Safra de milho atingirá 793 mil toneladas

0

A abundante quantidade de chuvas entre os meses de maio e setembro de 2017 teve influência positiva na safra de cereais, leguminosas e oleaginosas no Nordeste. Em Sergipe, a produção de milho obteve o número mais expressivo de toda a sua história. De acordo com o professor Ricardo Lacerda, assessor técnico do governo, os altos índices da produção agrícola representam um incremento na renda dos produtores agrícolas do interior de Sergipe. “A produção tinha sofrido no ano anterior, principalmente no semiárido. O aumento da safra vai causar um efeito muito positivo na renda familiar que estava bastante deprimida em função da seca”, explicou. Lacerda salienta que ao aumento da renda ocorre também em escala estadual. “Para se ter uma ideia, a estimativa é de que a volta da safra tenha impacto médio de 3% a mais no Produto Interno Bruto nos Estados do Nordeste. Em Sergipe este impacto deve ser ainda maior, já que o crescimento de Sergipe foi maior do que em todos os outros Estados”. No Nordeste, o crescimento da safra em relação  ao ano passado foi de 104,7%. Em Sergipe, o aumento chegou a 462,6%. Em toneladas essa ampliação foi de 140,9 mil no ano passado para 793 mil nesse ano. “Em geral, o patamar era na faixa de 700 mil toneladas. Houve uma queda muito grande no ano passado. Nesse ano, então, o aumero não só foi retomado como melhorou”, salientou Lacerda. No ano passado, foram distribuídas 200 mil toneladas de sementes de milho para 20 mil famílias em 21 municípios sergipanos e 17.450 horas de trator para 15.937 beneficiários em treze municípios. Para além da produção de safras secas, Sergipe tem alcançado bons resultados com relação às culturas irrigadas. Os investimentos na tecnicização e na melhoria da infraestrutura dos perímetros irrigados vem garantindo amparo aos produtores, sobretudo em se tratando da agricultura familiar.

Que asfalto mixuruca…

Uma das obras mais aguardadas do senhor prefeito, o recapeamento asfáltico de várias ruas, tanto do centro quanto dos bairros, está sendo uma frustração. Nunca se viu um recapeamento mais fajuto do que este que os aracajuanos estão a ver. Até mesmo em artérias importantes, como a Avenida Augusto Maynard, o recapeamento não passa de um desastre. Um taxista experiente, com mais de 30 anos no volante de um taxi, garante que este novo recapeamento não vai durar mais de ¾ anos. Ademais, o recapeamento não reduziu a fama que Aracaju tem de uma cidade cheia de buracos. Os buracos continuam, agora com menor intensidade. O esforço do senhor prefeito em dotar a cidade de vias melhor asfaltadas está sendo em vão.  Na Prefeitura há quem garanta que uma segunda demão de asfalto vai melhorar a impressão de asfalto mixuruca. Tomara que seja mesmo…

Contas de água superfaturadas

O Sr. Pedro Firmino  não perde a perspectiva de ter sido um dos vereadores mais ativos da cidade. Longe das poltronas de vereador, Firmino encontra o escriba e pede que registre o fato de que a medição de água da DESO, para indicar o consumo de cada morador da cidade, está sendo feita de modo irregular. Segundo ele, os que atuam na área, nas ruas da cidade nunca registram os números exatos, sempre acrescentando dois ou três dígitos nos números encontrados. Isso significa que as contas de água, longo de espelhar a verdade estão super-faturadas.  Ele disse que ia levar o problema à DESO, pois isto significa que muitos cidadãos estão recebendo contas super-faturadas e como desconhecem o fato pagam assim mesmo. “Na minha casa, segundo Firmino, mensalmente, este superfaturamento significa 40, 50 reais a mais… E a quem reclamar?” [

Oposição adepta da violência

A sessão de terça-feira última na Assembleia foi inteiramente dominada pela Oposição. Naturalmente os ouvidos do governador Jackson Barreto arderam de tantas criticas que sofreu. A deputada Maria Mendonça levou um rosário de queixas principalmente na área de saúde. Citou o caso de um cidadão que está há seis meses internado no HUSW esperando uma cirurgia da coluna que nunca chega.Depois chamou a atenção do governador Jackson Barreto pela onda de violência que toma conta do Estado. “É preciso sensibilidade para combater a violência”. O deputado Pastor Antõnio dos Santos, também aos gritos e aos berros, chamou a atenção pela violência que domina nossas ruas. O deputado Paulinho das Varzinhas  prestou solidariedade à família do vice-prefeito de Laranjeiras por ter um familiar recebido um tiro na cabeça. E por aí foi… 

    …e para encerrar… 

ESPORTE – No próximo dia 22, quarta-feira, o Sr. Milton Dantas, Presidente da Federação Sergipana de Futebol, estará na Assembleia Legislativa  para falar sobre as atividades esportivas que foram desenvolvidas ao longo deste ano de 2017. Será durante o grande expediente da sessão ordinária da Assembleia.

TORNOZELEIRA – Um cavalo – só porque deu um coice no carro da Polícia – terminou na cadeia esta semana. Literalmente. Foi preso mesmo sem levar em contaa que num local tão apertado como aquele os cavalos sofrem problemas de circulação. No lugar de prender bandidos, prendem-se cavalos… E nem colocaram tornozeleira eletrônica nele… Com essaq prisão, o cavalo deixou de ser animal irracional, passou a ser oobjeto….

CANDIDATO – O Sr. João Fontes, candidato a Senador, na chapa liderada pelo ex-deputado Mendonça Prado, fez dos almoços do Rotary Clube Aracaju-Norte , do qual é associado, o seu palanque eleitoral.  Esta semana mesmo a sua fala durou mais de vinte minutos. Todo este tempo para dizer as coisas de sempre….

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários