Tributo a Lu Spinelli

0

Sergipe, pelas suas artes, deve muito a Lu Spinelli, pelo pioneirismo, pela coragem de enfrentar, na década de 70, uma sociedade extremamente preconceituosa, pela inovação no ensino da dança em nossa cidade, enfrentando toda uma sorte de dificuldades, mas sem perder a disposição, a coragem e a determinação para fazer o que sempre acreditou: uma dança moderna de vanguarda e sintonizada com as grandes companhias de dança do país.

Fomos vizinhos muito tempo na Rua da Frente ( Ivo do Prado ) e convivemos momentos marcantes da sua escola, como a participação nos festivais de Dança Contemporânea e no inesquecível Festival de Arte de São Cristóvão, em várias edições.
E essa minha participação não foi por acaso, pois as moças mais bonitas e charmosas da cidade foram suas primeiras alunas, uma delas, Cristina, que viria a ser a minha esposa. E a saga continuou com Marcela, minha filha, que desde pequenina foi sua aluna e ainda hoje continua como tal.

Sim, Lu Spinelli, todos nós continuamos ainda sendo os seus alunos. Com você aprendemos lições de coragem, fibra e tenacidade.Recordo muito bem da sua luta para termos um teatro de verdade, com estrutura adequada para a dança. Foi uma luta intensa, árdua, demorada, pela insensibilidade dos governantes. Palcos, cenários e sons tiveram de ser improvisados, mas você em momento nenhum claudicou. Ao contrário!

Você é uma vencedora! Agora termina um ciclo, o do Studium Danças, mas o seu brilho permanecerá sempre muito forte entre nós.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários