Segurança: mudou apenas discurso

0

A coluna publica hoje um artigo do agente de Polícia Judiciária e membro da Operação Padrão, Ricardo dos Reis Tavares, sobre a segurança pública. Leia e tire suas conclusões: Todos acompanharam a chamada “crise” na segurança pública gerada pelo desagrado dos delegados às medidas recentes de contenção de custo na SSP/SE, e no afã de cavar notícias, talvez, deu-se uma dimensão injusta ao fato. Ocorre que os delegados de polícia representam menos de 10% da instituição de que fazem parte, logo, dar ao desagrado deles a dimensão de um desagrado de toda instituição policial civil é no mínimo superdimensionar a realidade.

 

De fato há uma crise na Polícia Civil sergipana, mas não é devida à adoção de medidas saneadoras de gastos mais que salutares. Talvez esta seja a oportunidade para se discutir com a sociedade a maneira como se faz segurança pública por estas terras, como se organizam rondas e blitzes de forma aleatória, ou seja, sem levar em conta nenhuma estatística sobre local e horário de incidência de delitos e sobre como se conduz investigações sem as devidas ordens de serviço, ou seja, por conta e risco próprios. Fatos estes que inviabilizam tanto o trabalho técnico como um estudo real sobre o custo do trabalho policial. Assim como os carros policiais pagos pelo povo que, fora do horário de serviço, ficam à disposição de servidores ao seu bel prazer, garantindo assim tanto a fidelidade canina destes, quanto os impedindo de reivindicarem melhores condições de trabalho e mesmo de direitos adquiridos sob pena de perderem as benesses.

 

Mas agora parece que as coisas vão mudar. O governador anunciou que vai gastar R$ 20.892.400 em segurança. Equivocadamente, o governador falou que vai “investir”. Ledo engano! Ocorre que o Sr. Marcelo Déda elegeu como prioridade os carros, paredes e equipamentos, deixando totalmente de lado aqueles que terão como tarefa utilizar esses carros, paredes e equipamentos para transformá-los em resultados positivos para a sociedade. Que fique claro que 0% do valor anunciado será investido na recuperação salarial dos que de fato trabalham no confronto com os bandidos. Ou seja, repete-se agora a fórmula, ainda que em montantes mais vultuosos, que garantiu o fracasso da gestão anterior. Quanto à valorização do homem, tão propalada pelo candidato Déda, assim como pelo Sr. Kércio antes da posse, nas palavras do próprio governador, faz parte do “próximo desafio”. Um novo passo a ser dado num futuro hipotético e sem tamanho definido ou mesmo imaginado.

 

E então como ele pretende obter bons resultados com medidas que nacional e internacionalmente mostraram-se ineficazes? Só existem duas saídas. A primeira é imaginar que num primeiro momento a população, vendo prédios e carros bonitos, passaria a noticiar uma maior quantidade de delitos, posteriormente, contudo, frustrada pela falta de qualidade do serviço deixaria de fazê-lo, desta forma garantindo uma significativa queda nos índices de criminalidade, apesar de a criminalidade real continuar a mesma. A segunda hipótese em muito se harmoniza com a percepção do ex-secretário nacional de segurança pública, Luiz Eduardo Soares, de que nosso modelo de polícia é falido por derivar dos modelos da ditadura. Assim, trabalhar-se-ia com a certeza de que, à despeito de salário, dignidade e condições de trabalho, bastaria “apertar a hierarquia” para que os executores entrassem nos eixos.

 

Não é outro o motivo para que Delegados e Oficiais tenham sempre tratamento privilegiado enquanto os verdadeiros executores trabalhem e morem literalmente na m… lama. Sobretudo na Polícia Civil onde não existe nenhum nexo entre as remunerações dos diversos cargos que compõe a carreira policial civil (delegado, escrivão, agente e agente auxiliar). Daí que a revolta dos delegados, daqueles, em tese, com poder de “apertar a hierarquia” ser por muitos percebidas como um risco de desestabilização de toda uma estrutura quando não passa de choro isolado de uma minoria historicamente privilegiada. Enfim, a única mudança que se viu foi a do discurso que elegeu o Sr. Marcelo Déda para Governador de Sergipe.

 

Kércio prometeu, mas não cumpriu
Na semana passada a coluna publicou uma informação do secretário da Casa Civil, Oliveira Júnior, de que o secretário da SSP, Kércio Pinto, havia determinado a identificação individual dos veículos da polícia que estão plotados, mas não têm números nem placa que possa identificar os mesmos de forma individual. Pois bem. Até agora nada e os veículos continuam sendo usados para fins particulares. Até quando? Aliás, o governador entregou novos veículos há quase dois meses e, pasmem caro leitor, muitos deles já estão danificados. Não há punição para quem danifica um veículo? Ou continua a mesma prática de trocar pneus novos por velhos e todo o tipo de peças… Outro detalhe: qual o motivo que alguns secretário não usam a placa preta em veículos oficiais?

 

Pirambu: perguntar não ofende
A quem interessa a tentativa de desqualificar o trabalho do interventor Moacir Santana? Ainda bem que alguns telefones continuam grampeados por determinação judicial. Ou seja, novos fatos vêm por aí…

 

Duas emissoras de rádio enviaram faturas
Embora a prefeitura de Pirambu não esteja fazendo publicidade na mídia, no mês de setembro, duas emissoras de rádio FM – uma da capital e outra do interior – enviaram para o interventor duas faturas, cada uma de R$ 4 mil, para pagamento. Todos os contratos foram cancelados, no caso das duas rádios eram dois, de R$ 44 mil anuais cada um. Além de não pagar as faturas o interventor enviou um ofício “arretado” para as emissoras. Imagine….

 

Ainda as gravações…
Anotem: a gravação que causou rebuliço e não foi feita pela polícia como alardeou determinado setor da imprensa, causará sérios danos em uma personalidade com mandato. A preocupação é tanta que não duvidem se começar a surgir notícias de novas gravações, como se comentava ontem nos bastidores. Tudo para esconder a farsa da primeira. Aliás, tem gente da imprensa que esqueceu de pedir desculpas à polícia, já que o mesmo noticiou que a gravação foi feita por ela.

 

CPI para investigar os últimos anos
Sobre a CPI: um grupo de deputados está disposto a assinar o pedido de CPI, se Augusto Bezerra apresentar. Com um detalhe: vai estender o período para os últimos anos, principalmente para o desvio de R$ 30 milhões que a PF chegou a apreender computadores do HJAF. Alguém lembra? Uma CPI da saúde para investigar a aplicação nos últimos seis anos seria um sonho para uns e um pesadelo para outros…

 

Déda apresenta oportunidades de investimento
O governador de Sergipe, Marcelo Déda, proferiu ontem, 6, durante o Barcelona Meeting Point (BMP), o maior salão de turismo imobiliário internacional da Europa, uma palestra sobre as oportunidades de investimento em Sergipe. Falando para uma platéia repleta de investidores estrangeiros, entre eles espanhóis, franceses, portugueses e ingleses, além de empresários brasileiros, o governador destacou os atrativos do Estado, principalmente na área de turismo, o crescimento da economia local e as novas oportunidades que surgem em Sergipe com as obras de infra-estrutura que estão sendo realizadas pelo Governo (ASN).

 

Empresários sergipanos presentes
Entre os empresários brasileiros presentes à palestra do governador estavam Luciano Barreto e Maria Celi, da Construtora Celi, e Cristiano Teixeira, da Norcon. Também acompanhou a palestra o cônsul-geral do Brasil na Espanha, Marcos César Meira Naslausky, que elogiou as oportunidades de investimento em Sergipe. O empresário Luciano Barreto destacou as oportunidades que estão surgindo em Sergipe e disse que o Estado tem tudo para se consolidar como um importante pólo de turismo da região Nordeste.

 

Brasil Leadership Fórum
O secretário da Casa Civil, Oliveira Júnior, está representando o governador em São Paulo, no 2° BLF – Brasil Leadership Fórum com o tema “Financiando Infra-estrutura Estratégica para Crescimento & Competitividade”. O evento tem a participação da ministra Dilma Rousseff que falará hoje, 7, sobre a visão do Governo Federal brasileiro e os impactos do PAC no desenvolvimento de infra-estrutura. Entre outros debates do evento, o sergipano Otávio Canuto, que é vice-presidente de Países do BID, vai proferir palestra sobre “O Brasil no ano 2020 – posicionando os novos eixos de crescimento”.

 

TCU multa Déda em R$ 20 mil por erro em contrato
Da FSP de hoje, 7: “O Tribunal de Contas da União multou o governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), em R$ 20 mil por não comprovar a regularidade da prorrogação de um contrato de obras em sua gestão na Prefeitura de Aracaju (2001-2006). Um contrato para obras na avenida São Paulo foi assinado em 1996, mas a ordem para fazer a obra só saiu em 2002. Para o TCU, o contrato não estava mais vigente. A defesa de Déda vai recorrer, pois o contrato não tinha vencido”.

 


Banese: o que está acontecendo? I
Este espaço tem diversos leitores entre os baneseanos. Aqui, no ano passado, foram expostos diversos problemas que vinham ocorrendo dentro da instituição que é de todos os sergipanos. Este jornalista enfrentou processos e até a coluna foi censurada nos computadores do banco. Com o novo governo, a coluna torceu para que as esperanças dos baneseanos fossem renovadas, mesmo sabendo que as dificuldades e o arrocho seriam grandes por conta da situação de dificuldades a que o banco foi exposto durante os últimos anos.

 

Banese: o que está acontecendo? II
Agora, a coluna vem recebendo diversas informações de leitores e amigos que estão forçando a barra para que alguns baneseanos peçam aposentadoria. Para isso, estão fazendo transferências de todos os tipos. O atual presidente, João Andrade, foi (ou é) leitor desta coluna e sabe o comportamento deste jornalista. Aliás, no início do governo este espaço defendeu que o governador escolhesse alguém da “casa” e não trouxesse de outro banco estatal como estavam cogitando pela imprensa. A coluna está apurando tudo. De início não acredita que a atual diretoria esteja fazendo perseguições ou praticando o chamado “assédio moral”. Se verdade ficam algumas perguntas no ar: Qual o motivo para antecipação de aposentadorias? É determinação do governador Marcelo Déda? É preciso lembrar: os baneseanos, principalmente os mais antigos passaram por diversos momentos difíceis e contribuíram com suor e muito trabalho para o Banese ser uma instituição forte. E merecem respeito.

 

3º mandato: Déda marcou posição contra
Há mais de um mês, quando da discussão nacional do PT e suas várias tendências em entrevistas a jornais de circulação nacional, o governador Marcelo Déda se antecipou ao debate sobre o terceiro mandato do presidente Lula e disse que era contra. Naquele momento foi até criticado por alguns dirigentes, porém, agora, cerca de dez presidentes de partidos, governistas e de oposição, divulgaram nota contra a mudança constitucional que pode beneficiar o presidente Lula. 
 

Campanha  “Quem dá esmola, não dá futuro”
A coluna agradece os diversos pedidos de envio dos adesivos da campanha “Quem dá esmola, não dá futuro”. Todos os leitores que pediram receberão em suas casas nos próximos dias. A campanha é uma forma de apoiar outras, como a da Prefeitura de Aracaju, “Não dê esmola: dê cidadania”. Cada um tem que fazer a sua parte. Quem desejar receber o adesivo é só enviar o endereço para o e-mail: claudionunes@infonet.com.br

 

DER realiza serviços na cabeceira da ponte Aju/Barra
Na cabeceira da ponte Aracaju/Barra dos Coqueiros, do lado da capital, logo após a curva, o DER interditou acesso a Avenida Altamira, para realização dos serviços de drenagem, terraplenagem e pavimentação da artéria. Os usuários que pretenderem se deslocar ao centro da cidade deverão seguir em direção ao canal da Avenida Bastos Coelho, entrar nas Ruas Curitiba e General Calazans, Orla do bairro Industrial, chegando à área do mercado municipal.

 

Cresce o número de processos julgados na Justiça sergipana
Conforme os primeiros números divulgados pelo Tribunal de Justiça Sergipe, o ano de 2007 teve um crescimento de 31,6% em número de processos julgados. De janeiro a setembro deste ano, os juízes sergipanos julgaram 131.123 processos contra os 99.665 processos do mesmo período do ano passado. A expectativa é que esta estatística cresça até o final do ano. Os números demonstram o compromisso com a efetividade da prestação jurisdicional da atual gestão do Judiciário sergipano, que promove a cada dia uma melhor estrutura em parceria com os servidores e magistrados, que evidenciam o aumento na produtividade (Ascom/TJ).

 

5º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo
Já estão abertas as inscrições para o 5º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. O evento tem como tema “Metodologias de Pesquisa” e será realizado na Universidade Federal de Sergipe (UFS), de 15 a 17 de novembro. Uma das presenças mais esperadas é o professor da Universidade do Texas, Maxwell McCombs, autor da hipótese da Agenda-Setting, que fará a palestra de abertura. Para efetuar a inscrição e ter mais informações, acesse o site.

 

Meio ambiente em Campo do Brito
Hoje, 7, em Campo do Brito, esta confirmada a vinda do secretário de Estado do Meio Ambiente, Márcio Macedo, acompanhado do presidente da Adema, Genival Nunes, e uma equipe do Ibama, que vem verificar em loco a destruição e degradação da Serra dos Montes, serra que faz parte da cadeia de Serras do Parque Nacional de Itabaiana, só que a nossa é contaminada com a lixeira publica e degradada com a  retirada de cascalho durante 14 nos por parte da Prefeitura Municipal, e o desmatamento por parte de fazendeiros. “É a primeira vez que vem a Campo do Brito, um Secretario do Meio Ambiente e o Presidente da Adema, depois de 14 anos de denúncia, está surgindo uma luz no fim do túnel, para acabar com o maior crime ambiental de um local mais bonito de Sergipe, mais o que falta é consciência ecológica e educação ambiental por parte dos nossos gestores municipais”. (Do dirigente de Campo do Brito, Carlinhos do PT)

 

Exposição “Xingó: 9.000 anos de ocupação humana”
A exposição “Xingó: 9.000 anos de ocupação humana”, do Museu de Arqueologia de Xingó (MAX), começa nesta quarta, 7, no Centro de Arte e Cultura de Sergipe. A abertura, que aconteceria no último dia 2, foi adiada devido a problemas com o transporte das peças. Esqueletos, peças em cerâmica, ferramentas em pedra e vídeos contando a pré-história de Xingó compõem a exposição, que permanece no Centro até dezembro. “Nosso objetivo é resgatar a história do Baixo São Francisco, expondo acervos de Sergipe, Bahia e Alagoas, que fazem parte do complexo da hidroelétrica de Xingó”, explicou o curador da exposição, Almir Souza Vieira Júnior. A exposição já percorreu 14 Estados e o Distrito Federal, onde ficou por um mês na Câmara dos Deputados. “Em 2008, continuaremos viajando pelo Brasil. Estamos negociando para levar esta exposição para a Espanha”, disse o curador. “Xingó: 9.000 anos de ocupação humana” é uma realização do Museu de Arqueologia de Xingó e tem patrocínio da Petrobras. O Centro de Arte e Cultura de Sergipe fica na avenida Santos Dumont, s/n, 2ª etapa da Orla de Atalaia (ASN).


TCU condena ex-prefeito de Tomar do Geru
O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou Gildeon Ferreira da Silva, ex-prefeito de Tomar do Geru (SE), ao pagamento de R$ 87.869,74 valor atualizado, por não prestar conta dos recursos transferidos ao município pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para execução do Programa de Educação de Jovens e Adultos. O ex-prefeito ainda foi multado em R$ 5 mil e terá 15 dias para recolher os valores aos cofres do FNDE e do Tesouro Nacional. A cobrança judicial foi autorizada. Cabe recurso da decisão. O relator do processo foi o ministro Augusto Nardes (TCU).


Deputado e ex-prefeito de São Cristóvão são acusados de coagir testemunhas
Em entrevista ao programa Jornal da Ilha, do radialista Gilmar Carvalho, o ex-funcionário da Prefeitura de São Cristóvão, de nome Sales, fez acusações ao deputado estadual Wanderlê Correia (PMDB), e a seu irmão José Correia, o Zezinho da Everest (PMDB), prefeito afastado da cidade de São Cristóvão. Segundo o ex-funcionário, eles estariam fazendo ameaças às testemunhas do caso em que o ex-prefeito é acusado de desvio de dinheiro público. Em entrevista ao radialista Gilmar Carvalho, o ex-funcionário da Prefeitura de São Cristóvão, afirmou que vem recebendo ligações em sua casa ameaçando ele e sua família. “Fica difícil de identificar quem é, eu não sei. Mas estou pagando por uma coisa que eu não fiz, estou com muito medo. Nos telefonemas eles dizem que vão me pegar e que vão acabar comigo, mas eu nunca fiz nada contra Wanderlê, nem contra Zezinho”, afirmou Sales. “Eu sei de muitas informações de que Zezinho e Wanderlê estariam tramando uma ida até a minha casa, porque queriam me pegar e me derrubar mesmo, mas eu não fiz nada, não sei de nada”, falou, em prantos, Sales.


Wanderlê pede apuração ao secretário Kércio Pinto
No final da manhã desta terça-feira, 6, após realizar um pronunciamento na sessão da Assembléia Legislativa, o deputado estadual Wanderlê Correia (PMDB) esteve na Secretaria de Estado da Segurança Pública para solicitar empenho nas investigações relacionadas a denúncias, veiculadas nos programas de rádio, de que familiares seus estariam ameaçando testemunhas. Na oportunidade, o secretário Kércio Pinto ouviu do parlamentar a afirmação de que tais denúncias não passam de uma tentativa dos seus adversários políticos de passar para a opinião pública a idéia de que sua família estaria agindo dessa maneira. De acordo com o denunciante, identificado pelo nome de Sales, um dos irmãos de Zezinho da Everest e Wanderlê teria estado na Atalaia Nova (Barra dos Coqueiros), na noite da última sexta-feira, 2, junto com alguns policiais à paisana, tramando a sua morte. Numa gravação de conversa telefônica entregue pelo próprio Sales às emissoras de rádio, ouve-se conversas suas com outros dois homens, nas quais ele tenta arrancar dos mesmos a informação do nome desse suposto irmão de Zezinho, embora nenhum dos interlocutores chegue a confirmar.

 

CUT coordena protesto de servidores e professores
Insatisfeitos com o descaso da prefeitura de Pedrinhas, no interior de Sergipe, professores e demais servidores realizam um Ato Público Unificado, na próxima sexta-feira, 9, naquele município. Organizado pelo Sindipedrinhas conjuntamente com o Sintese, o ato é coordenado pela CUT/SE. Os trabalhadores saem da entrada da cidade, a partir das 9h, e se concentram em frente à prefeitura. Na pauta de reivindicações, estão: pagamento de salário em dia; pagamento do retroativo da diferença do salário mínimo; elaboração de um Plano de Carreira e revisão do Estatuto dos servidores para acabar com as distorções salariais e o apadrinhamento (Ascom/CUT).

 

Favela vizinha ao Condomínio Praias de Sergipe
De um leitor: “Passei o final de semana em sua maravilhosa capital do bom Sergipe Del Rei e fiquei triste com uma favela situada no enorme complexo habitacional A. Franco, esta fica encravada no mangue, vizinha ao condomínio Praias de Sergipe, que contraste há entre duas comunidades: uma é classe média e a outra, infelizmente vive ao Deus dará. Abra os olhos, prefeito Edvaldo Nogueira”.

 

Fedor do canal da Allan Kardec insuportável
De um leitor: “Tenho parentes que moram na Avenida Allan Kardec, fui visitá-los neste domingo, meu amigo a fedentina que está aquele canal não tem cristão que suporte. Está literalmente podre, será que nenhum fiscal desta bendita prefeitura passou por lá?”.

 

Programa Salto Quântico tem novo horário
O programa Salto Quântico, apresentado pelo médium e líder espírita Benjamin Teixeira, mudou de horário. Transmitido todos os sábados pela Aperipê TV, a partir do dia 10 ele passa a ser exibido às 15h30.

 

Frase do Dia
“Não podemos formar pessoas conscientes, sem dar condições adequadas a elas”. Anônimo, expressando o bom senso comum.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários