empréstimos, fazendas vendas por meio de máquinas de cartão de crédito, entre outras vantagens. Afigura jurídica trouxe ainda benefícios como a possibilidade de comprar matérias prima com descontos e a participação em licitações.  Todo microempreendedor individual que faz o pagamento de sua contribuição mensalmente se torna um segurado da Previdência Social e, com isso, tem garantido direitos como aposentadoria, auxílio saúde e salário-maternidade. O pagamento dos impostos mensais é feito por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional, que pode ser gerado por meio do Portal do Empreendedor e deve ser pago na rede bancária e casas lotéricas até o dia 20 de todo mês.

Mais um candidato ao governo

O nome dessa professora – Sõnia Meire – não lhe é estranho, não é verdade? De fato ela já foi candidata ao Governo do Estado em 2014 e Prefeitura de Aracaju em 2016. Agora ela está indicada pré-candidata ao Governo do Estado pelo PSOL. O seu nome foi aprovado no Congresso Nacional do partido no domingo passado. O internauta ficará se perguntando: e ainda há espaço para partidos de esquerda disputarem as eleições gerais do próximo ano? Só as urnas vão dizer, em outubro de 2018. O certo é que a professora Sonia Meire estará novamente disputando eleições gerais por um partido de esquerda, agora o PSOL.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários