Velho Chico agoniza

0

O ‘Velho Chico’ não é mais aquele caudaloso rio que empurrava furiosamente o Oceano Atlântico, espalhando suas águas barrentas por quilômetros mar adentro. Represado para garantir a produção de energia elétrica e seriamente assoreado, em alguns trechos o São Francisco já não assusta ninguém. O quadro é tão grave que em alguns trechos da divisa entre Sergipe e Alagoas é possível atravessá-lo montado num cavalo. Lamentavelmente, se continuarem tratando desta forma o moribundo Rio da Integração Nacional, quando o governo concluir as demoradas obras de transposição, não haverá água suficiente em seu leito para abastecer os enormes e longos canais. Lastimável!

Sergipe de luto

Sergipe está de luto pela morte prematura do ex-senador Zé Eduardo Dutra (PT). Vítima de um câncer, o petista morreu ontem em Belo Horizonte, onde será cremado nesta segunda-feira. Nascido no Rio de Janeiro e criado em Minas Gerais, Zé Eduardo fixou residência em Sergipe. Aqui fez carreira política, tendo sido eleito senador em 1994. Presidiu a Petrobras, o PT e a Petrobras Distribuidora. Atualmente, era diretor Corporativo e de Serviços da Petrobras e primeiro suplente do senador Antônio Carlos Valadares (PSB).

Dilma lamenta

A presidenta Dilma Rousseff (PT) lamentou a morte do ex-senador e ex-presidente do PT, Zé Eduardo Dutra. Em nota, a petista afirmou que o país “se despede de um grande brasileiro. Ao longo de toda sua vida, ele foi uma liderança comprometida com o Brasil e nosso povo. Sua dignidade, inteireza de caráter e seriedade jamais serão esquecidas”, afirma Dilma.

Mandatos de volta

A Assembleia promove sessão especial hoje à tarde para devolver simbolicamente os mandatos de oito ex-deputados cassados pelo golpe militar de 1964. Receberão de volta o diploma parlamentar Gilton Garcia, Aerton Menezes Silva, Durval Militão de Araújo (in memorian), Edson Mendes de Oliveira (in memorian), Francisco Teles de Mendonça (in memorian), Jaime de Araújo Andrade (in memorian), José Baltazarino dos Santos (in memorian) e José dos Santos Mendonça (in memorian).

Cassado

Não passa um dia que não se divulgue uma notícia negativa envolvendo deputados estaduais.  A última trata sobre a decisão da Justiça de cassar o mandato de Valmir Monteiro (PSC). Ele é acusado de apresentar um atestado médico assinado por uma pediatra, onde não consta sequer o código da doença responsável pela licença. A defesa de Valmir promete recorrer contra a decisão.

Casa caiu

A Polícia botou as mãos em Adrianinho, um dos bandidos mais perigosos de Aracaju. Ele foi preso ontem na periferia da capital, após trocar tiros com policiais militares. Ao tentar pular um muro, o marginal caiu e quebrou a perna. Adrianinho comandava o tráfico de drogas no bairro Santa Maria, um dos mais violentos de Aracaju.

Fuleiragem

Além dos gordos salários que recebem para não fazer quase nada, os vereadores sergipanos enchem os bolsos com diárias quase sempre desnecessárias. Segundo o Portal da Transparência do Tribunal de Contas do Estado, somente este ano os 75 Parlamentos municipais de Sergipe já consumiram R$ 3,5 milhões com a farra das diárias. As Câmaras mais gulosas são as de Socorro (R$ 359 mil), São Cristóvão (R$ 201 mil) e Barra dos Coqueiros (R$ 118 mil). Uma vergonha!

Sem promessa

Quando indagado sobre o que teria motivado o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, a continuar no PSDB, o senador Eduardo Amorim (PSC), comandante do ninho tucano em Sergipe, saiu com essa: “Creio que Machado ficou no PSDB porque foi melhor para ele e para o partido. Não existiu nenhuma promessa ou garantia (de ser indicado vice de João Alves em 2016). Se será indicado ou não, só no próximo ano saberemos”. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Demagogia

Causou estranheza o discurso do vereador aracajuano Renilson Félix (DEM) contra o reajuste dos preços da gasolina e do óleo diesel: “Nunca vi tanto aumento na minha vida”, afirmou. Este parlamentar que critica a majoração dos combustíveis é o mesmo que votou favorável aos reajustes das passagens de ônibus e do IPTU, além de ter aprovado a criação da taxa de iluminação pública. Quando demagogia!

Jogo duro

Em jogo realizado ontem à noite no Batistão, o Confiança não conseguiu sair do zero a zero contra o forte Londrina. A torcida azulina fez sua parte, lotando o estádio e torcendo em frente da televisão. Agora, o time proletário vai se preparar visando conseguir uma vitória simples ou um empate com gols lá no Paraná. Sergipe torce para o Confiança chegar à série B do Campeonato Brasileiro. Vamos subir, Dragão!

Recorte de jornal

Publicado no Diário de Sergipe em 28 de agosto de 1948

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários