Tudo como antes

0

Passadas as festas de Natal e Ano Novo, as coisas começam a voltar ao normal nesta segunda-feira. Depois do peru com farofa, saladas, champagne e fogos de artifícios, 2012 se inicia com quase todos os problemas de 2011. São dívidas vencidas, compromissos difíceis de pagar dentro do prazo, salário que termina bem antes do final do mês, trânsito infernal no hora do rush e, para completar, falsas promessas dos candidatos a prefeito e vereador.  Pois é, este será um ano como qualquer outro que passou. Enquanto os políticos prometem mundos e fundos para continuar no poder, o cidadão comum vai carregando a sua cruz na esperança que 2013 seja melhor do que este que está começando. Portanto, mudança mesmo só do calendário na parede.

Novo mínimo

Quem recebe salário mínimo vai colocar no bolso no final do mês R$ 77 a mais do que ganhou em dezembro passado. É que, desde ontem, o mínimo passou de R$ 545 para R$ 622. Com o reajuste, novo salário corresponde a R$ 20,73 por dia e o valor pago pela hora de trabalho agora é de R$ 2,83. Também começou a vigorar ontem o reajuste de 14,12% no valor do benefício do seguro-desemprego. Com isso, o valor máximo pago ao trabalhador passa de R$ 1.010,34 para R$ 1.163,76.

Piores problemas

A violência, as falhas no sistema de saúde e a corrupção são os três maiores problemas do país atualmente. Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada mostra que a segurança foi apontada por 23% das pessoas ouvidas como o maior problema. Depois veio a saúde, com 22,3%, e a corrupção, 13,7%. Na lista aparecem ainda o desemprego (12,4%), a educação (8%), a pobreza (6,1%) e as desigualdades (5,8%).

Casas lotéricas

Dando continuidade ao projeto de expansão da sua rede de atendimento, a Caixa Econômica Federal inaugurou mais duas casas lotéricas no interior de Sergipe. Os municípios contemplados foram Propriá e Feira Nova. O primeiro município conta agora com duas casas lotéricas e oito correspondentes bancários, enquanto Feira Nova passou a ter uma loja de cada um desses serviços oferecidos pela Caixa.

‘Rango’ difícil

Quem resolveu almoçar fora de casa ontem, primeiro dia do ano, encontrou restaurantes lotados e serviço de péssima qualidade. Sem alternativa na área central de Aracaju, onde tudo ficou fechado no domingo, as pessoas foram para a Orla de Atalaia disputar uma mesa e um cardápio. Prevaleceu a demora no atendimento, pois a maioria dos estabelecimentos que abriu não estava preparada para atender a tanta gente. Foi uma lástima!

Vacine-se

Além de manter em dia as vacinas das crianças, os adultos também devem ficar atentos para a atualização da própria caderneta de imunização. É preciso se proteger contra a hepatite B, a difteria, o tétano, a febre amarela, o sarampo, a caxumba e a rubéola. A partir dos 20 anos quatro vacinas devem ser tomadas. A tríplice viral protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola. A vacina dupla adulto protege contra a difteria e o tétano. A vacina contra a febre amarela também deve ser aplicada uma vez a cada 10 anos.

Balanço positivo

Autor de 23 Projetos de Lei e de 16 indicações, das quais várias já foram aprovadas pela Assembléia, o deputado estadual Gilson Andrade (PTC) afirma que seu primeiro ano de mandato atendeu as expectativas. “Parte das propostas que apresentamos foi acatada pelo Governo, a exemplo da Indicação 141/2011 propondo a reforma geral do Colégio Estadual Gilson Amado, em Estância. Esta importante obra já está em fase de licitação”, explica Andrade.

Saldão

Passadas as festas de Natal e Final de Ano, o varejo já se prepara para o famoso saldão. Exemplo disso é o Hiper Bompreço, que começa seu saldão nesta segunda-feira. São centenas de produtos, de várias marcas, nas áreas de eletroeletrônicos, eletrodomésticos, informática, itens para casa e até vinhos. Os descontos chegam a 70%.

Pré-candidatos

Passadas as festas do Ano Novo, os políticos vão recarregar as baterias para o Pré-Caju, que acontecerá na capital de 20 a 23 deste mês. A festa será a primeira grande oportunidade para os pré-candidatos colocarem seus blocos nas ruas, conceder entrevistas e fazer contato direto com o eleitorado. Portanto, a próxima prévia carnavalesca será invadida pelos postulantes a cargos eletivos. E serão muitos, pode acreditar!

Ampliação

Três meses após ter sido inaugurado, o Shopping Prêmio, em Nossa Senhora do Socorro, já está desenvolvendo o projeto de ampliação. Segundo Lula Duarte, superintendente do empreendimento, até o final do primeiro semestre deste ano deverão ser inauguradas as primeiras quatro salas de cinema. Ele afirma que o shopping superou todas as expectativas. “Além dos socorrenses, tem sido forte a presença de consumidores de Aracaju nas lojas do Prêmio”, revela.

Do baú político

Vai longe o tempo em que qualquer político interferia no trabalho da Justiça. Na primeira metade do século passado, juízes e até desembargadores sofriam sérias represálias se as suas decisões contrariassem o governante de plantão. Em seu livro “Revolução de 1930 em Sergipe – dos tenentes aos coronéis”, o professor Ibarê Dantas conta que no governo de Eronildes de Carvalho (1935/1941) a Justiça era desrespeitada de várias formas. Chegava-se ao ponto de mandar emissários às casas dos juízes tomar satisfação sobre determinados julgamentos; fazer propostas de remoção e promessas de melhorias; reduzir prazo de aposentadorias compulsórias; e até mesmo exonerar desembargadores. A desmoralização ao Poder Judiciário era tão grave que o governo teve a petulância de se solidarizar oficialmente com um criminoso por que este foi condenado em juro popular. Tempos brabos, aqueles!

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários