PT é o prego no sapato do governo

0

Mesmo em silêncio, o PT sergipano consegue ser o partido mais barulhento da aliança governista. Dia sim outro também, a imprensa registra queixas feitas nos bastidores pelos aliados dos petistas. A última reclamação foi motivada pela foto desfocada de uma visita que o senador Rogério Carvalho (PT) fez aos Valadares (PSB). Em recados plantados na mídia e protegidos pelo anonimato, os políticos da situação dizem que a gentiliza do senador contrariou o governador Belivaldo Chagas (PSD), inimigo figadal da dupla Vavazão e Vavazinho. Garantem que o comportamento de Rogério foi visto como uma afronta ao governo, podendo lhe custar muito caro politicamente. Como das vezes anteriores em que foi fustigado pelos “amigos da onça”, o PT permaneceu de boca fechada. Esta tática do silêncio tem deixado os governistas ainda mais tiriricas. Sem uma resposta barulhenta dos petistas aos ataques aliados, fica difícil encontrar um bom motivo para justificar o rompimento. Pelo visto, a ruidosa base do governo terá dificuldade para se livrar desse prego petista encravado no sapato. Home vôte!

Greve preocupa

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) é um dos signatários do ofício enviado ao Ministério da Justiça cobrando medidas contra os bloqueios de rodovias federais por caminhoneiros bolsonaristas. “A Polícia Rodoviária Federal é vinculada ao MJ e precisa liberar rapidamente as estradas afetadas. Nosso povo não aguenta mais tanto caos!”, diz o documento. O movimento paredista defende a expulsão pura e simples do ministro Alexandre de Morais do Supremo Tribunal Federal. Marminino!

Casamento definido

Está marcada para o próximo dia 21 a oficialização da fusão entre o DEM e o PSL. Em sendo mesmo confirmado o “casamento”, o novo partido será o maior da Câmara Federal, com mais de 80 deputados. O novo nome da sigla ainda é analisado, mas o número deve ser o 25, do DEM. Em Sergipe, as lideranças das duas agremiações políticas estão caladas sobre a fusão. Qual seria o motivo dessa “boca de siri”? Crendeuspai!

Vem folia por aí

Empresário do setor de eventos, o vereador aracajuano Fabiano Oliveira (PP) começa a preparar duas grandes festas: o Fest Verão e o Pré-Caju. Os dois eventos devem acontecer na Orla de Atalaia, respectivamente, em fevereiro e novembro de 2022. Fabiano já começou a manter contatos com os empresários de artistas como Bell Marques, Ivete Sangalo, Leo Santana e o Harmonia. Rezemos que a pandemia seja vencida logo, para que possamos cair nessas folias carnavalescas bem organizadas pelo competente Fabiano Oliveira. Aff Maria!

Luto

Morreu nos Estados Unidos, vítima de infarto fulminante, o empresário grego Iossif Marios Petros Gressis, 45 anos. Ele era casado com Lucianna Carvalho Oliveira Gressis, filha do deputado federal Laércio Oliveira (PP): “Perdi um filho. Carinhosamente chamado de Joe, ele era um homem bom, carinhoso com a família, caridoso com a comunidade, querido pelos seus empregados e também pelos clientes. Empreendedor, visionário, trabalhador e de espírito aventureiro aguçado”, descreveu Laércio. Que descanse em paz!

Pouco interesse

A cada 100 jovens que ingressam nos cursos de pedagogia e licenciatura, apenas 51 concluem o curso. Entre os que chegam ao final do curso, só 27 manifestam vontade em seguir carreira no magistério. Esse desinteresse pela profissão é motivado pela falta de reconhecimento e de condições de trabalho. A pesquisa se baseou em dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Cruz, credo!

Câmara submissa

O aracajuano desembolsa um bom dinheiro para bancar uma Câmara de Vereadores, em sua grande maioria, submissa ao prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Enquanto o contribuinte trabalha de sol a sol para custear os gordos salários dos parlamentares, estes aparecem no serviço três ou quatro dias por semana para dizer amém ao prefeito, votar títulos de cidadania, indicações bobas e requerimentos de congratulações. Minoria, a oposição contenta-se em protestar contra o rolo compressor, que lhe esmaga a cada sessão plenária. Misericórdia!

País de fantasmas

Um prefeito do interior se diz espantado com o grande número de empresas fantasmas em Sergipe. Segundo ele, das cinco participantes de uma licitação no município, três não resistiram a uma simples visita técnica, por não possuírem instalações físicas. Uma tinha endereço falso. E os “empresários” ainda ficaram injuriados com o fato de o edital prever visita às instalações das concorrentes. Só Jesus na causa!

Federação partidária

Nem todo mundo sabe que o projeto criando federações partidárias e que foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro é de autoria do ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB). Concebida em 2015, a propositura prevê alteração na legislação eleitoral para permitir que os partidos nanicos criem uma federação com poderes para atuar como se fosse uma legenda única, sujeita a todas as normas que regem o funcionamento parlamentar e a fidelidade partidária. Resta saber se o Congresso vai derrubar o veto bolsonarista. Danôsse!

Caminhão sem freio

Este governo militar está levando o país à bancarrota. Desde que se encastelou no Palácio do Planalto, o capitão de pijama se esmera em articular um golpe de estado. Ao discursar no último dia 7 de Setembro, agredindo o Congresso e o Supremo Tribunal Federal, o presidente deu a senha esperada por algumas centenas de caminhoneiros para fechar as rodovias. A iminente paralização do Brasil, provocando desabastecimento geral, é o maior exemplo de que este país está mais desgovernado do que um caminhão sem freio, nem direção, descendo uma ladeira na banguela. Salve-se quem puder!

Doutor Bodega

Amanheceu com uma tremenda dor de dente e não tem quem o socorra nos postos de Saúde da Prefeitura? Que tal uma generosa dose de cachaça com pólvora? Escrito por Souto Maior, o Dicionário Folclórico da Cachaça também ensina que pinga misturada com caroço de algodão pisado cura sarna e todo tipo de coceira. Contra alcoolismo aconselha-se misturar cachaça com terra de cemitério, uma pena de urubu torrada e cocô de galinha. Arre égua!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 28 de maio de 1942

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais