Síndrome de Burnout: Mitos e Verdades!!!

0

Aceite tudo o que estiver presente, e, uma vez aceito incondicionalmente, tudo fica belo. Mesmo a dor tem efeito purificador. Assim, por tudo o que surgir em seu caminho, fique grato.( Charles Durant )

A Sindrome de Burnout foi inicialmente identificada no ano de 1970 pelo psicanalista Herbert J. Freudenberger,,ela também é bastante conhecida como como Síndrome do Esgotamento Profissional, na oportunidade o psicanalista a descreveu como sendo um estado de esgotamento físico e mental, cuja causa estaria intimamente ligada à vida profissional do Seu portador: Isso significa que a dedicação exacerbada ao trabalho, apesar de ser uma das característica marcantes da Síndrome, não é a única a ser levada em consideração, geralmente o indivíduo que desenvolve essa patologia clínica, de forma imaginária começa a inferir de forma totalmente irreal uma análise surreal de sua autoestima a partir do sucesso e desempenho no trabalho.

O que se observa nesses casos é que inicialmente esta satisfação e prazer começa a terminar quando ele não se sente reconhecido, transformando dessa forma o desejo de se afirmar no trabalho em uma obstinação e compulsão, que são sintomas cada vez mais agravantes com a progressão da doença, por isso é que ela inoportunamente em geral ocorre em profissionais que exigem o contato direto com pessoas, tais como: atendentes de telemarketing, médicos e enfermeiros, gestores de projetos e recursos humanos, motoristas de ônibus, policiais, recepcionistas, assistentes sociais, professores, dentre outras.

Principais Sintomas:

Em Sua evolução, muitas vezes de forma inexorável e crescente, observamos principalmente os seguintes sintomas:

  • Grande e patológica necessidade de demonstrar que é capaz de realizar o trabalho;
  • Intensa dedicação ao seu trabalho, ou seja um desejo doentio de querer fazer tudo sozinho e a qualquer momento do dia, desenvolvendo um imediatismo patológico.
  • Ocorre também um crescente perda de interesse de suas necessidades pessoais, ou seja observa-se que o ato de comer, dormir e lazer começam a ficar totalmente sem sentido;
  • Infelizmente para piorar ainda mais a patologia o indivíduo desenvolve um negação do problemas, ele começa a considerar de que a opinião alheia é desconsiderada e todos em sua volta começam a ser inferior ao seu desempenho, limitando todos os seus contatos sociais e dando lugar ao cinismo e agressividade;
  • Desenvolve então evidentes modificações do seu comportamento, de forma bastante clara o portador da Síndrome apresenta dificuldade de aceitar brincadeiras com bom senso e humor, além de evitar diálogos e preferir meios digitais de contato.
  • Outra característica bastante marcante é o desenvolvimento cada vez mais presente de um caso de depressão, ou seja tudo começa se tornar desgastante e exaustivo, ou seja começam a aparecer marcas de indiferença e desesperança, aliado ao desenvolvimento de um grande vazio interno e é então nessa fase de que a vida começa a perder o seu real sentindo.

Após o aparecimento de todo esse quadro clinico dessa patologia tão marcante e invalidante é que se faz o diagnóstico da Síndrome, ocorrendo então o estágio final no qual ocorre o colapso físico e mental do indivíduo, quando então torna-se imprescindível o acompanhamento de um psiquiatra e psicólogo, convém salientar de que é muito importante considerar que trata-se de uma doença diretamente relacionada ao trabalho desenvolvido, sendo portanto classificada como um acidente de trabalho respaldado pela lei.

Podemos evitar o aparecimento dessa Doença oriunda de trabalhos individualistas?

Já que nós sabemos quais são os principais fatores causadores dessa patologia ,fundamentalmente de origem comportamental, a melhor estratégia é eliminá-los da rotina do dia a dia do provável portador da Síndrome e cuidar para que o ambiente de trabalho seja o mais saudável possível, porém é bastante lógico de que o ambiente de trabalho por si só não será o único item responsável por todos os danos causados ao trabalhador, por isso não devemos nunca esquecer de manter corpo e mente em equilíbrio, assim menos suscetibilidade de ocorrerem influencias externas.

No sentido de auxiliar para que se tenha um adequado e sadio ambiente de trabalho, garantindo para que se conserve um adequado e tranquilo bem-estar aos funcionários dentro da empresa e no exercício das suas funções e tarefas, aqui vão algumas singelas considerações:

Mantenha, dentro do possível, um ambiente de trabalho calmo e fraterno.

Providencie estrutura adequada para que o colaborador se sinta confortável durante o trabalho (como equipamentos de qualidade, por exemplo);

Procure sempre evitar que ocorram conflitos internos (entre os colaboradores ou entre departamentos) e externos (colaboradores e clientes ou colaboradores e fornecedores);

Procure sempre reconhecer, sempre que possível, o esforço dos colaboradores e deixe bastante claro a importância de cada um tem para o crescimento e o desenvolvimento da empresa;

Tente de forma bastante transparente estabelecer metas que sejam realistas e alcançáveis;

É fundamental para a autoestima do indivíduo, que procure investir em softwares e ferramentas que facilitem os processos do trabalho a ser desenvolvido.

Sempre deve procurar incentivar que ocorram pausas para lazer e descanso durante a labuta diária.

Acima de tudo devem ser estabelecidos princípios que possam promover atividades laborais e clubes temáticos.

Finalmente, se não de forma prioritária, procure saber qual deve ser a melhor forma de dar e receber feedbacks.

Se policie e procure rigorosamente aprender a respeitar o limite de carga horária de trabalho;

Tente sempre ter um hobby para o qual possa dedicar parte do seu tempo livre.

Na evolução do seu interior procure sempre encontrar uma área de estudos que seja de seu interesse e então se aprofunde no assunto;

Não se esqueço nunca de aprender de forma consciente e atenta ouvir feedbacks de forma saudável.

Fundamental: Você para crescer sua autoestima e seu rendimento no trabalho deve adotar o bom e saudável hábito da leitura;

Uma dica bastante significativa e que irá melhorar sua qualidade de vida é o de praticar exercícios físicos regularmente, de preferência de segunda a segunda!!!

Procure um Nutricionista, dentro ou fora da Empresa e desenvolva uma alimentação equilibrada e saudável;

Considere de forma bastante frequente e continua a promoção de momentos de distração com seus colegas de trabalho, como por exemplo a realização de happy hours depois do expediente;

E por fim, que talvez devesse ser inicialmente, deve perenemente reservar um tempo para aproveitar de forma saudável com Seus familiares e amigos.

Como Tratar?

Os psiquiatras, psicólogos e terapeutas são os únicos profissionais capacitados para diagnosticar e orientar a melhor forma de tratamento esse problema clinico tão frequentemente encontrado, e tão pobremente diagnosticado, por causa disso mesmo por melhores que sejam as intenções , qualquer suporte que não seja adequadamente qualificado pode causar ainda mais danos e prejudicar bastante a recuperação do indivíduo que esteja sofrendo com esta Síndrome.

Por causa disso ,se por acaso, você reconhecer em si mesmo qualquer um dos sinais acima listados, ou mesmo identificar comportamento anormal em relação a algum colega de trabalho, procure ajuda médica e notifique seu superior , ou então, se for o caso oriente seu colega a fazer o mesmo, além disso é conveniente salientar de que se já vivenciou alguma situação no seu ambiente de trabalho relacionado à essa patologia, procure sempre e de forma rápida e bastante incisiva, compartilhar as suas experiências, por que ,com toda a certeza elas irão poder contribuir para ajudar de forma positiva com alguém que esteja passando por maus e difíceis momentos por apresentar esse problema tão presente em nossos meios.

Uma Boa e profícua Semana, com muita Paz e Tranquilidade!!!

FIQUE EM CASA!!!!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais