Tortura nunca mais

0

Organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Petrobras, será lançada amanhã em Aracaju a Comissão da Verdade, Memória e Justiça. Um dos objetivos é identificar os participantes da repressão política e aqueles que financiaram as prisões ilegais, perseguições e torturas ocorridas em Sergipe durante a ditadura militar. Louvável, a iniciativa do Sindipetro ocorre algumas semanas depois de a Petrobras ter entregue à Comissão Nacional da Verdade mais de 400 rolos de microfilmes, microfichas e documentos produzido por uma divisão do Serviço Nacional de Informações (SNI), que funcionava dentro da estatal. É sabido que muitos petroleiros de Sergipe e Alagoas foram perseguidos e presos durante a ditadura militar. Entre eles estava Milton Coelho, que ficou cego após várias sessões de tortura nas dependências do quartel do 28º Batalhão de Caçadores. Tomara que outras entidades sergipanas sigam o exemplo do Sindipetro para que a verdade finalmente venha à tona e os responsáveis sejam punidos.

Desfalque

O vereador estanciano José Domingos Soares, o “Dominguinhos do PT”, caiu fora da tendência Articulação de Esquerda, que em Sergipe é capitaneada pela deputada estadual Ana Lúcia (PT). Em nota, o petista explica que a gota d’água para a sua saída foi a falta de apoio da tendência ao seu projeto de disputar a presidência da Câmara Municipal de Estância. “Dominguinhos” revela que permanecerá filiado ao PT.

Tá difícil

Servidores estaduais promoveram ontem mais um ato público em defesa do Plano de Cargos, Salários e Vencimentos (PCSV). Prometido pelo Executivo desde 2010, o PSCV foi sempre empurrado com a barriga, enquanto o coitado do servidor apertava o cinto. Agora, o governo alega não poder atender a reivindicação porque o estado se encontra no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. E daí, que culpa tem o servidor se o estado arrecada mal?

Cara de pau

A vítima de um assalto na periferia de Aracaju ficou tiririca com a cara de pau do bandido. Após ter tomado a bolsa da trabalhadora, onde estavam R$ 700 e todos os documentos pessoais, o marginal sugeriu que ela comprasse um celular moderno “porque esse seu é velho demais”. Quanta ousadia!

Ensebou

A Anvisa suspendeu a fabricação, distribuição e venda do creme de massagem Banha de Carneiro. Produzido pela empresa Pup Lyne Cosméticos, o produto não tem registro. A decisão da Anvisa estabelece ainda o recolhimento do creme nas farmácias. Na falta da Banha de Carneiro, que tal usar sebo de bode em suas sessões de massagem? Dizem que fede um pouco, mas é bom.

Mais caro

A Petrobras anunciou que o óleo diesel comercializado nas refinarias da empresa será reajustado em 5% a partir desta quarta-feira. É a segunda vez que a empresa reajusta o óleo diesel este ano. A última ocorreu no dia 30 do mês passado, quando o preço do produto nas refinarias foi reajustado em 5,4%. Na ocasião, a Petrobras também aumentou o preço da gasolina comum (gasolina A) em 6,6%.

Barulho

O bar ‘Vila Botequim’, localizado na zona sul de Aracaju, está proibido de promover shows noturnos e eventos esportivos. O estabelecimento comercial é acusado de promover barulho ensurdecedor e causar transtornos no trânsito. A juíza de Direito Maria Alice Alves Melo também estipulou multa de R$ 5 mil ao dia em caso de descumprimento da decisão.

Coragem

Em discurso emocionado ontem na Câmara de Aracaju, a vereadora Lucimara Passos (PC do B) aconselhou as mulheres vítimas de violência que denunciem os criminosos. “Mesmo com todas as dificuldades, vale a pena denunciar”, disse a comunista para, em seguida, revelar ter sido abusada sexualmente em 1999. Emocionada, Lucimara defendeu que todas as delegacias de Polícia contem com agentes preparados para atender as vítimas da violência sexual. Está certíssima!

Em Brasília

O governador Marcelo Déda (PT) participa hoje em Brasília do encontro em que a presidente Dilma Rousseff (PT) anunciará os investimentos a serem feitos com recursos do PAC da Mobilidade Urbana e o PAC Saneamento. Um dos destaques das propostas apresentadas pelo governo sergipano é o projeto prevendo a implementação de esgotamento sanitário em bairros da zona Norte de Aracaju, orçado em R$150 milhões.

Pense bem

Tá a fim de ganhar R$ 15 milhões? Pois pegue esses R$ 2 que restam no bolso e jogue na Mega-Sena. Caso você acerte sozinho as seis dezenas sorteadas – coisa muito fácil –, terá uma renda mensal de R$ 62 mil na poupança. A bolada a ser sorteada hoje é suficiente para comprar 30 imóveis de R$ 500 mil cada ou 125 carros de luxo. Não acredita na sorte? Então rasgue esses R$ 2, que não compram quase nada hoje em dia.

Do baú político

Adversários de Jackson Barreto (PMDB) costumam chamá-lo de demagogo por entrar nas cozinhas alheias para ‘filar’ uma ‘bóia’. De fato, Jackson não tem cerimônia ao chegar na maioria das casas. Porém, ao mexer nas panelas dos outros, não age com falsidade. Esse é um costume que ele carrega desde a sua primeira eleição. Em 1972, o MDB decidiu apresentar dois candidatos à Câmara de Vereadores de Aracaju: Jonas Amaral e Jackson. Sem dinheiro e carro para fazer a campanha, Barreto resolveu gastar a sola dos sapatos nas ruas da capital. Saia cedinho da casa da mãe, dona Neuzice, e tinha que comer nas casas dos eleitores para continuar o corpo-a-corpo até não agüentar mais. Era um feijãozinho ali, uma merendinha acolá, um refresco de genipapo no Siqueira Campos, e tome caminhar. Jackson revela que, como nunca teve preconceito com os pobres, comia em qualquer lugar. “Se não tivesse prato, ia na mão mesmo”, recorda. Resultado: foi o mais votado de Aracaju com 1.850 votos. De lá pra cá, venceu quase todas as eleições que disputou e jamais recusou comer em qualquer casa. Basta estar com fome e lhe oferecerem comida.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais