Rasgam dinheiro

0

Não tem jeito mesmo, a Assembleia é um sumidouro de dinheiro público. Enquanto, por conta da crise financeira, o governo de Sergipe e as prefeituras atrasam os salários dos servidores, a iniciativa privada desemprega aos milhares e a população aperta o cinto, os deputados estaduais queimam alegremente recursos dos contribuintes. Em vez de defenderem os interesses do povo, eles preferem bater pernas pelo país como forma de engordar os polpudos vencimentos com apetitosas diárias. Dados do Portal Transparência do Tribunal de Contas do Estado publicados hoje pelo Jornal da Cidade mostram que, nos últimos nove meses, os deputados sergipanos abocanharam R$ 546 mil só em diárias. Tendo papado R$ 65 mil no período, o líder da oposição, capitão Samuel (PSL), é o campeão em viagens e desperdício. Essa féria complementar soma-se ao salário de R$ 25,3 mil recebido por cada parlamentar para, quando muito, proferir umas lorotas na tribuna e apresentar requerimentos de pêsames e congratulações, além de dizer amém aos projetos do governo. Seguramente, o povo não os elegeu para isso.

Come e dorme

O presidente estadual do PSDB, Pedrinho Barreto, é uma grosseira mimetização de autoridade política, alguém que viveu sempre às custas do erário. Ele se diz fazer parte do “corpo jurídico” do gabinete de um deputado estadual, mas não se tem notícia de qualquer ação que o dito advogado seja patrono do parlamentar que o nomeou. Pedrinho é um come e dorme, falastrão e irresponsável. Calma gente, quem está dizendo isso não é a coluna, mas a nota assinada pelos PT e PMDB sob o título “Zé Eduardo merece respeito”. Misericórdia!

Bom de imposto

Depois de ter sido eleito vereador de Aracaju e deputado federal, o pastor Jony (PRB) sonha em ser prefeito de Socorro. É bom o eleitor socorrense ter em mente que ele gosta de tributar o coitado do contribuinte. Quando era vereador da capital, Jony aprovou a criação da Taxa de Iluminação Pública, que o aracajuano paga para circular por ruas escuras.

Casa invadida

E o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD) foi furtado em seu próprio apartamento, localizado no bairro Treze de Julho, área nobre de Aracaju. Duas elegantes mulheres se disseram amigas do parlamentar, tiveram acesso ao prédio e fizeram a catação. Levaram objetos de valor, jóias e dinheiro. Pertencente a um médico, o apartamento vizinho ao de Gustinho também foi “visitado” pelas duas ladras.

Máfia do remédio

Mais de 10 empresas do setor de medicamentos são acusadas de terem dado um golpe superior a R$ 60 milhões na Fundação Hospitalar de Sergipe. Nas investigações feitas pelo Tribunal de Contas do Estado também aparecem gestores beneficiados com os recursos da saúde pública. Os nomes dos envolvidos nessa roubalheira devem ser tornados públicos nas próximas sessões do TCE. Aguardemos, portanto!

Inimigos do povo

Você ainda lembra quais foram os vereadores que aprovaram o exagerado aumento do IPTU em Aracaju? Só para lembrá-lo, eis a relação dos inimigos do povo: Anderson de Tuca (PRTB), Robson Viana (PMDB), Dr. Agnaldo Feitosa (PR), Adelson Barreto Filho (PSL), Manoel Matos (DEM), Valdir Santos (PT do B), Renilson Felix (DEM), Dr. Gonzaga (PMDB), Ivaldo José (PSD), Augusto do Japãozinho (PRTB), Jailton Santana (PSC), Adriano Taxista (PSDB) e Agamenon Sobral (PP). Coube ao presidente da Câmara, Vinícius Porto (DEM), o papel de orientar os outros a votarem contra o povo. Lembrem-se destes senhores nas próximas eleições.

Teori acertou

O ministro aposentado do Supremo, sergipano Carlos Ayres de Britto aprovou a liminar do ministro Teori Zavascki travando o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara dos Deputados. “Não se pode ficar na dependência de decisões monocráticas e unilaterais. Acho que o ministro Teori, autor da única decisão que li, esteve muito bem. É bastante claro que a matéria é de reserva de lei nacional”, ensina o professor Carlos Britto.

Chapa única

Os cartolas profissionais e amadores elegeram ontem o desportista Milton Dantas presidente da Federação Sergipana de Futebol. A partir de janeiro de 2016, ele vai substituir Carivaldo Souza, que passou apenas 16 anos comandando a entidade. Encabeçando chapa única, “Miltinho” disse que seu objetivo como presidente da Federação é promover sensíveis mudanças no futebol sergipano. Tomara!

Latas de sardinha

E quem viajou hoje para Curitiba foi o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Na agenda, uma visita ao escritório do amigo e arquiteto Jaime Lerner, responsável pelo projeto do BRT, prometido na campanha eleitoral de 2012 e que não se sabe quando sairá do papel. Enquanto João viaja para discutir sobre o transporte do futuro, os aracajuanos sofrem espremidos em ônibus velhos, que mais parecem latas de sardinhas. Uma lástima!

Adiante o “bobo”

A partir da meia-noite do próximo sábado, os brasileiros de 10 estados e do Distrito Federal terão que adiantar os relógios em uma hora. É o horário de verão, que vigorará até o terceiro domingo de fevereiro de 2016. Sergipe está fora da mudança, mas será afetado, pois bancos, vôos e a programação televisiva seguirão o horário de verão. A estratégia da medida é aproveitar a intensificação da luz natural ao longo do dia durante o verão para reduzir o gasto de energia.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Tempo, em 11 de setembro de 1945

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais