Tudo como dantes

0

O voto do ministro Luiz Fox, do Supremo Tribunal Federal (STF), fez a alegria dos políticos fichas sujas, que disputaram as últimas eleições e ficaram impedidos de tomar posse porque seus passados o incriminavam. Por 6 votos contra 5, os ministros do STF decidiram que a lei da Ficha Limpa só terá validade a partir do pleito municipal de 2012. Isso quer dizer que sugismundos como Jader Barbalho (PMDB-PA) poderão assumir os cargos para os quais foram eleitos em 2010. O argumento do ministro relator Gilmar Mendes foi o de que a lei alterou o processo eleitoral e, por isso, só poderia valer um ano após ter sido publicada. Está correto, pois o Congresso, para atender ao clamor popular, mudou a regra do jogo com a partida em andamento, e isso não se faz. Naturalmente, a decisão de ontem frustrou a sociedade, que deseja ver os políticos fichas sujas banidos da vida pública, porém foi uma decisão legalista e esta é a função da Justiça. Para não continuar se frustrando como aconteceu agora, cabe ao povo punir nas urnas os maus políticos e não continuar elegendo-os na esperança de que a Justiça os impeça de assumir os mandatos.

 

Na Assembléia

 

Dois Projetos do Tribunal de Justiça tramitam na Assembléia Legislativa. O primeiro cria a 2ª Vara da Comarca de Nossa Senhora da Glória e a turma Recursal do Sistema dos Juizados Especiais. Também cria cargos no quadro de pessoal do Judiciário e altera os anexos da Lei Complementar nº 88, de 30 de outubro de 2003 (Código de Organização Judiciária do Estado de Sergipe). O segundo projeto atribui indenização de transporte aos oficiais de justiça e executores de mandado do Poder Judiciário. As duas proposituras já foram distribuídas para os deputados.

 

Governador

 

Jackson Barreto (PMDB) será governador de Sergipe a partir de 1º de abril. Calma, não é nenhuma pegadinha alusiva à data, considerada o dia da mentira. É que o governador Marcelo Déda (PT) embarcará para os Estados Unidos e antes transmitirá o governo ao vice Jackson Barreto. Será a primeira vez que o peemedebista assume a chefia do Executivo sergipano.

 

Nova Fitec

 

Foi lançada ontem a nova edição da Feira da Indústria e Inovação Tecnológica (Fitec), que acontecerá de 26 a 29 de maio no Centro de Convenções de Sergipe. O lançamento aconteceu durante uma reunião almoço na sede da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe. A Fitec 2011 tem como objetivos elevar os índices de investimentos, negócios e parcerias geradas durante a feira de 2010; promover maior intercâmbio entre os diversos setores da cadeia produtiva e a geração de novos negócios. A Fitec deverá gerar negócios na ordem de R$ 1,5 milhão no período de pré-evento e superior a R$ 30 milhões durante e pós feira.

 

Maus lençóis

 

Aconselha-se ao prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) a procurar socorro urgente num terreiro de macumba, ou visitar uma boa rezadeira que lhe afaste os maus olhados. De uns tempos pra cá, o comunista só tem levado bola nas costas. A continuar assim, perderá feio o jogo das eleições de 2012. Depois da crise na saúde, que repercutiu no pleito passado a ponto de o governador Marcelo Déda (PT) ter perdido em Aracaju, agora Nogueira enfrenta a crise dos pardais e lombadas eletrônicas. Saravá, pé de pato, mangalô três vezes!

 

Reunião almoço 

 

O programa ‘Conversando com o Lojista’, organizado mensalmente pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), receberá nesta quinta-feira o gestor local de Fornecedores da Petrobrás, Ubirajara de Brito Cruz. A reunião almoço ocorrerá a partir das 12h, no Centro de Convenções da CDL, em Aracaju. O palestrante falará sobre “Oportunidades de Negócios em Bens e Serviços, sendo Fornecedor da Petrobras em Sergipe”. 

 

Tá ferrado

 

Pelo que disse ontem na Assembléia o secretário da Fazenda, João Andrade, o Governo está ferrado e mal pago. O homem chorou tanta miséria que a oposição perguntou: “E por que o Executivo enviou projeto ao Legislativo criando novas Secretarias e cargos comissionados?”. Diante do quadro de miserabilidade apresentado por Andrade, não duvide que em vez de reajuste salarial, os servidores sejam chamados para emprestar algum dinheiro ao governo. Homem, vôte!

 

Que lástima

 

Lastimável a principal manchete do Jornal da Cidade desta quinta-feira: “Viciado em crack mata a avó”. Este não foi o primeiro e, lamentavelmente, não será o único assassinato provocado por esta droga miserável que está matando os nossos jovens e dilacerando os corações dos pais de família. Não custa repetir que é preciso fazer alguma coisa para coibir o tráfico desta peste e tentar recuperar os milhões de viciados, verdadeiros mortos vivos, que andam pelas ruas como se fossem Zumbis.

 

Posse no TCE

 

Será na próxima segunda-feira a posse do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Luiz Augusto Ribeiro. Ele substituirá o conselheiro Heráclito Rollemberg, que se aposentou por ter completado 70 anos de idade. Ontem, a presidente do TCE e o novo conselheiro visitaram o governador Marcelo Déda (PT) para convidá-lo para a festa de posse, marcara para as 17h da segunda.

 

Do baú político

 

Alguém aí sabe onde ficam os municípios Urubu de Baixo, Cemitério, Enforcados e Buraco? O primeiro teve seu nome mudado para Propriá, o outro se transformou em Aquidabã, o terceiro é Nossa Senhora das Dores e Buraco foi o antigo nome de Porto da Folha. Material enviado à coluna mostra que, ao longo do tempo, os nomes das freguesias surgiram e desapareceram, foram mantidos ou trocados. Decreto- Lei 377 de 1943, por exemplo, trocou os nomes de Anápolis para Simão Dias e Campos para Tobias Barreto. O mesmo Decreto estabelecia que Carmelita seria o novo nome de Carmo, Darcilena em lugar de Cedro, Ariquitiba mudou para Cristina, Indiaroba para Espírito Santo, Jaboatã para Jaboatão, Paraissú para Riachão, Rosário do Catete, em lugar de Rosário, Juruama substituindo Santo Amaro, Tarapitanga, para São Francisco, São Paulo para Frei Paulo, Irapiranga para Itaporanga, Inajaroba para Santa Luzia e Cotinguiba em lugar de Socorro. Muitos nomes prevalecem até agora, sem mudanças, como Simão Dias, Tobias Barreto, Rosário do Catete, Indiaroba, Frei Paulo, outros voltaram ao que eram antes, como Cedro, Jaboatã, Riachão, agora do Dantas, São Francisco, Santo Amaro, Itaporanga, que ganhou o D’Ajuda, Socorro, que acrescentou Nossa Senhora, e Santa Luzia, que ganhou o acréscimo de Itanhy. Ariquitiba não demorou, e Cristina virou Cristinápolis, como Vila Nova virou Neópolis. Paraissú, Tarapitanga, Juruama e Irapiranga não vingaram.

 

Resumo dos jornais

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários