Quer visibilidade

0

O deputado estadual Adelson Barreto (PSB) anda animado com sua pré-candidatura a prefeito de Aracaju, mas não esconde a queixa com alguns institutos de pesquisa que insistem em não incluí-lo na relação dos prefeituráveis. A reclamação procede, pois Adelson tem grande densidade eleitoral na cidade que lhe deu na eleição passada cerca de 15 mil votos dos mais de 60 mil que teve em todo o Estado. Ele sabe que precisará pontuar bem nas pesquisas. Do contrário não convencerá o PSB e os partidos aliados que é o melhor nome para disputar a prefeitura, sonho também acalentado por seu colega de legenda, deputado federal Valadares Filho.

Buchinho se afasta

O sub-secretário de Articulação com Movimentos Sociais, Chico Buchinho, se afasta hoje do cargo para se submeter a uma cirurgia na próxima segunda-feira. Em seu lugar assumirá Milton Bispo, que ficará no cargo por cerca de seis meses, tempo previsto pelos médicos para o completo restabelecimento do sub-secretário.

Tucano demista

Quem ouve o ex-deputado federal José Carlos Machado (PSDB) defendendo o ex-governador João Alves Filho (DEM) pensa que ele ainda é um demista de carteirinha. Sempre que alguém critica Alves Filho, Machadão se apressa em defendê-lo. Ontem mesmo ele discordou da hipótese de que, em sendo eleito prefeito de Aracaju em 2012, o ex-governador deixará o cargo 20 meses depois para disputar o governo estadual.

Ensaio televisivo

E por falar em João Alves, a partir desta sexta-feira ele estará na televisão apresentando propostas políticas para Aracaju. Será na propaganda eleitoral gratuita do DEM no rádio e na televisão. O ex-governador vai apresentar sugestões para melhorar áreas como educação e saúde. Será o primeiro treino para o caso dele decidir mesmo disputar a prefeitura da capital.

Sobre as ONGs

O governador Marcelo Déda (PT) explicou que, tão logo soube das denúncias contra ONGs conveniadas para o Projovem em Sergipe, determinou a suspensão dos contratos. Segundo ele, as entidades denunciadas foram indicadas pelo próprio Ministério do Trabalho e Emprego que, posteriormente, lhe comunicou sobre as possíveis irregularidades. Os contratos tinham vigência de seis meses.

Novas empresas

A Junta Comercial de Sergipe registrou em outubro passado a abertura de 356 novas empresas no Estado. No acumulado dos 10 meses deste ano, já foram registrados mais de quatro mil novos empreendimentos comerciais. No mesmo período do ano passado foram criadas 3.841 novas empresas, o que representa um crescimento de aproximadamente 6%.

Beneficio cobrado

O superintendente da SMTT, Antônio Samarone, voltou a ser criticado ontem na Câmara Municipal. Foi quando o vereador Danilo Segundo (PSB) cobrou o cumprimento da lei que regulamenta a propaganda nos taxis da capital. Aproveitando a deixa, o vereador Jailton Santana (PSC) disse que não existe qualquer orientação na SMTT para que a lei seja colocada em prática. “Até parece que quem manda na administração municipal é Samarone, e não o prefeito Edvaldo Nogueira”, alfinetou Santana.

Pacote fiscal

Os empresários sergipanos estão batendo palmas para o governo por conta do pacote fiscal anunciado ontem por Marcelo Déda. Entre as medidas está o pagamento parcelado do ICMS de dezembro e a elevação do subteto do Simples Estadual de R$ 1,2 milhão para R$ 1,8 milhão. O anúncio dos benefícios aconteceu ontem, durante evento que reuniu grande número de varejistas, pequenos e micros empresários e lideranças políticas.

Má qualidade

Deve ser terrível estudar numa faculdade que não tem a qualidade de ensino aprovada pelo Ministério da Educação. Das instituições de ensino superior analisadas pelo MEC, a Universidade Federal de Sergipe e a Universidade Tiradentes obtiveram nota três no Índice Geral de Curso (IGC). Outras quatro faculdade ficaram com nota 2, portanto abaixo da média, já que a pontuação máxima do citado índice é 5. Pior é que todas elas cobram os olhos da cara por um ensino de qualidade duvidosa.

Águas rasas

Acontece neste sábado a audiência pública para discussão do Projeto de Ampliação da Produção dos Campos de Camorim, Dourado e Guaricema. Também será discutido o Termo de Ajustamento de Conduta do Licenciamento dos Campos de Águas Rasas, empreendimentos da Petrobras realizados na Bacia de Sergipe/Alagoas. O evento, que acontecerá no Espaço Sônia Lima, é voltado para comunidades, organizações governamentais e não-governamentais dos 10 municípios costeiros de Sergipe.

Do baú político

Não convidem o deputado estadual Francisco Gualberto (PT) e o sindicalista Nivaldo Fernandes para a mesma reunião. Os dois não se suportam desde 2008, quando o petista sacou um facão para Nivaldo. Foi no bairro Siqueira Campos, em Aracaju, durante a disputa pela direção do Sindicato dos Professores Municipais. Quando chegou ao local, Gualberto foi criticado pelo sindicalista, que discursava. Irritado com as insinuações contra ele, o deputado dirigiu-se ao carro, pegou um facão novinho em folha e partiu pra briga. Ao ver que a situação feia, Nivaldo correu desesperadamente e entrou debaixo de um caminhão estacionado. Controlado pelos professores, Gualberto disse que não queria ferir o desafeto, mas surrá-lo com o ‘pano’ do facão, como se fazia antigamente nas feiras do interior. Levado a julgamento, o deputado aceitou doar R$ 1 mil em latas de leite em pó para uma instituição de caridade.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais