Rede Social Pretende Auxiliar Jovens Universitários

0

Um portal que reúne as universidades, seus cursos e cada uma das disciplinas oferecidas, com a capacidade de compartilhar textos e imagens e trocar mensagens com os colegas da faculdade.

Essa é a proposta do Passei Direto, site que passou por um período embrionário na PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e foi aberto para o público no dia 15 de agosto.

Com cerca de 42 mil estudantes das 18 universidades cadastradas -entre as quais estão FGV, UFMG, UFRJ, UnB, Unip e USP-, os responsáveis pelo projeto almejam atingir 80% de todos os alunos e instituições de ensino superior brasileiros até 2014.

"Na verdade, no ritmo em que estamos crescendo, devemos atingir isso muito antes", diz Marco de Mello, diretor do grupo Xangô, que controla o site.

Outros 100 mil alunos têm só um pré-cadastro, já que suas faculdades ainda não fazem parte do site, que atraiu 591 mil visitantes únicos nos 57 dias de operação.

Por meio da rede, também é possível montar calendários coletivos de provas e trabalhos e criar discussões organizadas por instituição, carreira ou disciplina.

DADOS VALIOSOS

Gratuita, a rede social não apresenta publicidade -pelo menos por enquanto. "No futuro, pode ser que coloquemos anúncios direcionados, mas deve ser um tipo de informação para o usuário."

Segundo Mello, a principal fonte de receita deve ser o sistema de assinatura para empresas que queiram recrutar estagiários -função ainda não introduzida e que deve entrar em vigor até o fim do ano. "Há muitas informações valiosas sobre os estudantes que estão lá", diz.

Idealizador do site, Rodrigo Salvador afirma que o objetivo, neste momento, "não é ganhar dinheiro, mas expandir a base de usuários e de universidades".

Na PUC-Rio, o site parece ter se tornado uma ferramenta importante para os estudantes: há 5.490 cadastrados, de um total de 12,7 mil alunos de graduação, e um bom número de disciplinas conta com arquivos relacionados.
Nesta semana, dados de cinco universidades serão incluídos: Universidade Castelo Branco, UFES, UFRRJ, UFU e UFV. Até o final do ano, outras 50 serão catalogadas, segundo a empresa.

FONTE: YURI GONZAGA COLABORAÇÃO PARA A FOLHA DE SÃO PAULO 15.10

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários