Rádio X Gilmar Carvalho

0

 Este jornalista pede a compreensão do leitor para abordar um tema que para muitos é polêmico, mas que é necessário neste momento. Trata-se do papel do radialista Gilmar Carvalho no rádio sergipano. Há quinze dias Gilmar está afastado do programa que apresenta na FM Ilha por problemas de saúde e deve retornar nos próximos dias. O que parecia grave foi apenas um susto.

 Este espaço abre-se para esta análise por dever de justiça. Seria mais cômodo para este jornalista ficar isento neste momento. Mas o leitor que acompanha esta coluna há muito tempo sabe que este não é o perfil deste profissional. Prefere não ficar omisso, mesmo que o tema divida opiniões. No caso de Gilmar Carvalho este jornalista teria hoje alguns motivos para, no mínimo, não tecer nenhum comentário, por conta de aproximadamente há 50 dias, Gilmar ter feito duras criticas em seu programa de rádio chegando a anunciar que estaria processando o titular desta coluna por opinião publicada neste espaço.

  Este jornalista conheceu Gilmar Carvalho quando o mesmo desembarcou em Aracaju vindo do interior do Estado, há pouco mais de dez anos. Naquele momento Gilmar chegou para assumir o programa matutino da rádio Jornal AM e comandar também o jornal Correio de Sergipe, que antes era o Jornal da Manhã. Estava este jornalista começando a escrever na área política e, se assustou quando pela manhã logo cedo, escutou seu nome no programa de Gilmar onde ele destacava as matérias publicadas e colocava o autor para discorrer sobre o assunto. De lá para cá este jornalista passou por quase todos os jornais e pela TV Sergipe.

  Gilmar chegou com um estilo arrojado. Imediatamente dividiu opiniões, como acontece até hoje. Alguns o adoram, outros o odeiam, mas o interessante é que ele é ouvido por todos os segmentos. Polêmico, contestador, Gilmar foi responsável por denunciar escândalos e desvendar diversos fatos ocorridos em Sergipe nos últimos tempos como no caso do assassinato do deputado Joaldo Barbosa. É preciso lembrar que cada um tem seu estilo. Assim como no rádio sergipano, onde Jairo Alves, Douglas Magalhães, Fábio Henrique, Eduardo Abril, Marcos Aurélio, Edivanildo Santana e tantos outros conquistaram seus espaços junto à população.

   Devido ao estilo arrojado, Gilmar foi eleito deputado, passou pelo PT (e foi expulso) e no último mandato foi literalmente “cassado” pelo ex-governador João Alves. Hoje é o segundo suplente da coligação que elegeu Marcelo Déda governador de Sergipe. Da rádio Jornal, Gilmar passou para a Liberdade AM, do então prefeito Almeida Lima, depois para a FM Sergipe, da família Franco e agora estar na rede Ilha, do empresário José Edvan Amorim. Neste período em Aracaju, Gilmar fez e desfez amizades de todos os tipos e somente ele e os envolvidos podem analisar as razões que levaram a estes rompimentos. Uma certeza: pelo estilo, Gilmar já fez sua autocritica, revendo conceitos e dogmas, o que é natural na vida de qualquer pessoa. E como conheço boa parte da família dele, sei o esforço que fez e faz diariamente para manter a todos.

 Este comentário não tem o intuito de julgar as ações de Gilmar, se foram certas ou erradas. Tem o intuito apenas de analisar que Gilmar ainda tem muito que prestar a sociedade sergipana através do rádio, onde quer que esteja. Ao contrário de alguns, que torceram (ou torcem) para que ele não retorne ao rádio e desejaram até mesmo algo pior, este jornalista – não como amigo ( ou ex-amigo) – tem o dever de escrever que o estilo implementado por Gilmar Carvalho é importante para o rádio. Quem gosta ou não dele, não pode omitir a importância do mesmo para o fortalecimento do rádio sergipano.

Como escreveu no início este jornalista seria mais fácil e mais “adequado”, silenciar neste momento. Porém este espaço não foge da abordagem de temas polêmicos. Aliás, a democracia se faz e fortalece com as contradições e as divergências. Este profissional pode não concordar com muito do que Gilmar fala no dia-a-dia, mas como bem disse o filosofo, defenderá até o último minuto o direito dele falar. E tem mais: tem algo mais bonito na democracia do que você não gostar do que está ouvindo e apenas com um toque dos dedos mudar o dial da emissora de rádio? Doa a quem doer, Gilmar presta um grande serviço à população e já faz parte da história do rádio sergipano. E este jornalista torce que continue prestando este serviço por muitos e muitos anos.

 

 

3º Congresso Nacional do PT em São Paulo

Desde ontem, 31, os nove delegados do PT de Sergipe encontram-se em São Paulo onde participarão – no Centro de Convenções Imigrantes – do 3º Congresso Nacional do PT. Além dos delegados participam do Congresso, Márcio Macedo, José Eduardo, Iran Barbosa, Conceição Vieira, Chico Buchinho e Marcelo Déda que deve viajar hoje. O ponto mais polêmico que será discutido no Congresso, que termina no domingo, será o PED – Processo de Eleição Direta do PT, que algumas correntes querem antecipar para novembro deste ano e outras querem que ocorra apenas em 2009.

 

 

Cenam: Interação com movimentos sociais I

Pela primeira vez em Sergipe entidades representativas ligadas as questões da criança e do adolescente estão sendo ouvidas em busca de soluções concretas, não só para a crise que passa o Cenam, mas para toda a área. Desde a última quarta-feira, 29, o governador Marcelo Déda abriu o diálogo que teve continuidade ontem, 30, na OAB, com o grupo de trabalho que foi formado com representantes do governo e do Fórum de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. Pela primeira vez estas entidades estão tendo a efetiva oportunidade de apresentarem uma proposta para a área. A realidade do Cenam é cruel, e é fruto de anos de descaso com a criança e o adolescente em Sergipe.

 

Cenam: Interação com movimentos sociais II

Ouvindo algumas pessoas da área, a coluna chegou à conclusão que a melhor saída para a segurança externa seria a criação de uma companhia de polícia militar preparada com quadros que tenham experiência na área. É fácil preparar uma companhia desta natureza criando também uma gratificação especifica para estes profissionais. É preciso lembrar que toda medida de segurança deve ser associada a alguma medida sócio-educativa. Do contrário de nada adianta, pode ser a segurança que for, o problema será apenas colocado embaixo do tapete. É preciso garantir também a própria segurança das pessoas que trabalham internamente. Este jornalista deixa claro que é contra a qualquer ação de agressão ou tortura a menor, mesmo sabendo que alguns deles, têm vários assassinatos e a possibilidade de ressocialização é mínima mesmo, num sistema que possa dar todas as oportunidades possíveis.

 

Cenam: Interação com movimentos sociais III

O interessante neste momento é que o governo estadual não ficou isolado, resolveu ouvir o Fórum de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e mais do que isso: resolveu ouvir a proposta que eles têm para ajudar na solução do problema. É algo inovador que muda o contexto de uma relação marcada por conflitos há muito tempo. É interessante porque estes movimentos vão apresentar uma proposta que será analisada atentamente pelo governo. Essa parceria será fundamental e deve ser alicerçada na responsabilidade de todos que estão participando deste grupo de trabalho, como por exemplo, a OAB de Sergipe. Falta apenas a participação do Ministério Público que sempre vem acompanhando os problemas do Cenam e com certeza tem muito a contribuir para consolidação da proposta que será apresentada pelos segmentos representados no Fórum de Sergipe. A realidade é dura: é mais que um problema é um caos que não acontece apenas em Sergipe, mas em diversos Estados. É preciso pé no chão, sem politicagem, para cortar o estopim de um barril de pólvora que está prestes a explodir.

 

Alguém na Degrase lê o Diário Oficial?

A pergunta procede porque desde o dia 14.08.07 o novo Procurador Geral  do Estado, Márcio Leite de Rezende, foi nomeado e desde então (e já  são mais de 15 dias) consta na página 2 do Diário Oficial uma relação  dos componentes do 1º escalão ainda com o nome do anterior (no caso  Edson Ulisses), por isso perguntar não ofende: será que ninguém viu  isso?

 

 

Deu no blo do Josias da FSP: “vendido, palhaço e boneca”.

Trecho de matéria publicada no blog do Josias ontem, 31: “Como previsto, o senador Almeida Lima (PMDB-SE), lugar-tenente de Renan no Conselho de Ética, leu um voto alternativo sugerindo a absolvição do colega. Para ele, o presidente do Senado foi submetido a acusações que constituem “um conjunto de ilações despropositadas”. O objetivo seria “destruir a imagem do senador”. Tasso Jereissati (CE), presidente do PSDB, referiu-se a Almeida Lima como “palhaço” e “vendido”. Diante da reação enfurecida do agravado, Tasso, esmerando-se nos trejeitos, chamou-o de “boneca”. Almeida Lima disse que a oposição queria castrar-lhe a palavra. E Arthur Virgílio (AM), líder do PSDB: “Ninguém está querendo castrar Vossa Excelência em nenhum sentido, muito menos no direito à palavra.”  De um leitor: “Ontem, 31, pelas Jornais das TVs o Brasil viu lamentavelmente Sergipe manchado num “grito” sem eco de um representante inervado na defesa do indefensável. Chegou o fim de um líder sem liderado.Ficam algumas lembranças: as Araras e os Cajus, e só!”

 

Quem conhece Luizinho do PT?

Era uma vez um técnico competente com o nome de Antônio e o sobrenome de Luiz. Antônio era um fervoroso e ardoroso defensor do governador de então, chegando a criar um movimento em defesa do governante. Hoje, Antônio, continua o técnico competente até demais, porém é conhecido como Luizinho do PT. Durma com um barulho destes. Como bem escreve o colega Osmário, do JC, arrepare…

 

Eleição municipal será em 5 de outubro

O TSE definiu o calendário da eleição municipal de 2008. O primeiro turno será em 5 de outubro, e o segundo, no dia 26. A campanha de rua começará em 6 de julho. A propaganda em rádio e TV irá de 19 de agosto a 2 de outubro.

 

Aracaju  no Plano Nacional de Turismo

A ministra do Turismo, Marta Suplicy, divulga hoje, 31, no Rio de Janeiro, os 65 municípios brasileiros contemplados pelo Plano Nacional de Turismo 2007/2010. Aracaju é um desses municípios, que serão trabalhados até 2010 para servirem de pólos indutores do desenvolvimento turístico regional. “É uma grande vitória para Aracaju, importante para o turismo e para a economia. Mostra o crescimento e a consolidação da cidade, fruto da política que vem sendo desenvolvida pela Prefeitura não só na área do turismo, mas como um todo, que resultou no título de capital Norte/Nordeste da qualidade de vida. Fui convidado pela ministra Marta Suplicy e estarei presente na solenidade de anúncio dos 65 municípios contemplados”, afirmou o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, que estará no evento acompanhado da presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esporte (Funcaju), Lucimara Passos.

 

Censo será publicado hoje no Diário da União

Os números do censo populacional serão divulgados hoje no Diário Oficial da União. Os números mostram Aracaju com 503.098 habitantes. Já o município de Nossa Senhora do Socorro não chegou aos 146 mil habitantes para receber 4% do FPM. Socorro ficou com pouco mais de 120 mil habitantes, com isso perderá muitos recursos.

 

 

 “Governo sujo de sangue”
O ex-governador João Alves Filho voltou a criticar o Governo do Estado pela crise na Saúde, durante o programa Liberdade Sem Censura. João Alves declarou que, quando saiu do Governo, deixou a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes pronta e que acertou com o governador Marcelo Déda, que no dia 10 de janeiro estaria aberta. Segundo ele a conversa foi a seguinte: “olhe Déda, se você não abrir até o dia 15, eu vou colocar em funcionamento, mas como meu governo está terminando…” e Marcelo Déda de pronto respondeu “eu me comprometo que dia 15 não, mas dia 10 a maternidade estará aberta”. João Alves declarou que o Governo de Marcelo Déda é sujo de sangue, que em função das picuinhas da política ele está matando crianças e mães.

 

ILBJ promove Feira dos Municípios

O ILBJ promove hoje, 31, a Feira Cultural dos Municípios Sergipanos. Os alunos dos dois núcleos, Bairro Industrial e Barão de Maruim, apresentarão, divididos por turmas, trabalhos que vão proporcionar o conhecimento de diversos aspectos dos municípios sergipanos: histórico, cultural, econômico, político, turístico e ainda as personalidades de cada local. O evento acontece durante os três turnos no auditório e na galeria do ILBJ, localizado na Av. Barão de Maruim, 224.

 

 

Sobre o terminal do aerobarco na Coroa do Meio I

Este jornalista tinha conhecimento há dois meses da intenção da utilização de um espaço na Coroa do Meio, para ser usado como terminal de transferência de passageiro do aerobarco pela Petrobras. Naquele momento este jornalista fez diversos questionamentos a técnicos ligados ao meio ambiente. Fui informado que não era necessário o RIMA, já que o terminal não tem significativo impacto no meio ambiente ou na população.Foi questionado o que seria feito. A coluna recebeu a informação que seria feito um diagnostico ambiental já que a Petrobras já tinha apresentado licenças da Marinha e Emurb, entre outras. Na última quarta-feira, 29, o MPF através da procuradora Eunice Dantas, resolveu mover uma ação civil pública com pedido de liminar contra a Petrobras, a Adema e a Emurb. Eunice Dantas está fazendo seu papel constitucional que deve ser respeitado.

 

Sobre o terminal do aerobarco na Coroa do Meio II

Mesmo sem ser técnico ambiental, mas por ter se interessado pelo assunto desde que foi informado que a empresa tinha pedido licença para o terminal, este jornalista tem a ousadia de lembrar que a licença de instalação não é definitiva, é provisória, apenas seis meses. E mais: não pode ser construído nada no local. O aerobarco, não chega a tocar no chão e foi uma alternativa encontrada pela Petrobras para dar mais segurança aos seus funcionários que trabalham nas plataformas, já que foram abolidas as famosas “cestinhas”. Quem leu a licença  de instalação diz que a mesma é cheia de itens, como por exemplo, a exigência da sondagem georreferenciada da área; o levantamento das três secções dos rios Sergipe e Poxim; a apresentação de relatórios das atividades desenvolvidas e o programa de monitoramento dos organismos marinhos, como peixe-boi e boto-cinza. Ou seja, parece que as exigências são uma garantia de que nada será afetado. Com certeza, o MPF, a Petrobras, a Adema e até mesmo a Emurb chegarão a um denominador comum. O desenvolvimento sustentável é uma realidade hoje no país e para isso é preciso despreendimento de todas as partes envolvidas.

 

O leite secou, parte dois

De um baneseano: Nota da coluna ontem, 30:… O Banese era uma mãe. Patrocinava não só aniversário de boneca, mas também de cachorro, papagaio, etc. E mais tinha que bancar, coquetel, auditório e impressão de livros e tudo mais.  Era uma verdadeira mãe onde o leite derramava para todos os lados, sem pena e dó”. De um baneseano: “Só queria lembrar que esse leite que derramava por todos os lados, sem pena e dó era fruto do trabalho árduo do baneseano. E agora que estamos na época do reajuste salarial e da Minuta do Banese,  lembro nosso governador  dos compromissos  assumidos na campanha  com os bancários:  “Cada um de vocês tem um compromisso com o futuro de Sergipe, …  , com uma geração de emprego e renda efetiva, com um funcionalismo público valorizado, … , enfim, com um governo que traduza os anseios da população em trabalho sério, ético e competente. Vamos juntos nesta luta. Conto com vocês, Abraços Marcelo Déda”

 

Rampa alta em uma calçada

De um leitor: “Fui a uma loja de escapamento situada na Avenida Desembargador Maynard, esquina com Alan Kardec. Eles construíram a loja em uma altura que tiveram que fazer uma rampa bem alta na calçada. Uma senhora passava pela calçada e desequilibrou-se e caiu, uma queda feia a senhora ficou cheia de escoriação, e o pior, estão construindo outra rampa da mesma altura na loja vizinha é que estão ampliando a própria loja, e o pior não tem licença para tal construção, ( pelo menos não vi papel nenhum da  Emurb), eu pergunto, pode-se fazer tal tipo de rampa nas calçadas? só vc. vendo o tamanho da rampa”. Com certeza a Emurb vai passar pelo local. É só aguardar.

 

Comentário sobre as obras futuras da orla na Atalaia Nova.

Leitor, morador da Barra: “Os estudiosos dizem: A natureza é letal, mas o ser humano é pior. Creio que a pretensão em construir a orla independente de quaisquer problemas ocasionados pela natureza pode ser fatal. Eu me manifesto preocupado. Preocupação à parte e oportunismo à vista tenho que registra nesta coluna que: “Na reportagem veiculada por um canal de tv, onde na falácia de uns dos atingidos pela fúria da natureza, aparece com uma criança nos braços dizendo ser filho é puro engodo, não é filho, não dorme no local. Todos sabiam do perigo que representava a construção em cima das pedras de proteção. Infelizmente, aconteceu o esperado.”

 

Jackson volta a criticar TC da tribuna da Câmara

O deputado Jackson Barreto ocupou a tribuna da Câmara na manhã de ontem, 30, e acusou o Tribunal de Contas do Estado de por em andamento a operação “Jugular”, tramada por conselheiros daquela Corte e denunciada pela imprensa através da veiculação das gravações feitas pela Polícia Federal. O deputado se referiu à conversa entre dois conselheiros do Tribunal na qual eles diziam que iriam “colocar na jugular do governo” , ameaçando explicitamente a Secretaria de Saúde do município, cujo secretário era o atual secretário de Saúde do Estado, Dr. Rogério Carvalho. “Coincidentemente, esta semana os jornais noticiam que este mesmo Tribunal condenou Rogério Carvalho em referência as suas contas na Prefeitura. É muita cara de pau”, exclama Jackson.

 

Veículos, exposição e uso dos veículos públicos

Uma leitora enviou para esta coluna uma denúncia sobre o uso indevido de carros do Poder Público, já que este espaço vem publicando quase que diariamente algumas irregularidades. Desta vez foi de um carro do Poder Judiciário no Shopping Jardins ás 19hs. Por sorte, ao ver uma matéria num telejornal local, este jornalista foi informado da inauguração no referido shopping de uma exposição do Centro de Memória Eleitoral Itinerante. Por isso o veiculo estava naquele horário no Shopping. A leitora cumpriu com sua obrigação e a coluna também denunciaria o uso indevido, independente de quem for, mas desta vez, o veiculo estava sendo usado para o trabalho pela autoridade responsável. A exposição fica no shopping até domingo.

 

 Democracia marca um tento

 De um leitor: “A democracia brasileira marcou um grande tento, merecendo isso ser destacado por todos. Refiro-me a publicação pela secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal, do livro “Direito à Verdade e à Memória”, contendo relatos e documentos sobre o desaparecimento de corpos de vítimas da ditadura militar que dominou o Brasil depois do golpe de 1964. Homens e mulhres, jovens ou de mais idade, que lutavam pela democracia a liberdade, luta legítima, seja armada ou pacífica, contra o terrorismo do governo militar-ditatorial, que matou, roubou e prejudicou tanta gente. Uma prática das mais abomináveis, entre tantas que “eles” praticavam foi essa: o de esconder os corpos das suas vítimas, enlouquecendo muitas mães que não sabiam se os seus filhos estacvam vivos ou não e mesmo depois que sabiam que eles estavam mortos, não tinham nem o direito de enterrar os seus mortos. Essa busca vem de muito tempo, mas somente foi oficializada pelo Governo há ll anos passados. Resta agora abrir ao público e á imprensa e aos pesquisadores e historiadores os arquivos policiais e militares da Ditadura, ou que resta deles, vez que muita coisa já foi queimada. Resta também dar mais divulgação a todos brasileiros, especialmente aos mais jovens, incorporando mesmo ao estudo da História do Brasil, para que todos se conscientizem que nenhuma ditadura vale a pena.” (A.M.S.)

 

Todos nós somos elite

De um leitor: “Em seu artigo desta quarta-feira, você referiu-se a uma outra coluna, dizendo que a mesma “conspira com a chamada elite sergipana”, ao informar que “a ascensão de Paulo Márcio na Polícia é obra de Jaques Vagner”. Permita-me questionar esta suposta conspiração. Afinal, não vejo diferença na origem entre quem está hoje no poder e entre quem já esteve. Considero todos uma elite só. Inclusive eu, que disponho de computador para lhe escrever, e você, que dispõe de um veículo moderno, como é a internet, para exercer seu trabalho de jornalista. Pois é, no Brasil nós somos elite. Então, se houver uma conspiração, é de elite para elite. Como bem definiu hoje o Clóvis Rossi em sua coluna, “o ‘povo’ (do PT, claro) faz algum tempo que praticou alpinismo social e instalou-se confortavelmente ao lado da ‘elite branca e má’. Rossi usou os termos numa alusão ao ex-governador de SP, Cláudio Lembo, que tornou famoso o termo “elite branca”. E hoje o nosso governo é assim composto: pela nova e velha elite. Mas, toda ela elite. Se nem esquerda e direita conseguimos diferenciar entre o atual e antigo governo, imagina “elite” e “povo”. Há muito, essa história de governo popular só existe nos discursos. As próprias manifestações das correntes mais à esquerda do PT demonstram esse fato. Portanto, é bom abrir os olhos para, como diz novamente o Rossi, esse “ ‘povo’que é elite e finge ser ‘povo’ ”. Na nossa sociedade, quem manda e tem influência  é uma elite só. Só mudam os interesses pessoais, o grau de interferência e o tempo em que ela está no poder”.

 

Indique um amigo para receber esta coluna: claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do dia

“Continuo pensando/num país melhor/talvez com  empurrões/na elite de tradições/manoelinas e outras mais”.(Alberto Carvalho, escritor, crítico de Arte e poeta, no poema “Aracaju/Maturidade”, do livro “Dispersa Memória”).

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários