Quem mente?

0

Não é verdade que as despesas do governo estão no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Esta grave afirmação foi feita ontem pelo vice-presidente da CUT, Roberto Silva, durante manifestação organizada por 10 sindicatos visando cobrar reajuste salarial para os servidores estaduais. Diferente do líder sindical, o Executivo jura de pés juntos que as despesas seguem maiores que a receita, impedindo a concessão de qualquer benefício ao funcionalismo. Seria bom que governo e sindicalistas se reunissem para discutir os números que têm, mostrando quem fala a verdade em termos de arrecadação e custeio da máquina estadual. Esse disse-me-disse não interessa a quem está há anos sem qualquer reajuste e vive o temor de não receber em dia o salário do mês seguinte.

Pisou na bola

O deputado federal Laércio Oliveira (SD) entende que o governo federal errou feio ao deixar de investir na qualificação profissional dos brasileiros visando inseri-los no mercado de trabalho. Segundo ele, ao priorizar apenas a distribuição de renda, o governo criou uma falsa sensação de crescimento econômico. “Agora estamos arcando com as conseqüências da falta de estímulo à produtividade”, reclamou. Laércio está certíssimo!

Crise braba

No acumulado do primeiro semestre deste ano, o número de devedores cresceu 4,6% em relação ao mesmo período de 2014. Esse é o pior resultado semestral dos últimos três anos.  Pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) mostra o avanço das dívidas de até 90 dias (alta de 19,30%) e entre 91 e 180 dias (alta de 24,74%). O número de dívidas cresceu mais nos setores de água e luz (11,83%) e de bancos (11,26%).

Malas prontas

Embora ainda esteja filiado ao PSDB, o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, está de malas prontas para abandonar o ninho tucano. Garante já ter sido convidado por oito partidos. Hoje ele se reúne em Brasília com a direção nacional do PPS, legenda que poderá ser sua nova morada política.

Braços cruzados

Quem tentar resolver alguma coisa, amanhã e quinta, nas repartições estaduais pode dar com a cara na porta. É que 14 sindicatos representativos dos servidores estão anunciando uma paralisação geral para os próximos dois dias. O objetivo é cobrar do governo a retomada da Mesa Geral de Negociações. Para exigir melhoria salarial, os delegados e policiais civis já cruzaram os braços hoje cedo, só devendo retornar ao trabalho na sexta-feira. A coisa tá feia!

Em Sampa

Os deputados estaduais Luciano Bispo e Zezinho Guimarães – ambos do PMDB – estão em São Paulo. Foram conhecer alguns projetos administrativos adotados pelo Legislativo paulista. “A intenção é se espelhar no que é viável para garantir a modernização da nossa Assembleia”, explica Luciano, que preside o Parlamento sergipano.

Desmentido

Em nota, o Partido Verde sergipano desmente que esteja discutindo acordos políticos com vistas às eleições de 2016. Segundo o presidente do PV, Reynaldo Nunes, este assunto só será tratado a partir do próximo ano. “No momento, estamos cuidando da campanha de filiação partidária, visando fortalecer os diretórios municipais e, por conseqüência, o estadual”, diz Nunes.

O petróleo é nosso!

“O pano de fundo da crise é preparar a Petrobras para a privatização, como eles queriam no passado”. O alerta foi feito ontem pelo secretário de Finanças e Planejamento do PT, Márcio Macêdo, durante o ato promovido na Câmara dos Deputados em defesa da Petrobras e da Democracia. Segundo o petista, “a tese de que o controle estatal da petrolífera provoca corrupção é uma mentira deslavada”.

Candidatura

Veja o que publica hoje no Correio de Sergipe a colega Katia Santana: “O presidente estadual do PDT, Fábio Henrique, saiu da reunião nacional do partido, em Brasília, com uma incumbência: encontrar um nome forte para disputar a Prefeitura de Aracaju. A sua esposa, deputada estadual Sílvia Fontes – confessou ele -, pode ser uma alternativa”.

Pelo ladrão

A Justiça interditou parcialmente o Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copecan), em São Cristóvão. A decisão impede o ingresso de novos presos naquela penitenciária. Com capacidade para 800 detentos, o presídio já abriga 2,3 mil pessoas. A interdição vai agravar ainda mais a situação das superlotadas delegacias de Polícia. Uma lástima!

Recorte de jornal

Publicado no Diário da Manhã em 31 de dezembro de 1911

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários