Sebrae, empresários e o governo

0

 

 

  As eleições para dirigentes do Sebrae/SE, programadas para o próximo dia 17, estão ocupando cada vez mais espaços na mídia e tomando cada vez mais tempo da classe política e das lideranças do empresariado. A escolha do presidente do Conselho Deliberativo e da diretoria executiva (diretor superintendente, diretor técnico e diretor administrativo) é prerrogativa dos membros do próprio Conselho Deliberativo, assim constituído: Federação das Indústrias e IEL, Federação do Comércio e Senac, Federação da Agricultura e Senar, Federação das CDL e CDL Aracaju, Associação Comercial, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, ITPS, Banese, Caixa Econômica, Banco do Brasil e um representante do Sebrae Nacional.

 

  O atual presidente do Conselho Deliberativo é o empresário José Tomaz Vasconcelos, representante da Fecomércio, e os diretores são Zezinho Guimarães (superintendente), Emanoel Sobral (diretor técnico) e Paulo do Eirado (diretor administrativo). Esses mesmos dirigentes pleiteam um novo mandato, que seria o segundo para o presidente do Conselho e o quarto para a diretoria executiva que está completando 6 anos à frente dos destinos do órgão (os mandatos são de dois anos).

 

 A disputa toma dimensão especial quando se considera que o Sebrae/SE tem um orçamento anual de R$ 25 milhões e a diretoria tem grande liberalidade para gastar, uma vez que os Sebrae  estaduais gozam de grande autonomia em relação ao Sebrae Nacional. Eis a razão para a  disputa de bastidores: de um lado, lideranças empresariais não querem mais deixar todo esse orçamento nas mãos de Zezinho Guimarães, figura notoriamente conhecida pela sua intensivíssima atividade política no interior do Estado; de outro lado, o governo e seus aliados não desejam que o Sebrae continue sendo utilizado como “aparelho” a serviço dos projetos políticos de Zezinho, adversário figadal e intolerável dos próceres da aliança que elegeu e que apóia o governo de Marcelo Déda.

 

  O problema é que a maioria das lideranças empresariais no Conselho Deliberativo assumiu o compromisso, há alguns meses, de apoiar a reeleição de Zezinho e cia, mas não consideraram que essa reeleição iria desagradar tanto o governo e estão a se perguntar se vale a pena jogar essa “ducha de água fria” em uma relação (empresários x governo) que tem vivido uma verdadeira “lua-de-mel” desde janeiro de 2007. Nos últimos dias as conversas estão se intensificando  de parte a parte e a tendência é que se forme um entendimento, que deverá culminar com o surgimento de uma chapa alternativa de consenso.

 

  Detalhes: a) a tentativa da diretoria executiva de propor a criação de 14 cargos de assessoria com remunerações que poderiam chegar a R$ 8 mil, além da possibilidade de cargos de gerência poderem ser ocupados por pessoas de fora do quadro de pessoal do Sebrae, foi derrotada em reunião do Conselho Deliberativo ocorrida ontem (quinta-feira); b) “correndo por fora”, o empresário e  suplente de deputado federal Laércio Oliveira apresenta-se como candidato, confiante de que irá se constituir na alternativa de consenso.

 

Consórcio administrando bilheteria

Um leitor fez alerta que este jornalista concorda plenamente. Parece que existe um “consórcio” por baixo do pano administrando as bilheterias nos jogos em Sergipe, principalmente agora que o Batistão fica lotado nos jogos do Confiança. A suspeita é pelo simples fato de que até agora nada se ouviu ou leu uma linha sequer sobre a tal evasão de renda por parte do maior interessado, o próprio Confiança.

 

Dirigentes não reclamam dos prejuízos? Muito estranho…

Onde estão os dirigentes do clube que, acreditando no que parte expressiva da imprensa divulga, nada falam sobre possíveis prejuízos? Então a equipe é “roubada” e nenhum dirigente se manifesta? Não é estranho que os dirigentes do Confiança assistam passivamente essas denúncias desfilarem pelos quatro cantos e nenhuma iniciativa tomam? Estranho, muito estranho meu caro Watson!

 

Bar da Dona Alzira no Santos Dumont

O torcedor que desejar saber quais são os jogadores adeptos da cachaça neste período onde a concentração deveria ser total para a final do campeonato da série C, basta ir no bar da Dona Alzira, no bairro Santos Dumont. Lá o torcedor poderá degustar de uma bebida alcoólica ao lado de alguns “craques” do pobre futebol sergipano. Será que eles foram comemorar a derrota de ontem, 07, no bar da Dona Alzira?

 

Atleta X jogador de bola

E mais um detalhe. O time do Confiança é formado em sua grande maioria por atletas de fora do Estado. O Estado tem vários jogadores em clubes de todo o país, mas aqui não se forma atleta, apenas jogador de bola. Quando o jovem desponta não tem um acompanhamento como preparador físico, nutricionista e outros. Não tem uma preparação de atleta, apenas de jogador de bola. Que faz muita diferença.

 

Reunião do secretariado

O governador Marcelo Déda Chagas (PT) promove hoje, no Palácio de Despachos uma reunião com todo secretariado. Na pauta a aceleração das ações. O governador bem que poderia antecipar as mudanças que vão ocorrer para acabar com as especulações. Tem muito gente do primeiro e segundo escalões tomando maracujina.

 

Descentralização em algumas áreas

O governador deve promover não só as mudanças de nomes, mas também descentralizar algumas ações importantes. A centralização é notória em algumas pastas, promovendo um engessamento grande. E o governador deve ficar atento com as indicações de alguns aliados.

 

Segrase colabora coma Secretaria de Cultura

Através de entendimentos entre o secretário de Estado da Cultura, Luiz Alberto Santos e o Diretor-presidente da Segrase Luiz Eduardo Oliva, foi realizado o acordo de cooperação no qual a Segrase, através do seu orçamento vinculado à secretaria de Governo, abriu mão da sua verba de custeio o valor referente a  R$ 214 mil para para a realização de projetos na área cultural, a exemplo da III Feira do Livro, considerado maior evento literário do Estado ocorrido no período de  28 de outubro a 2 de novembro. “ Por entender que o objetivo deste  evento foi a  divulgação das obras da literatura sergipana e mundial proporcionando o encontro do público com renomados escritores da nossa literatura, ao apoiar este evento, a Segrase sente-se honrada  em contribuir com crescimento do mercado editorial do Estado”, enfatizou Oliva.

 

Editora do Diário Oficial

Preocupada em promover ações que visem conquistas para o órgão, a  Segrase está em avançado estado de implantação da editora do Diário Oficial do Estado, que possibilitará a edição de obras produzidas por autores sergipanos em diversas áreas da nossa terra. Serão lançados títulos de autores que se consagraram ao longo da história literária de Sergipe, a exemplo de Manoel Bonfim, João Ribeiro, Tobias Barreto, Sílvio Romero, dentre outros. Além disso, ao adquirir 3 (três) novas motos, o órgão providenciou a  reforma de outras  2 (duas) que já possuía e que serão cedidas em termo de comodato à secretaria de Estado da Cultura.

 

Continuar na militância política

O Vereador Daniel Fortes apesar de não ter conseguido eleger a sua filha Daniela Fortes como vereadora de Aracaju, se sente feliz pela votação expressiva que a jovem política obteve. Foram quase 3.200 votos, que com certeza revelam a sua força política na transferência eleitoral. Daniel afirma que sua vontade é continuar militando na política e que o seu próximo alvo é ser candidato a deputado estadual. Ele afirma que continuará dando apoio agora como cidadão ao governo de Marcelo Déda e Edvaldo Nogueira, pois acredita que é importante ficar sintonizado com a vontade popular. “Déda está fazendo um governo revolucionário e ao mesmo tempo moderno, é por isso que ele tem quase 70% de aprovação ao seu governo”, comentou Fortes.

 

Amarrado em Liberdade I

Que mundo é esse? O que estou fazendo aqui? Para onde estou indo? Aposto que você já se perguntou isso milhões de vezes. O mundo atual tem conduzido para um universo bagunçado, cheio de coisas sem sentido e vazias, centradas no consumismo, competição e na ditadura da moda. As pessoas têm se tornado cada dia mais egoístas e menos amigas. Então, é o seguinte, ao invés de ficar só na sua órbita se questionando sobre esse mundo de coisas, venha compartilhar um dia diferente e cheio de práticas legais, de gente legal, de assuntos legais. Venha construir um mundo novo com a gente, venha curtir esse evento surreal. (texto de folder do evento).

 

Amarrado em Liberdade II

Numa realização do Instituto para o Florescimento do Homem – Grande Síntese e da Fundação de Seguridade Social – GEAP, com o apoio da gráfica J. Andrade e da Ágape Natural, será realizado neste domingo, 09, o encontro “Amarrado em Liberdade”. Com o objetivo de  ampliar a visão do mundo, trazendo novas experiências e novos amigos para construir um mundo mais colorido e de paz.  O encontro será na sede da GEAP, na rua José do Faro Rollemberg, 199 (Salgado Filho), das 8hs às 18hs. Para quem é cliente GEAP a inscrição é gratuita, para a comunidade a inscrição é na Avenida Augusto Maynard, 124 (São José), no valor de R$ 35,00. Maiores informações pelo telefone 3214-4015.

 

Mais o que vai rolar?

A programação é a seguinte: às 8h30 – Vai rolar alegria: Artes Circenses, com Manuel Herrera e companhia Circoarte; 9h30 – Para que oficina eu vou? Yoga, com Silvia, Tai Chi Chuan, com Tarcísio, Artes, com Manuel Herrera e Mantras que vem do coração, com Carol; 10h30 – Parada musical (LANCHE); 11hs – Teatro Fórum, com Aldo; 12h30 – Rango Natureba; 13h30, Não vale dormir; 14hs – O que está rolando com o planeta com Jéssica, Gilcélio e Felipe; 15h30 – Aprendendo a meditar com Suzana Andery; 16hs – Parada Musical (lanche); 16h30 Corpus Ritualis e ás 18hs o encerramento com a balada da paz, com a banda RodaViva.

 

DO LEITOR

 

A Dengue esta de Volta!

Do leitor Marcos Aurélio Alves: “O verão ainda não chegou, mas ela, a dengue, já chegou sim!   E lentamente começa a pipocar casos nas urgências/emergências desta cidade.  Eu tenho visto os casos aparecendo  nos PS´s, mas honestamente não tenho visto o trabalho dos órgão públicos, no sentido de executar uma atividade sincrônica e coordenada para prevenção!  O senhor tem visto alguma ação intensiva  de prevenção, executado pelos órgãos públicos(SMS e SES), nas ruas ou nos rincões desta cidade, que ultrapassem a balela  do discurso plastificado político-administrativo? Caro jornalista, o ciclo  biológico da dengue é de conhecimento dos sanitaristas há quase 100 anos e a prevenção é o meio mais  eficiente de combate e controle desta mazela típica de países pobres e subdesenvolvidos, com precárias condições higieno-sanitária e tal politica é dever de ofício do estado. Porém se o Estado prevaricar  o preço a ser pago será a repetição do caos e das mortes vista no último verão neste município e neste estado”.

 

Cadê a investigação da invasão do ex-comandante?

De um leitor: “Já fazem 60 dias da violenta invasão de domicilio comandada pelo ex-comandante da PM e até agora nã se sabe o resultado das apurações. Será que vai ser mais um crime impune neste estado. Uma família aterrorizada por agentes publicos, uso da maquina estatal para solução de problemas particulares, abuso de poder. Violência contra pessoa sob grave ameaça com o uso de armas letais.Se fosse o soldado José estaria assim o novo comandante está com medo. ou houve negociata. Mas não se pode negociar com a violação de direitos humanos. Ou a investigação também parou por conta das mudanças de secretariado que está para acontecer?”

 

 

Crescimento e mau atendimento

Do leito Dinho Santana: “Lendo ontem (05), o blog do Adiberto de Souza “Fase de crescimento – O setor supermercadista sofrerá menos que outros segmentos diante dos impactos da crise financeira internacional. Esta é a constatação de um estudo feito pela tradicional revista Supermercado Moderno. O trabalho mostra que o setor deve crescer em termos reais até 3,5% em 2009. Os supermercados devem ser beneficiados pela restrição ao crédito. A idéia é que, uma vez menos impelido a contratar crédito, o consumidor terá mais liquidez, que reverterá em gasto do dia-a-dia.” Ótimo que o setor esteja em franco crescimento, só não podemos aceitar o desrespeito para com o consumidor, a exemplo dos ditos; “caixas rápidos”, uma vez pelo menos por aqui os mesmo que antes permitiam o máximo de 20 produtos foi ampliado para 30, com resultados em quilométricas filas!…”

 

Reforma política x Voto facultativo

Ainda do leitor Dinho: “Se  para o nosso querido presidente nacional da OAB; segundo comentário do também blog do Adiberto de Souza: “Reforma política – O presidente nacional da OAB, Cezar Britto, voltou a defender uma urgente reforma política. Ele afirma que a Ordem se manifestou favoravelmente a vários itens do projeto do governo de reforma, já em tramitação no Congresso. Entre eles estão o financiamento público de campanha, a lista fechada, a cláusula de barreira, a fidelidade partidária e a inelegibilidade para aqueles que cometeram crimes graves contra o patrimônio. “Política não pode ser confundida com politicagem. Se isso acontece, afasta-se o cidadão de bem da política”, frisa Britto.” Creio que o item mais importante; mormente a eleição realmente democrática do Barak Obama, qual seja o VOTO FACULTATIVO, não vi citação!… Portanto já que temos dois conterrâneos com poderes para tal pleito… Que se manifestem, Cezar pela OAB e seu tio Carlinhos pelo TSE”.

 

Nota – Associações Militares Unidas

Queremos aproveitar o espaço para abrir discussão sobre nota de um leitor de sua valorosa coluna, entitulada: “Sobre os bicos realizados pela PM”. Se a Polícia Militar nunca foi historicamente bem remunerada, isto se deveu ao fato de nunca termos sido tão combativos como hoje no tocante à valorização do profissional de Segurança Pública, em todos os níveis. A Polícia Militar é a instituição que mais se doa, a que mais labuta, a que mais se arrisca, a que tem os cursos de formação mais longos e exaustivos devido às peculiaridades do serviço e é a que recebe a menor contrapartida por parte do governo. Nossa meta é que o policial militar consiga perceber uma remuneração satisfatória, que saneie, ao menos, suas necessidades básicas de subsistência e que seja proporcional ao trabalho penoso e estressante executado; que o policial militar goze sua folga em plenitude e que busque na mesma o lazer para relaxar. Espelhemo-nos nas Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, que deram um grande salto de qualidade em seus recursos humanos e consequentemente na eficiência de seus serviços e que hoje são instituições bem quistas pela sociedade brasileira e que tem concursos públicos dos mais almejados no país, o que faz com que o recrutamento traga para estas corporações cidadãos mais preparados intelectualmente, basicamente devido à solidez de seus vencimentos salariais. Por muito tempo enxergou-se o policial militar como uma máquina, um Robocop, que somente dizia “sim senhor” e esqueceram que por debaixo da farda existe um coração que bate, uma barriga que sente fome e, principalmente, uma cabeça que reflete, argumenta e que não aceita tratamento discriminatório por parte das autoridades. Vamos contestar sempre as ações governamentais que visem prejudicar ou desmerecer nossos profissionais e, no momento, a baixa remuneração é o principal prejuízo que temos sofrido. Busquemos mudar nossa história!”. Associações Militares Unidas

 

Frase do Dia

“Qualquer coisa que você possa fazer ou sonhar, você pode começar. A ousadia tem genialidade, poder e magia em si.” Goethe.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários