Torneio de baixaria

0

Os primeiros lances do jogo sucessório em Sergipe permitem antever que a baixaria vai predominar na campanha eleitoral de 2014. Tendo de um lado o vice-governador Jackson Barreto (PMDB) e do outro o dublê de empresário e político Edvan Amorim (PTB), o debate político promete se transformar numa guerra verborrágica. Outro dia, ao ser chamado de ultrapassado, o peemedebista acusou Edvan de trapaceiro, e este reagiu chamando-o de frustrado e manhoso. Resta saber qual dos dois terá mais munição para enlamear o outro até as eleições do ano que vem. É uma pena assistir espetáculo tão grosseiro, que envergonha os sergipanos e em nada contribui para o aprimoramento das instituições políticas.

Mudança no TJ

O Tribunal de Justiça de Sergipe ganhará um novo desembargador nos próximos dias. É o juiz de direito Rui Pinheiro. Pelo critério de antiguidade, ele vai substituir o desembargador Netônio Machado, que se despede daquela corte na quarta-feira. Diante disso, dificilmente o Pleno do TJ concluirá na próxima sessão o processo sobre a eleição da deputada estadual Susana Azevedo (PSC) como conselheira do Tribunal de Contas do Estado.

Greve segue

Em greve há sete dias por melhores salários, os operários da construção civil de Sergipe se parecem muito com o pedreiro da música ‘Cidadão’, de Zé Geraldo: “Tá vendo aquele edifício moço?/ Ajudei a levantar/ Foi um tempo de aflição/ Eram quatro condução/ Duas pra ir, duas pra voltar/ Hoje depois dele pronto/ Olho pra cima e fico tonto/ Mas me chega um cidadão/ E me diz desconfiado, tu tá aí admirado/ Ou tá querendo roubar?”.

O Mau Pastor

Com o título acima, a revista Veja desta semana repercute a conversa telefônica entre o governador do Acre, Tião Viana (PT), e o empresário da construção civil João Salomão. Na conversa, o petista disse ter como conseguir no Banco do Estado de Sergipe uma linha de crédito “sem a garantia de obra” e “sem amarras”. Como se sabe, o empréstimo não se concretizou e o empreiteiro está atrás das grades sob a acusação de falcatruas no Acre.

Recupera-se

Submetido a uma cirurgia de diverticulite, o secretário estadual da Fazenda, João Andrade Vieira, se recupera bem, mas deverá passar um bom período afastado do trabalho. Para substituí-lo interinamente, o governador Marcelo Déda (PT) indicou o
subsecretário de Desenvolvimento Energético, José de Oliveira Júnior. O blog deseja a João Andrade uma rápida recuperação.

PF apura

A Polícia Federal vai apurar a origem do boato sobre a suspensão do Programa Bolsa Família. A informação falsa de que só seria possível sacar o benefício até sábado passado levou milhares de pessoas às agências da Caixa Econômica Federal. Em Sergipe, o maior tumulto aconteceu em Lagarto. Foi preciso colocar carros de som nas ruas para desmentir o boato, e chamar a polícia para proteger a agência da Caixa.

Fora de ordem

O Jornal da Cidade publica na coluna Periscópio que “o número de advogados em Sergipe sem carteira da Ordem já é muito grande e em breve deve ultrapassar o daqueles com registro na OAB, que contratam a mão de obra barata dos colegas ‘excluídos’. Isso vai terminar gerando um movimento que pode resultar na criação de uma espécie de Ordem dos Advogados Sem Carteira do Brasil (OASCB)”. Misericórdia!

Secretariado

O governador Marcelo Déda (PT) deve reunir o secretariado na próxima quinta-feira para tratar sobre a reforma que pretende fazer nos 1º e 2º escalões. Na última sexta-feira, o petista disse ao presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, que o partido será prestigiado na mudança do secretariado. É provável que Déda aproveite a reunião para anunciar seu afastamento por 15 ou 20 dias visando intensificar o tratamento contra o câncer no estômago.

Rega bofe

O convidado do Programa ‘Conversando com o Lojista’ desta semana é o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Durante o almoço, marcado para as 12h da próxima quarta-feira na sede da CDL, o demista falará sobre o controle dos camelôs, melhorias e projetos de estacionamentos no centro comercial, construção de estacionamentos públicos e a liberação de trânsito na rua José do Prado Franco.

No Senado

As denúncias de irregularidades na administração do ex-prefeito de Capela, Manoel Messias, o ‘Sukita’ (PSB), serão divulgadas em Brasília pelo senador Eduardo Amorim (PSC). O parlamentar acha que os desmandos praticados pelo adversário precisam ser apurados, pois envolvem recursos federais. Na verdade, ao levar questões paroquiais para o Senado, Amorim deseja fustigar o senador Antônio Carlos Valadares (PSB), aliado de ‘Sukita’ e seu adversário político.

Do baú político

Na campanha eleitoral de 2002, os candidatos a senador Almeida Lima e a deputado estadual Francisco Gualberto travaram um acirrado debate numa emissora de rádio de Aracaju. A briga verbal aconteceu porque durante uma entrevista Almeidinha fez duras críticas ao PT. Convidado para responder as acusações, o petista passou a discordar do adversário, até que Almeida o chamou de baixinho invocado. Gualberto não pensou duas vezes e disparou: “Baixinho é a puta que lhe pariu. Me respeite, filho de uma égua!”. Para o alívio das mães de ambos e do público em geral, o radialista acabou o debate ali.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários