Queremos Sergipe limpo

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Quem acompanha este blog sabe que sempre defendeu que pessoas que tenham sido condenadas por crimes contra o erário ou por atos que configurem improbidade administrativa nos termos da Lei Federal da Ficha Limpa, não podem vir a ocupar qualquer tipo de cargo (eletivo, efetivo ou em comissão) na administração pública de quaisquer dos poderes ou de quaisquer dos entes políticos (União, Estados, Distrito Federal e Municípios).

Desse modo, entendendo que o enunciado contido no parágrafo único do art. 1º da Constituição Federal que diz "… todo o poder emana do Povo…" não deve ficar apenas no campo da teoria, mas ser exercitado em toda a sua plenitude, o blog sugere disponibilizar, através deste espaço, um campo para um abaixo-assinado por parte de todas as pessoas que concordarem que a administração pública não é lugar para agentes públicos que se locupletam às custas da sociedade e sobretudo dos mais necessitados.

A Constituição Estadual de Sergipe exige que se tenha a assinatura de, no mínimo, 1% (um) por cento do eleitorado estadual para que o Projeto de Lei possa tramitar na Assembleia Legislativa. Mas não se pretende aqui apenas o encaminhamento de um projeto de lei. O intento é maior. É necessário que a proibição esteja na Constituição Estadual, pois, além da mensagem que simboliza o gesto de inconformismo com comportamentos abjetos de determinados servidores públicos ímprobos, a proibição valerá para todos os poderes e entes políticos.

Por isso, quanto mais assinaturas se conseguir, melhor! A ideia é transformar essa iniciativa popular numa Proposta de Emenda à Constituição a ser levada à análise dos senhores deputados. O blog confia e tem certeza de que o povo sergipano participará, ativamente, deste manifesto. Por isso, repete o que foi dito em coluna anterior: Não basta apenas se fazer representar, é necessário participar, tomando para si as rédeas do seu próprio destino. Afinal, todos nós queremos Sergipe limpo!

Agência
Se a sugestão for à frente além do apoio dos segmentos organizados para conquistar as assinaturas necessárias será preciso também de uma Agência de Publicidade que se disponha a ajudar criando as peças da campanha “Queremos Sergipe limpo”, para adesivos, camisas e outros.

Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral
O blog também lembra que os membros do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) em Sergipe poderiam ajudar em muito na campanha, principalmente na parte jurídica para assessorar como recolher os dados para o abaixo-assinado via Internet para que o mesmo tenha validade conforme a legislação.

Dados para assinatura na Emenda de iniciativa popular
Pelo que o blog pesquisou, em outras propostas de iniciativa popular os dados necessários, além do nome, o número do título de eleitor, zona eleitoral, seção eleitoral, e-mail, Estado onde vota, cidade onde vota.

Senado:Lei da Ficha Limpa para cargos comissionados é aprovada
O plenário do Senado aprovou na última terça-feira,, 13 projeto de resolução que aplica as regras da Lei da Ficha Limpa à contratação de funcionários comissionados na Casa. Assim, a contratação de funcionários que não passam por concurso público seguirá as prerrogativas de elegibilidade que incluem não ter sido condenado por crimes por órgão colegiado e não ter sido cassado ou renunciado a mandato eletivo.

Comissionados
Os senadores tinham aprovado, no fim do primeiro semestre, um projeto semelhante para que a Lei da Ficha Limpa fosse aplicada aos servidores concursados a partir das próximas contratações. Com isso, para evitar incoerência, eles aprovaram também a resolução para que as regras se apliquem aos funcionários comissionados que são contratados, em geral, nos gabinetes dos senadores e das lideranças dos partidos políticos.

Sessão da Câmara de Aracaju em novo horário
A Câmara Municipal de Aracaju aprovou na última terça-feira, 13, por maioria dos seus membros a mudança do horário das sessões. De acordo com o projeto de resolução as sessões terão início às 9h.

Ainda sobre o PT
O deputado federal Márcio Macedo já foi presidente estadual por duas vezes. Silvio Santos foi agora e no passado também. Ou seja, é natural chegar a vez do deputado Rogério Carvalho. Ou não?

Sobre a saúde em Sergipe
Uma pergunta: por qual motivo assessores da secretária estadual da Saúde vetou a participação dela por duas vezes num programa de rádio matinal? O blog vai descobrir. Estranho, muito estranho.

Dobro de preços
Em Sergipe todo mundo se conhece. Como diz o filósofo Albano Franco. É por isso que tem gente que vive com um santo na mão, retirado de uma capela distante. Pede ao santo todo dia que não estoure os contratos que antes eram ditos como escandalosos e hoje custam o dobro. O blog está investigando todas informações recebidas.  Se comprovado, nem reza para todos os santos juntos vai resolver…

Engenheiros do DNIT querem revogação de IS
Membros do Comando de Greve do Dnit, protocolaram na última segunda-feira, 12, um documento junto ao Ministério Público Federal de Sergipe (MPF). Leia matéria da Infonet: http:// https://.infonet.com.br/cidade/ler.asp?id=148002&pagina=1

Boatos
Boatos maldosos sobre um suposto rompimento político entre o deputado estadual Francisco Gualberto (PT) e o prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins (PMDB), foram tratados com ironia pelos dois aliados. “Mesmo que ele (Gualberto) não queira, eu vou votar nele. Eu, minha família e meus amigos”, sapecou Airton. “Tem gente por aí querendo dar uma de doido. Mas na política séria não tem espaço para isso. Eu e Airton nunca deixamos de ser aliados políticos”, sustenta Gualberto. E ponto final.

Vereadores de Socorro na contramão. Vidro separa povo do plenário
Enquanto o Papa Francisco determinou a retirada do vidro do papamovel quando da visita ao Brasil, para se aproximar do povo, os vereadores do município de Socorro, resolveram entrar na contramão. Foi instalado recentemente um vidro, que deixou o plenário como uma espécie de aquário, que separa os parlamentares dos populares. Um absurdo. E a culpa não é só da presidente, Maria da Taiçoca. A culpa é de todos os vereadores.

Justiça histórica. Devolução simbólica de mandatos do PCB
Parte da imprensa nacional ao noticiar ontem, 14, a devolução simbólica, pela Câmara dos Deputados, dos mandatos de 14 deputados comunistas noticiaram erradamente a sigla do partido: PcdoB. Os deputados eram do PCB, que até então (1947) era Partido Comunista do Brasil e a justificativa para cassação foi porque era uma seccional do partido comunista da  URSS. A sigla PCdoB surgiu apenas em 1961, após um racha no congresso do PCB. Dos 14 deputados, dois deles, foram para o PCdoB: João Amazonas e Maurício Grabóis.

Marcélio Bomfim lembra de Francisco Gomes
Um dos deputados que teve o mandato devolvido simbolicamente, Francisco Gomes, passou por Sergipe. O velho comuna Marcélio Bomfim lembrou que Francisco foi preso e processado em quatro Estados, sendo o último em Sergipe, na chamada Operação Cajueiro. Um outro que teve o mandato devolvido foi Osvaldo Pacheco, irmão do comuna Agonalto Pacheco com forte atuação em Sergipe. A memória do velho Marcélio Bomfim continua viva como nunca.

MP do programa Mais Médicos
O senador João Alberto Souza (PMDB-MA) foi eleito ontem, 14, por unanimidade, para presidir a comissão mista que analisa a medida provisória que cria o programa Mais Médicos (MP 621/13). A definição do presidente só foi possível após acordo com o bloco União e Força, formado por PTB, PR, PSC e PRB, que pleiteava o cargo.

MP do programa Mais Médicos II
O deputado Rogério Carvalho (PT) será o relator da matéria; o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), o relator-revisor. O vice-presidente do colegiado, deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA), indicado pelo PTB, já tinha sido definido anteriormente em acordo.

Programa Minha Casa, Minha Vida
O deputado Valadares Filho (PSB) apresentou hoje (14-08) projeto de lei propondo que famílias integradas por pessoas entre 15 e 29 anos de idade tenham prioridade de atendimento no Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). Segundo o deputado, a inclusão dos jovens como grupo prioritário ao atendimento do PMCV está em consonância com o Estatuto da Juventude, sancionado recentemente, que cria diversos mecanismos de inclusão dos jovens entre 15 e 29 anos de idade.

Prioridade para juventude
“Ao indicar que a juventude brasileira terá um lugar prioritário no Programa Minha Casa, Minha Vida, esse PL cria um mecanismo de inclusão do jovem brasileiro”, esclareceu.A proposição prevê outras medidas para beneficiar o jovem, como a instalação de equipamentos urbanos de cultura, esporte e lazer, que podem ser construídos com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

Indicadores
Na justificação do projeto de lei, Valadares Filho destaca que indicadores sociais mostram que a população jovem é a mais vulnerável à violência e à dependência química. Os mesmos indicadores também apontam que a violência e a dependência às drogas atingem mais os jovens das periferias tanto das grandes quanto das pequenas cidades do interior. Locais em que as opções para práticas culturais e esportivas são escassas.

Aprovado por unanimidade
O vereador Lucas Aribé conseguiu a aprovação do PL 23/2013, que dispõe sobre normas de acessibilidade em Aracaju, por unanimidade na Câmara de Vereadores de Aracaju. O PL contou com emendas do líder da bancada de situação, Manoel Marcos, mas que não foram de todo agrado para o autor do projeto. Para Aribé, as emendas acabaram prejudicando parte do PL. "Em uma das emendas 12 itens do PL foram suprimidos. Perdemos na parte de Cultura e Turismo, já que nesses itens suprimidos essas áreas eram contempladas. O guia de acessibilidade também foi excluído, que seria produzido pela Secretaria da Família e Assistência Social, e seria muito interessante para a comunidade", disse Aribé.

Aprovado por unanimidade II
O chamado PL da Acessibilidade mobilizou entidades que lutam pelos direitos das pessoas com deficiência e pelos idosos, teve participação direta dessas instituições na construção dele e tem sido acompanhado por essas pessoas na sua tramitação na Câmara. "Convidamos as instituições por saber da representatividade delas e, a partir do momento em que a gente colocar em prática todos os 52 artigos do PL, não aprovamos todos, mas mesmo assim a comunidade aracajuana terá um novo direcionamento", destacou.

Falta de respeito
O deputado estadual Zé Franco (PDT) afirmou que em momento algum atacou o governador em exercício Jackson Barreto (PMDB) pelo fato do peemedebista ter trocado o nome do hospital de Nossa Senhora do Socorro, que homenageava seu tio, José do Prado Franco. O deputado apenas lamentou a falta de atenção e o desrespeito do governador em exercício, que poderia, pelo menos, ter lhe comunicado a substituição do nome.

Homenagem ao tio de Zé Franco
“Foi uma falta de respeito com a minha família. Não tenho e nunca tive a intenção de perpetuar meu nome em prédios públicos. As pessoas homenageadas em Socorro são parentes já falecidos, como o meu tio José do Prado Franco, a quem tive a honra de receber o mesmo nome acrescido de Sobrinho”, explicou o deputado.

Prática antiga
Ontem, 14, o blog citou alguns nomes de prédios públicos com o nome da família Franco em Socorro e recebeu diversos e-mails de leitores de Areia Branca, informando que lá, quando foi prefeito José Franco colocou o nome de familiares em praça, mercado e até uma escola no povoado Pedrinhas, da irmã, a ex-deputada Celinha Franco. Ou seja, a prática é antiga.

Plenária Estadual Movimento de Mulheres em Luta
No próximo sábado, 17, a partir das 14h, o Movimento de Mulheres em Luta realiza em Aracaju, sua Plenária Estadual. Uma atividade de extrema importância, que debaterá um programa que defenda os direitos das mulheres trabalhadoras para fazer o combate ao machismo e a exploração.
 
Programação
A plenária terá a seguinte programação: . Apresentação do Movimento Mulheres em Luta e seus objetivos;. A conjuntura atual e o desafio de organizar as mulheres trabalhadoras;Atividades: Dia 30 de agosto, dia nacional de paralisação e I Encontro do MML 5 e 6 de outubro.  A Plenária será realizada no auditório do Sindipetro AL/SE (Rua Siriri, 629) e terá espaço infantil (creche) para que mães e pais deixem suas crianças.

Marcos Aurélio: PPS precisa montar um time competitivo
O candidato a Presidente estadual do PPS – Partido Popular Socialista diz que uma das suas principais ações, caso vença as eleições para dirigir o Partido em Sergipe, além de Organizar e dar atenção aos Diretórios do interior do Estado é a de atrair, com o aval dos filiados ativos, novas Lideranças para a disputa estadual. “Apesar do pouco tempo, o prazo é muito curto, acredito que podemos atrair novos e bons nomes para apresentarmos para a Sociedade nas eleições de 2014”. Diz Marcos Aurélio.

Marcos Aurélio: PPS abandonou o diálogo com os Dirigentes do Interior
 “Infelizmente o PPS ficou sem o dialogo com os dirigentes do interior do Estado e isso nos deixou numa situação delicada e fragilizada”. Revela Marcos Aurélio. No entanto, o socialista diz que tem conversado com pessoas, mostrando-lhes que é possível fazer política com respeito aos sergipanos, discutindo com seriedade as questões da Administração Pública. “Essas conversas também estão sendo realizadas por Socialistas, como Nilson Lima e Wellington Mangueira, que são referenciais do PPS em Sergipe”. Informa.

Marcos Aurélio: Vou convidar para o PPS os Sargentos Vieira e Edgar!
Segundo Marcos Aurélio, há muito a fazer para Organizar o PPS. “O Partido precisa de alguém para Administrá-lo, que possa dialogar com os Dirigentes Municipais, cuidar das questões internas, sem esquecer o que é mais importante, o diálogo com a Sociedade”. E conclui dizendo que é por isso que já manteve conversas com Antônio Leite, Samarone, e um ex-prefeito de uma Cidade grande de Sergipe, convidando-os a se filiarem ao PPS. “Já agendei conversas com os dois Sargentos da PM-SE, Vieira e Edgar, e os convidarei a fazerem parte desse Projeto. Será uma honra tê-los em nossos quadros”. Finaliza.

SMTT/Itabaiana recebe quatro motos e três novos agentes
Na manhã de ontem, 14, quatro novas motos, modelo Biz 125cc, chegaram para complementar a frota da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). Trata-se de mais uma ação da prefeitura de Itabaiana visando melhorias no trânsito da cidade. Neste caso foi um investimento de mais de R$ 20 mil. E na mesma oportunidade foram ministradas instruções a três novos agentes de trânsito.

Suporte
“Temos dado todo apoio e suporte para que a SMTT possa realizar um trabalho a altura das necessidades de Itabaiana. Sabemos que nosso trânsito é complexo. Mas para solucionar os problemas, só temos uma maneira: trabalho”, disse o prefeito Valmir de Francisquinho.No caso da frota, com as novas motocicletas, Itabaiana passa a contar com seis motos e um carro. Mas até o dia 18 deste mês, mais dois automóveis se incorporarão a frota.

Atividades
“Antes tínhamos duas motos e um carro. Como o contrato prevê a entrega até o dia 18, ainda este mês teremos seis motos e três carros, sendo um deles uma caminhoneta, que será utilizada inclusive para a apreensão de motos e ciclomotores que estiverem irregulares, além de transportes dos nossos materiais”, disse o gerente administrativo e financeiro da SMTT, Flávio Conceição.

Boquim terá campanha de enfrentamento e combate às drogas
A Prefeitura Municipal de Boquim realiza hoje, 15, às 19 h, no Colégio José Fernandes da Fonsêca o Lançamento da Campanha de Enfrentamento e Combate às Drogas, com objetivo de sensibilizar os jovens, famílias e comunidade em geral sobre as mazelas provocadas pelas drogas.

Ação permanente
Esta Campanha terá uma ação continuada e permanente no Município através de Capacitação de Profissionais da Rede, Palestras para Famílias e Alunos, Campeonatos Esportivos, Passeatas, Gincanas e dentre outras ações. Esta ação será coordenada através das Secretarias Municipais de Assistência Social, Saúde e Educação, Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente em parceria com o Poder Judiciário, Ministério Público, Secretaria de Segurança Públuca, Polícia Civil e Militar e Conselho Tutelar.

3° Salão de Fotografia
Foram selecionadas 58 fotografias que retratam o folclore para o 3° Salão de Fotografia de Aracaju, evento realizado pela Galeria de Artes Álvaro Santos (GAAS), unidade da Secretaria Especial de Cultura (SEC/Funcaju). A mostra começa no dia 19 de agosto, às 20h, data em que é celebrado o Dia Mundial da Fotografia. E aberta ao público a partir do dia 20.

Palestra e minifeira Estude e Trabalhe no Canadá serão realizadas neste sábado
No dia 17 de agosto, será realizada, no hotel Real Classic, uma minifeira do Canadá e a palestra Estude e Trabalhe no Canadá. A agência de Intercâmbio International Travel em parceria com as escolas de VGC Language School, de Vancouver, e Upper Madison College, de Toronto e Montreal, é a realizadora do evento. Na minifeira, das 14h às 18h, serão esclarecidas dúvidas, entregue materiais sobre as escolas e o canadense Dominic Walton, da escola VGC, fará entrevistas em inglês para testar o conhecimento dos participantes.

Apresentação
A palestra, marcada para 18h30, será apresentada pela Coordenadora de Marketing da Escola VGC, Mariana Mello, e pelo Diretor de Marketing da América Latina na Escola UMC, Vitor Silva. Na oportunidade, serão apresentados os programas de intercâmbio e sorteados kits de viagens e duas bolsas de estudos, uma para a escola VGC e outra para UMC Montreal. Também serão realizadas promoções especiais para matrículas realizadas na feira. As inscrições para participar das palestras podem ser feitas pelo telefone (71) 3271-4252 ou por e-mail info@internationaltravel.com.br. A entrada é gratuita.

AGENDA
15 DE AGOSTO – Atingimos a primeira metade do oitavo mês do ano. A data de hoje tem um significado muito especial para os católicos. Hoje é o dia da ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA, da ELEVAÇÃO DE NOSSA SENHORA AO CÉU. É, também, dia NACIONAL DAS SANTAS CASAS DE MISERICÓRDIA, do SOLTEIRO e da INFORMÁTICA.O governo federal vai examinar 20 mil pessoas para apurar o perfil dos brasileiros. Dados apurados servirão para orientar as ações de saúde no país. Já na educação, 11 das 27 capitais brasileiras têm problemas com o tempo mínimo de jornada extraclasse e uma não cumpre o piso salarial da referida categoria profissional. O menor piso do país é pago em Macapá – R$ 1.345,60. Em Aracaju – R$ 1.567,00. Quem paga o maior piso é Curitiba – R$ 3.063,40. Como se vê, Macapá é a única capital que não cumpre o valor estabelecido para o piso nacional dos professores. Outro problema é o que diz respeito à jornada de trabalho. A lei determina que um terço da jornada deve ser destinada a estudos, pesquisas, elaboração e correção de provas. Neste quesito, são 11 as capitais que não cumprem a lei. A jornada de trabalho do professor é de 40 horas semanais. A APPLE deve anunciar o lançamento de novo modelo de IPHONE no próximo dia 10 de setembro. O primeiro-ministro da Noruega disfarçou-se de taxista para ouvir o que os eleitores pensam sobre seu governo. Vídeo sobre o assunto é sucesso na INTERNET.

Memória – Aconteceu há 45 anos – (1968)
ABRIL – As eleições para os municípios são proibidas, vez que eles passam a ser considerados áreas de segurança nacional. MAIO – O Dr. Zerbini realiza, no Hospital das Clínicas, em São Paulo, o primeiro transplante de coração no país. JUNHO – Cem mil manifestantes saem às ruas, no Rio de Janeiro, para protestar contra o regime militar.
JULHO – O Teatro Ruth Escobar, em São Paulo, é invadido e depredado por membros do CCC – Comando de Caça aos Comunistas. SETEMBRO – Morre Stanislaw Ponte Preta (SÉRGIO PORTO), um dos mais consagrados jornalistas do país. Ele foi o criador do FEBEAPÁ (Festival de Besteiras que Assola o País). E também das “certinhas”, que ilustravam sua festejada coluna publicada pelo jornal carioca ÚLTIMA HORA. OUTUBRO – Em confronto com alunos do MACKENZIE, a Faculdade de Filosofia da USP é incendiada e posteriormente fechada. NOVEMBRO – Criado o Conselho Superior de Censura. DEZEMBRO – O governo baixa o AI-5. Caetano Veloso e Gilberto Gil são presos no Rio de Janeiro. O poeta Vinícius de Moraes é “aposentado” de seu cargo de diplomata. FATO IMPORTANTE – A tensão política se agrava quando o governo não consegue licença do Congresso para processar o deputado fluminense Márcio Moreira Alves (PMDB) por ter pronunciado discurso considerado ofensivo às Forças Armadas. Segue-se o endurecimento do regime militar, que edita o Ato Institucional número 5, que lhe confere poderes para fechar o Congresso Nacional, cassar mandatos, suspender os direitos políticos e o instrumento do habeas corpus e institucionalizar a repressão.
EM SERGIPE – Ocorre intensa movimentação dos estudantes, quer secundaristas, quer universitários, como reflexo da situação nacional. A AP – Ação Popular, e a POLOP – Política Operária realizam vários atos de protesto. É criada a Universidade Federal de Sergipe, com a incorporação das unidades de ensino superior existentes em Aracaju, dentre elas as Faculdades de Direito, Serviço Social, Economia, Qúimica, Economia e Filosofia. Governava o Estado o político baiano Lourival Baptista, que veio para Sergipe em 1948. Na área das comunicações, é fundada a Rádio Atalaia, cujo estúdio funcionava no primeiro andar do edifício do Hotel Palace, que fora construído pelo governador Luiz Garcia (UDN), que substituiu Leandro Maciel e antecedeu Seixas Dória. É eleita a diretoria do D.C.E. – Diretório Central dos Estudantes, cujo primeiro presidente foi João Augusto Gama da Silva. Também eram dirigentes: JOSÉ JACOB DIAS POLITO – ELVIDINA MACEDO DE CARVALHO (Didi) – DILSON MENEZES BARRETO – EMÍLIA MARIA MACHADO SILVA – BENEDITO DE FIGUEIREDO – MARIA JANETE SÁ FIGUEIREDO – CLARA ANGÉLICA OLIVEIRA PORTO – ROSA MARIA TAVARES GENTIL – FRANCISCO CARLOS NASCIMENTO VARELA e LAURA TOURINHO RIBEIRO. A composição da primeira diretoria do DCE foi publicada com destaque na edição de 30.08.1968 do jornal GAZETA DE SERGIPE.

ESPORTE  – O  ESPAÇO DO ALCEU –  por Alceu Monteiro

Afinal, o consenso
A providencial e correta intervenção do Ministério Público, através do promotor Jarbas Avelino, levou a um desejado consenso no lamentável episódio em que o comandante do policiamento do interior anunciou, pela imprensa, de forma açodada, que a Polícia Militar de Sergipe não mais iria fazer-se presente nos estádios de futebol. A declaração, precipitada sob todos os aspectos, instalou um clima de insatisfação junto à FSF, aos clubes profissionais de futebol e, até, aos torcedores. A própria imprensa esportiva recebeu com surpresa o anúncio feito em torno da matéria. Houve uma impressão praticamente generalizada de que a PM não tinha conseguido assimilar as críticas feitas com relação a falhas cometidas no acontecimento gravíssimo ocorrido quando do jogo Sergipe X CSA, no Estádio Fernando França, em Carmópolis. A convocação de uma audiência pública, presidida pelo promotor que cuida dessa área que envolve a Polícia Militar, Jarbas Avelino, foi uma medida que se revestiu de raro senso de oportunidade e de praticidade. Pois bem. Com a presença do presidente Carivaldo de Souza, da FSF, dos presidentes do Sergipe e do Confiança – Lailton Melo (do Conselho Deliberativo do clube rubro) e Luiz Roberto, respectivamente, além dos representantes da corporação militar, chegou-se a um acordo entre as partes, que consiste, principalmente em: 1. A PM vai voltar, sim, a estar presente DENTRO e fora dos estádios; 2. Os policiais em serviço terão direito a uma gratificação; 3. Lei específica começa a ser elaborada para dar respaldo jurídico à referida remuneração; 4. À FSF caberá, também, participar do problema, contratando seguranças particulares, como, aliás, consta do Estatuto do Torcedor; e 5. Torcedores caracterizados como integrantes das chamadas torcidas “organizadas” não terão acesso aos estádios Lourival Batista e Presidente Médici. Os dirigentes da FSF ficaram de adotar as providências indispensáveis para garantir a segurança na partida do próximo domingo, em Itabaiana, quando o Sergipe vai enfrentar o Botafogo da Paraíba.

Sugestão
Voltamos a insistir na sugestão que fizemos ontem, que consiste em um processo simples de identificação dos repórteres de rádio, TV e jornais que atuam na pista dos gramados. Basta que eles usem coletes com a expressão IMPRENSA ou ACDS. Claro que a medida visa a disciplinar a entrada desses profissionais, que serão devidamente autorizados numa atitude de cooperação entre a FSF e a ACDS. Certamente o presidente Roberto Silva, com sua larga experiência, sendo, inclusive dirigente da ABRACE, entidade nacional, não se oporá a essa medida, que, com certeza, também acreditamos que será bem recebida pelo presidente Carivaldo Souza. O importante é que haverá o impedimento de entrada para a pista de pessoas que não são da imprensa. É isso. Este espaço fica aguardando o destino desta proposta/sugestão.

Esporte é Liberdade
Durante um certo tempo, a Rádio Liberdade AM utilizou este slogan, curto e objetivo. Desde os seus primórdios, sob o comando de Silva Lima, a emissora da Rua Itabaianinha dedicou-se à cobertura do esporte sergipano, com foco principal, logicamente, no futebol, a modalidade esportiva mais popular do país. Os mais destacados nomes do rádio esportivo de Sergipe passaram pela Liberdade. A começar pelo próprio Silva Lima, um exemplo de versatilidade, já que transitava com desenvoltura pelas mais diversas funções inerentes à profissão de radialista. Citamos, a seguir, uma pequena lista desses nomes, dela constando, inicialmente, os narradores esportivos: Carlos Magalhães, Jota Santos, José Antônio Marques, Antonio Barbosa, Haroldo Lessa, Paulo Williams, Antônio Pádua, João Batista Santana, Carlos Menezes, Andrade Lima, Carlos Batalha, Carlos Alencar, Raimundo Macedo. Acrescentem-se, por oportuno, os nomes de dois ótimos narradores alagoanos que integraram a equipe da Liberdade na fase em que era liderada por Raymundo Luiz: Aluísio Alves e Arivaldo Maia. De todos os citados, Antonio Barbosa, que começou sua carreira na “LILI”, continua em atividade, na própria Liberdade, como narrador esportivo, enquanto que Carlos Magalhães também está em ação, na Jornal. Dos demais, já faleceram Jota Santos, Haroldo Lessa e Antônio Pádua. Com relação aos comentaristas, aconteceu a mesma coisa. Os nomes mais proeminentes desse setor radiofônico, o esportivo, também atuaram na Liberdade. Jota da Silva, Wellington Elias, Raymundo Luiz, Haroldo Lessa (que passou de narrador a comentarista), Carlos Rodrigues, Cícero Barreto, Hilton Lopes,  Canabrava de Mendonça. Antecipadamente, este espaço desculpa-se por omissão de nomes. Pode haver falha, mas esses tiveram uma participação efetiva ao microfone da Liberdade. Esse enfoque é mais uma contribuição que damos nesses dias que antecedem o aniversário de 60 anos da Rádio Liberdade. Ainda sobre os comentaristas citados, Haroldo Lessa, Carlos Rodrigues e Hilton Lopes já morreram.

Literatura esportiva
O livro “A Biografia de Lionel Messi”, lançado pela editora Generale, de autoria do antropólogo, escritor e jornalista argentino Leonardo Faccio, dedicado aos apaixonados por futebol e fãs de esportes em geral, é um olhar em profundidade sobre a vida de um dos maiores astros de todos os tempos. Leonardo não era aficcionado do futebol até conhecer o grande craque do Barcelona. Na orelha do livro, há o seguinte comentário: “Na história de jogadores de futebol, podemos dizer que quatro pairam acima dos demais: Pelé, Di Stefano, Cruyff e Maradona. O argentino Messi já tem mérito suficiente para ser o quinto da lista.” O autor viveu em Barcelona por quase 10 anos e teve, como poucos, a oportunidade de acompanhar a evolução do craque, que é considerado, atualmente, o melhor jogador de futebol do planeta.

Sobre a crise do Palmeiras
“Nos últimos oito anos, o departamento de futebol do Palmeiras gastou quase 1 bilhão de reais. E o que ganhamos?” O autor desta frase é MUSTAFÁ CONTURSI, ex-presidente do Palmeiras, criticando os altos investimentos no futebol do clube.”

Artilheiro
O goleador máximo do campeonato brasileiro da série A é WILLIAM, da Ponte Preta, com 9 gols.

Memória do esporte
15 DE AGOSTO – 1981 – Em Paris, Pelé recebe o título de ATLETA DO SÉCULO do jornal francês L’Équipe. A escolha foi feita através de pesquisa realizada com os 20 mais importantes jornais do mundo. Pelé teve 178 votos. O segundo colocado foi o norte-americano Jesse Owens, com 169 indicações. 2003 – Aprovada pelo presidente Lula e publicada no Diário Oficial da União, a Lei do Futebol (Estatuto de Defesa do Torcedor).

Jogo rápido
Ainda sem definição o caso da eleição realizada pela Associação dos Árbitros. /// Palmeiras dispara na liderança da Série B. /// Givanildo Sales treinando firme sua equipe visando a uma vitória, domingo, em Itabaiana, contra o Botafogo da Paraíba. /// O ciclista Hugo Lessa Batalha vence a oitava corrida de Campo do Brito. /// Federações amadoristas lutam para conseguir um novo local para suas sedes. /// Mourinho pediu a contratação pelo Chelsea de Eto’o. /// PSG volta a interessar-se por Daniel Alves. /// Federação Sergipana de Futebol já trabalha na elaboração do regulamento do campeonato sergipano de 2014. /// Leandro Kivel, expulso no jogo contra o Juazeirense, vai desfalcar o Sergipe diante do Botafogo. /// O artilheiro “engoliu corda” dos adversários e acabou sendo expulso. /// Antes do amistoso de ontem, Messi e Balotelli foram recebidos pelo Papa Francisco.

PELO TWITTER

www.twitter.com/revinhogama Ser bom não é sinônimo de ser idiota. Ser bom é uma virtude que alguns idiotas não entendem…

www.twitter.com/riltonmorais  Quem empresta não presta. Já dizia minha avó.

www.twitter.com/FalaSergipe  A eleição é amanhã? Parece, os ânimos estão acirrados. No rádio  já fazem boca de urna.

www.twitter.com/betocego  O mundo gira e o mundo da voltas, a única marca que podemos deixar registrada é a amizade,ela é o Porto Seguro nas idas e voltas do mundo.

www.twitter.com/yuridarlon  Esta claro q o caos na saúde não é apenas no setor público quem depende do plano de saúde está sofrendo também.Menos para quem paga a vista. Por isso sou a favor do #MaisMedicos do governo federal. E que venham os médicos estrangeiros!

www.twitter.com ManuSanthiago  A felicidade incomoda… Por isso que só vivo triste pra não despertar incomodo. #namoita.

RESPOSTA – Do sindicalista Antonio Moraes e o blog
Esse sindicalista sempre teve respeito ao trabalho realizado pelo jornalista Cláudio Nunes, tendo inclusive opinado por diversas vezes neste blog. Mesmo quando minha opinião foi contrária a do jornalista, este sempre que pode deu a devida atenção. Porém, nesse episódio fabricado pelo secretário adjunto de (des)comunicação, parece que o jornalista preferiu não apurar. Informe-se que o sindicalista não é filiado a partido algum, tendo optado a militar única e exclusivamente na política sindical o que possibilitará transitar por diversas correntes ideológicas na defesa dos interesses de sua categoria (policial civil).
Da falta de respeito com o outro lado da notícia. Preferiu-se a versão ao fato – Ontem, 14, o jornalista Claudio Nunes, em seu blog, postou em impressionantes 30 linhas, coincidentemente, o mesmo comentário feito pelo (des)comunicador adjunto no final do programa de rádio Jornal da Ilha, apresentado momentaneamente pelo radialista e vereador Jailton Santana. Afirmou o jornalista: “Moraes questionou como Déda está sobrevivendo com o salário de governador, pagando o Hospital Sírio Libanês. O questionamento deixou claro no ar uma dúvida sobre a conduta do governador”. A íntegra da participação do sindicalista no citado programa matinal de rádio foi encaminhada ao jornalista para que ele possa identificar em que passagem há esse tal questionamento.
Valorização do Cargo em Comissão (CC) – A sanha bajuladora de um (des)comunicador oficial deu um tom diferente a participação do sindicalista. Enquanto a fala deste ocorreu no sentido de ser solidária à luta do governador e ao mesmo tempo cobrar da Administração Pública, na condição de cidadão, que a mesma qualidade de serviços médicos oferecida ao governador seja oferecido a toda a população sergipana, o (des)comunicador oficial preferiu sacar o trecho de uma das intervenções do sindicalista e dar intencionalmente sua interpretação fora do contexto.
Claudio Nunes peça desculpas a Moraes – Além de não ter ouvido a outra parte, preferindo ficar apenas com a versão criada pelo (des)comunicador oficial, o jornalista foi muito infeliz ao afirmar uma inverdade acerca do episódio do afastamento de Moraes do sindicato. O retorno do sindicalista à presidência da entidade se deu por decisão da assembleia realizada em 18 de agosto de 2010, devidamente registrada em cartório, amplamente divulgada pela mídia à época. A decisão judicial apenas confirmou o que a categoria já havia decidido.Orar intensa e sinceramente pela saúde do governador não é incompatível com a cobrança ao governo do Estado por um serviço público de saúde no padrão Sírio Libanês.

SOLIDARIEDADE

Ajude o CCEP/SE. Faltam recursos para Vale Transporte e lanche
Do presidente CCPE/SE, Jose Raimundo de Sousa – 9988-0188: “ O CCEP/SE está com grande numero de candidatos a cursos profissionalizantes   CCEP X SENAI, mas esbarra num grande problema, a falta de recursos para VALE TRANSPORTE E LANCHE, estes cursos que o SENAI oferece de graça, tem um custo de VALE,  CESTA E LANCHE, em torno de 350,00 P/ pessoa durante os 2 meses e meio de curso, logo uma turma de 30 EGRESSOS custará cerca de 10.500,00 de começo a fim do curso. Dia 2 de setembro iniciaremos uma turma com 20 apenas, pois os FUNC. DO BANCO DO BRASIL já doaram o valor de  R$ 4.300,00 referente o VALE TRANSP. as demais necessidades só DEUS sabe como iremos fazer pra arranjar.
O PRONATEC disponibilizou apenas 124 vagas pra SERGIPE, no âmbito da SEJUC, que  o CCEP/SE, não tem a senha, só a SEJUC implanta naquele sistema, já encaminhamos muitos pra sejuc, e não temos conhecimento mais daí pra frente, portanto para o CCEP/SE, palpável mesmo é o trabalho do nosso CCEP/SE, que acompanhamos e entregamos o DIPLOMA.
Já são centenas de assistidos do CCEP/SE, porem formados e quase todos trabalhando, foram nove turmas, AGORA FAREMOS MAIS DUAS, assim que arranjarmos condições, faremos então à  11ª, ao contrario de outros Estados, aqui ainda não conseguimos convenio pra o trabalho que é o único que tem RESSOCIALIZADO E REINSERIDO, egressos com excelência, e comprovadamente reduzindo a REINCIDENCIA entre os assistidos, a 3%,  contra 80% que é a media Sergipe, e Nacional.
Pedimos apoio, sem o qual não haverá esperança na frenagem da criminalidade. As drogas se alastram, a violência demasiadamente, a delinquência crescendo, que desembocará em mais delitos, e as ações precisam ser eficazes. Ajudem o CCEP/SE, a ferramenta da sociedade em favor da cidadania.

ARTIGO

Desafios da Segurança Pública, Polícia Militar e miopia  por Eduardo Marcelo Silva Rocha

Debitar todos erros e excessos que ocorrem na segurança pública na conta das polícias militares, é covardia. Ou, na melhor das hipóteses, acreditar que  são organismos acima do estado sem nenhuma subordinação. Nem mesmo política.

Essa visão conduz à defesa da desmilitarização como remédio para a segurança pública. Os recentes debates reavivados pelas  “jornadas de junho”  apontam, lamentavelmente, para este caminho.

As polícias militares surgidas após a vinda da Família Real ao Brasil, existem até hoje com a essência modelada ainda no século XIX. Consiste em uma construção que reflete a sociedade na qual se insere.

Por mais que se tente repassar uma ideia de autonomia das polícias militares estaduais o fato é que elas sempre estiveram subordinadas ao poder: seja junto aos seus entes federados aos quais subordinam-se, como no caso da Revolução Constitucionalista/Guerra Paulista de 1932; seja no regime dos anos 60/70, quando o poder central passou usá-las de modo massivo – como sua principal força de execução – em lugar das forças armadas, após as denúncias de excessos do regime.

Ainda assim, percebe-se a dificuldade de contextualizá-las corretamente, insistindo na outorga de um falso protagonismo às  polícias militares estaduais.

Logo, alguns discursos pró desmilitarização erram quando prendem-se à premissas como as seguintes:

1 –  o policial militar é formado pra combater o inimigo;
2 –  a polícia militar é violenta por ser militar;

Apesar da manutenção de ritos como os brados e músicas cantados durante as atividades físicas, por exemplo, faz muito tempo que o corpo docente das escolas policiais vem mudando o seu perfil, já sendo realidade a participação de representantes de diversos setores da sociedade, como a OAB, o Judiciário, Ministério Público e a Academia, quebrando o paradigma fechado do ensino militar estadual. .

A Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) criou a matriz curricular nacional para os cursos de formação e aperfeiçoamento dos agentes de segurança pública, cobrando-a dos Estados e Municípios, inclusive sendo requisito para a implantação de programas e investimentos em cada unidade. Tal matriz, não possui nenhum viés belicista, ou algo que o valha muito pelo contrário. De modo que acreditar que as polícias militares hoje formam o homem para guerra é discurso facilmente desconstruído diante de qualquer análise responsável do ensino policial militar em vigor.

Do mesmo modo, acreditar que a desmilitarização irá acabar com a violência policial, é simplificar tal problema a uma questão meramente gramatical (“Só é violento por ser militar”, como se fosse uma verdade absoluta), ao mesmo tempo em que joga toda a culpa pela violência policial às polícias militares, isentando todas as demais polícias.

Essa não parece ser a melhor forma de conduzir a discussão, de se buscar soluções, afinal DOPS/DEOPS, Fleury, Ustra, DOI-CODI, Tuma, Curió, dentre outros, foram nomes venalmente ligados ao regime militar – e de grande importância e destaque –  não eram integrantes das polícias militares estaduais. Ou eram ligados as forças armadas ou eram eminentemente civis.

Por outro lado é possível, compulsando arquivos da época é possível localizar casos como o Tenente da PM de São Paulo, José Ferreira de Almeida, que  morreu no DOI/CODI, na mesma cela, na mesma época e, oficialmente, na mesma circunstância – e foto oficial idêntica (https://.estadao.com.br/noticias/impresso,a-mesma-cela-a-mesma-cena-,952132,0.htm ) – que o jornalista Vladimir Herzog.

Em regra, militares estaduais não assumiram funções de destaque, nem lhes foram delegados grandes poderes de decisão, durante o regime militar.É verdade que as polícias militares são organismos fechados, diversos motivos – justos ou não – existem para explicar tal fato e merecem ser discutidos em um segundo momento. Mas, ainda assim, é impreciso afirmar que elas considerem todos os “de fora” como inimigos. Se assim fosse, um segundo argumento atrelado à violência policial seria vazio: que as polícias militares são mais violentas nas comunidades pobres. Se todos são inimigos das polícias militares e elas são naturalmente violentas, como explicar diferenças gritantes nos índices que medem o fenômeno?

Pra piorar, apesar de se defender a desmilitarização como uma tarefa cidadã pendente da democracia, quase ninguém faz críticas à Constituição Federal que reserva aos militares à uma cidadania menor, negando-lhes direitos garantidos aos demais brasileiros, há mais de 70 anos, como a jornada de trabalho.

Somente as entidades representativas dos próprios policiais militares, preocupam-se em fazer essa leitura. Por isso que as polícias militares efetivamente representam a paradoxal sociedade brasileira, que cobra mais cidadania nas ações dos policiais militares, mas não consegue enxergá-los  como cidadãos..

Que o debate se aperfeiçoe a partir da análise profunda dos problemas. Que não esqueçamos que por trás de uma farda existe um homem, um pai de família com anseios e necessidades e que esse homem pode ser mais vítima que algoz. Que ele precisa ser pensado como homem, não como máquina do mal, tal qual um autômato.

O diagnóstico errôneo de uma enfermidade pode levar um paciente de fácil cura à morte. Um diagnóstico falso de problemas tão complexos como os da segurança pública podem prejudicar qualquer tentativa de mudança institucional e a mudança pode virar decepção.

É fato notório a necessidade de revisão do sistema de segurança pública em vigor. Mas tal mudança não pode ocorrer tendo o açodamento como tônica. O resultado final pode ser pior que o quadro anterior. O maniqueísmo é inimigo das propostas factíveis. O diagnóstico adequado é imprescindível.

* Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública.

Blog no twitter:   www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Devemos fazer do erro uma porta por onde a verdade possa entrar.” Sri Aurobindo, escritor e filósofo indiano, nasceu em 15 de Agosto de 1872 e morreu em 1950.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários