Sertão alvoroçado

0

A mudança das regras sobre motos com até 50 cilindradas, as famosas “cinquentinhas”, alvoroçou o sertão sergipano, onde o jumento e o cavalo foram substituídos por motocicletas. Pela nova legislação, estes veículos precisam ser emplacados, pagar IPVA, seguro obrigatório e os condutores serem habilitados. A coisa mais difícil em qualquer interior do país é encontrar um proprietário de “cinquentinha” que atenda tais requisitos. Pior é que a grande maioria não dispõe de recursos para legalizar o “jumento motorizado”. E agora, o que fazer? Sem resposta, o sertanejo está promovendo manifestações contra a nova Lei, enquanto a Polícia de Trânsito vai enchendo o bloco de multas e apreendendo as motocicletas irregulares. Resta saber, onde o Estado vai colocar tantas motonetas.

Gana bloqueada

A conselheira do Tribunal de Contas de Sergipe, Angélica Guimarães, teve parte dos bens bloqueados pela Justiça. Estão indisponíveis bens da ex-deputada estadual no valor de R$ 1,5 milhão, montante liberado por ela em verbas de subvenção da Assembleia. A juíza Fabiana Oliveira Bastos também bloqueou bens da servidora do Legislativo, Ana Kelly Andrade, no valor de R$ 100 mil. É, o cerco está apertando para os acusados de terem feito mau uso do dinheiro público.

Mais prisões

Veja o que publica hoje o Jornal da Cidade: “Ninguém deve estranhar se, nos próximos dias, ocorrerem algumas prisões de pessoas ligadas ao uso irregular das verbas de subvenções da Assembleia. Agora parece que as coisas se encaminham para prisões de fichinhas e figurões”. Aff, Maria!

A farra de João

A Prefeitura de Aracaju gastou em 2014 a bagatela de R$ 68 milhões só com pagamento dos cargos em comissão. Segundo a vereadora Lucimara Passos (PCdoB), na administração do ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), a folha anual dos comissionados era de R$ 24 milhões. Os valores deixam claro que o prefeito João Alves Filho (DEM) encheu a administração de apadrinhados. Segundo a parlamentar, este é o motivo para o parcelamento dos salários de julho.

Outra farra

Você sabia que, além dos gordos salários e outras mordomias, os vereadores de Aracaju têm direito a R$ 180 mil/ano de verbas indenizatórias. Reportagem do jornalista Valter Lima, publicada no Jornal da Cidade de hoje, revela os parlamentes que mais gastaram esta verba nos últimos seis meses: Vinicius Porto (R$ 114 mil), Jailton Santana (R$ 108 mil) e Anderson de Tuca (R$ 104 mil). E o povo, ó!

Mala e cuia

E o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, pode bater asas do ninho tucano a qualquer momento. Hoje, ele participa em Brasília de reunião da Executiva Nacional do PPS, seu provável novo domicílio eleitoral. “Machadão” já percebeu que a tucanada sergipana quer vê-lo pelas costas. Alguns analistas políticos acham que a saída de Machado do PSDB é uma questão de horas. Aguardemos, portanto!

Um democrata

Empresários, políticos e amigos de José Carlos Silva, fundador da Construtora Cosil, foram ao sepultamento deste sergipano empreendedor. Internado há um mês, ele morreu ontem cedo e foi enterrado no Cemitério Colina da Saudade, em Aracaju. O governador Jackson Barreto (PMDB) disse que “Zé Carlos Silva era um democrata. Em 1994, quando toda a imprensa fechou as portas para mim, ele abriu o microfone de sua rádio 103/FM”.

Pisa no freio

A partir do próximo dia 17, os clientes que têm imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) não poderão mais financiar outro imóvel na mesma modalidade. Em nota, a Caixa informou que a nova restrição atinge apenas 2,4% dos financiamentos disponíveis. Por meio do SBPE, os bancos financiam imóveis novos ou usados com saldo da caderneta de poupança.

Bico seco

Após sofrer uma fiscalização na porta da fábrica de Estância, a cervejaria Ambev suspendeu a distribuição de seus produtos dentro do Estado. A ação da Secretaria da Fazenda visou verificar se a indústria está repassando o ICMS sobre o serviço de transporte. Ao justificar a suspensão do fornecimento de seus produtos, a Ambev diz que trabalha para entender  os possíveis  impactos operacionais  e fiscais das alterações estabelecidas pela Secretaria da Fazenda.

Dnit muda

O ex-deputado estadual e engenheiro Ismael Silva (PRB) é o novo superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Ele foi indicado para o cargo pelo deputado federal Jony Marcos (PRB) e deverá tomar posse nos próximos dias.

Diretas já

Eleições diretas já para escolher a Mesa Diretora do Tribunal de Justiça de Sergipe. A reivindicação é da Associação dos Magistrados de Sergipe. O presidente da entidade, juiz Gustavo Plech, explica que não se trata apenas de democratizar o Judiciário, mas de permitir a escolha daquele desembargador que, para a maioria dos magistrados, apresenta-se como o melhor gestor e administrador da coisa pública. Tá certo!

Recorte de jornal

Publicado no Diário da Manhã, em 24 de novembro de 1911

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários