Royalties do petróleo não melhoram educação

0

Uma realidade que não é diferente em Sergipe. Se o país realmente quiser utilizar recursos da exploração de petróleo na camada pré-sal para investir em educação, como tem defendido o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seria prudente, antes, analisar com lupa os resultados das cidades que mais recebem royalties de petróleo em todo o Brasil. Um estudo da Universidade Candido Mendes mostra que no Rio de Janeiro -Estado que mais recebe royalties no país- os indicadores de qualidade e de infra-estrutura nas escolas dos nove municípios mais agraciados com recursos do petróleo em nada se destacam em relação a escolas do Sudeste.

 

A pesquisa, de Gustavo Givisiez e Elzira Oliveira, será apresentada no 16º Encontro Nacional de Estudos Populacionais, que começa no final do mês. O estudo aponta que, na média, os royalties não fizeram diferença até 2006, quando se analisa o conjunto de escolas de Quissamã, Rio das Ostras, Carapebus, Macaé, Casimiro de Abreu, Búzios, Campos dos Goytacazes, São João da Barra e Cabo Frio -cidades do Rio. No trabalho, Givisiez e Oliveira compararam dados de infra-estrutura (computadores e bibliotecas, por exemplo), professores com nível superior e desempenho das escolas no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

 

Foi verificado que, mesmo com recursos significativos de royalties nos últimos dez anos, as escolas dessas cidades não se destacaram em relação às demais ao se comparar a evolução de índices entre 2000 e 2006.O estudo não destaca a situação de cada município separadamente, mas uma análise da Folha só nos resultados do Ideb, de 2005 a 2007, mostra avanços em determinadas cidades, entre as 20 que mais receberam royalties no país em 2007. Outras, no entanto, estagnaram ou pioraram. O Ideb é um indicador do MEC que avalia a educação pelas taxas de aprovação e pelo desempenho dos alunos em português e matemática.

 

Rio das Ostras (170 km do Rio), por exemplo, avançou de 2005 a 2007 em ritmo superior à média das cidades do Estado. A rede de educação municipal de Rio das Ostras ficou entre as que mais evoluíram e foi a terceira melhor do Estado nos anos iniciais do ensino fundamental (da primeira à quarta série). Nas séries finais (da quinta à oitava), a rede de ensino ficou na quarta posição. Já Cabo Frio ainda não traduziu em melhoria da qualidade os recursos dos royalties de petróleo. Em 2007, foi a terceira cidade do país em royalties. Nas séries iniciais do ensino fundamental, o avanço foi de 0,1 ponto no Ideb (em Rio das Ostras, foi de 0,9), o que põe Cabo Frio no 55º lugar entre as 91 cidades comparadas no Estado. Nas séries finais, o desempenho piorou 0,2 ponto no Ideb. Com isso, Cabo Frio ficou em 35ª lugar entre 83 cidades com resultados nessas séries. (FSP de hoje, 15).

 

Número de reeleitos pode ser recorde

As últimas pesquisas eleitorais divulgadas mostram que o índice de prefeitos reeleitos nas capitais brasileiras em outubro pode ser o maior da história do país. Dos 20 prefeitos que disputam novo mandato consecutivo nas 26 capitais, 17 deles -ou 85%- lideram as pesquisas de intenção de voto. Só em São Paulo, Salvador e Manaus os prefeitos estão em segundo ou terceiro lugares. Desde que a possibilidade de reeleição passou a valer, os índices de reeleição dos prefeitos nas capitais ficaram entre 73% e 76% em relação ao número de candidatos. Em 2000, 21 dos 26 prefeitos de capitais tentaram novo mandato, e 16 conseguiram (76%). Em 2004, 11 prefeitos tentaram a reeleição -8 conseguiram novo mandato (73%). (FSP).

 

Carreata e afronta a ordem social I

Do leitor Matheus Gouveia: “Época de campanha sempre implica em disputas, onde alguns políticos literalmente passam por cima de qualquer ética existente na nossa sociedade. Hoje, dia 14 de setembro de 2008, houve uma carreata do candidato Almeida Lima (se é que podemos chamar de carreata!) que certamente passou por cima de qualquer lei existente no nosso ordenamento jurídico: Placas de moto com adesivos, motoqueiros pilotando sem capacete, bebida alcoólica nas mãos de motoristas, enfim, muita baderna! O fato inusitado e certamente marcante para algumas pessoas que passavam na Avenida Saneamento (inclusive para mim), por volta das 13hs30, foi à forma arbitrária dos partidários de Almeida Lima “trancando” o cruzamento da Avenida Saneamento com a Rafael de Aguiar, além dessa e várias outras ilicitudes aqui arroladas, o fato mais repugnante foi a atitude de alguns motoqueiros que praticamente agrediram duas senhoras, ameaçando inclusive a jogar “um” capacete contra o veículo, isso porque a vítima queria apenas passar, logo, teve seu Direito de ir e vir restrito!”.

 

Carreata e afronta a ordem social II

Continua Matheus: “Por presenciar a cena, fiquei indignado com a atitude desses cidadãos e chamei a polícia, que de forma coesa tratou o assunto conosco e seguiu na perseguição dos infratores. Prestamos ocorrência na Plantonista e estou aqui nesse momento mostrando aos cidadãos sergipanos a minha intensa insatisfação com essa atitude, que ainda poderão ser levadas para a sociedade de forma distorcida, aproveitando-se da atitude louvável da policia militar que fora atrás dos infratores.  O que Almeida quer nesse momento, é criar esse tipo de situação para utilizar tal fato em suas propagandas de forma distorcida, mas o povo não pode ser enganado! Até vejo nas próximas propagandas dele: “Governo do Estado tenta coibir manifestação política de candidato”. Quando na verdade esse candidato utiliza em suas carreatas de atos ilícitos para chamar atenção, não sabendo ele que desta forma acaba por perder eleitor, ou na sua imaginação “fértil”, recebe a polícia que de forma correta tenta coibir pratica ilegais, distorcendo a situação para lhe beneficiar nas propagandas eleitorais. Sou cidadão sergipano e não eleitor da capital, mas encontro-me indignado com esse fato, indignação essa que não surge apenas em mim, certamente em várias outras pessoas que sofreram a mesma agressão, inclusive no momento do fato e na própria delegacia, muitos cidadãos comentavam o verdadeiro arrastão que estava acontecendo na capital, com a mesma arbitrariedade”. Matheus Gouveia. 0bs: este espaço publicou  o texto porque conferiu as informações com algumas pessoas que presenciaram todo o fato.

 

Publicidade da segurança privada elogiando comando da PM

Não pegou bem o Sindicato das Empresas de Segurança Privada de Sergipe ter pago meia página colorida nos jornais diários parabenizando o governador pela nomeação do coronel Magno Silvestre para comandar a Polícia Militar. Nenhum preconceito, Se a segurança pública estiver funcionando bem alguém deixa de ganhar. E sabe quem? E mais: é preciso lembrar que nas rodas políticas todo mundo fala que tem gente da segurança pública atuando na iniciativa privada, através de uma empresa de segurança. É mole?

 

Movimento “É proibido proibir”

Ontem, 14, em Itabaiana, centenas de pessoas foram às ruas em Itabaiana num movimento denominado “É proibido proibir”, contra a paralisação das obras no município por conta do pedido do deputado Augusto Bezerra, do DEM.

 

Esclarecimentos sobre este espaço

Quem acompanha este jornalista desde 2006 na Infonet e mais ainda nos jornais que escreveu sabe que nunca foi publicada uma nota de elogio citando o candidato o candidato a vereador de sua preferência. Pelo contrário, grande parte do leitor sabe da vida profissional deste jornalista e compreende que nunca foi publicada uma nota do vereador que este profissional vota, que não é um voto ideológico, mas a uma pessoa considerada um irmão há cerca de 20 anos. Por isso ninguém pode cobrar coerência ou independência se faz o contrário, aproveita o espaço que escreve para pedir voto ou diferenciar seu candidato. É só um alerta para o quem vem mais embaixo e o que pode vir futuramente a depender do tempero que desejarem colocar.

 

Do PT e a corrente de Ana Lúcia I

O professor Correia, candidato a vereador em Aracaju pelo PT será um dos eleitos na coligação que fará seis parlamentares. Isso ninguém duvida, mas ele não terá uma votação expressiva como aconteceu com Iran Barbosa, quando candidato a vereador. Pelo simples fato de Correia não ser do Sintese e com isso não conseguiu aglutinar os professores. Muitos professores estão votando em Rosangela Santana, na professora Avilete e vários outros professores que são candidatos. Essa opção democrática para alguns está deixando irritados diversos militantes e amigos da corrente liderada por Ana Lúcia. Agora a máxima é publicar que todos os outros candidatos do PT extrapolam em suas campanhas e que Correia faz uma campanha “voluntária”. Ora que corrente é essa que ninguém presta dentro do PT, só o candidato dela. Não seria melhor mudar de sigla?

 

Do PT e a corrente de Ana Lúcia II

Não dá para acreditar numa campanha “voluntária” onde você passa pela frente da Secretaria comandada por Ana Lúcia e quase todos os carros estão plotados com o adesivo de Correia e, pasmem, não tem o do candidato a prefeito. Só falta jurar que estes veículos não são dos “voluntariosos” cargos comissionados da pasta. Não recebe recursos de empresários. É mais é justo receber toda estrutura política de um sindicato, bancando com dinheiro dos trabalhadores? Existem várias formas de fazer campanha e “conquistar” o voto. A maioria dos candidatos do PT tem suas estruturas montadas em diversos locais e com diversas autoridades e lideranças. Se quiser este jornalista pode começar pela Secretaria de Inclusão Social, com todos os cargos e encargos…

 

Alvoroço na Fundação Renascer

A quem interessar possa: este espaço continua recebendo informações sobre a falta de capacidade administrativa dentro da Fundação Renascer. Pouco importa quem esteja à frente ou quem pensa que pode intimidar através de questões políticas. O espaço continuará denunciado. Aliás, o DAF, continua o mesmo. Depois que este espaço publicou, há mais de um mês, algumas denúncias, ao invés de tentarem solucionar o problema foram em busca dos culpados. Pois bem: eis o culpado ou melhor a culpada: a falta de capacidade gerencial. Foi ela que mexeu “no queijo” deles.

 

Neste tempo de nepotismo…

De um servidor da Renascer:Aliás, neste que se discute nepotismo em que alguns bradam em apoio a idéia que tal uma diretora ser prima de um parlamentar federal?”. E tem mais, depois o espaço publica O blog recebeu a denúncia que tem gestoras sem dar expediente completo porque estão fazendo campanha eleitoral. Jura? Aguardem…

 

E os direitos autorais?

Parece que nessa campanha os direitos autorais dos compositores foram pra ignorados completamente porque está cheio de candidato por aí plagiando músicas famosas para as suas respectivas campanhas.

 

SE será destaque em conferência internacional I

O Governo do Estado vem mostrando em feiras setoriais sua política para atração de novos empreendimentos industriais, através, principalmente, da exposição dos diversos benefícios do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI). Por isso, no período de 15 a 18 de setembro, Sergipe participará da Rio Oil & Gas and Conference 2008, um dos mais importantes eventos do setor de petróleo e gás no mundo, que ocorre a cada dois anos no Rio de Janeiro. No dia 16, às 18 horas, Sergipe oferecerá um coquetel no mesanino 1 do pavilhão 2 do Riocentro. Na ocasião, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Jorge Santana, fará uma apresentação traçando um panorama geral de Sergipe, 4° produtor nacional de petróleo e gás do Brasil, mostrando as principais vantagens que o Governo oferece às empresas que pretendem investir na região.

 

SE será destaque em conferência internacional II

Responsável por cerca de 16% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, o segmento de petróleo e gás cresceu significativamente nos últimos anos. Para se ter uma idéia, a produção de petróleo passou de 30 mil barris por dia em 2002, para 46 mil barris por dia em 2006. Mas foi a partir de 2007 que a exploração de petróleo e gás deu um salto e, atualmente, chega a atingir um volume de até 76 mil barris/dia, impulsionada principalmente pela produção do primeiro campo em águas profundas no Nordeste, a do poço de Piranema, localizado em Estância. Sergipe desenvolve ainda as etapas de exploração, perfuração, completação, queima de gás, produção de gás industrial e de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), atividades que têm fomentado o crescimento de outros setores como metal-mecânico, eletro-eletrônico, químico, tecnologia da informação e serviços de manutenção, dentre outros. (ASN).

 

81% dos brasileiros apóiam lei contra fumo

Deu na Folha de São Paulo: Entre os fumantes, 64% defendem rigor contra cigarro, segundo pesquisa nacional Datafolha realizada na última semana – Uma pesquisa nacional feita pelo Datafolha na semana passada mostra que 81% dos brasileiros apóiam o projeto de lei que proíbe o fumo em todos os ambientes coletivos fechados do Estado de São Paulo, incluindo os fumódromos. O aumento do rigor contra o cigarro é defendido até mesmo pelas pessoas que afirmam “fumar cigarros, mesmo que de vez em quando”. Desse grupo, 64% se dizem favoráveis à proposta. Entre os não-fumantes, 86% aprovam a idéia. O projeto foi apresentado à Assembléia Legislativa no final do mês passado pelo governador José Serra (PSDB). Se for aprovado pelos deputados estaduais, ficará proibido fumar em bares, boates, restaurantes, hotéis, áreas comuns de condomínios, shoppings, hospitais e táxis, por exemplo. Não serão permitidos, em São Paulo, nem mesmo os espaços separados que atualmente restaurantes e bares reservam aos fumantes. Dessa forma, o cigarro só ficará liberado ao ar livre e dentro de casa. E em Aracaju, onde alguns fumantes determinaram um espaço no Shopping Jardins, ao lado do Mac Donald`s (onde a freqüência maior é de crianças) para fumarem à vontade. A direção do Shopping é omissa e o MP que no início foi duro abriu mão.

 

DO LEITOR

 

Movimento por justiça e pela paz I

De uma leitora: “Gostaria, em nome da família do Advogado Wellington Noronha e de todo o povo ribeiropolense, agradecer pela sua atenção e solidariedade em divulgar o MOVIMENTO POR JUSTIÇA E PELA PAZ que foi realizado no início da noite deste domingo, dia 14/09/08, na cidade de Ribierópolis, cujo objetivo foi chamar a atenção da sociedade, do Poder Público, da Polícia e do Judiciário para a onda de violência e criminalidade que estão assolando, sobretudo, o interior do Estado e também demonstrar para todo o estado que Ribeirópolis quer justiça no caso WELLINGTON NORONHA. Acreditamos que muito mais do que uma polícia atuante, um Judiciário eficiente, é necessário recuperar valores humanitários no seio da família e da própria sociedade. é preciso recuperar o valor à vida, o amor ao próximo. A vida está custando pouco aos olhos de muitos, e por conta disso, as famílias estão perdendo seus entes queridos por motivos fúteis e injustificáveis. A imprensa tem um papel social muito importante, por isso agradecemos por divulgar este evento”.

 

Movimento por justiça e pela paz II

Continua a leitora:Centenas de pessoas nos acompanharam espontaneamente pelas ruas de Ribeirópolis hoje, clamando por justiça no caso Wellington, mas também pedindo paz para a humanidade. Tivemos a cobertura da TV Sergipe, estiveram presentes o presidente da OAB-SE, Henry Clay e o Adv. Saulo, também da entidade. Autoridades locais também compareceram, mas foi o povo da cidade que demonstrou solidariedade e indignação por toda essa onda de violência que deu apoio ao ato, acompanhando a passeata ou indo para a frente das suas casas para, em silêncio, somar-se a essa luta, que deve ser todos. O caso Wellington não pode ser mais um. Nenhuma outra família precisa passar pela dor que seus familiares e amigos estão passando. Esse ato foi para dizer à sociedade sergipana que Ribeirópolis não acredita na versão do assassino e que não nos calaremos até que a justiça seja feita e o/os culpados sejam punidos, de acordo com a lei. A polícia civil fez um excelente trabalho apresentado o assassino em pouco tempo, agora cabe à Justiça continuar as investigações para buscar dar a respostas às muitas interrogações que cercam este caso. O Ministério Público está empenhado e a OAB-SE estará junto a este órgão, como assistente da acusação, até o julgamento final. A sociedade sergipana vai cobrar resposta até o final”.

 

Sobre a nota de falta de médico no bairro Santa Maria

De uma enfermeira: “A reclamação ai deve ser pela falta de médico exclusivamente.

Gostaria de afirmar que os enfermeiros são habilitados para realização de exame de lâmina tanto quanto o médico e que em nenhuma unidade básica de saúde se tem mais o médico realizando este exame. Não só aqui , mas em qualquer lugar do Brasil. Não se está fazendo nada de errado, nem há qualquer problema com esta prática, que é prevista em lei (Lei 7498/86). Quanto ao fato do constrangimento, ali há um profissional da saúde onde está o problema? Puro preconceito. Ninguém questionaria se fosse um médico (sexo masculino) realizando o exame”.

 

Discordância do artigo sobre Lula

Do leitor Hugo: “Concordo, em parte, com o que você escreveu ao defender o Lula. O que não concordo e vou morrer discordando é esta máxima que está sendo   adotada pelos atual governo e seus simpatizantes: se outros roubaram   nós também podemos roubar e, todo mundo achar isto normal. Ë, com   certeza, com opiniões como esta, o Brasil passará não de mão em mão,   mas, de ladrão em ladrão. Lembra que ao elegermos Lula era para   combater tudo isto. E, aproveito também para dizer que qualquer regime   que cerceia a liberdade do cidadão, que mata, tortura e destrói  famílias sou totalmente contra. Na última olimpíada, devo ter sido o  único cidadão que fez questão absoluta de não saber nada a respeito do  que ocorreu. Somente porque não existe liberdade.Para mim, é como se a  olimpíada na China não tivesse ocorrido. Também, e chama atenção, o tópico sobre os grampos. Como você,   parabenizo o ministro por assumir a necessidade do grampo. Também  concordo com isto e, concordo mais ainda, que os enriquecimentos   bruscos sejam investigados pela Receita Federal.(Já pensou, Lulinha   que se cuide) Para você ter uma idéia, tenho um pendência na Receita  Federal, inclusive com multas aplicadas, apenas porque eu declarei que  recebi e, a empresa onde trabalhava não declarou que me pagou. São três restituições retidas. Por que a Receita Federal não age assim com  as pessoas que têm estes enriquecimentos repentinos?”.

 

Defesa do governo Lula

Comentário de Agripino de Carvalho: “Fica fácil de entender quem faz a critica ao governo de lula é quem sempre apoiou os governos da ditadura (governo militares) que torturava, matava, censurava as críticas e principalmente a escolha livre de se expressar. Gente como Dr. João Alves, tem saudades daquela época que os militares indicava os pessoas para administrar o Estado ou município. Gente como Dr. João Alves, tem saudades daquela época  de quem mandava era ele e ponto final, enquanto hoje  temos governos socialistas que faz pacto com os sindicalista e todos são ouvidos. Chega Dr. João de tanto falar de Lula, cada vez que o senhor fala de lula o homem cresce e o senhor cada vez desce. “Deixe o homem trabalhar e o senhor deve fazer algumas visitas aos coronéis de reserva” Será que ainda existem militares da ditadura”. 

 

Elitismo e o consumo desenfreado  I

Do leitor Dinho Santana: “Ao ler via Internet, a coluna Periscópio do Jornal da Cidade de ontem (14); Atentado – O candidato a prefeito de Muribeca, Fernando Franco Neto, sofreu um atentado na madrugada deste sábado: a casa da fazenda Calumby, de propriedade da família e onde ele dormia, foi alvejada por 13 tiros. A polícia passou a manhã de ontem lá, iniciando as investigações. O ex-deputado federal Albano Franco buscava reunir-se com o governador Marcelo Déda e com o secretário Kércio Pinto para pedir garantias de vida para Fernando e segurança em Muribeca. O candidato é filho do ex-prefeito Cacau Franco e neto do desembargador Fernando Franco, já falecido. Vejo que continuamos brincando de fazer algo… Sim, pois se temos toda uma desorganização no combate ao “CRIME ORGANIZADO”, outra não será a solução, senão o encarceramento dos cidadãos comum ou como declarado pelo ministro da Controladoria Geral da União – CGU, Jorge Hage nas questões das escutas telefônicas: “Quem não deve não teme. Pessoas honestas nunca se darão mal por causa de escutas. Bandidos sim. Mas, em nome da democracia, a tendência é privar as investigações das escutas e também da quebra de sigilos bancários. Isso, é claro, somente protegerá os meliantes que são ricos….”

 

Elitismo e o consumo desenfreado  II

Ainda de Dinho Santana: “Nossos políticos a bem da verdade não andam lá com suas éticas em alta, mas daí a atentar contra a vida dos mesmos, deixa claro que o estado perdeu todo o controle para o “CRIME ORGANIZADO”, ou não?… O jornal Correio da Bahia, na data de ontem (14), traz em primeira pagina “Classe C muda perfil de Salvador, Quarto PM é executado em menos de uma semana e ainda, Conheça o interior das mais belas mansões da cidade”. Leio constantemente grande Cláudio, no seu blog do dia 10/09: “Porém, o principal problema da PM de Sergipe é pulso”. É comando de verdade e colocar a tropa nas ruas. Colocando a tropa na rua, dando um novo incentivo através da capacitação e do crescimento individual do policial, reforçando a polícia comunitária (retirando algumas ações apadrinhadas) e dando um retorno mais rápido ao anseio da comunidade. O novo comandante tem uma tarefa árdua: colocar a polícia na rua, realmente trabalhando para que a produtividade realmente apareça. Ou seja, policia ostensiva para evitar que o crime antes que ele aconteça. Como podemos conviver com a desigualdade social, o “CIME ORGANIZADO” e um país as voltas do que é Direito; juridicamente falando já que o “Gran Monde” jurídico do país não se entende!…”

 

Elitismo e o consumo desenfreado  III

Continua Dinho: “Se para nosso conterrâneo Cezar Britto (volto a deixar claro nada pessoal ao mesmo), e sim a figura do presidente nacional da Ordem dos Advogados – OAB, que ao declarar “… gincana absurda, sustentada com os impostos do contribuinte e a disputa entre Abin e PF sobre quem grampeia mais”, cala ao publicado em seu blog no dia 03/09:” Conduta e processos contra advogados Um leitor ao ler a nota publicada neste espaço com o título “Quem controla quem”, relatou um episódio interessante. Uma pessoa da família dele está concluindo uma monografia sobre a ética na profissão do advogado. A pessoa pesquisou em sites da OAB de outros Estados, inclusive em São Paulo, onde obteve todas as informações sobre números de processos que estão sendo respondidos por advogados perante a OAB de seus Estados por problemas de condutas. Soube a quantidade de processos, resultados de julgamentos, enfim, muitas coisas que ajudaram a compor seu trabalho. A surpresa ficou quando a pessoa foi procurar a OAB de Sergipe. A informação que  recebeu foi que não existem estes números. Números em SE a “sete chaves” – O funcionário teria que fazer uma pesquisa, pegar processo por processo para fazer este levantamento, mas primeiro a pessoa teria que fazer uma entrevista com o presidente Henry Clay para explicar para ele, por que queria estas informações. Se ele não achasse procedente, poderia até não liberar. Ela acabou desistindo, o que prejudicou o seu trabalho. Que absurdo. Em outros Estados estes números são públicos, estão na internet. Aqui é guardado a sete chaves, nem existe sequer um sistema de computador para armazenar estas informações, é tudo manual, como antigamente. Ou mesmo como publicado em primeira pagina do dia 11/09, nos jornais Correio da Bahia – Testemunha acusa 16 magistrados  e A Tarde – Polícia prende o 7º advogado ( duas prisões, uma humilhação), o advogado preso não sofreu constrangimento. Já a ex-funcionária do Tribunal de Justiça, foi algemada e conduzida descalça”.

 

Elitismo e o consumo desenfreado  IV

Conclui Dinho: “Segundo declaração do diretor da Associação Nacional de Praças e Soldados, Marco Prisco Machado: “Se o governo do estado e a Secretaria de Segurança Pública (SSP), não tomarem providências, os policiais vão agir de acordo com seus próprios meios”. Quais são?… O governador já mandou blindar um carro para ele, os policiais por certo vão adotar o bala por bala, vida por vida. Ou como querer enganar a se próprio ou mesmo criar um falso elitismo… Cobrando R$ 60,00 reais bico seco, escolhendo quem entra! E achar que o clube é para poucos… Salvador bem como todo o país é um favelão só. Embora a classe dirigente, cercada da passividade e omissão dos menos favorecidos já que para eles são dados os bares da vida e campos de futebol para anesteziamento coletivo, vejam de forma diferente”.

 

Frase do Dia

“Diga aquilo que você pensa hoje com palavras duras e diga amanhã o que pensar amanhã com palavras duras de novo, embora contradiga tudo o que você disse hoje. – “Ah, então não é seguro que você será mal-entendido?” –  Mas será afinal tão ruim ser mal-entendido? Pitágoras foi mal-entendido, assim como Sócrates e Jesus e Lutero e Copérnico e Galileu e Newton, e todo e qualquer espírito sábio e puro que se fez carne. Ser grande é ser mal-entendido”. Emerson.

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários