Tecnologia e esporte

0

Começaram os jogos Pan-Americanos Rio 2007 com uma bonita abertura. Foi uma festa como a muito tempo não se via no esporte. Mas o Pan não é só esporte, a tecnologia usada para os Jogos é de encher os olhos.

A infra-estrutura dos jogos é enorme. São mais de 4200 computadores e 700 servidores, usados em 44 redes locais. As chegadas de todas as provas são fotografadas por câmeras automáticas e as piscinas têm sensores que indicam o momento exato da chegada. A infra-estrutura está espalhada em todos os lugares onde há competição e ela alimenta uma central de informações sobre as competições. Esta central é a que os locutores das TVs usam para saber o andamento da prova.

A tecnologia não é usada somente como infra-estrutura. Ela pode ser aplicada diretamente para o esporte. Para o taekwondo foi criada uma tecnologia chamada de Speed Fight, que permite monitorar os movimentos do atleta durante os treinamentos, por meio de sensores instalados no colete. Dessa forma, os treinadores podem indicar quais movimentos do atleta devem ser melhorados para conseguir uma melhor performance. Resultado: medalha de ouro para o Brasil com Diogo Silva.

O vôlei a muito tempo se valeu da tecnologia para chegar (e se manter) ao topo do ranking. Um programa foi construído especialmente para que os membros da comissão técnica possam ter informações detalhadas, e em tempo real, do comportamento dos atletas dentro da quadra. Com ele é possível saber, por exemplo, qual o percentual exato de bolas que o levantador adversário usa em jogadas pelo meio, com isso, o nosso técnico Bernardinho pode decidir mudar a maneira como a equipe está jogando. Como todos nós já sabemos: informação é tudo. Resultado: Brasil hepta campeão da Liga Mundial.

E no futebol? Lá a tecnologia passa bem longe. Saber a quantidade de faltas cometidas no jogo não serve para muita coisa. Muito menos a quantidade de escanteios ou de jogadas de linha de fundo. A maioria dos técnicos usa o “achismo” para tomar decisões (quando tomam!!), não é à toa que muitas vezes são criticados e vaiados. Bem, o futebol e a tecnologia não são muito compatíveis, e é por este motivo que times ruins continuam ganhando de times bons. Resultado: Brasil 3 x 0 Argentina.

Final de semana fantástico (ainda bem que o Flamengo não jogou)… Deu orgulho de ser brasileiro. 


 

Até a próxima semana! 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários