Sukita, o energúmeno

0

O ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Santos, o “Sukita” (PSB), deu um péssimo exemplo de deseducação ao chamar de marginal e jornalista vendido o editor do semanário Cinform, Jozailto Lima. Quem ouviu os desacatos pelo rádio deve ter pensado que o destemperado político é um homenzarrão cabra da peste, que resolve tudo no braço ou na bala. Não é. Sukita está mais para aqueles cachorros de fateira, que latem, latem e correm à primeira batida de pé. Pelo que se conhece do capelense, ele não passa de um falastrão despreparado para o debate público, que fica encolerizado quando perde o argumento e acredita ser possível assustar com sua verborragia. Alguém precisa dizer a esse energúmeno que ex-prefeito é igual a coca-cola sem gás, não tem lá muita serventia.

Em campanha

E quem estará hoje em Sergipe é o dirigente nacional do PT Valter Pomar. Membro da corrente Articulação de Esquerda, ele vem pedir apoio dos petistas sergipanos à sua candidatura a presidente do partido. Às 19h, Pomar participa em Estância de um debate sobre ‘a crise do capitalismo e os reflexos no Brasil’.

Duelo

O senador Antonio Carlos Valadares (PSB) não gostou nadica de nada da insinuação feita pelo senador Eduardo Amorim (PSC) de que ele não está bem de saúde e tem sido infeliz ao abrir a boca. Em resposta, o neosocialista lembrou ter sido eleito três vezes seguidas “sem comprar nenhum voto”. Oxente, senador, e quem foi que comprou a consciência dos sergipanos? Vixe Maria!

Tá legal

O presidente estadual do PSC, deputado federal André Moura, enviou nota à imprensa informando que continua legalmente apto para concorrer ao pleito de 2014. Segundo ele, não há qualquer impedimento judicial decorrente do trânsito em julgado de processos. Em agosto de 2012, Moura teve os direitos políticos cassados pelo Tribunal de Justiça de Sergipe sob a acusação de improbidade administrativa.

Finalmente

A presidente da Assembleia Legislativa, deputada estadual Angélica Guimarães (PSC), leu ontem os dois projetos do Executivo pedindo autorização para contrair empréstimo de R$ 567 milhões junto à União. Agora, o Proinvest segue para tramitação nas comissões temáticas do Legislativo. Se Deus ajudar e o diabo não atrapalhar, dentro de 15 dias o projeto será aprovado. Tomara!

Publicidade

A Secretaria de Comunicação de Aracaju fará licitação pública para escolher a empresa de publicidade que atenderá a Prefeitura pelos próximos quatro anos. Segundo o secretário Carlos Batalha, até que seja feita a concorrência, a municipalidade permanecerá sendo atendida emergencialmente pela empresa de publicidade JHS Cia Ltda.

Engaiolado

Deve chegar hoje em Sergipe o fugitivo José Augusto Aurelino, acusado de integrar um grupo de extermínio que já matou 17 jovens infratores em Poço verde, município que faz divisa com a Bahia. Ele foi preso ontem no Pará, onde estava escondido desde a semana passada. Acusado pelo mesmo crime, também já está preso em Aracaju o capitão reformado da Polícia Militar Josenildes Rodrigues Santana.

Borrachudos

Em março passado, Sergipe foi o terceiro estado do Brasil em emissão de cheques sem fundo (9,07%), perdendo apenas para Roraima (13%) e Acre (9,84%). Segundo a Serasa Experian, dos cheques emitidos no último mês em todo o país, 2,36% eram ‘borrachudos’, volume 0,17 ponto percentual maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

Guerreiro

A Umbanda festeja hoje (23) o Dia de Ogum, o orixá da guerra. Na mitologia yorubá, Ogum era o filho mais velho de Oduduwa e considerado o primeiro dos orixás a descer do Céu para a terra. Foi provavelmente a primeira divindade cultuada pelos povos yorubá da África Ocidental. “Oh Ogum iê/ saravá meu Pai/ Vem me valer/ Quem é filho de Ogum não cai/”.

Do baú político

Não faz muito tempo, a maioria das brigas entre políticos era resolvida à bala, porém nem sempre as ameaças se concretizavam. Em artigo publicado recentemente, o desembargador federal Vladimir Carvalho narra uma dessas cenas que presenciou em 1963, ainda menino, no largo da feira de Itabaiana (SE). “De um lado, Euclides Paes Mendonça e alguns soldados da Guarda Municipal, todos armados. Euclides, com dois revólveres nas mãos, e os soldados parados entre a loja de Antonio Siqueira e a de Francisquinho Barbosa, no meio da rua. De outro lado, vindo em sua direção, Manoel Teles, seguro por um empregado, que lhe pedia calma. Euclides, apontando os revólveres para o ar, dizia: ‘Olhe o que tenho pra você’. Manoel Teles respondia: ‘Não tenho medo de arma em sua mão’. Não sei como a cena terminou. A memória se perde em imagens desbotadas. Sei que não ocorreu nenhuma briga física, nem nenhum tiro foi disparado naquela manhã. Leite Neto e Antonio Torres devem ter ido a Itabaiana, imediatamente, encontrar uma saída diplomática”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais