Receita repetida

0

As medidas anunciadas ontem pelo governo para enxugar a máquina estadual são praticamente as mesmas adotadas em novembro do ano passado e que não tiraram o Estado do buraco. A exceção agora é a extinção de secretarias e subscretarias. Na época, previa-se economizar R$ 80,1 milhões com a redução dos cargos comissionados e das gratificações, proibição de venda de férias e licenças, diminuição de gastos com convênios, e economia com transporte, telefone, horas extra, diárias e passagens aéreas. Ao anunciá-las, há cerca de um ano, o governador Jackson Barreto (PMDB) disse que “estas medidas são duras, mas precisamos adequar a máquina às condições financeiras do Estado”. Essa preocupação não impediu que milhares de comissionados fossem contratados este ano para “trabalhar” pela reeleição do peemedebista. A dúvida que fica é: se as medidas tomadas em 2013 não reduziram as despesas, como as de agora vão economizar R$ 30 milhões? Até parece que o governo está jogando para a torcida, ou insiste no erro por pura incompetência para tirar o Estado do atoleiro econômico que ele mesmo meteu.

E os empregados?

O Jornal da Cidade publica hoje que o governo estuda extinguir a Fundação Estadual de Saúde, Fundação Parreiras Horta, Pronese, Emsetur, Engetis, Cehop e Cohidro. Será que os iluminados auxiliares do governador Jackson Barreto (PMDB) já calcularam o custo das indenizações dos servidores destas entidades ou vão transferi-los simplesmente para outras estatais? Nesta última hipótese, será o mesmo que trocar seis por meia dúzia.

Mesmo sexo

As Estatísticas do Registro Civil, divulgadas pelo IBGE, mostram que em 2013 foram realizados no Brasil 3.701 casamentos entre pessoas do mesmo sexo. A maioria dos casais (52%) era formada por mulheres. Em média, a idade dos casais homoafetivos foi 37 anos para os homens e 35 anos para as mulheres. Nos registros de casamento entre pessoas de sexo diferente, as idades ficaram em 30 anos para os homens e 27 para as mulheres.

Condenados

Na condição de ex-prefeitos de Itabaiana, os deputados estaduais eleitos Luciano Bispo (PMDB) e Maria Mendonça (PP) foram condenados pela Justiça Federal a devolver recursos à União. Também tiveram os direitos políticos suspensos. Interessante é que, embora adversários, ambos foram condenados pela mesma obra: um matadouro iniciado por Luciano e concluído por Maria. Segundo a Justiça, o projeto original era inviável. Claro, que os dois vão recorrer contra a condenação.

Mulher de negócio

A classe empresarial sergipana irá conhecer hoje os vencedores dos Prêmios MPE Brasil, Mulher de Negócios e Excelência Sergipe. Promovida pelo Sebrae, a cerimônia de premiação acontecerá às 19h no Hotel Radisson. Os vencedores dos Prêmios MPE Brasil e Mulher de Negócios vão conquistar o direito de representar Sergipe na etapa nacional dos respectivos prêmios.

Poesia de luto

Será sepultado daqui a pouco em Aracaju o poeta Araripe Coutinho, que morreu ontem vítima de problemas no coração. O corpo do jovem intelectual está sendo velado no Osaf da rua Itaporanga e será sepultado no cemitério São Benedito. Como diziam os romanos, que a terra lhe seja leve, amigo!

Sigilo quebrado

O juiz de Direito João Hora Neto decretou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do deputado federal Rogério Carvalho (PT). No processo acusando-o de improbidade administrativa, o Ministério Público questiona uma dispensa de licitação feita em 2007, quando Rogério era secretário da Saúde. O petista explica que o processo não questiona a execução ou não do serviço, nem a ocorrência de superfaturamento. “A dúvida é se havia necessidade ou não da contratação da obra em regime emergencial”, discursa Rogério.

Homenagem

Os bombeiros que salvaram a família soterrada num prédio em construção em Aracaju, serão contemplados hoje pela Assembleia Legislativa com a Medalha Dom José Vicente Távora de Direitos Humanos. Sugerida pela deputada estadual Ana Lúcia (PT), a homenagem faz parte das comemorações pela passagem do Dia Internacional dos Direitos Humanos. Receberão medalhas os 18 bombeiros que mais se destacaram durante a ação, além do comandante da corporação militar, coronel Reginaldo Dória de Freitas.

Hora de presentear

Cerca de 53,6% dos consumidores pretendem presentear alguém neste Natal. No mesmo período de 2013, o percentual era maior: 54,9%. Pesquisa feita pela Fecomércio revela que o gasto por pessoa deve ficar em torno de R$ 290,61, acima da média histórica de R$ 282,31. No entanto, o valor é 4,48% menor do que a média observada em 2013 (R$ 304,26). Lojas de rua têm a preferência dos consumidores para as compras natalinas, com 75,8% das respostas, seguidas de shopping centers (35,5%) e supermercados (6,3%).

Parceria

O vereador Max Prejuízo (PSB) defende uma parceria das Polícias Civil e Militar com a Guarda Municipal de Aracaju visando melhorar a segurança na capital. “A Polícia tem feito um bom trabalho, mas é visível que falta efetivo para combater a crescente onda de violência”, diz Max. Na semana passada, o deputado estadual Zezinho Guimarães (PMDB) também defendeu a parceria entre as três instituições.

Recorte de jornal

Publicado no Correio de Aracaju em 25 de setembro de 1921

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários