PT, PSB, DEM e Aracaju

0

O ano de 2012 parece que ficará marcado na história política de Sergipe.

Começou com o racha – que já era esperado para após as eleições deste ano – entre o governador Marcelo Déda e  o grupo comandado pelos irmãos Amorim. O racha, que surgiu após a eleição da Mesa Diretora da Assembleia, continua repercutindo mesmo após um mês do fato consumado.

A divisão serviu para medir forças antecipadas para as eleições não só deste ano, mas de 2014. Enquanto o governador Marcelo Déda conseguiu retomar a maioria (pelo menos é o que se acredita), o episódio da AL mostrou para a sociedade sergipana que o Legislativo não é tão subserviente como muitos pensavam. E deste episódio saíram fortalecidas as posturas, por pura coincidência de três mulheres, todas deputadas: Angélica Guimarães e Maria Mendonça que mantiveram suas decisões desde o início e a deputada Gorete Reis que não aceitou o convite para apoiar o governo e continuará na oposição.

E o governador viajará  nos próximos dias a Índia – participando da comitiva da presidente Dilma em visita oficial ao país – levando na bagagem um problema sério e de difícil solução: tanto o partido dele, o PT, como o PSB, comandado pelo senador Valadares, estão batendo o martelo nas candidaturas próprias em Aracaju.

Como o blog publicou ontem, 21, são legitimas as candidaturas dos partidos aliados. O PT quer ficar a frente, não só do governo estadual, mas também da prefeitura de Aracaju. Ou seja, com as duas maiores fatias do bolo. O PMDB não briga neste momento porque sua liderança maior, Jackson Barreto, já tem prometido para ele a maior fatia do bolo que será confeccionado em 2014.

Já o PSB, que depois do episódio da AL, parecia recuar de uma candidatura própria em Aracaju recebeu um ultimato da direção nacional, mas de perto do presidente e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que deseja fortalecer o partido para as eleições 2014. E sabendo das pesquisas em Aracaju, Eduardo Campos sabe que o PSB tem chances reais e por isso não apenas intimará, mas cacifará a candidatura socialista.

E aí que mora o perigo. Uma candidatura do PSB, seja com o deputado federal Valadares Filho, seja com o deputado estadual Adelson Barreto tem a tendência de abrir um leque de alianças sem muros. Ou melhor, poderá receber o apoio do grupo dos irmãos Amorim, do ex-governador Albano Franco e até mesmo do prefeito Edvaldo Nogueira.E será que o PT, ou melhor, o governador Marcelo Déda aceitará que o PSB continue aliado tendo no palanque hoje seus adversários políticos? Por outro lado o PSB com uma candidatura própria vetará apoios importantes e significativos só para atender os caprichos de quem nunca recebeu a melhor fatia do bolo?

E se o consenso não chegar essa divisão do bloco de Déda em Aracaju poderá  facilitará a vitória da oposição, ou melhor, do ex-governador João Alves Filho. Se os dois candidatos (PT e PSB) emplacarem poderá também levar a eleição para o segundo turno. Resta saber se as feridas abertas no primeiro turno terão tempo de cicatrizarem.

Tudo dependerá de Marcelo Déda. Se ele vai atuar como militante do PT ou governador e líder maior de uma coalização partidária.

2012 chegou efervescente, escrevendo a história política de Sergipe como nunca e antecipando 2014.

Canal 5, no Augusto Franco: mobilização vitoriosa
O que custava a Deso, realizar o serviço de recapeamento asfáltico da Avenida Canal 5 no Augusto Franco que ficou por vários meses na poeira causando transtornos a população? Custava nada ou melhor custava apenas respeito a população. Pois bem, bastou a mobilização da população, tendo como um dos coordenadores o incansável Max Prejuízo, com a realização de um café da manhã ontem, que no dia anterior (quando foi informada) a Deso providenciou o recapeamento através de uma parceria com a Emurb. Só faltou um pequeno trecho onde a obra ainda não terminou. Ou seja: parece que não aprende! Tem que apanhar para fazer o dever de casa.

PT da Bahia com raiva de Dilma
E a imprensa baiana destaca que o governador Jacques Wagner e a bancada federal do PT do Estado está com muita raiva da presidente Dilma porque perderam recentemente dois ministérios. O governador baiano chegou a alertar que o Nordeste tem dois governadores do PT, ele e Marcelo Déda, de Sergipe e não tem ninguém no primeiro escalão. Agora os petistas baianos querem a Chesf e uma diretoria da Codevasf como compensação.

PT da Bahia com raiva de Dilma
E a imprensa baiana destaca que o governador Jacques Wagner e a bancada federal do PT do Estado está com muita raiva da presidente Dilma porque perderam recentemente dois ministérios. O governador baiano chegou a alertar que o Nordeste tem dois governadores do PT, ele e Marcelo Déda, de Sergipe e não tem ninguém no primeiro escalão. Agora os petistas baianos querem a Chesf e uma diretoria da Codevasf como compensação.

Hotel Parque dos Coqueiros: quem é o vilão nesta história?
O blog esperou dois dias para se manifestar no episódio do fechamento do Hotel Parque dos Coqueiros. É lógico que é péssimo para o turismo em Sergipe, mas a culpa é de quem arrematou o espaço no leilão? Ontem, 21, no programa radiofônico da Jovem Pan Aracaju, apresentado por Rosalvo Nogueira e André Barros, foram apresentados dados importantes e até uma denúncia grave que merece a atenção do Poder Público, da imprensa e da sociedade.

Orientação para não fecharem pacotes a partir de março
O comunicador André Barros (que o blog já criticou e continuará criticando quando divergir de suas análises) apresentou dados até então desconhecidos dos sergipanos. André disse que os gestores do hotel foram informados para não fecharem pacotes a partir de março por conta da decisão Judicial. Ou seja, se tivesse seguido a orientação da Justiça teriam poupados os hospedes do constrangimento de serem expulsos do espaço. A decisão da juíza Iracy Mangueira decretou a falência e a indisponibilidade dos bens das empresas falidas e dos sócios.

Dividas e duas empresas
André disse que somente com a Energisa o Hotel deve cerca de R$ 600 mil. E mais: que duas empresas atuavam dentro do HPC e uma delas era utilizada apenas para sangrar os recursos da empresa. “A mutreta era grande e tinha duas empresas e estou apurando se tem alguém da Emsetur envolvido nos grandes eventos. Não acuso ninguém, mas vou apurar”, disse questionando se o governo não sabia do que estava ocorrendo.

Declaração ridícula
Segundo André Barros o fechamento do Hotel Parque dos Coqueiros se deve a um complô urdido na calada da noite para sangrar o hotel enquanto não saísse a decisão judicial. “Se cumprisse o que a justiça determinou não teria turistas hospedados no hotel este mês”, disse, afirmando que foi ridícula a declaração do secretário Elber Batalha Filho de que o governo foi surpreendido com o fechamento.

As perguntas que não querem calar
E fala-se que o fechamento do hotel é ruim para o turismo em Sergipe. Mas essa pendenga jurídica se arrasta há vários anos. O que o governo estadual fez durante este tempo para tentar reverter a situação? O que fez para evitar o leilão do hotel? Ou é mais fácil culpar agora a especulação imobiliária? Ela só existiu porque aconteceram diversos erros e omissões no passado. Ou não?

Aterros e duas situações distintas
A Comissão de Agricultura e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa visitou ontem, 21, povoado Tabocas, no município de Nossa Senhora do Socorro, onde a empresa Torre deseja construir um aterro sanitário e depois o aterro sanitário mantido pela empresa Estre Ambiental, no município de Rosário do Catete, e a lixeira do bairro Palestina, em Aracaju.

Tabocas
Os deputados comprovaram que no povoado Tabocas a área fica na Zona Urbana e não pode receber um aterro. E que mesmo assim a empresaTorre já entupiu o lençol freático e construiu uma pista asfaltada no local. Durante a visita em Socorro, os parlamentares puderam conferir o grau de insatisfação da população que não está conformada diante da iminência da construção do depósito de resíduos sólidos no povoado Tabocas.

Rosário
De Socorro, a Comissão seguiu para o município de Rosário do Catete, onde conheceram o Aterro Sanitário da Estre Ambiental, que já se encontra pronto para receber o lixo. Lá os parlamentares foram recebidos pelo diretor de Tecnologia e Meio Ambiente da empresa, Pedro Steck. Os deputados viram uma situação totalmente diferente, onde a área é na Zona Rural e não existem riscos de se atingir qualquer manancial de água e sem contar que o aterro já tem autorização da Adema.

Déda elogia Makhtar Diop, do Banco Mundial
O governador Marcelo Déda participou na noite de ontem, 21, em Brasília, da despedida de Maktar Diop, que deixa o posto de diretor do Banco Mundial (Bird) para o Brasil. “Todos nós somos muito gratos pela forma como você traduziu o papel do Banco Mundial no nosso país”, pronunciou-se o governador, em nome de seus colegas do Nordeste, na cerimônia de troca de comando.

Postura
Senegalês, ele será substituído pela norte-americana Deborah Wetzel. Diop assumirá a vice-presidência do banco para a África. Último orador, Déda disse que testemunhou a mudança de postura da instituição em relação ao Brasil. “Em vez de uma agência em Brasília, passiva, esperando a provocação de seus possíveis parceiros, a equipe liderada por Makhtar resolveu provocar-nos a todos”.

Dinamismo
Esta mudança, caracterizada pela presença do dirigente em quase todos os estados nordestinos, inclusive Sergipe, traduziu-se em resultados concretos para a região. “Você dinamizou e deu visibilidade às operações do Banco Mundial. Entendeu o Brasil e compreendeu como nós somos”, elogiou o governador.

Subcomissão Especial obras de mobilidade urbana
A Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados aprovou ontem, 21, requerimento de autoria do deputado Valadares Filho (PSB) que cria uma Subcomissão Especial destinada a acompanhar o andamento das obras de construção e adequação da infraestrutura de mobilidade urbana para Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016 e o respectivo legado que a realização desses eventos deixará para as cidades-sedes.

Estrutura adequada
O parlamentar sergipano destaca que, como parte dos preparativos para os eventos esportivos, está a adequação da infraestrutura de mobilidade urbana. No entendimento do deputado, a mobilidade urbana é um item tão importante quanto a construção de estádios e a ampliação dos aeroportos. “Se não houver estrutura adequada ao deslocamento do grande fluxo de pessoas, pode-se comprometer a realização dos eventos esportivos”.

Ciclomotores
O presidente da Camara de Aracaju, Emmanuel Nascimento (PT), rebateu ontem, 21, as declarações do superintendente da SMTT, publicadas neste espaço sobre a revogação do projeto que obrigava o licenciamento dos ciclomotores em Aracaju. A declaração de Samarone foi feita na tribuna da AL, durante audiência na última terça-feira.

Taxa muito alta
“Votamos um projeto que virou lei, visando a proteção da vida das pessoas que conduzem o veículo, o patrimônio e a segurança dos usuários. Porém, houve incompreensão de alguns setores que estão cobrando uma taxa muito alta para que o emplacamento seja feito. Desde então procuramos o diálogo entre os diversos segmentos e condutores para ver a melhor maneira de fazer essa lei”, disse Emmanuel.

Eleição/AL:"ninguém manda ou pode interferir na casa do outro", diz presidente da OAB
A polêmica antecipação da eleição da mesa diretora da Assembléia Legislativa voltou à pauta ontem,21. Desta vez foi o presidente da OAB Sergipe, Carlos Augusto Monteiro, que avaliou juridicamente o episódio.Em entrevista ao Programa Comércio em Debate na web Rádio Comércio (radiocomercio.com.br), o advogado evitou fazer uma analise jurídica detalhada, mas observou que os poderes são independentes e um deve respeitar o outro. "Essa discussão no âmbito jurídico nós não podemos tecer maiores comentários por que não detemos de maiores conhecimentos sobre os argumentos que poderiam provocar alguma medida judicial buscando a anulação dessa eleição. Institucionalmente nós lamentamos todo esse episodio", destacou.

Negativo
Carlos Augusto afirmou que o episódio foi negativo para a sociedade e a democracia. Ele lembrou que nenhum poder pode interferir na casa do outro. "Enxergamos isso como uma relação nada satisfatória para a sociedade, pelo contrário. Foi dada uma demonstração de ultrapassagem de poderes independentes de cada poder. A Constituição Federal prevê que os poderes são independentes e harmônicos entre si. Ou seja, ninguém manda ou pode interferir na casa do outro", alfinetou.

Falta amadurecimento
De acordo com o presidente da seccional sergipana dos advogados, a eleição da Assembléia revela que a democracia ainda precisa amadurecer. "A minha interpretação nisso tudo é que precisamos amadurecer muito a nossa democracia, o estado democrático de direito por que eu não posso enxergar em sã consciência, com tranqüilidade, com naturalidade que o poder executivo, por exemplo, tenha intromissão na eleição do poder judiciário. O poder judiciário, administrativamente, não pode interferir na eleição do legislativo e vice-versa. Todos os poderes são independentes", lembrou.

ORSSE se apresenta no Teatro Atheneu
A Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE) se apresenta na próxima sexta-feira, 23 de março, às 20h30, no Teatro Atheneu, que foi entregue à população sergipana completamente repaginado, no dia 5 de março. A ORSSE fará a estreia da série Laranjeiras de Concertos. Celebrando a reforma, que colocou o teatro entre os mais modernos da região Nordeste, a ORSSE apresentará uma série especial, que contempla obras de grande expressividade da música universal, além de homenagear, com as séries Cajueiros e Mangabeiras, os frutos da nossa terra.

Ingressos
Os ingressos para conferir esse grande concerto já se encontram à venda na bilheteria do teatro a preços populares. Mantida pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), com patrocínio do Instituto Banese e Banese Card, a ORSSE se consolidou como o maior exponencial da música clássica no Estado e figura como uma das mais importantes orquestras sinfônicas o país.

Oficina de Formação, Automação e Produção em áudio
A Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária de Sergipe (Abraço–SE), em parceria com a Agência Voz e apoio da Secretaria de Comunicação de Sergipe, estará com inscrições abertas a partir do dia 22 de março para a Oficina de Formação, Automação e Produção em áudio.

Qualificação
Prevista para o dia 31 de março, a qualificação tem como objetivos capacitar os radiocomunitaristas de forma dinâmica e interativa para o uso das ferramentas tecnológicas, além de incentivá-los a entender a função pública do rádio, a produzir, gerir e planejar o trabalho com competência na sua comunidade. Poderão participar da oficina dois representantes de cada uma das rádios comunitárias do Estado de Sergipe. As inscrições devem ser feitas através do site abracose.webnode.com.br. Para obter mais informações, entrar em contato com o Secretário Executivo da Associação de Radiodifusão Comunitária de Sergipe, Roberto Amorim, através do telefone (79) 9969-9697 ou através dos e-mails abracosergipe@yahoo.com  e robertoamorim61@yahoo.com.br

Recadastramento escolar acaba dia 30 de março
O recadastramento escolar está chegando ao fim. Os estudantes usuários do cartão Mais Aracaju Escolar têm até 30 de março para realizar o procedimento que é realizado através do endereço eletrônico www.setransp-aju.com.br/portaldousuario. É preciso preencher e enviar o formulário, através da opção "Recadastramento". Depois, é só acompanhar, via Portal do Usuário, a confirmação do recadastramento pela escola.

Processo seletivo
A rede chilena Cencosud iniciou ontem, 21, o processo seletivo para o seu primeiro Programa Trainee no Brasil, com vagas para as bandeiras GBarbosa, Perini e Mercantil. Podem concorrer jovens que possuem o ensino médio completo ou superior incompleto. Ao todo, são 130 vagas para o cargo de encarregado de loja, distribuídas para as cidades de Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Recife, Garanhuns, Fortaleza, Petrolina, Arapiraca e Maceió. As inscrições vão até o dia 6 de abril e podem ser feitas pelo site www.traineecencosud.com.br

Bomfim
A Bomfim apresentou à população a sua mais nova frota. O desfile – realizado no aniversário de 157 anos de Aracaju – percorreu vários bairros e praias da Capital, despertando a curiosidade e admiração das pessoas que saiam de suas casas e pontos comerciais para aplaudirem a iniciativa. A diretora da Bomfim, Ana Lúcia Menezes Farhat, disse que o investimento em ônibus mais modernos visa assegurar a satisfação dos usuários e a qualidade dos serviços prestados pela empresa.

PELO TWITTER

www.twitter.com/marcos_rm  "Tudo que vai… fica no gosto, fica nas fotos… quanto tempo faz. Deixa o medo, deixa a memória… eu nem me lembro mais." Bom dia!

www.twitter.com/riltonmorais: Os anos só trazem o envelhecimento. Amadurecer exige esforço e inteligência."

www.twitter.com/Adalberto_Prof Bom dia aos que lutam verdadeiramente pela dignidade humana para além da política do eu!

www.twitter.com/EduardoZededuda Dizem que os CORRUPTOS têm dinheiro e bons advogados. Nada disso, lorota. Têm amáveis Tribunais. Ê Brasil. Viva a impunidade!

www.twitter.com/marciorocha1 Em um galho seco de uma árvore qualquer, brotou uma folha. Voltou a ganhar força, com o tempo se recompôs e virou um forte jacarandá.

www.twitter.com/cezar_britto Pousei após mais uma longa temporada de vôo. O bom de ir é saber que o vir também faz parte do livre voar.

DO LEITOR

Atenção SMTT, nas ruas de Itabaiana e Santa Catarina
Do leitor Luiz Brandi: “Rua Itabaiana – 14,40h – No trecho entre R Maruim e o Parque, 06 carros estacionados irregularmente no lado esquerdo da via, e no trecho anterior 02 fiscais do SMTT conversavam animadamente, e neste trecho é sempre assim, em função do cartório de João Bezerra.Rua Santa Catarina – mesmo horário, após a linha de trem, sempre tem carros estacionados do lado direito irregularmente. Enquanto isto, os dois vendedores de coco continuam “estacionados” na faixa de transito na rua Itabaianinha ao lado dos correios, sendo um de cada lado”.

As deputadas da Assembleia
Do leitor V. Cardoso: “Parece que o posicionamento político de nossas 3 deputadas dissidentes (Dra. Angélica, Maria Mendonça e Goretti Reis) no desdobramento da eleição da mesa diretora da AL merece um momento de reflexão por parte do eleitorado sergipano. De certo que o posicionamento das demais deputadas da Casa não poderia ser diferente diante da legenda a qual pertencem, mas, independentemente de quem quer que esteja no Governo, estas 3 senhoras dignificaram seus mandatos ante os posicionamentos adotados diante de cada situação particular vivida, seja para se impor como presidente de um dos 3 Poderes, seja como resposta a uma retaliação mal avaliada ou fazer uma escolha difícil diante dos interesses de familiares. É assim que a democracia se fortalece e com ações desta natureza a esperança sempre renascerá. São merecedoras de um "10" com muito louvor. Parabéns DEPUTADAS!”

ARTIGOS

Coluna opinativa
Só para lembrar: este espaço é uma coluna informativa e opinativa. O sucesso deste espaço é a interação constante com os leitores. Tudo que é escrito neste espaço é para ser analisado, interpretado e o leitor que tire suas conclusões. E todas divergências no campo da ideia deve ser respeitada.

A análise critica do leitor Edson Bomfim
Por isso o blog já tinha copiado notas do leitor e petista Edson Bomfim (o qual o titular deste espaço admira pelas análises que faz através do twitter)  divergindo do artigo de ontem. Porém, no final da tarde, Edson enviou por um e-mail sua análise critica do artigo de ontem. E ele está publicado abaixo:

O segredo de um bolo é uma boa massa – Edson Júnior

Prezado Cláudio Nunes, ontem, como faço cotidianamente e todos os dias (licença para um pleonasmo), acessei seu blog e li o editorial Aju, Déda e a divisão do bolo – Definição este ano, pode prejudicar 2014.

Li, reli, refleti e gostaria de fazer algumas ponderações, respeitando, de imediato, seu ponto de vista. A divergência de opinião que emitirei, não provoca nenhuma mancha na admiração que tenho por você e pelo seu trabalho, ao contrário, fica mais forte e com a mesma integridade. É da essência democrática que você pratica todos os dias a liberdade do leitor concordar, ou discordar do que você escreve e é exatamente por isso que você tem o respeito dos seus leitores, dos quais me orgulho e me apraz fazer parte.

Pois bem, seguindo a analogia do bolo, que dá título ao seu artigo, é importante sublinhar que dentre os ingredientes do bolo, há os militantes do Partido dos Trabalhadores que se automultiplicam em campanhas eleitorais. Individualmente, parecem 13 militantes em um. Uma massa de gente que exerce importante percentual eleitoral. Uma militância que vai para dentro do partido e não avaliza mudanças no que é discutido e decidido pelo coletivo.

É conhecido seu pensamento sobre pesquisas eleitorais e com o qual concordo. Várias vezes você discordou delas e do seu uso. Não vejo uma pesquisa como definidora, como parâmetro único para uma campanha, nem para a escolha de um nome. É importante, não determinante. Tomar um quantitativo circunstancial para a definição de um nome pode atender a um estatístico, mas não reflete o global do que uma decisão desse porte implica. A construção de um projeto político não se realiza somente com um percentual momentâneo de um nome. Diariamente, vemos movimentação de vários partidos políticos em torno da definição dos seus nomes para 2012. Muito normal e muito saudável.

O PT está realizando suas prévias e tem dois excepcionais nomes para a disputa: deputado Rogério Carvalho e Profª. Ana Lúcia. Nomes com histórico e engajamento nas lutas sociais e nas transformações ocorridas a partir da inclusão do cidadão como protagonista de sua história. O PT tem uma trajetória e legado para o Brasil, Sergipe e Aracaju, que devem ser fortemente considerados. O PT inverteu a agenda administrativa da Prefeitura e inseriu o povo nela, que confiou, reconduziu e elegeu por duas vezes Marcelo Déda ao governo do estado. Claro que com o apoio do bloco, mas como inspiração, a administração cidadã inaugurada pelo PT.

Portanto, estas eleições de 2012 não podem ser tratadas como uma simples divisão de bolo, nem agregar 2014, que já provocou fraturas demais. Aracaju precisa radicalizar nas mudanças e nesse sentido, o PT tem experiência administrativa, vigor político e reconhecimento da sociedade para implementar as urgentes transformações que a cidade precisa.

Todos os partidos do bloco têm direito de defender suas candidaturas para 2012, assim como o PT. A militância do Partido dos Trabalhadores quer candidatura própria, ficou claro no debate do último dia 19/03, no IFS, entre os pré-candidatos Rogério Carvalho e Ana Lúcia.

Por isso, sábado, dia 24/03, no Sindicato dos Bancários, a militância escolherá seu pré-candidato e isso não é apenas uma formalidade, é a voz do militante acima de receitas prontas. O governador é governador, mas é petista e sabe que no interior do partido não há bolo feito por confeiteiros externos. O bolo é feito por milhares de mãos. Se fosse para abrir mão de candidatura própria, para que prévias? O governador Marcelo Déda é nossa liderança maior. Já travou acalorados embates internos ganhando, perdendo e sempre respeitou as decisões do coletivo. Faz parte de sua história e é a essência do Partido dos Trabalhadores. Sabe que o debate não pode acirrar aliados, nem provocar fraturas irreversíveis. Está acompanhando o desenrolar do processo, que no seu partido, a primeira etapa será vencida no próximo sábado, com a escolha do pré-candidato do PT. A próxima etapa é o entendimento com o bloco. Mas tudo ao seu tempo, que não é agora.

Nenhum partido do bloco deve receber vetos, preferências ou receber selo de excelência. Todos são fundamentais para a vitória do projeto, não de uma sigla. Reitero que as discussões para a formação da chapa do bloco devem ser orientadas, não apenas por uma circunstância oferecida por uma pesquisa, mas por um projeto que consiga dar a Aracaju e ao seu povo a importância que eles têm e o PT já provou que tem legado para isso. O bloco tem excepcionais nomes, o que é muito bom, mas a militância do PT deseja candidatura própria e dirá claramente isso no sábado.

Para finalizar e se me permite, Cláudio, um convite à militância:No sábado, vamos todos #Previas2012PTPraTodaVida13
No Sindicato dos Bancários.

Água e Qualidade de Vida – Por Ailton Francisco da Rocha*

A água é uma substância essencial à vida, sendo o elemento mais abundante na Terra e também aquele de que o nosso organismo mais necessita. Mais de 60% do corpo humano é constituído por água, por isso ela torna-se um nutriente indispensável quando falamos em qualidade de vida. A ingestão de água auxilia na eliminação das toxinas através da urina e da transpiração. Sendo também a responsável pela distribuição de muitos nutrientes e pelo bom funcionamento dos diversos órgãos do nosso corpo.

Quando ingerimos água na dose certa (em média 2 litros por dia), tudo passa a funcionar melhor. É um hidratante natural da pele, mantendo-a com aparência viçosa e fresca. Auxilia os rins, que têm a importante missão de eliminar toxinas presentes em nosso organismo e ajuda o corpo a metabolizar a gordura nele armazenada e o fígado, que tem dentre suas funções, transformar a gordura armazenada em energia para uso do corpo. Além disso, a ingestão de água também estimula o bom funcionamento dos intestinos.

Água e Qualidade de Vida. Definido pela Secretaria de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Estado de Sergipe, SEMARH, o tema do Dia Mundial da Água de 2012 chama a atenção para o fato de que a qualidade de vida no planeta depende diretamente da qualidade dos recursos hídricos. A escolha não poderia ser mais pertinente. A humanidade vive hoje os primeiros capítulos de uma crise de escassez, que tende a se aprofundar nas próximas décadas, caso não sejam tomadas ações globais no sentido de promover o uso sustentável do recurso. Se considerarmos as projeções de que 6,4 bilhões de pessoas estarão morando em áreas urbanas até 2050, contra os atuais 3,4 bilhões, o impasse é ainda mais evidente.

Em todo o mundo, a qualidade da água vem declinando drasticamente, resultado da rápida urbanização, do desperdício e da falta de tratamento sanitário e industrial adequado. Segundo a ONU, 32% da população mundial permanece sem acesso a saneamento básico. Todos os dias, dois milhões de toneladas de dejetos e outros efluentes são lançados diretamente em águas superficiais. O problema é ainda mais grave nos países em desenvolvimento, onde 90% do esgoto e 70% dos efluentes industriais têm como destinos mares, rios, lagos. O organismo defende que o investimento para sanar deficiências globais com relação a serviços de saneamento e abastecimento de água potável (são 1,1 bilhão de pessoas sem acesso à água limpa) é pequeno diante dos benefícios sociais e de saúde pública. O cálculo é que para cada dólar investido, tem-se retorno entre US$ 3 e 34, sob a forma de incremento da produtividade e de economia de gastos com saúde. Não custa lembrar que doenças que se propagam pela água, como a cólera, são a causa da morte de 1,5 milhões de crianças a cada ano.

Especialmente nos centros urbanos, a deterioração dos recursos hídricos já compromete tanto a qualidade de vida das pessoas como o abastecimento. O município de Aracaju/SE, por exemplo, apesar da localização na confluência de vários rios, vai buscar água a cerca de 100 quilômetros de distância, porque as fontes próximas foram tomadas pela poluição e o desmatamento.

Mais barato e eficiente do que o investimento nesses sistemas ou na despoluição de mananciais é a gestão sustentável e permanente dos recursos hídricos. E é aqui que o uso racional se insere. Afinal, menos consumo é igual a menos poluição. Infelizmente, o que vemos hoje no Brasil são iniciativas voltadas mais para o aumento da produção de água do que para a diminuição do seu uso. Não à toa somos um dos grandes consumidores do planeta, com índice de 200 litros de água/dia, ou duas vezes mais do que o observado em países como Portugal, Bélgica, Alemanha e Republica Tcheca, que se destacam entre os mais responsáveis em relação ao uso da água. Em Sergipe o desperdício de água no abastecimento humano, da captação até o consumo pelo usuário, é da ordem de 58%, índice bastante elevado, quando o desejável seria de no máximo 25%.

Uma questão que concerne especialmente ao Brasil, como grande potência do agronegócio, é sobre o incremento da produtividade do uso da água na produção de alimentos. Por aqui, a atividade responde por 70% do consumo de água e também é apontada entre as que contribuem para a contaminação das fontes hídricas. Estimativas indicam que, para cada quilo de arroz produzido, são gastos quase dois mil litros de água. Já a produção de um quilo de soja, a nossa principal commodity, consome 1,8 mil litros. Melhorar esses indicadores é importante não apenas para evitar um colapso no abastecimento futuro, mas também para assegurar que a produção de alimentos será compatível com o crescimento populacional esperado. Uma medida simples e que já poderia estar valendo é incentivar os agricultores a utilizar técnicas mais eficientes de irrigação, como a por gotejamento, em substituição à irrigação por aspersão, a mais utilizada atualmente.

Diz o artigo sétimo da Declaração Universal dos Direitos da Água, documento lançado pela ONU em 1992, quando o Dia Mundial da Água foi instituído, que a “a água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada”. Da universalização do saneamento à mudança nos padrões de consumo, são muitos os desafios colocados para as próximas décadas. Água limpa é vida e, se o desejo é por um mundo saudável, é preciso que sociedade, usuários e governos assumam um compromisso com a conservação desse bem natural tão precioso.

*Superintendente de Recursos Hídricos da SEMARH/SE

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 Frases do Dia
"A água é o veículo da natureza."
Leonardo da Vinci.Em homenagem ao Dia Mundial da Água, hoje, 22 de março.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários