Vamos falar de socioambientalismo?

0

“Ih! Lá vem mais uma eco-chato…”_ É o que podem pensar alguns. Mas garanto que não mesmo! A idéia aqui é exatamente outra. De maneira leve e interessante, sem deixar de ser séria, vamos falar sobre um assunto que ‘está na moda’. Se bem que esse não seria o termo mais adequado.

Moda denota consumo (sempre crescente) e volatilidade, uma vez que está em constante modificação. O que é moda nesta estação ficará desatualizado na próxima, estimulando sempre mais consumo. Diferentemente das questões ambientais, que vieram para ficar e estão cada vez mais pertinentes.

Talvez devêssemos nos referir como o ‘tema da atualidade’. Pode até ser, mas pensando bem essa questão vendo sendo discutida desde priscas eras. E é por isso que estamos aqui, pois como diz aquela conhecida frase – "na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma" (Antoine-Laurent de Lavoisier 1743-1794) – que eu tomo de empréstimo para basear todos os assuntos que serão abordados por aqui.

De novo não trarei nada, não invento moda, não crio estilo, não me meto à besta a levantar teses. Apenas destacarei nesse privilegiado veículo assuntos relevantes e que nem sempre tem o espaço que deveriam ter. Voltando à frase de Lavoisier: do que ele está falando senão da reciclagem e do equilíbrio necessários ao desenvolvimento sustentável?

E por quê essa onda agora de socioambientalismo? Seria mais uma “palavrinha” criada para enfeitar as campanhas de marketing de empresas “pseudo ambientalmente responsáveis”? Eu respondo. Poderia ter sido outra qualquer dentro do mesmo contexto, mas gosto especialmente desta por ressaltar que a sociedade (eu e você) faz parte, ou melhor, também é Meio Ambiente.

Aliás, a superpopulação das cidades, as ocupações irregulares, o trânsito, a fome, o desemprego são assuntos diretamente ligados ao ambientalismo. Mas isso já é assunto para os próximos posts, que estarão sempre às sextas-feiras, nesse mesmo ‘eco-canal’.  Até lá!
———————-
Alguma notícia

Jabotiana
Por email, o pessoal da Sociedade Jabotiana Viva informa que nessa sexta-feira, 20, uma audiência pública será realizada, a partir das 8h, na Escola Estadual Manoel Franco Freire (Conjunto JK – Bairro Jabotiana) com procuradores do Ministério Público Estadual. Além de ouvir as reclamações e denúncias dos moradores, os procuradores farão visitas a instituições públicas e áreas problemáticas do bairro.

Pós-graduação
A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (Posgrap) da UFS divulgou edital com 156 vagas para o processo seletivo de pós-graduação em diferentes áreas de pesquisa. Entre elas, destaque para os mestrados em Ecologia e Conservação, Agroecossistemas, Biotecnologia de Recursos Naturais, Geociências e Análise de Bacias. O início previsto dos cursos é o segundo período letivo de 2011. Mais informações em: www.posgrap.ufs.br/copgd.

Nobel
Os vencedores do Nobel de Química, Mario Molina e Paul Crutzen, inventor do conceito de antropoceno; o premiado de Economia Amartya Sen, e a Nobel de Literatura Nadine Gordimer são alguns dos 20 ganhadores do prêmio que se reuniram em um apelo aos dirigentes mundiais, para que atuem urgentemente pelo futuro do planeta. As recomendações foram feitas a um comitê especial da ONU, sobre o desenvolvimento sustentável, que tem em vista a reunião climática das Nações Unidas no Rio de Janeiro em 2012.

Resíduos sólidos
Um artigo interessante, para quem se interessa pelo assunto e quiser saber um pouco mais, pode lido no www.ufs.br/?pg=artigo&id=271. Com o título “A gestão dos resíduos sólidos em Sergipe: desafios e possibilidades do novo contexto regulatório”, tem como autores Florence Heber, Lício Valério L. Vieira e Elvis Lima M. da Silva.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais