Que tal uma CPI da Comunicação?

0

Depois que este colunista escreveu na semana passada o artigo “Publicidade, como ficará?”,  abordando a publicidade oficial e o contrato existente, vários publicitários e pessoas ligadas à área estão se manifestando sobre o assunto. Ontem, um dos pioneiros da publicidade em Sergipe, há 40 anos, o publicitário Walfran Soares – da STA Propaganda – levantou uma idéia que será encampada por esta coluna: uma CPI da Comunicação. Walfran já começou a conversar com vários publicitários e segmentos que foram prejudicados com o contrato que ainda está em vigor para apresentar a proposta aos deputados estaduais. Uma reunião já está marcada para definir ações mais pontuais.

 Uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, seria importante neste momento objetivando apurar possíveis erros, deslizes ou até mesmo má aplicação de recursos destinados à propaganda no governo anterior. Como bem lembrou Walfran Soares é preciso saber como foram aplicados quase R$ 30 milhões dos sergipanos. É necessário que sejam apresentados os planos de mídia, mapas de inserção dos veículos e fornecedores, títulos das campanhas, das peças e a avaliação dos resultados. O mais importante: obediência aos valores de cada veículo, medidos pela audiência, alcance e suas respectivas tabelas, que foram elaboradas de acordo com a capacidade de cobertura de cada veículo.

    O momento é mais do que oportuno. Um novo governo e uma Assembléia Legislativa renovada e disposta a mostrar trabalho. São vários deputados que podem contribuir decisivamente para que seja aberta uma CPI da Comunicação para que acabem de uma vez por todas com as especulações existentes sobre a publicidade governamental. Aliás, um dos deputados, o Gilmar Carvalho, há aproximadamente dois anos chegou a apresentar requerimento para apurar a aplicação de recursos na área da comunicação, mas não teve o respaldo suficiente junto aos colegas.

    Desde a licitação, esse contrato da publicidade governamental foi questionado por grande parte da mídia. Este contrato prejudicou quase que a totalidade das agências de publicidade do Estado, além de provocar um efeito dominó em outras empresas, como fornecedores, produtoras, atores, modelos e várias outras atividades. Sem falar que Sergipe conta agora com os cursos de publicidade e propaganda.

    Como bem disse o publicitário Walfran Soares, não se trata de uma caça as bruxas, mas a CPI sairá na caça de que maneira foram aplicados os milhões dos sergipanos e se foram corretamente gastos. A coluna soma-se a esta empreitada na certeza que o artigo publicado aqui na semana passada despertou para um novo caminho e não será apenas mais uma “nuvem passageira”. Surge nos céus de Sergipe uma nova luz para que a publicidade governamental seja aberta para todos e que o resultado desta CPI da Comunicação possa servir de embasamento das ações do governo que está se iniciando.

 

Lula muda plano por apoio de governadores

Está na Folha de São Paulo de hoje: “Em reunião ontem de manhã no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula Silva orientou os ministros Dilma Rousseff (Casa Civil) e Guido Mantega (Fazenda) a negociar com os governadores eventuais modificações no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Falou em “diálogo” com os Estados “sem distorcer” o plano, segundo relato de ministros à Folha. Considerando “moderadas” as críticas dos governadores, Lula está disposto a fazer concessões no PAC para aprovar a prorrogação da CPMF e da DRU (Desvinculação de Receitas da União). A intenção do presidente é propor uma prorrogação da CPMF e da DRU nos moldes atuais por dez anos”.

 

Frase de Déda é publicada na Folha de hoje

Com o título “Tiroteio” foi publicada na Folha de São Paulo de hoje na coluna Painel: “Se o Tarso Genro conseguir juntar cinco governadores de regiões diferentes que concordem sobre a reforma tributária, eu o indico ao Prêmio Nobel de Economia. Ou da Paz”. Do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), sobre a idéia do governo, capitaneada pelo ministro, de tentar obter consenso dos Estados para votar a proposta.

 

Falta de pneu reserva é motivo de chacota com a TAM

O episódio que ocorreu ontem no aeroporto de Aracaju, onde passageiros da TAM passaram seis horas esperando para que fosse trocado o pneu furado do avião foi motivo de chacota em diversos meios de comunicação em nível nacional com a atual situação da empresa. Em um deles foi publicada seguinte nota: “Fim da picada – A desordem na TAM chegou ao fundo do poço: ontem, um vôo de Aracaju para Brasília atrasou seis horas porque não havia pneu reserva no avião”.

 

Carro da Prefeitura de São Francisco em pousada

No último final de semana, o veículo da Prefeitura Municipal de São Francisco, o clio sedan preto, placa HZZ-2616, com chapa  branca, foi visto no estacionamento da pousada Surf Paradise em Coruripe (AL). Uma região de praia. Qual será o serviço que arranjaram para fazer naquela região e na pousada mais cara, cuja diária é de R$ 450,00?

 

Inclusão Social é realidade em Sergipe I

Este colunista participou ontem à noite da cerimônia de formatura de cerca de 900 jovens do projeto “Conectando com a Vida” do Instituto Luciano Barreto Junior – ILBJ. Presentes diversas autoridades, entre elas o reitor da UFS, Josué Modesto dos Passos Sobrinho que foi homenageado pela instituição, assim como o professor e escritor Luiz Antônio Barreto. Ao agradecer a homenagem o reitor Josué Passos lembrou que o trabalho do instituto promove uma sociedade mais justa por assegurar a muitos as condições igualitárias para desabrochar seus talentos. O ILBJ completou ontem quatro anos e já formou centenas de jovens em vários projetos.

 

Inclusão Social é realidade em Sergipe II

O curador de Tecnologia do ILBJ, Luciano Barreto, visivelmente emocionado lembrou que o instituto foi criado através do sonho do seu filho, que no dia de ontem, se vivo, completaria, 32 anos. Luciano aproveitou para passar uma mensagem de perseverança para os formandos contando toda a trajetória dele, desde que fundou a Construtora Celi, há 36 anos. “Vocês vão encontrar obstáculos no caminho, reajam com força, mas sem ódio, sem agressões e sim com muito amor, trabalho e competência”, disse. Quando da inauguração do instituto, Marcelo Déda disse: “a família Barreto transformou uma grande dor na arte de servir”. A presidente do ILBJ, Maria Celi, também emocionada, manifestou toda gratidão pelas conquistas do instituto e disse que Deus iluminou toda família para seguir os sonhos de Luciano Barreto Junior.

 

Ainda sobre o Hospital Governador João Alves Filho

A coluna recebeu no início da noite de ontem uma nota de esclarecimento da empresa MBA Consult, contratada pelo governo anterior para elaborar um projeto de gestão do Hospital Governador João Alves Filho. A nota rebate as colocações que foram publicadas nesta coluna fruto de conversas com quatro profissionais da área daquela unidade hospitalar. Amanhã a coluna publicará na integra toda a nota da empresa de acordo com o que garante a Lei de Imprensa, através do direito de resposta e da linha que sempre foi adotada neste espaço.

 

Coluna vem recebendo dezenas de e-mails

Diariamente a coluna vem recebendo dezenas de e-mails, principalmente de petistas e eleitores do então candidato Marcelo Déda manifestando indignação com alguns fatos que estão ocorrendo. A coluna vem publicando alguns e respondendo a todos. Ontem, o artigo “Governo, Alvistas e Dedistas”, foi escrito com base em vários deles. Foi a forma encontrada para atender os apelos destes leitores. O espaço democrático desta coluna continuará sendo colocado à disposição de todos os leitores, sem discriminação, desde que não haja nos e-mails recebidos qualquer tipo de criticas pessoais a autoridades e ex-autoridades.

 

Leitor faz repúdio a Cláudio Nunes

Do leitor Lawrence, do TJ de Sergipe (e-mail publicado na integra): “Primeiramente gostaria de que vc soubesse que o verdadeiro Jornalismo se faz de outra forma que não essa sua. Jornalista que se preze tem que ser imparcial, sério e competente, e antes de publicar algo, se certificar da veracidade dos fatos. Externar uma opinião é uma coisa, mas outra coisa bem diferente é criticar sem argumentos, ofender discriminadamente, publicar inverdades e ser totalmente parcial…Sinceramente, há muito tempo gostaria de escrever para vc, e acredito que essas palavras minhas nem chegarão ao seu conhecimento, mas em todo caso, gostaria que soubesse que a imprensa deve ser usada de outra maneira. Sua coluna é medíocre, pobre de informação, declaradamente petista radical, e com todo respeito, chega a dar nojo em muita gente. Claro que você é assumidamente um petista daqueles insuportáveis, onde Lula, Déda, Dirceu, Palocci e companhia são políticos competentes, incorruptíveis e perfeitos, que nada sabem, nada ouviram e que governam para o bem do povo…Mas se vc quer ser um alienado, seja só. Não se utilize da imprensa (do ínfimo espaço que possui) para querer alienar as pessoas. Só um último toque: em sua “coluna” do dia 23/01/2007, mais uma vez cometeu um grave erro: Sra. Lídia, ex-superintendente da Sefaz, nunca foi casada com Roberto Alves, irmão do ex-governador João Alves Filho, e nem sequer o conhece. Roberto Alves é muito bem casado há simplesmente 32 anos com a Sra. Magna Lúcia Alves, que nada tem a ver com a Sefaz.Ou seja, antes de publicar algo, verifique a veracidade delas. Francamente… vc ainda vem falar de ética e independência???!!!!! Desse jeito, não conquistará a confiança de seus leitores, mas sim o repúdio deles, como, aliás, já conquistou o meu! Aconselho vc a não mais se dedicar ao Jornalismo, pois és um fracasso! Certamente já tem um cargo de confiança no governo de seu ídolo Marcelo Déda. Pois bem! Aproveite… Pelo que vc já faz e escreve, poderá ser bem remunerado por lá. Eles adoram puxa-sacos!!!!!!!!!!!!”

 

Cada cidadão escolhe o que ouvir, ver e ler

Numa sociedade democrática o mais importante é o livro arbítrio. Ou seja, o cidadão é responsável pelos seus atos e entre outras coisas, na escolha do que deseja ouvir, ver e ler. O leitor acima tem todo o direito de repudiar esta coluna, porém se não gosta das análises feitas não precisa se martirizar diariamente lendo a mesma. Este jornalista só assiste aos programas que gosta, e principalmente só ler o que deseja. O leitor demonstrou uma profunda revolta por conta dos cargos comissionados. Sinceramente este jornalista não entendeu. Mas como em Sergipe todo mundo se conhece, é fácil descobrir o porque. Já o nome da ex-superintendente da Sefaz, Sra. Lídia, foi citado por um leitor que é servidor da secretaria. Como foi publicado, a coluna também assume o erro, mas isso não é motivo para o desespero do leitor. Ainda bem que a opinião do leitor parece estar distante da realidade dos inúmeros acessos diários desta coluna. É uma pena que ele não vai ler o e-mail dele publicado hoje e tão pouco essa resposta. Afinal ele não é masoquista para ler o que não gosta? Ou é?

 

Servidor da Sefaz reforça nota publicada

Trecho de um e-mail de um servidor da Sefaz: “Como servidor da Sefaz assino em baixo do que o colega se expressou com relação à corregedora daquele órgão.Quando os servidores da Sefaz votaram quase unânimes em Deda é porque esperavam mudanças. No entanto, ele reza na mesma cartilha que os demais mantendo, certamente mediante acordos políticos, as pessoas em seus cargos. Quando chegam a efetuar as “mudanças” é transferindo os “peixes” de um cargo para outro. A Secretaria da Fazenda é um exemplo nítido disso, pois que a maioria dos ocupantes de cargos em comissão ou permaneceram ou foram “chefiar” em outra freguesia, mas continuaram mamando. Mudamos a fonte do leite, mas os bezerros continuam lá pendurados nas tetas … Essa cidadã chamada Silvana Lisboa, de boa nada tem, pois que não consegue ser imparcial. É extremamente severa quando se trata de denúncias efetuadas contra os auditores I, no entanto, abafa as atrocidades cometidas pelos auditores II”.

 

Lagarto terá levantamento na área da saúde

Em visita ontem às unidades de saúde de Lagarto e ao prefeito daquele município, Zezé Rocha (PFL), o secretário estadual da Saúde, deputado Rogério Carvalho anunciou que uma equipe da secretaria fará um levantamento completo da situação da saúde no município. Rogério visitou o Hospital Nossa Senhora da Conceição, onde funciona a maternidade Zacarias Júnior, o ambulatório Monsenhor Daltro, a Associação Acácia Ribeiro, todos beneficentes. Em Lagarto existe também um prédio construído pelo Estado em 2005 para funcionar uma unidade do Hemose, o que não ocorreu.

 

Frase do Dia

“Saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes” .Cora Coralina, poetisa brasileira.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários