Sergipe quase fora do SPC

0

Sergipe quase fora do SPC

Quinze meses após assumir o governo de Sergipe, o petista Marcelo Déda depende de apenas uma certidão do Tribunal de Contas do Estado para começar a trabalhar pela liberação de R$ 500 milhões. São recursos nacionais e internacionais, que serão usados quase em sua totalidade para investimentos. Tão logo o TCE libere a certidão, o que deverá acontecer nos próximos dias, o governo vai ao Ministério do Planejamento e, em seguida, ao Senado tentar aprovar o limite de endividamento de Sergipe. Feito isso, é trabalhar pela liberação dos recursos. Só do Bird  Banco Interamericano de Desenvolvimento -, são algo em torno de US$ 120 milhões, sem contar com outros US$ 20 milhões do Banco Mundial. Portanto, Sergipe está a um passo de readquirir o crédito junto às inscrições financeiras, ou seja, ver seu nome fora do SPC.

Passado revisitado

Uma equipe da TV Brasil esteve em Aracaju para entrevistar os ex-presos políticos Wellington Mangueira, Laura Mangueira e João Augusto Gama. Os três falaram sobre as atividades políticas que desenvolveram em 1968 e suas respectivas prisões pelo regime militar. O quarto entrevistado é o jornalista sergipano Ancelmo Góes, a quem caberá coordenar o documentário. A equipe da TV também produziu imagens do quartel do 28º Batalhão de Caçadares, do Colégio Atheneu, da antiga Faculdade de Direito, da Praça Camerino e do Parque Olímpio Campos para traçar o percurso da caminhada de protesto realizada quando assassinaram o estudante Edson Luiz, no Rio de Janeiro.


Mundo da lua

Provocou curiosidade aos jornalistas o temor que o ex-governador João Alves Filho (DEM) tem de falar ao telefone. Ele contou que, certa feita, precisou tomar um avião em Aracaju com destinado ao Rio de Janeiro visando ter um diálogo de poucos minutos com um seu amigo. Imagine se o interlocutor de João Alves fosse o astronauta brasileiro Marcos Cesar Pontes e este se encontrasse em missão espacial, como fez em 2006 quando foi para o espaço a bordo da nave russa Soyuz TMA-8? Seria um “papo” da Galáxia. A conversa é séria, meu!

Viva a vida

Duas dúzias de pessoas terão suas vidas preservadas este ano porque a velocidade máxima permite em Aracaju é 60 quilômetros. Segundo o superintendente de Transporte e Trânsito, Antônio Samarone, a determinação reduziu o número de óbitos em 27% e o atendimento do Samu caiu em 33%. O maior exemplo é a ponte Aracaju-Barra, onde ocorriam acidentes fatais quase todos os finais de semana. Após a colocação de uma lombada eletrônica estabelecendo a velocidade em 40 quilômetros, os acidentes zeraram. Legal!

Partido eclético

O minúsculo Partido Trabalhista Nacional (PTN) já pode disputar o título de o mais eclético da próxima eleição. Comandado em Sergipe por Aloir Oliveira, o PTN vai apoiar a reeleição do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B). Já na Barra dos Coqueiros, a legenda estará no palanque do ex-prefeito Jilson dos Anjos (DEM), enquanto em Socorro vai agitar a bandeira do pré-candidato Fábio Henrique (PDT). Isso sem contar com outras alianças que Aloir vem costurando pelo Estado agora.

Nas mãos do TJD

No meio esportivo sergipano o assunto da semana será o julgamento do recurso contra a decisão que inocentou a Associação Olímpica de Itabaiana da acusação de ter “melado” o jogo com o Confiança, no dia 30 passado. Segundo o presidente da Federação Sergipana de Futebol, Carivaldo Souza, a reunião do Tribunal de Justiça Desportiva, que julgará o recurso, deverá ser mercada até quarta-feira agora. Caso o recurso não prospere no TJD, caberá ao Confiança recorrer a outra instância, ou fazer um jogo extra com o Sergipe para decidir o Campeonato sergipano.

Desafio Sebrae

Com 1.380 universitários inscritos, começa hoje (19), em Sergipe, o Desafio Sebrae, que este ano tem como foco o comando de uma empresa de calçados femininos. A competição virtual utiliza a metodologia de jogos empresariais, onde os estudantes simulam a administração de uma empresa virtual. A disputa prosseguirá até o final de outubro, quando serão conhecidos os primeiros colocados na fase estadual. O diretor do Sebrae no Estado, Paulo do Eirado, comemora o fato de Sergipe ter sido o 1º do Nordeste e o 4º do Brasil em número de inscrições. Em todo o país, estão inscritos mais de 90 mil universitários. Boa sorte a todos!

Acordo salarial

A direção do Pronese acaba de fechar o acordo salarial com seus empregados, que passaram de 1979 até o ano passado com seus salários congelados e sem direito a qualquer outra vantagem. Além de um reajuste linear de 5%, ficou acertado o retorno do triênio, da gratificação de nível superior e do plano de saúde. O Pronese também se comprometeu a reavaliar o Plano de Cargos e Salários da categoria em 120 dias.
 

Posse sem data

Não está definido o dia em que a suplente Luiza Ribeiro (PT do B) assumirá uma cadeira na Assembléia Legislativa. É que o pedido de afastamento, por quatro meses, feito pelo deputado estadual João da Graça (PT do B) ainda não foi lido pela Mesa Diretora do Parlamento. A ascensão de Luíza faz parte de uma estratégia da oposição ao governo para dificultar a possível candidatura do deputado estadual Valmir Monteiro (PSC) à Prefeitura de Lagarto. Resta saber se vai dar certo.

Gravação bomba

Depois do grande barulho gerado pela gravação de uma reunião clandestina para prejudicar o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B), uma outra bisbilhotice poderá explodir a qualquer momento. A coluna ficou sabendo que um político gravou toda a conversa que teve com outro sobre um acordo que se encontra em fase de acabamento. O objetivo da gravação seria exigir subserviência eleitoral ao moço, sob pena de se tornar pública a gravação o que, acreditem, seria uma bomba atômica. Danou-se!

 

Até mais!

 

A Infonet publica esta coluna todas as segundas e sextas-feiras.

Comentários