Universalização da vacinação com mobilização de todos

0


                                       Blog Cláudio Nunes: a serviço da verdade e da justiça
“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Nos últimos dias, o ex-senador, escritor e médico humanitário Francisco Rollemberg postou algumas mensagens sobre o vírus da Covid-19 e a vacinação que servem para reflexão, principalmente para as autoridades neste momento difícil.

Chico Rollemberg acredita que a solução para combater o vírus passa pela universalização da vacinação. Nada de grupo etário. Postos de vacinação distribuídos em todas as cidades funcionando 24 horas e atendendo a todos que desejem pois já temos vacinas para tal. A escolha por grupo etário quando há vacinas suficientes é tão somente uma escolha de quem deve morrer primeiro.”

O médico ainda lembrou que o Brasil está em uma guerra onde a logística defendida é uma mobilização precária. “É hora de convocarmos os clubes de serviço como Lions, Rotary, a Maçonaria, as universidades e o voluntariado para o trabalho comunitário de vacinação, temos que mobilizar a Nação com rapidez só assim venceremos o vírus”, escreveu Chico Rollemberg.

“O vírus não dorme”, completou Chico numa lucidez e irriquietude de quem está completando 86 anos na próxima quarta-feira, 07.



Telha: denúncia de crime ambiental. Atenção Adema, CREA/SE, entre outros A ouvidoria do Ministério Público de Sergipe já recebeu uma denúncia de que estão implantando uma cerâmica no município de Telha sem qualquer autorização. Pela denúncia de moradores da região, não tem uma placa na área de licença da Adema, do CREA/SE e nem mesmo da Prefeitura. Pelo que se sabe é uma indústria altamente poluente e que precisa de normas rígidas para sua implantação. O blog acompanhará de perto a atuação das autoridades.
                                                                     
Vergonha! Catedral fechada há sete anos é usada para show Não se fala em outra coisa. Como se não bastasse a insatisfação geral dos padres de verdade – isso mesmo, porque agora tem os feitos nas coxas, pelo arcebispo e o primeiro ministro – a revolta entre os leigos da Igreja Católica em Sergipe já está ecoando em todo país. A última foi um show realizado na Catedral Metropolitana que está fechada há sete anos para reforma. Os leigos e os padres de verdade estão revoltados com o padre que apelidaram de manipulador e puxa saco dos políticos, idealizador do show. Se a catedral está fechada para o público há tanto tempo como justificar essa abertura para show?


MPT-SE obteve liminar para que a Deso se abstenha de obrigar seus empregados, que integraram o grupo de risco do Covid-19, a trabalhar presencialmente durante a pandemia O Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE) ingressou com Ação Civil Pública e obteve liminar favorável junto à 8ª Vara do Trabalho de Aracaju para que a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) se abstenha de obrigar seus empregados, que integram o grupo de risco para a Covid-19, a trabalhar presencialmente durante a pandemia.

Modalidade remota De acordo com o MPT-SE, a Companhia não oferece a possibilidade de trabalho na modalidade remota e, quando da necessidade de afastamento, sugere que os empregados utilizem férias ou licença especial, caso contrário, ameaça que poderá ser exigida compensação de jornada referente aos dias de afastamento.

Condenação A Deso foi condenada ainda por transferir o risco de adoecimento no ambiente laboral ao empregado que se encontra em situação de risco para o retorno ao trabalho, mediante assinatura de termo específico. Com a liminar concedida pela 8ª Vara do Trabalho, a Companhia fica proibida de praticar medidas indiretas de redução de direitos ou compensatórias a empregados que pertencem ao grupo de risco, enquanto persistirem os motivos para o afastamento, para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo Covid-19.

Garantia Ainda de acordo com a liminar, a Deso deve garantir que os trabalhadores que compõem o grupo de risco sejam protegidos em face da pandemia do Covid-19, evitando de convocá-los para retornar ao trabalho presencial, enquanto persistirem os motivos para o afastamento deles, para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo Covid-19, devendo realizar trabalho remoto quando possível e na impossibilidade deverão manter-se em isolamento domiciliar até o término da pandemia. A Deso já foi comunicada pela Justiça por meio eletrônico e já está ciente. Caso a liminar não seja cumprida, foi estipulada uma multa no valor de R$ 50 mil por trabalhador afetado.(Sindisan com informações do MPT-SE)

Nomeação de mais 20 delegados classificados Atendendo a demanda da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol/SE), o delegado-geral da Polícia Civil de Sergipe, Thiago Leandro, oficiou o secretário de Segurança Pública (SSP/SE), João Eloy, solicitando que os habilitados no último concurso para provimento do cargo de Delegado de Polícia sejam nomeados.

Preenchimento dos cargos A Adepol/SE encaminhou ofício ao delegado-geral, Thiago Leandro, em fevereiro último pleiteando o preenchimento dos 178 cargos de provimento efetivo. Atualmente, somente 158 deles estão preenchidos. “Em 15 de fevereiro, nós oficiamos o Delegado-Geral solicitando a nomeação de mais 20 classificados para o cargo de Delegado, conforme quadro de vagas disponíveis. Hoje, recebemos uma resposta favorável, qual seja, o Delegado-Geral transmitindo e apoiando o pleito ao Secretário de Segurança”, explica o presidente da Adepol, Isaque Cangussu.

Reforço As nomeações dos demais classificados no certame, além desses 20, dependeriam do surgimento de novas vagas, que podem vir a partir de criação ou vacância. “No ofício, solicitamos ao Dr. Thiago que intercedesse junto à Secretaria de Segurança Pública e ao Governo do Estado, em favor das nomeações. O objetivo é habilitar que mais municípios do interior do Estado contem com a presença do Delegado de Polícia e que unidades estratégicas sejam reforçadas com o remanejamento de outros”, confirma Isaque.

Necessidade No ofício ao secretário João Eloy, o delegado-geral Thiago Leandro lembra que já havia sido comunicado ao governador Belivaldo Chagas a necessidade de preencher todos os cargos, levando em conta o planejamento estratégico traçado pela Polícia Civil. No documento, é ressaltado que existe a necessidade de recompor o efetivo de algumas unidades, a exemplo da Central de Flagrante de Aracaju e de Unidades do interior do Estado; como a implementação do departamento DAGV nos municípios de São Cristóvão, Barra dos Coqueiros, Propriá e N Sra da Glória; como também a criação da Delegacia de Combate a Crimes Ambientais e Defesa Animal, entre outros.

Operação tapa buraco é realizada em povoados de Propriá O Prefeito de Propriá, Valberto Lima, junto com o vice-prefeito Rafael Sandes, esteve na quinta-feira, 1°, acompanhando o início da operação tapa-buraco na rodovia do povoado Boa Esperança, seguindo em direção a São Miguel. A medida atende a uma reivindicação antiga feita pelos moradores dos povoados à Prefeitura Municipal de Propriá, que está sendo realizada em parceria com o Governo do Estado.

Segurança O serviço tem como objetivo garantir mais segurança aos condutores e pedestres da zona rural do nosso município. O pedido foi solicitado ao Governo de Sergipe por meio do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), para a manutenção da malha viária da Rodovia SE-427, que liga São Miguel à Rodovia SE-200. Estiveram presentes assessores, coordenadores, engenheiros e os Secretários Municipais Luã Vieira (Gabinete e Comunicação Social), Raphael Luckmann (Meio Ambiente) e Marcos Graça (Infraestrutura, Serviços Urbanos e Habitação).

Escoamento “Esperamos que, com esses serviços, sejam minimizados os transtornos desta pista relevante para o desenvolvimento econômico dessa região, facilitando ainda mais o escoamento da produção de arroz, o tráfego de mercadorias e a circulação de veículos. O trabalho é incessante em prol de ofertar uma melhor qualidade de vida para os propriaenses”, destacou o gestor.

Vacinação para profissionais da Assistência Social Os conselheiros do Conselho Regional de Serviço Social 18ª Região (CRESS Sergipe) participaram de uma reunião virtual com a secretária de Estado da Inclusão e da Assistência Social, Lucivanda Nunes, e com a equipe da SEIAS para discutir e solicitar a vacinação contra a covid-19 aos profissionais da Assistência Social de Sergipe. Ainda durante a reunião, também foram discutidos outros temas, como a situação dos equipamentos e estruturas físicas do CREAS e CRAS e sobre as solicitações demandadas pelo Poder Judiciário.

Vacinação para profissionais da Assistência Social II Com relação à inclusão dos/as profissionais da Assistência na vacinação, a presidente do CRESS Sergipe, Dora Rosa Horlacher, reforçou para a secretária a importância da vacinação para esses/as trabalhadores/as. “A falta de vacinação tem causado insegurança para os profissionais, não só o risco para eles, mas para os usuários dos serviços e também para suas famílias. Os profissionais não pararam durante toda a pandemia. Estamos vindo aqui porque a nossa preocupação é com a saúde. Pedimos o apoio da secretária para nos somar e dar tranquilidade aos trabalhadores/as. Deixamos bem claro que o Conselho defende a vacina para toda a população, mas intensificamos nossa preocupação com todos/as que integram a política de Assistência, que esteja na linha de frente de combate à covid-19”, disse a presidente, esclarecendo que alguns municípios já incluíram os profissionais da Assistência na vacinação.

Vacinação para profissionais da Assistência Social III Para a secretária da SEIAS, Lucivanda Nunes, essa é uma pauta que vem sendo discutida em âmbito nacional e que deve avançar aqui no estado. “Nós também estamos discutindo essa questão, buscando alternativas e caminhos para ampliar a vacinação para os profissionais da Assistência que atuam na linha de frente. Precisamos intensificar essa luta no estado para vacinarmos todos rapidamente”, afirmou a secretária, sugerindo a formalização da proposta para ser encaminhada à secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, para apresentar as sugestões ao grupo do Comitê Técnico Científico e de Atividades Especiais (Ctcae), que discute o avanço da Covid-19 em Sergipe.

Situação dos equipamentos e estrutura dos CREAS e CRAS Outra pauta discutida na reunião, foi sobre a situação dos equipamentos e das estruturas físicas dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). Mesmo diante da pandemia, a Comissão de Orientação e Fiscalização (COFI) do CRESS, vem intensificando as visitas de fiscalização desde outubro do ano passado, seguindo os protocolos sanitários. Até o momento, 40 municípios sergipanos já receberam visitas do Conselho nesse período. De acordo com o conselheiro do CRESS e presidente da COFI, Ricardo Marques, durante as visitas, foram encontradas algumas situações precárias com relação aos equipamentos e estrutura física.

Demandas do Poder Judiciário Os conselheiros do CRESS, Indiana Vieira e Walisson Hipólito, apresentaram à secretária as dificuldades dos/as profissionais com relação as demandas e requisições indevidas solicitadas pelo Poder Judiciário para os/as assistentes sociais. Segundo Indiana, essa é uma demanda recorrente, que são as requisições do Ministério Público e do Tribunal de Justiça, que tem crescido e está impactando no trabalho da Assistência.

Cartão Mais Inclusão Ao final da reunião, a secretária agradeceu a atuação e apoio do CRESS e divulgou que o Cartão Mais Inclusão (CMAIS) vai beneficiar mais 5 mil pessoas. Com o Cartão, o Governo de Sergipe paga um benefício mensal a pessoas na extrema pobreza, para aquisição exclusiva de alimentos. Agora o cartão terá duas parcelas de R$ 200.

Criação de novos bairros em Aracaju: entidade requisita documentos Desde o dia 24 passado, com a publicação no diário oficial do município, que toda Zona de Expansão de Aracaju deixou de existir. Hoje, no lugar dos povoados Robalo, São José, Gameleira, Areia Branca e Mosqueiro estão seis novos bairros. Porém, para quem pensa que o assunto acaba aqui, se engana. O Fórum em Defesa da Grande Aracaju, entidade que vem contestando a transformação da Zona de Expansão em bairros, promete ir até as últimas consequências para provar que tanto o prefeito Edvaldo Nogueira, quanto a Câmara Municipal de Aracaju, descumpriram vários dispositivos legais.

Ilegalidades Entre as ilegalidades apontadas pelo Fórum em Defesa da Grande Aracaju estão a ausência de estudo prévio acompanhando o projeto de lei encaminhado à Câmara Municipal; a ausência de participação popular, por meio de audiências públicas; a submissão prévia da matéria ao Conselho de Desenvolvimento Urbano de Aracaju. Um grupo de estudiosos, ligados às universidades e a vários outros segmentos, além dos cinco vereadores que votaram contra o projeto e de várias entidades de moradores dos antigos povoados, também se juntaram aos militantes do Fórum em Defesa da Grande Aracaju para tentar reverter a mudança.

Reversão do processo Incialmente o grupo tentou convencer o prefeito Edvaldo Nogueira a não sancionar a lei, tal qual havia sido aprovada. Com a sanção e a entrada em vigor da nova lei, os militantes entendem que o caminho a ser adotado precisa ser o Ministério Público ou o ajuizamento de ação judicial. José Firmo, coordenador do Fórum em Defesa da Grande Aracaju e morador da antiga Zona de Expansão, diz que vê como possível a reversão de todo o processo. “Está tudo errado! Se houve estudo prévio, esse não foi apresentado aos moradores locais e nem foi encaminhado à Câmara Municipal. Além disso, as audiências para nos ouvir não foram feitas.”

Decisões futuras Firmo informa que, para desencargo de consciência e para restar provado a existência ou não de tais documentos, foram protocoladas solicitações junto ao Poder Executivo e também junto à Câmara Municipal, o que poderá ajudar na tomada das decisões futuras. À Câmara Municipal, o Fórum em Defesa da Grande Aracaju solicitou as gravações das sessões, os comprovantes de informações dadas em plenário por vereadores e os documentos que a lei manda que acompanhe os projetos de lei que versam sobre planejamento urbano.

Denúncias Ao Conselho de Desenvolvimento Urbano de Aracaju, órgão composto por integrantes do Poder Executivo e da Sociedade Civil, foram solicitados também vários documentos, entre eles a ata da reunião que teria analisado a matéria. Além das providências legais, o Fórum em Defesa da Grande Aracaju prepara uma bateria de denúncias contra os vereadores que aprovaram o projeto de lei e contra o prefeito Edvaldo Nogueira.

Sugestão do blog: algumas entidades filantrópicas de Sergipe que você pode doar

Same – Lar de Idosos (79) 3215-5120 https://samelardeidosos.wixsite.com/same

Externato São Francisco de Assis (79) 3224–35-09 https://www.externatosaofrancisco.com.br/

Creche Ação Solidária Almir do Picolé – (79) 3248-1413 https://www.instagram.com/almirdopicole/

Asilo Rio Branco (79) 3217-6124 https://asiloriobranco.com.br/

Avosos Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (79) 3212 – 4700 https://avosos.org.br/

GACC/SE Grupo de Apoio à Criança com Câncer (79) 3211-5642 https://www.gacc-se.org.br/

APAE Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Aracaju (79) 3215-5959 https://apaearacaju.org.br/page.php

Lar de Zizi (79) 3217-6191 https://www.facebook.com/InstituicaoLardeZizi/

IPAESE Instituto Pedagógico de Apoio a Educação do Surdo de Sergipe (79) 3211-0938 https://ipaese.org.br/

Amas Associação de Amigos do Autista em Sergipe (79) 3255-2602 https://www.instagram.com/amas.sergipe/

CIRAS – Centro De Integração Raio de Sol (79) 3012-2184 https://ciras.org.br/



PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Reflexão Do jornalista Carlos Fiel: “Todo Estado brasileiro tem três representantes no senado federal. Sergipe não foge a regra e tem: Maria do Carmo Alves, Rogério Carvalho e Alessandro Vieira. Acontece, que nenhum dos nossos representantes, chega aos pés do senador goiano, Jorge Kajuru. Este, em apenas dois anos do seu mandato de oito, já levou para o Estado de Goiás, três hospitais especializados no tratamento do câncer e cinco centros especializados no tratamento da diabetes. Por que os nossos parlamentares não trazem nada de benéfico para Sergipe?”

 



EVENTOS ONLINE – É SÓ ENVIAR PARA DIVULGAR NESTE ESPAÇO
                                   
Live de filiação de Henri Clay ao Psol, hoje 05/04, às 20h E o advogado e ex-presidente da OAB/SE, Henri Clay convida a todos os amigos e sergipanos a assistirem hoje, 05, às 20h, a live de filiação dele ao Psol, que será transmitida pelo perfil do Instagram de https://www.instagram.com/guilhermeboulos.oficial/?hl=pt-br , com Guilherme Boulos e o presidente nacional do Psol https://www.instagram.com/julianopsol/?hl=pt-br “Vamos juntos construir uma nova história política progressista, democrática e popular. O @psol50 é o partido de todas as lutas”, registrou Henri Clay.




Live com Eduardo Suplicy, 08/04, ÀS 19h Do organizador: “Dia 8 de abril de 2021, às 19h, daremos seguimento aos debates que travamos acerca da situação social, política e econômica do Brasil. Atravessamos um momento sem precedentes em nosso país, com uma pandemia que mata milhares de pessoas todos os dias, sem que haja uma coordenação das atividades de enfrentamento ao coronavírus, repercutindo na vida política e econômica da nação brasileira. Desta vez teremos a honra de debater com o Vereador @eduardosuplicy , que é Economista, Administrador de Empresas e Professor Universitário, possuindo 42 anos de vida pública, atuando em diversas instâncias do Parlamento, seja como Deputado Estadual, Senador por três Legislaturas e Vereador do Município de São Paulo.
O debate se dará a partir do Instagram: https://www.instagram.com/jeffersonfdecfilho/ , sendo posteriormente disponibilizado no feed e no canal do YouTube Jefferson Carvalho Filho. Sigamos juntos!”



Live lançamento Poesia Completa da poeta Iara Vieira, 09/04, às 19h  2021 traz um belo motivo de celebração para a cultura sergipana! A poeta Iara Vieira, um dos nomes mais significativos da nossa literatura, tem sua obra celebrada em livro com lançamento confirmado para o dia 9 de abril, às 19h, pelo canal do Youtube da editora Mondrongo (Bahia). Poesia Completa, título da obra, traz a produção poética de uma das maiores vozes do cenário das letras sergipanas. A live de lançamento vai contar com a presença de personalidades que admiram e estudam a obra da poeta, como o poeta Ronaldson, a professora Maruze Reis, a escritora Taylane Cruz, a pesquisadora e estudiosa da obra da poeta, Carolina Barcellos, Marcos Moura Vieira, poeta e psicanalista. Anote aí: dia 9 de abril, às 19h, canal do Youtube da editora Mondrongo. O livro está à venda no site da editora: www.editoramondrongo.com.br


PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br E FACEBOOK


OPINIÃO

A Via Sacra Sanitária. Por Antônio Samarone, médico sanitarista


Um Sábado de Aleluia diferente.

Chegou o meu dia de tomar a vacina da Covid-19 (sessenta e seis anos). Após um ano e tanto de rigorosa quarentena, saio de cabeça erguida e peito aberto.

Como sanitarista, acho que a vacina foi a maior descoberta da Saúde Pública. Entre os grandes higienistas, destaco Edward Jenner.

Pensei em sair de madrugada, para não enfrentar filas. As longas esperas me deixam ansioso. Pensei em levar um romance de Eça de Queiroz, para passar o tempo.

Nada disso. Betânia me levou no drive-thru da Prefeitura, no Parque da Sementeira.

Tudo muito organizado, uma juventude educada e sorridente atendendo. Gente, o nosso SUS deu certo. Me senti acolhido. Um acolhimento impessoal, como reza a Constituição para os serviços públicos.

Senti o que significa cidadania, e como os serviços públicos podem prestar um serviço de qualidade. Não é impossível. Claro, sem ingenuidade, ali é um laboratório, sob controle da opinião pública.

A servidora que me aplicou a vacina, teve o cuidado de me mostrar a seringa antes, com os 5 ml do medicamento, e depois a seringa vazia. Isso de forma insistente. O trauma das imagens dos velhinhos enganados, tomando vacina de vento, foram muito fortes.

Duvido que a medicina mercantil, oferecida pelo mercado, tenha essa mercadoria em sua prateleira. No pós-Pandemia, vamos excomungar o neoliberalismo e impedir a destruição dos serviços públicos.

Escaldado pelo exílio sanitário, pensei encontrar a minha geração na fila. O meu inconsciente ainda aspira aglomerações, abraços, apertos de mão. Sorrisos abertos e a velha pergunta: quais são as novidades.

Nada, o drive-thru é a solidão. É uma fila de carros, sem gente. Não existe encontros, acenos, calor humano. Não encontrei ninguém. Pensei, será isso o novo normal?

O calor humano se tornou pestilento?

A minha geração, ainda tem uma missão quixotesca: “Sonhar o sonho impossível, Sofrer a angústia implacável, Pisar onde os bravos não ousam, Reparar o mal irreparável.”


OPINIÃO


O ensino da Medicina através dos tempos*

Hipócrates, pai do ensino da Medicina, morava na Ilha de Cós (Grécia). Foi o primeiro a combater a crença dos antigos em relação às doenças. O pensamento vigente atribuía a bruxarias a origem do adoecimento e os pacientes iam à procura dos feiticeiros e curandeiros, quando se submetiam a toda espécie de absurdo que se poderia imaginar.

Ensinou aos discípulos como conversar com o paciente e como examinar, valorizando cada uma dessas duas etapas e anotando em tabuletas o que estava a observar. Criada, aí, a anamnese e o exame físico que persistem como da maior importância até os dias atuais. O exame físico era realizado com a verificação cuidadosa de todo o tegumento cutâneo da cabeça aos pés, além do escrutínio do “suor, urina, fezes e vômitos”. Ao exame do paciente, dava-se para prever a evolução: se de maior ou menor gravidade. Repetia em cada paciente o mesmo procedimento, transmitindo aos alunos a sistemática da abordagem. De pouca conversa e muito respeitado pelos discípulos, designava a Polibio, o preferido, e aos demais tarefas como a dos seus escritos sobre EPIDEMIAS, SOBRE OS PARTOS, SOBRE A NATUREZA DO HOMEM (teoria dos humores), PROGNÓSTICO. Hipócrates havia sido advertido, por seu grande amigo Sócrates, de que ele deveria deixar algo a mais para a Medicina, algo que ficasse para sempre e de que já era tempo de assim o fazer. Provável que o Hipócrates contasse, nessa época, com 60 anos, mais ou menos.

Com a morte do amigo Sócrates, a quem considerava muito, sentiu bastante, ficando alguns dias afastado das aulas; ao tempo que começou a preparar o rascunho dos aforismos que vieram a se tornar o “Juramento de Hipócrates”, baseado em princípios de ética para os futuros esculápios. Hipócrates viveu na Grécia nos anos 400 a.C. e, passados 600 anos (200 d.C.) é que surge Galeno. Galeno dá continuidade aos ensinamentos de Hipócrates: seria o próximo grande avanço na Ciência Médica. Entretanto, Galeno não rompe com o que está estabelecido, apenas o organiza.

Prepara o caminho e o torna viável. “É o que ele comenta”, em um dos seus escritos. Aperfeiçoa a teoria dos humores e, da mesma forma que os escritores hipocráticos, perpetua, por séculos, que a doença é resultante de “desequilíbrio do corpo”. Restaurar o equilíbrio com laxantes e purgativos dos mais fortes, sem interferir nos processos naturais, apenas acelerando o reacional, se tornou uma conduta mantida por séculos. Galeno foi médico de gladiadores em 200 d.C., tendo chance de ver e tratar ferimentos sob a pele desses guerreiros e chegou a dissecar animais. Escreveu bastante sobre temas de Medicina, fez evoluir, com grande intensidade, a farmacopéia. Calculam os historiadores: um total de quinhentas obras, muitas dessas extraviadas ou queimadas em consequência de guerras, atingindo-se a maior biblioteca daqueles tempos, a de Alexandria. Os conceitos deixados por Hipócrates e bem-fundamentados por Galeno foram aceitos durante quase 2000 anos, desde Hipócrates, pois o conservadorismo tradicional da Medicina já se fazia presente mesmo com as descobertas de André Vésale e de outros que, também, pleitearam o mesmo feito.

As teorias eram muito bem-fundamentadas e difíceis de derrubar, até para os que começavam a perceber que um novo olhar era preciso. A ciência estava disposta de uma maneira tal que nada pudesse ser mudado. A sangria era um tratamento indicado para toda e qualquer doença. A Medicina continuava contemplativa.

Galeno dissecou, exclusivamente, animais e tirou conclusões prejudiciais ao entendimento da anatomia e da fisiologia dos órgãos do homem, uns em relação aos outros. A circulação sanguínea destinava ao fígado e ao coração papéis que o Vésale não confirmava, ao dissecar os cadáveres frescos que conseguia, por morar em um quarto bem perto do cemitério e desfrutar da amizade do coveiro: o útero não era fendido, as vias biliares não eram duplas e confundia o ducto cístico e o colédoco, um sem número de ERROS que deveriam ser corrigidos.

Quando se sentiu devidamente preparado, iniciou a redação da sua obra, a Fábrica, lançada a primeira edição em 1543, mas ainda com um conteúdo acovardado e temeroso da ampla repercussão e das prováveis punições. Somente, o lançamento da segunda edição traz as correções e os esclarecimentos necessários para a devida compreensão da ciência, em 1555; mesmo assim lhe valeu o cumprimento de uma peregrinação expiatória a Jerusalém como medida imposta pela Igreja Católica e com o aval do monarca da época que nada pode fazer. Com a morte do professor de anatomia da faculdade de medicina de Pádua (Itália) e a interveniência do senado, o Vésale é chamado para assumir a cadeira vaga porém, o navio onde viajava muito esperançoso, sofre um naufrágio em virtude de uma forte tempestade e ele vai parar na ilha de Zante e, segundo historiadores, deve vir a falecer de tifo e fome, em 1564. SÓ O TEMPO E O EMBASAMENTO CIENTÍFICO da sua obra mudaram os conceitos, até então, ACEITOS COMO IMUTÁVEIS e VERDADEIROS.

*Por Dr. Rinaldo Andrade Prado, médico, “apud” Clarkson Ramos Moura, advogado etc.


PELO TWITTER

www.twitter.com/AroeiraCartum Uma ideia fixa. https://brasil247.com



www.twitter.com/betosalesrio


www.twitter.com/J_LIVRES Por André Dahmer #BolsonaroGenocida #ImpeachmentDeBolsonaroUrgente

www.twitter.com/BlogdoNoblat Por Amarildo



Siga Blog Cláudio Nunes:           

Instragram

 Facebook

 Twitter

 



Frase do Dia
“O homem que só bebe água tem algum segredo que pretende ocultar dos seus semelhantes.” Charles Pierre Baudelaire o homenageado com as frases diárias desta semana no blog. 9 de Abril 200 anos de nascimento de Baudelaire.

https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2021-04/papa-francisco-mensagem-pascoa-urbi-et-orbi-pandemia.html

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais