UMESE lança projeto de evangelização

0
Divulgação

Neste sábado, 25, acontece em Aracaju o lançamento oficial da cruzada evangelística que tem o objetivo de ganhar um

milhão de vidas para Cristo. O evento é idealizado pelo ministério Visão de Cristo, presidido pelo evangelista Pedro Deolindo de Camboriú/SC, em parcerias com a União dos Ministros Evangélicos de Sergipe (UMESE) e com o evangelista Rubens Cunha, presidente da Missão Cristã de Evangelismo Mundial.

A Carreta da Evangelização irá percorrer todas as cidades, povoados, bairros e vilarejos sergipanos no período de três anos. Segundo os organizadores, este é o maior projeto de evangelização que já chegou a Sergipe numa parceria com as igrejas evangélicas.

De acordo com o pastor Jorge Abreu, vice-presidente da UMESE Estadual, o evento surgiu através de um pedido para que a Cruzada viesse ajudar na evangelização do Estado e a resposta veio de forma positiva, a Carreta da Evangelização chega a Sergipe com grande expectativa de fazer o ‘ide” que Jesus deixou.

Jorge Abreu/ Arquivo pessoal

“Com a vinda dos evangelistas Pedro Deolindo e Rubens Cunha tenho certeza que aumentará o número de Cruzadas em Sergipe. Com eles e com a ajuda de Deus em parceria com a Umese estaremos impulsionando o estado na evangelização que promoverá o crescimento de igrejas levando ajuda à missionários em todo o estado sem esquecer que teremos mais união entre igrejas e pastores”, pontua pastor Jorge Abreu.

Ele ainda lembra que já foram realizadas cruzadas com o evangelista Rubens Cunha em Estância, Umbaúba, Nossa Senhora da Glória, Simão Dias, Própria, Feira Nova, Nossa Senhora do Socorro, levando libertação, cura e edificação a mais de sete mil pessoas. Durante as cruzadas, foram distribuídos mais de cinco toneladas de alimentos e mais de 7.000 mil Novos Testamentos.

Jantar

O Jantar de lançamento do projeto acontecerá no restaurante Deppan e custará R$ 25,00 por pessoa. Para participar terá que confirmar nos números 799892-3354 / 8839-2823 e 9136-8470.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários