Terceira idade

0

Dia desses levantei e me deparei com os meus quatro gatos e meu cachorro Bruce, deitados sobre um facho de luz do sol, que refletia sobre a janela do meu quarto no piso, criando uma deliciosa atmosfera ,e os mantendo aquecidos e relaxados. Parei na sombra e os observei durante algum tempo.

Foto: Luciana Aguilar

Uma coisa que sempre me comoveu é a inocência de um animal de estimação. Quase sempre estão brincando, dormindo ou dando-nos afeto.  No momento em que os observava, me dei conta que os meus “filhos” estão envelhecendo.

No caso de nós humanos, existem muitos ganhos com a velhice. Um deles é a quebra de paradigmas e valores em relação aos outros.  Mas voltando ao assunto sobre a terceira idade animal, é verdade que antes eles viviam menos, e era muito menor o nosso tempo para desfrutar e ser desfrutado, nessa relação tão especial que estabelecemos com os nossos animais.  É fácil de se entender o motivo.  Hoje em dia, há uma série de cuidados preventivos oferecidos pelos  avanços da medicina veterinária e as novas tecnologias ,que nos permitem manter o bem estar dos nossos Pets, além do carinho e da atenção que lhes dedicamos , sempre.

Cuidados com a alimentação e redobrados cuidados de saúde são algumas das providências que podem nos ajudar nessa nova etapa de vida deles. Sou muito atenta a qualquer sinal diferente dos meus “filhos" , além dos cuidados básicos como alimentação,higiêne , visitas regulares ao veterinário, busco ler muito sobre qualquer tema de animais domésticos.
Sempre acabo tomando conhecimento de alguma novidade da qual desconhecia.

Animais seniors podem ter hábitos e comportamentos mudados , disfunções de entendimento e aprendizagem também podem acontecer. O cérebro passa a aceitar cada vez menos novas rotinas e aprendizados . O simples fato de mudar de casa pode deixar o animal ansioso e irritado. Você sabia?
Sabe-se que cães após sete anos e gatos depois dos 10, sofrem uma redução na resistência física. O metabolismo, por exemplo, passa a trabalhar mais lentamente, e com isso aumenta a quantidade diária de sono. Os exercícios são sempre importantes, sem esquecer que a idade diminui o vigor, portanto deve-se optar por exercícios leves e regulares.
Alguns dos problemas de saúde mais comuns quando eles chegam em uma idade avançada são: problemas cardíacos e renais, artrite, dores nas articulações, mal de alzheimer, depressão, tártato em excesso, catarata, surdez, câncer, além de disfunções cognitivas. Muito parecido com o processo de envelhecimento de todos nós.
Cuidados específicos e muito afeto podem nos ajudar a prolongar suas vidas , que para nós amantes de animais são muito preciosas.
Eu não tenho um lugar no céu por tratar bem dos animais, nem sou daquelas que vai adotando todos que aparecem na minha frente, mas penso muito na hora de adquirir um cão ou gato de estimação, pois se eu escolhi, e se ele depende de mim, cuidadarei dele da melhor maneira. 
Muitos cães são abandonados quando atingem a velhice.  E o pior tipo de abandono é aquele que acontece dentro da própria família.
Eu sei que nada será eterno , e que nada será mais doloroso do que o dia da despedida de cada animal que habita o meu coração e a minha vida  , até lá usufruo de cada minuto na companhia deles e damos a eles todo o possível para que enfrentem o avanço da idade com conforto e felicidade.
E eles, nos dão muito mais….

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários