SE: qual retomada governo quer?Sem dinheiro p/ empresas e servidores?

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.


O presidente Bolsonaro sancionou ontem, 19, a MP – 938 que destina 16 bilhões para reforçar o repasse da União para os Estados, dando assim uma grande ajuda.

O Governo de Sergipe, que diz pensar a retomada da economia com responsabilidade, esqueceu de repassar alguma ajuda para o comércio local e também aos servidores do estado.
O Banese divulgou que estaria desenvolvendo algumas linhas de crédito para contribuir com esta retomada, mas após dois meses que o banco está sem presidente, ou sem diretoria, o banco parou geral e parece está sem rumo algum.

O que será dos funcionários públicos? Qual a retomada que o governador quer?

Ontem, 19, com a abertura de bares e restaurantes, centenas deles já não reabriram suas portas por problemas financeiros.

Será que estão aguardando o fechamento total do restante das empresas para liberar algum crédito?

Afinal, o Banese é ou não é dos Sergipanos?


Itabi: ex-prefeito Rubens Feitosa é indiciado por desvio de dinheiro público em investigação do Deotap. Aguarda-se apenas pericia do TCE em valores para que processo continue tramitando no TJ Em Itabi, município do Médio Sertão Sergipano, não se fala de outra coisa nas rodas políticas: o indiciamento do ex-prefeito, Rubens Feitosa de Melo, por desvio de dinheiro público através de mais uma investigação primorosa do Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) referente a despesas com pessoal que realizava limpeza nos espaços públicos do referido município.

Aguardando perícia do TCE No ano passado o inquérito foi remetido ao Poder Judiciário (Processo 201969100244), porém o MPE O Ministério Público opinou pela suspensão por 60 dias, uma vez que na mesma Promotoria está em curso outro Inquérito onde também foi constatada divergência nos valores informados pelo Município e os declarados pelos trabalhadores e está na fase de aguardar perícia do TCE. E até agora se espera a perícia do TCE para que o processo tenha andamento.

Irregularidades Na minuciosa investigação do Deotap, foram ouvidas 20 testemunhas que informaram várias irregularidades: as pessoas eram “contratadas” sem nenhum processo licitatório (só eram chamadas pra trabalhar); Assinavam dia de quinta-feira recibo em branco, sem o valor que iria receber na sexta, quem não assinasse o recibo não receberia na sexta; Os valores eram recebidos em dinheiro vivo; Não existiu nenhum contrato assinado entre a prefeitura e os prestadores de serviço, que por conseguinte não havia vínculo entre eles; Como não havia vínculo, o município não recolhia INSS e FGTS; Nunca receberam férias nem 13º; Na sexta-feira ia um funcionário no banco com um cheque da prefeitura e para sacar o dinheiro e pagar todo mundo, não tinha como saber se o valor sacado é o total dos pagamentos do pessoal da limpeza (ou seja, se subtraiu algum dinheiro público);Não tinha como fiscalizar se os serviços eram prestados.

Discrepâncias de valores Toda a documentação foi encaminhada para a Perícia Criminal onde encontrou várias discrepâncias no que se refere ao valor pago à pessoa (depoimento deles), o valor empenhado (nota de empenho) e o valor na folha de pagamento. Praticamente, tinha pessoas que recebiam metade do valor que estava na folha de pagamento, e muito menos do que foi empenhado. A perícia concluiu que os valores informados pela PM de Itabi, referente às despesas com pessoal de limpeza, no período de 2001 a 2016, não foram compatíveis com aqueles informados nas oitivas das testemunhas e assim o Deotap concluiu pelo indiciamento de Rubens Feitosa Melo e outros por desvio de dinheiro público.

Pirambu Em Pirambu, boa parte da oposição está se aglutinando em torno da pré-candidatura da ex-prefeita Dra. Silvia Cruz à Prefeitura local. A atual administração está com alta rejeição.

Suspeita grave: Empresa com contrato na gestão Hilda de Gustinho registra pesquisa eleitoral para Lagarto Deu no Xexo Sergipano: Um caso grave coloca em xeque a credibilidade de uma pesquisa eleitoral do município de Lagarto, que foi registrada no último dia 14 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa foi contratada pela empresa Masterserv Empreendimentos, a mesma que tem um contrato vigente de R$ 106.157,16 com a Prefeitura Municipal de Lagarto para a construção de uma quadra esportiva com recursos federais. Toda matéria com documentação: https://xexosergipano.com.br/10168/

 

Foto perfil Facebook

 

Rômulo Daltro O radialista Rômulo Daltro faleceu ontem, 19, após  uma luta de vários  dias 

internado  por conta da Covid-19. Rômulo fazia parte da nova safra de radialistas que atua no interior de Sergipe e tinha assumido a pasta da comunicação da Prefeitura de Lagarto em março deste ano. A solidariedade do blog à toda família.

 

 

 

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018                                                       

 

Da série de fotografias do cidadão Wanderson Andrade: José Francisco Rosa, 74, mora no assentamento de trabalhadores rurais sem-terra na aldeia Miranda. Mais fotos:https://www.instagram.com/wanderson_bnw/




                                                                                                                                                               
Aluguel rápido. E de um jeito fácil E o produto, CRED PRIME da Valor Imobiliária, vem tendo uma enorme aceitação. Diariamente são dezenas de clientes em busca de informação e de um aluguel sem complicação neste momento difícil para todos. Esta semana, os diretores da Valor receberam o amigo e cliente de longos anos, Daniel Diau, da Banda Calcinha Preta, para um cafezinho onde o cantor destacou a repercussão do CRED PRIME na sociedade sergipana.


LIVES SERGIPE – É SÓ ENVIAR PARA DIVULGAR NESTE ESPAÇO

Hoje, 20/08, Webinário População de Rua e o Papel do Ministério Público O Ministério Público de Sergipe, por meio da Escola Superior (ESMP) e do Centro de Apoio Operacional (CAOp) dos Direitos Humanos, realizará hoje, 20, das 15h às 17h, o “Webinário População de Rua e o Papel do Ministério Público” para membros, servidores e demais interessados, por meio do canal do YouTube do MPSE. O Webinário terá como palestrante a advogada, consultora jurídica e doutora em Direitos Humanos pela Universidade de São Paulo (USP), Luciana Marin Ribas. Ela também é mestra em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e, atualmente, trabalha na coordenação acadêmica da pós-graduação lato sensu em Direito da Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo. Para acompanhar o webinário no canal do YouTube do MPSE: https://www.youtube.com/watch?v=IDlE_KuKscM A certificação será disponibilizada apenas para membros e servidores do MPSE, condicionada à realização de inscrição prévia no Sistema de Gestão de Eventos da ESMP/SE (SGE) e preenchimento, no dia do evento, de formulário eletrônico de registro de presença, no início e fim do Webinário. O 19 de agosto é marcado como o Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua. A data é alusiva à memória das pessoas mortas no “Massacre da Sé”, que aconteceu entre os dias 19 e 22 de agosto de 2004, em São Paulo. Nessa data, talvez um dos dias mais violentos na vida da população em situação de rua, 15 pessoas que utilizavam o espaço da Praça da Sé como moradia improvisada foram brutalmente atacadas durante a noite, resultando em sete mortos e oito feridos gravemente.

                                                                                                                                                               

Live hoje, 20/08, às 19h, Primavera Convida “A presença feminina em cargos de gestão” No projeto “Primavera Convida” de hoje, 20, a presença da enfermeira Aline Bastos para debater o tema “A presença feminina em cargos de gestão”, tendo como mediadora Ana Ponte, diretora comercial da Rede. Acompanhe: https://www.instagram.com/redeprimavera/

 

 

                                                                                                                                       

 

Live hoje, 20/08, às 19h30 “A reabertura dos bares e restaurantes” Este é o tema da live de hoje, 20, às 19h30, mediada pelo vereador Elber Batalha Filho tendo como convidado o presidente do polo gastronômico de Sergipe, Bruno Dorea. Acompanhe aqui: https://www.instagram.com/elberbatalha/


 


PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br E FACEBOOK

OPINIÃO





Mãos Limpas. Por Antônio Samarone, médico sanitarista

Segundo pesquisas, apenas 11% das pessoas conseguem lavar as mãos oito vezes ao dia como recomenda a OMS. Por que é tão difícil cumprir esse ritual sanitário? Muitos preferem lambuzar as mãos com álcool em gel.

Por que ao invés de uma pia com água e sabão, as empresas são obrigadas a fornecer álcool em gel? Habituar-se em lavar as mãos como rotina traria vantagens permanentes, para se evitar novas doenças.

Essa dificuldade com a higiene pessoal vem de longe.

Segundo Gilberto Freyre:
“O contraste de higiene verdadeiramente felina dos maometanos com a imundice dos cristãos, seus vencedores, é traço que aqui se impõe destacar. Os cristãos peninsulares (Portugal e Espanha) dos séculos VIII e IX eram indivíduos que nunca tomavam banho, nem lavavam a roupa, nem a tiravam do corpo senão podre, largando os pedaços.”

O horror a água, o desleixo pela higiene do corpo e do vestuário permaneceu no Brasil até meados do século XX.

Sem contar que o sabonete foi um luxo até pouco tempo. O povo fabricava o seu sabão em casa. (sebo de boi, hidróxido de sódio – NaOH – soda cáustica, água). O sabão de soda ainda é vendido na feira de Itabaiana. O sabão de coco era uma novidade.

A higiene pessoal se manteve em grande atraso no Brasil, até meados do século XX. Foi o discurso sanitário levado as escolas pelas professoras, que introduziu noções e hábitos de higiene nas crianças.

O medo da vistoria nas escolas, a inspeção das unhas sujas, orelhas e pescoços com os “trios de lodo”, levou às mães a adotarem cuidados higiênicos com os filhos.

As crianças reagiam com choro a alarido a rotina do banho frio matinal. Muitas vezes era um banho de sopapo ou um banho de cuia, onde água descia lentamente pelas costas, gerando arrepios na vítima. Muitos passavam apenas uma água no rosto, para tirar a remela e maquiar a cara de sono.

Foi a escola pública que introduziu a higiene pessoal no Brasil. As crianças ensinaram as mães, para não passassem vergonha na inspeção da higiene escolar. Isso foi ontem!

Sem contar que a maioria dos domicílios não possuía instalações sanitárias. As pessoas defecavam no mato, no pé da bananeira, nas praias, nos fundos de quintais, ao pé dos murros e até nas praças. Lugares que estavam sempre melados de excrementos ainda frescos.

Isto sem falarmos no hábito dos homens de urinarem nas ruas; e de nas ruas se jogar a urina choca das casas, acumuladas durante a noite.

A tecnologia dos “walter closet” WC, inglês e do bidet francês chegaram ao Brasil no final do século XIX. O povo demorou a ter acesso a esses avanços sanitários.

As mãos são ferramentas fabulosas de comunicação. O Brasil inventou uma língua de sinais (Libras). “Dar uma mão” é uma ajuda fraterna. Quando uma coisa é muito boa, dizemos que é de “mão cheia”. A mão serve de medida com o palmo e a polegada. Uma mão de milho são cinquenta espigas.

Na tradição bíblica, “lavar as mãos” não simboliza limpeza, mas indiferença e omissão. “Pilatos lavou as mãos” quanto a condenação de Cristo. Ser alcançado pela mão de Deus é receber a manifestação do seu espírito.

A imposição das mãos é uma transferência de energia e poder, um ritual de cura, própria dos iluminados. As ciganas leem as mãos. As mãos postas é um sinal de humildade e devoção.

A mão fechada é o punho, sinal de luta e resistência.

Os pintores dão uma mão de tinta. No trânsito, a mão é o caminho certo. Estar nas mãos dos outros é entregar-se.

Mão cheia é fartura, mão de figa é somiticaria, mão de ferro é rigor, mão boba é saliência, mão grande é força e mão aberta é desperdício.

O capitalismo chama o trabalhador de mão de obra.

Foi a mão humana, com o seu polegar oponível, que permitiu a produção de ferramentas e a evolução do Homo sapiens. Foi a particularidade da mão que nos fez bípedes e nos tirou da selva.

Contudo, a mão que afaga é a mesma que apedreja, a mão que alimenta e protege é a mesma que transmite as doenças.

Com tantas serventias e simbolismos, por que tanta resistência em lavarmos as mãos?

Na reabertura das escolas, eu proponho uma pia com água e sabão em cada sala de aula, com toalhas limpas ou descartáveis. Uma verdadeira operação mãos limpas.

Mais textos Samarone: http://blogdesamarone.blogspot.com/

PELO TWITTER

www.twitter.com/riltonmorais Que tal abortarmos os estupradores e pedófilos?

www.twitter.com/depfmitidieri Soube hoje que os Correios entraram em greve. Pela demora pra entregar as mercadorias, achei que estavam de greve há mais de ano.

www.twitter.com/alissonhcsouza Em tempos de e-commerce, e além dos fretes estarem mais caros, a falta de eficácia deste serviço, têm refletido diretamente nas operações comerciais, domésticas, indústriais e entre outras. O nosso mercado precisa de alternativas, em função da sua pronta recuperação.


Siga Blog Cláudio Nunes:                                     

Instragram

 Facebook

 Twitter


Frase do Dia
“Só abra a boca pra me dizer algo se suas palavras forem melhores que o teu silêncio.” Provérbio indiano.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários