Sublegenda do DEM

0

O PSDB será mesmo sublegenda do DEM em Sergipe. Triste fim para um partido que já foi o maior do Estado, tendo em seus quadros o governador, a maioria da Assembléia Legislativa, prefeitos e vereadores espalhados por todo o interior. Faltando bem menos de um mês para encerrar o prazo de filiações daqueles que pretendem disputar as eleições de 2012, o PSDB não definiu o nome de seu presidente estadual. Quem ainda permanece no ninho tucano, contudo, não têm mais dúvidas que o comando do partido será entregue a um político do DEM, que o transformará numa mera sublegenda. Daí a se transformar em um partidinho de aluguel será um pulo.

Nova tucana

A colega Rita Oliveira publica em sua coluna no Jornal do Dia que a ex-prefeita de Canindé, Rosa Galindo, que havia acertado com o senador Valadares sua transferência para o PSB, mudou de posição na última hora. Atendendo a um apelo do deputado estadual Augusto Bezerra (DEM), Rosa se filiou ao PSDB, demonstrando que os demistas têm certeza que comandarão a legenda tucana no Estado.

Não quer

Quem pergunta à senadora Maria do Carmo Alves (DEM) se seu esposo João Alves deve disputar a Prefeitura de Aracaju ouve a seguinte resposta: “Todos conhecem a minha opinião de que ele não deveria concorrer às eleições de 2012, mas sei que João pode vir a ser candidato”. Em 2008, João ensaiou enfrentar nas urnas o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B), porém a reação da senadora contrária ao projeto o fez desistir da disputa nas últimas horas.

Roda de leitura

Está marcada para as 9h de amanhã a abertura da Roda de Leitura ‘Cleomar Brandi’, que acontecerá na Biblioteca Pública Epifânio Dória. Serão debatedores os jornalistas Gilson Sousa e Marcos Cardoso, tendo como mediadoras as professores Roseneide Santana e Jeane Caldas. A curadora é Maria Sônia Carvalho. No mesmo local será aberta a exposição “Vida e Obra” de Cleomar, que ficará aberta ao público até o próximo dia 30. Prestigie!

PPS reunido

A cúpula nacional do PPS estará em Aracaju na próxima sexta-feira para prestigiar a filiação do deputado federal Almeida Lima. Já confirmaram presenças o presidente do PPS, deputado federal Roberto Freire, o secretário-geral da legenda, Rubens Bueno, e quase todos os dirigentes do partido no Nordeste. Almeida chega no PPS alimentando o sonho de disputar a Prefeitura de Aracaju em 2012.

Por perto

Os consumidores têm até hoje para conhecer o Projeto ‘Natura por Perto’. Bastam ir ao estacionamento do Shopping Riomar e se cadastrar para ter acesso à carreta de 81,4 m2, climatizada, decorada e com espaços para demonstração dos produtos. Durante a ação, as consultoras e os consumidores conhecem, em primeira mão, os lançamentos da Natura como a linha Vôvó, Natura Águas, e Ekos. Aracaju foi a única capital do Nordeste escolhida para receber o Projeto “Natura por Perto”.

Não é político

O empresário Ailton Junior contesta a informação de que sua candidatura a presidente da Associação Brasileira de Agentes de Viagens em Sergipe (ABAV-SE) foi apoiada por entidades ligadas ao DEM. “Não faço política partidária. Ademais, seria deselegante pedir ficha de filiação a empresários. É correto, por exemplo, chamar Sérgio Oliveira de demista porque em 2006 ele homenageou com pompas o ex-governador João Alves?”, questiona. Ailton também discorda que Sérgio teve o apoio do trade turístico para se eleger presidente da ABAV-SE, pois venceu com apenas um voto de frente, o que evidencia a divisão do setor.

Supersimples

O Projeto de Lei da Câmara, que altera o Supersimples ou Simples Nacional, deve ser votado na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) na próxima terça-feira. A proposta amplia em 50% as faixas e o teto da receita bruta anual das empresas do Simples Nacional. O teto da microempresa sobe de R$ 240 mil para R$ 360 mil, e o da pequena empresa passa de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões.

Vendendo mais

As vendas e a receita nominal do comércio varejista de Sergipe cresceram em julho último 1,1% e 4,1%, respectivamente, no comparativo com o mesmo mês do ano passado. No comparativo com ajuste sazonal entre os meses de junho e julho deste ano, o volume de vendas do comércio sergipano cresceu apenas 0,2%, enquanto que a receita nominal das vendas recuou 0,1%. Os dados são do Boletim Econômico Fies/UFS.

Do baú político

Durante mais de um século falou-se na necessidade de se dragar a problemática barra do rio Sergipe para permitir a passagem de navios de grande porte. Segundo o jornalista Luiz Eduardo Costa, fazer a dragagem era promessa repetida pelos políticos em todas as campanhas eleitorais. Em 1957, o então governador Leandro Maciel (UDN) trouxe, sob o espocar festivo de foguetes, a draga holandesa Antuérpia. A barra foi dragada e, logo depois, atravessada por um navio de passageiros e carga, também recebido com alarido de festa. Durou pouco a euforia. A barra voltou a ficar assoreada. Com dificuldade, alguns navios com capacidade não superior a cinco mil toneladas continuavam freqüentando o porto de Aracaju. Eram o Capela, barco de passageiros, os cargueiros Brasiluzo e Luzobrasil, e alguns outros. Os navios ancoravam num cais de madeira em Frente ao Trapiche do Lima, na Rua da Frente, entre as ruas de Laranjeiras e São Cristóvão. As cargas chegavam e saíam transportadas em tróleis sobre trilhos que cruzavam a avenida. Bebia-se chope em Aracaju somente no bar do Capela, quando o navio estava no ‘porto’. Em 1964, o Capela fez a sua última viagem.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais