Ringue parlamentar

0

Quer assistir luta livre de graça? Então compareça às sessões da Assembleia, onde deputados trocaram o debate civilizado por safanões e xingamentos. O confronto de ontem foi entre os deputados Mundinho da Comase (PSL) e Zezinho Guimarães (PMDB). Só não houve nocaute porque colegas dos contendores interviram a tempo de jogar a toalha. Esse clima de vale tudo entre os parlamentares começou com a eleição antecipada da Mesa Diretora do Legislativo, que esfacelou a base do governo, obrigando-o a ir buscar apoio na oposição. A proximidade da campanha eleitoral também contribui para acirrar os ânimos e transformar os deputados em adeptos das Artes Marciais Mistas (MMA). Resta à Assembleia convidar o lutador Antônio Rodrigo "Minotauro" para ministrar umas aulinhas aos deputados brigões antes que alguém se machuque feio. Que horror!

Baixo nível

Do deputado Mundinho da Comase no confronto com Zezinho Guimarães: “A frase mais suave que vossa excelência disse na campanha passada sobre o PT foi que o partido era um grupo de ladrões desprezíveis”. E imaginar que hoje Zezinho e os petistas são como carne e unha. Coisas da política, sô!

Twitter proibido

O candidato ou partido político que fizer propaganda pelo twitter antes do dia 6 de julho será punido com multa. A decisão é da Justiça Eleitoral, que considera a ferramenta um meio de comunicação sujeito às penalidades previstas na Lei das Eleições. Os cidadãos que não estiveram envolvidos no pleito eleitoral podem se comunicar à vontade pelo twitter.

Festa do PPS

O PPS faz festa hoje à tarde na Assembleia para lançar a candidatura de José Almeida Lima a prefeito de Aracaju. O evento contará com a participação do presidente nacional do partido, deputado federal Roberto Freire. Esta será a segunda vez que Almeidinha tentará se eleger prefeito da capital. Em 2008, ele teve apenas 17,73% dos votos, ficando na terceira posição, atrás do demista Mendonça Prado (21,73%) e do comunista Edvaldo Nogueira, reeleito com 51,72% dos votos válidos.

Imposição

A deputada estadual Goretti Reis (DEM) pode até ir para a bancada governista, mas só o fará se o governador Marcelo Déda (PT) garantir que não subirá no palanque do prefeito de Lagarto e candidato a reeleição Valmir da Madereira (PSC). A imposição está dificultando o fechamento do acordo, pois Déda precisa de Goretti para reconquistar a maioria na Assembleia, mas não quer contrariar o aliado lagartense.

Debate petista

Os prefeituráveis petistas Rogério Carvalho e Ana Lúcia participam de um debate hoje á tarde no auditório do Instituto Federal de Sergipe. Será durante o Seminário “Contribuições, Conquistas e Desafios do PT para a Educação no século XXI”, organizado pela Coordenação do Setorial de Educação do partido em Sergipe.  O evento objetiva ampliar o debate com os filiados, militantes, simpatizantes e educadores.

Saia justa

A presidente da Assembleia, Angélica Guimarães (PSC), colocou uma saia justíssima no vice-líder do governo, deputado Gustinho Ribeiro (PSD). Em comunicado distribuído à imprensa, a parlamentar cristã informou que o pessedista a procurou visando compor a chapa para a Mesa Diretora da Assembleia tendo, inclusive, assumido votar contra a orientação do governador Marcelo Déda (PT). E agora, Gustinho?

Energia limpa

A partir de julho, Sergipe expandirá sua matriz energética com a entrada em funcionamento do parque eólico na Barra dos Coqueiros. A informação foi dada ontem ao governador Marcelo Déda pelos diretores do grupo Desenvix, responsável pelo investimento de R$ 125 milhões. Localizado em uma área de 200 hectares, o empreendimento terá capacidade para gerar 30 Megawatt (MW) de energia – o suficiente para abastecer uma cidade com 120 mil habitantes. Legal!

Pulou fora

O presidente da CUT em Sergipe, professor Dudu (PT), desistiu de disputar a Prefeitura de Estância. Ele ficou chateado porque o partido decidiu não promover prévias entre ele e o prefeiturável Artur Oliveira. Embora contrariado com o comportamento do Diretório do PT estanciano, professor Dudu informou que permanecerá no partido.

Do baú político

A falta de civilidade dos deputados Mundinho da Comase e Zezinho Guimarães, que quase foram aos tapas ontem na Assembleia, lembra o baixo nível das campanhas eleitorais do século passado em Sergipe. Os xingamentos proferidos naquela época contra adversários foram registrados pelo professor Ariosvaldo Figueiredo. Em seu livro ‘História Política de Sergipe’, o historiador conta que em 1952, num comício do candidato a prefeito de Aracaju, José Conrado de Araújo, o líder do PTB, Francisco de Araújo Macedo, dirigiu-se assim contra o político José Antônio Nunes Mendonça: “Este elemento não passa de um cínico, cachaceiro, ladrão, patife e safado”. Está assustado? Pois na mesma campanha eleitoral, José Nunes Mendonça afirmou num comício em Boquim que o então governador Arnaldo Garcez (PSD) era “um batedor de carteira”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais