Sucursais do inferno

0

Não é de hoje que, no Brasil, combate-se o crime por meio de práticas de igual calibre. E os delitos não cessam com a detenção dos infratores. As prisões e o tratamento dispensado aos detidos são de tal forma degradantes e desumanos que, em vez de recuperá-los para o convívio social – objetivo declarado das casas de correção do Estado -, os tornam ainda mais ferozes e pervertidos. Não há triagens nas penitenciárias, o que submete detidos por delitos leves ao convívio com criminosos ferozes, transformando os presídios, sucursais do inferno, em verdadeiras universidades do crime. Sai-se de lá, em regra, bem pior do que se entrou. O Brasil não resolverá o desafio da violência enquanto continuar a tratar os seus infratores – face mais dramática da crise social – como animais. Ou por outra coisa, pior que os animais. Basta comparar o padrão vigente nos zoológicos com o das penitenciárias.

 

(O comentário acima foi extraído do artigo com o mesmo título produzido pelo presidente nacional da OAB, sergipano Cezar Britto, e publicado no site Consumidor Jurídico.)

 

Banese financia

O Banco do Estado de Sergipe (Banese) assinou com a empresa Construções e Engenharia Ltda. (Constren), contrato de financiamento no valor de R$ 8,3 milhões para a implantação do empreendimento residencial ‘Edifício Aliete Vieira’, um prédio de 56 apartamentos no bairro Farolândia, em Aracaju. O ato foi realizado na agência do Banese José Figueiredo, na Avenida Francisco Porto, da qual são clientes os sócios-proprietários da Constren, Carlos Eduardo Martins de Vasconcelos e Maria Célia Barcelos Martins.

Kit orienta

Para que os donos de restaurantes, bares, cantinas, quiosques e todos os empreendimentos do ramo da gastronomia ofereçam produtos com qualidade, agregados a serviços e a um gerenciamento competitivos, o Sebrae lança, em parceria com o Canal Futura, o kit educativo ‘Sabor & Gestão – Boas Idéias para Alimentação Fora do Lar’. O kit educativo é formado por um DVD e um livro. Com ênfase no desenvolvimento de um produto, o kit oferece uma visão global da gestão de negócios, abordando questões como atendimento, estrutura, formação de preço, marketing, boas práticas e responsabilidade social.

Sugestão da CUT

 

E o presidente da CUT/Sergipe, Antônio Góes, defende que o Banese reduza urgentemente as suas taxas de juros. Segundo ele, a medida beneficiaria os micro e pequenos empresários, além dos servidores públicos, que são a maioria da clientela. “No meio financeiro se diz que a taxa de juros é definida pelo risco que envolve a operação. Nas operações com os servidores praticamente não existe risco para o Banese”, afirma o sindicalista.  


Curso para consultor

Para facilitar o acesso da instituição aos editais das agências públicas de fomento, o Sebrae em Sergipe irá capacitar seus consultores hoje e amanhã no curso Elaboração de Projetos de Inovação. Segundo o superintendente do Sebrae/SE, Emanoel Sobral, a intenção é que os consultores elaborem projetos em parceria com as empresas sergipanas, que poderão acirrar a concorrência com as demais empresas brasileiras. O instrutor do curso será Thiago Renault, consultor do Sebrae no Rio de Janeiro.

Trocas reduzidas

Por conta dos efeitos da crise financeira internacional, o consumidor deve trocar menos de aparelho, mas irá continuar a falar ao celular. A previsão é da Teleco (Conhecimento em Telecomunicações). A queda nas vendas de aparelhos celulares nos primeiros meses de 2009, segundo a Teleco, também deve ocorrer devido à cautela das operadoras que estão procurando reduzir seus estoques.

O maior de todos

O maior plano de saúde de Sergipe, o Ipesaúde, tem mais de 100 mil beneficiários e pertence ao poder público. Esse número equivale a 40% dos usuários de planos de saúde no Estado, pois todos os planos particulares juntos têm uma clientela em torno de 150 mil pessoas. O Ipesaúde atende o funcionalismo estadual e uma pequena parte de servidores da Prefeitura de Aracaju, tem uma despesa mensal que gira em torno de R$ 2 milhões e 250 mil e realiza mensalmente quase 200 mil procedimentos, entre consultas e exames.

Seguro maior

O governo federal ampliou em dois meses o limite máximo de pagamento do seguro-desemprego. Com esta alteração, o teto para a concessão do benefício saltou de cinco para sete meses. A medida integra o pacote preparado pelo governo para conter o avanço das demissões e atenuar o impacto dos cortes de vagas sobre os trabalhadores.

 

Crise ajuda

 

As vendas de medicamentos genéricos explodiram com a crise financeira do final do ano passado. Só no último trimestre de 2008 a alta chegou a 22,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. O salto registrado no último trimestre foi suficiente para puxar todo o resultado de 2008, que subiu 19%. Taí um exemplo de quando o bolso fala mais alto do que a confiança no produto.

 

Aviso do Leão

 

A Receita Federal anunciou que o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2009 começa em 2 de março e vai até 30 de abril. Estão obrigados a apresentar a declaração as pessoas que receberam mais de R$ 16.473,72 em 2008. Quem perder o prazo terá de pagar multa mínima de R$ 165,74. Evite tomar mais essa facada no bolso.

 

Grito do Caranguejo

 

Pelo segundo ano consecutivo, o Bloco Ecológico Caranguejo Elétrico fará o seu grito de Carnaval no Mirante da 13 de Julho. Será no próximo dia 19, a partir das 18 horas. Visando resgatar os antigos carnavais de Aracaju, o “Caranguejo” promete contagiar os amantes do frevo, da marchinha, das caretas, do confete e da serpentina. A idéia é que os foliões usem fantasias, máscaras e caretas e não dispensem a alegria. O grito carnavalesco será animado pela bandinha do Gugu, Orquestra Carnavalesca Cajuínas e a Guita Freva. Vai ficar parado?

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários