Um mar de água doce

0

O rio Poxim, que um dia desses estava praticamente seco, se transformou num mar de água doce, tamanho é o volume de água em seu leito graças às últimas chuvas. Para se ter uma idéia, na fase crítica do rodízio, a vazão do rio era de apenas 400 litros por segundo. Hoje, ela já chega a 50 mil litros por segundo e a lâmina d´água, que no racionamento chegou a 1,78 metro negativo, está 91 centímetros acima da barragem, o que significa um crescimento de 2.79 metros. Essa fartura não significa dizer que podemos esbanjar tão precioso líquido. A população da Grande Aracaju precisa levar em conta que a água é um bem indispensável à vida, mas é finito. Portanto, consuma com responsabilidade e evite desperdícios.

 

Mudança na Execuções

 

A juíza de Direito Fátima Barros trocou a Vara das Execuções pela 17ª Vara Cívil. A mudança já foi publicada no Diário Oficial da Justiça, mas ainda não foi definido o nome do magistrado para substituí-la. Durante o período em que esteve à frente da Vara das Execuções, Fátima Barros desenvolveu um excelente trabalho, o que, certamente, repetirá agora em sua nova função. Boa sorte.

 

Poupança taxada

 

Uma péssima notícia para quem gosta de reservar uns “trocadinhos” para uma emergência: os saldos em poupança acima de R$ 50 mil ficarão sujeitos a Imposto de Renda em 2010, enquanto a tributação sobre os fundos de investimento deverá cair até o fim deste ano de 22,5% para 15%. A taxação da poupança atingirá 1% das contas e 41% do total de recursos. O objetivo do governo é impedir que grandes aplicadores migrem dos fundos para as cadernetas em busca de rendimentos maiores e isenção fiscal – como é hoje – no momento em que os juros básicos (Selic) caem.

 

Picanha em alta

 

A queda nas exportações de carne bovina para a União Europeia elevou a oferta de filé mignon no mercado interno, conforme publica hoje o jornal Valor Econômico. Já o hábito cada vez mais comum do churrasco no Brasil, inclusive pela melhora da renda nos últimos anos, fez com que o preço da picanha, o corte preferido, atingisse recordes. Levantamento da Wessel Culinárias & Carnes mostra que os cortes de filé caíram 11% em 2008, enquanto a picanha subiu 26,3%.

 

Deputado desmentido

 

O deputado estadual Arnaldo Bispo (DEM) deveria visitar a Célula de Controle de Qualidade da Água da Deso antes de afirmar que quem faz a análise de qualidade da água distribuída pela Companhia é um motorista. A reação é do técnico em Química da estatal, Giovani Silva. “Os nossos coletores são funcionários da Deso, todos treinados exclusivamente para a função. Ademais, em nosso laboratório central, trabalham técnicos qualificados para fazer a análise de qualidade da água distribuída aos sergipanos, todos registrados no Conselho Regional de Química”, afirma Giovani.

 

Corra do especial

O cheque especial é o dinheiro mais caro do mercado financeiro, e só deve pegá-lo quem não tiver outra saída. Portanto, fique atento às taxas de juros e não se precipitem na contratação de empréstimos desnecessários. Para se ter uma idéia, apesar da taxa Selic ter perdido 3,5 pontos percentuais de janeiro a abril, com os juros nas operações bancárias não ocorreu o mesmo. No cheque especial, por exemplo, a desaceleração foi de 0,30 ponto percentual, entre dezembro e o quarto mês do ano, bem longe da redução da Selic. Hoje, o cheque especial com juros mais baixos é o da Caixa, 6,28% ao mês.

Rota do Sertão

 

O governador Marcelo Déda inaugura nesta quinta-feira a chamada Rota do Sertão. São 216 quilômetros de rodovia reconstruídos, visando oferecer mais conforto as populações de 10 municípios por onde ela passa. A obra, que custou R$ 51 milhões, também viabilizará a exploração do potencial turístico da região de Xingó, além de colaborar com o escoamento da produção agrícola e de laticínios da região, uma das maiores bacias leiteiras de Sergipe. Durante a reconstrução das rodovias foram gerados 660 empregos diretos e indiretos com mão-de-obra da própria região.

 

Desigualdade persiste

 

Pesquisa divulgada IBGE revela que permanecem as desigualdades entre os grupamentos de pretos e pardos, e brancos. De 2003 até hoje, a renda média real dos pretos e pardos cresceu de R$ 690,3 para R$ 847,7, enquanto a dos brancos subiu de R$ 1.443,3 para R$ 1.663,9. Já a população desocupada de pretos e pardos atingiu 50,5% este ano, contra uma redução dos desocupados brancos, de 49,8% para 49%. A taxa de desocupação de pretos e pardos caiu no período de 14,4% para 10,1%. No grupo dos brancos, também houve redução, de 10,6% para 8,2%.

 

Mega acumulou

 

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.073 da Mega-Sena, sorteadas na noite de ontem. 66 apostas acertaram a quina e receberão R$ 20.356,35 cada uma. Já na quadra, 5.305 bilhetes devem receber R$ 361,79 cada um. O prêmio principal acumulou em R$ 6.634.811,63, sendo que, para o próximo concurso, a Mega-Sena pode pagar até R$ 9 milhões. Quem quiser tentar a sorte no próximo sorteio tem até as 19 horas do sábado para fazer a “fezinha”. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 1,75.

 

Retrato da violência

 

A farmácia Souza, localizada no Conjunto Augusto Franco, em Aracaju, já foi assaltada sete vezes em dois meses. O curioso é que o assaltante é o mesmo sujeito de cor negra, alto e magro que aparece na drogaria sempre às 12 horas para apanhar a renda. A última “visita” do marginal ocorreu terça-feira passada e ele avisou que voltará outras tantas vezes até conseguir um emprego descente. Pode?

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários