Velho Chico está mostrando os ossos…

0

Agora, com a seca, conseqüência da falta de chuva no sertão, o rio São Francisco está mostrando os ossos, na linguagem dos pescadores. Sem muita água na vazão, ilhas aparecem e ele está baixando o nível. Sempre é assim, nesse período. Indaga-se: em períodos assim, continuará a transpor água para os canais que estão construindo no famigerado projeto de transposição?

 

Bordões surrados não resolvem a crise de água no sertão nordestino. Quem diz isso é o jornalista Washington Novaes, que vem se especializando e se destacando em problemas ligados à defesa das águas e do meio ambiente em geral. As coisas não andam nessa área, especialmente no caso da transposição do rio São Francisco, onde prevalecem os bordões surrados, a exemplo o que diz que esse projeto é o mais humanitário e vai atender quem carrega uma lata na cabeça e sabe o que a sede e nada se aprofundam nos estudos das alternativas para resolver o problema de abastecimento d”água no semi-árido. As perguntas ficam sem respostas e o governo segue intransigente no projeto de transposição e o ministro da Integração que era contra a transposição já afirma que inicialmente as obras vão gastar mais de 6,6 bilhões (mas que todo mundo sabe que as despesas irão aumentar) e diz que o projeto irá beneficiar 12 milhões de pessoas, mas o Tribunal de Contas da União diz que o projeto não beneficiará esse número de pessoas.

 

O próprio Ibama não sabe o número exato, ora diz um número, ora outro e nisso tudo não se ouve nem dá a mínima atenção ao Comitê da Bacia Hidrográfica do rio São Francisco. Pois bem: o pensamento desse Comitê é contrário ao do governo contra as obras de transposição, para ele existem alternativas de abastecer de água todos os habitantes do semi-árido, e contesta os números do Ministério da Integração e diz que a transposição não abasteceria bem 20% da população e 40% continuará sem água. E mais: 70% dos municípios em estado de emergência devido a seca não estão na área futuramente “molhada” pela transposição e reafirma que tudo isso é problema de má gestão. Além disso, 71% das águas que serão transportadas no eixo norte passam longe do sertão menos chuvoso. E o pior: 87% das águas transpostas não se destinam a áreas carentes e sim às atividades econômicas, a exemplo da fruticultura, criação de camarões e siderurgia, todas voltadas para a exportação.

 

Mas os bordões surrados estão vencendo os estudos dos técnicos e dos homens que mais conhecem o rio São Francisco, que atualmente, precisa mais de revitalização do que de transposição. E um exemplo é o seu estado, visivelmente desgastado, sem peixes, sem vigor e provocando a falência das atividades de tantos ribeirinhos. Que a poucos metros do rio vivem sem água, nas margens do rio dos estados de Sergipe e Alagoas. Os estudos técnicos e o próprio bom senso indicam que o Velho Chico precisa agora urgentemente de ser revitalizado, e depois, quem sabe, se pensaria em um estudo demorado para saber da viabilidade da transposição. Mas parece que o governo tem pressa, principalmente de gastar os bilhões. Aliás, depois da queda da CPMF vem faltando dinheiro para tudo, inclusive para a saúde pública, por que não falta para as empresas que tocam as obras do Velho Chico, que, pelo visto, são obras que vão demorar e gastarão bem mais que o previsto…

 

Floro é suspeito para defender delegada e policiais

Embora seja cotado como um homem altamente inteligente e estrategista, Floro Calheiros deveria ter sido orientado no sentido de que não soaria bem fazer a defesa da delegada e dos policiais que estavam presentes quando houve a facilitação da sua fuga. Até porque a parte que menos se questiona e a que mais intriga é como se deu a abertura do cadeado. Se o cadeado tivesse sido anulado tudo bem, mas acontece que o mesmo foi aberto com a chave cuja guarda era de… Quanto à declaração de que não conhecia o policial, que sob a senha “soldado” o fez acompanhar no momento da fuga. Que garantia Floro tinha, de que esse estranho não estava lhe conduzindo para assassiná-lo? Já que ele afirma não saber nem mesmo se o resgatante era ou não policial de verdade. Ou seja, Floro fugiu da prisão acompanhando um estranho, colocando em risco a própria vida. Continua tudo muito estranho e por falar em estranho, como foi mesmo a forma de pagamento?

 

Floro não estava esperando pizza

Ao contrário do que foi divulgado em matéria da SSP, Floro Calheiros não estava esperando uma pizza em pleno meio dia, quando foi preso em Gurupi (TO). Chegou a residência de Floro, um moto boy com uma encomenda, que ajudou aos policiais confirmarem que o mesmo estava no local. Floro ficava pouco tempo nesta casa e passava mais tempo na fazenda localizada no município de Figueirópolis, também em Tocantins.

 

Uso irregular do veículo da SEED

O governador Marcelo Déda determinou ontem, 22, ao secretário de Estado da Educação, que abra uma sindicância para apurar as responsabilidades e punir duramente os responsáveis pelo uso de um ônibus do Estado para distribuir material de propaganda pessoal do deputado estadual André Moura. Déda também negou veementemente que tivesse dado qualquer ordem para que o veículo fosse utilizado para tal fim, como foi informado. Segundo informações da Secretaria de Educação, o veículo em questão está cedido desde o ano 2000 para a Ação Social São Benedito, da cidade de Japaratuba. O termo de permissão de uso temporário do ônibus está sendo renovado desde então. Com a denúncia, a Secretaria de Educação vai abrir uma sindicância. Se ficar comprovado o uso irregular do veículo do Estado, a secretaria vai reaver o ônibus.

 

Governador será homenageado no Piauí

O governador Marcelo Déda vai ser homenageado de hoje, 24, pelo Governo do Estado do Piauí. Ele vai receber do governador Wellington Dias a Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí na Ordem Grã-Cruz. A comenda é a mais alta do Piauí e será entregue na cidade de Oeiras. Hoje são comemorados os 185 anos da Adesão do Piauí à Independência do Brasil. Além de Déda, o ator e diretor de teatro Sérgio Mamberti está entre as personalidades que vão receber a comenda piauiense.

 

Déda vai anunciar programação de carnaval

O governador retorna ainda amanhã, sexta-feira, 25, onde participa da abertura da segunda etapa do Verão Sergipe em Pirambu. Lá o governador vai anunciar toda programação do carnaval que será patrocinado pelo Governo do Estado em alguns municípios.

 

Rodovia Graccho/Itabi: não há favorecimentos

O Governo do Estado vai recuperar a pavimentação da rodovia que liga Graccho Cardoso a Itabi. O trecho está entre os 40 quilômetros que serão rejuvenescidos pelo Departamento de Infra-Estrutura Rodoviária de Sergipe (DER) na região. Atualmente, as equipes de trabalho estão trabalhando no trecho Porto da Folha-Gararu. Depois, serão iniciadas duas frentes de trabalho saindo de Gararu, uma para Propriá e outra para a região de Graccho Cardoso e Itabi. A operação tapa-buraco feita pelo DER na rodovia que liga Graccho Cardoso a Itabi é um trabalho preliminar, que antecede o rejuvenescimento asfáltico. Ao todo, serão rejuvenescidos 700 quilômetros de rodovias em todas as regiões do Estado, atendendo a um critério técnico das condições das estradas. Não há favorecimentos a aliados neste trabalho.

 

Tachões da orla serão retirados

Os chamados “tachões”, que foram colocados em vários pontos da orla de Atalaia estão com os dias contados. Através da Cehop, a Secretaria de Estado da Infra-Estrutura, colocou a sinalização no local depois de um acordo feito no Ministério Público para ajudar os pedestres a atravessar a pista. A Secretaria vai procurar o apoio da SMTT em busca de outra solução para ajudar os pedestres e que não danifique os veículos. Tem vários outros tipos de sinalizações verticais que podem resolver o problema.

 

“Calçada Livre” tem que chegar a Euclides Figueiredo

Uma das avenidas que tem mais acidentes, com morte, em Aracaju, principalmente com ciclistas, é a Euclides Figueiredo. Pois bem! Do trecho da rótula que dá acesso ao Bugio até a ponte são vários ferros-velho que ocupam toda a calçada – nos dois lados – fazendo com que o pedestre tenha que andar na pista. Agora imagine: uma avenida estreita, com pedestres, ciclistas e motoristas dividindo o mesmo espaço… 

 

Será que estão executando o “Plano B” na PM?

A sessão de espancamento que foi denunciada pela imprensa local como sendo fruto de violência policial contra três moradores do Conjunto Fernando Collor onde dois deles tiveram braços quebrado por conta da truculenta ação policial, pode ter sido apenas um caso isolado, mas não custa o secretário Kércio Pinto ficar atento, porque segundo um policial militar, a ação faz parte do plano B, desencadeado a partir do Pré-Caju, quando abortaram a possibilidade de boicote ao evento após vazamento da informação. Segundo o militar, que solicitou a omissão do seu nome, a prática de violência desenfreada contra cidadãos comuns já foi desencadeada durante o próprio evento, onde muitos foliões reclamavam da maneira como a polícia estava agindo mesmo sem nenhum motivo aparente. A ordem era baixar a madeira. Daí para a insatisfação com o governo é um passo muito curto.

 

Será que vai aparecer uma nova cartilha?

Ao ler a manchete intitulada “Prefeito apresenta hoje candidatura aos dirigentes do PT”, integrantes da própria articulação de esquerda fez a seguinte observação: “Antes de apresentar a candidatura, Edvaldo deveria apresentar era o plano de uma nova modalidade de relacionamento com os aliados e um plano eficiente de combate às maldades praticadas por Samarone, já que elas têm provocado um enorme estrago eleitoral junto à população”.

 

Comunicação capenga

Após nove anos de espera, a população sergipana não só aguardou pela liberação do viaduto de acesso à Aracaju, como aguardou também para conhecer o seu funcionamento. Ocorre que no último dia 21 de janeiro o viaduto foi liberado, porém na assessoria de comunicação do DNIT ninguém foi capaz de sugerir que fosse divulgado uma imagem do mesmo com as instruções de funcionamento do fluxo. Na era da Tecnologia da Informação isso é realmente imperdoável e se a assessoria aceitar uma sugestão, visite o site nenotícias e veja a ilustração que foi produzida por um simples web-designer para demonstrar como se deu a prisão do empresário (Não é esse o tratamento correto?) Floro Calheiros.

 

Tentativa de intimidação

Não adianta nenhuma tentativa de intimidação ou mesmo de denegrir a imagem deste jornalista por conta de algumas notas publicadas neste espaço. O problema é que alguns políticos não aceitam nenhuma contestação, principalmente quando estão viciados a trocar verbas publicitárias como “um cala boca” para alguns…

 

Emoção na formatura do Instituto Luciano Barreto Junior
A formatura de cerca de 700 jovens, ontem, 23, no espaço Emes, da 4ª turma de formandos do Instituto Luciano Barreto Junior – ILBJ, foi marcada por forte emoção. Ao falar, a presidente do ILBJ, Maria Celi, ressaltou a missão do Instituto e, como mãe, lembrou a todos os formandos que não deixem de lutar, porque todo trabalho é nobre. “Sejam bons aqui na terra porque têm um lugar especial no céu”. A aluna representante dos formandos, Dália Martins, ao falar emocionou a todos destacando que o Instituto é uma grande família, dando uma oportunidade que todos estão agarrando com força e determinação.

 

Orlando Rochadel foi o patrono da turma

O patrono da turma foi o promotor Orlando Rochadel, que aproveitou para destacar a presença do governador Marcelo Déda e da primeira dama, Eliane Aquino. “Que de forma firme e decisiva vem tendo uma atuação na área social do Estado”, disse. Orlando Rochadel é o responsável pelo trabalho pioneiro do MP em Sergipe, na área educacional, que serve hoje de modelo para o país, com o censo educacional sendo realizado de três em três meses em diversos locais, que já diagnosticou 22 mil jovens fora da sala de aula. Foi Rochadel também que idealizou o Centro Educacional construído no bairro Santa Maria, entre parceria dos governos e a iniciativa privada. “É uma homenagem ao MP de Sergipe”. No próximo dia 28 de março será inaugurado o complexo desportivo e o anexo administrativo da escola. A quadra coberta terá o nome de Luciano Barreto Junior. O promotor agradeceu ao empresário Luciano Barreto, não só por participar da parceria financeira no projeto da escola no Santa Maria, mas, por ajudar na concepção de toda unidade educacional.

 

Uma empresa sem coração não serve à sociedade

O curador técnico do ILBJ, emocionado disse que a força sempre é redobrada quando chega a algum lugar e tem a oportunidade de ouvir algum depoimento de ex-aluno que está trabalhando e ingressou na universidade, dando a certeza que o projeto está no caminho certo. Ontem, 23, Luciano Barreto Junior estaria completando 34 anos. “Vejo em cada rosto de vocês a imagem de Júnior”, disse, lembrando da preocupação que o filho tinha: “não adianta uma empresa ter um grande patrimônio, se não tem coração. Uma empresa sem coração não serve a seus donos, não serve à sociedade e a seu país”. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira também participou da solenidade lembrando que no mundo de hoje “é muito raro gestos como o de Luciano Barreto e de sua esposa, Maria Celi”.

 

ILBJ é patrimônio dos sergipanos

Ao iniciar o discurso, o governador Marcelo Déda, visivelmente emocionado, disse que são ações como a do ILBJ que fortalece a sua fé e a esperança no futuro de Sergipe e do país. “Há futuro, há esperança, há caminhos melhores para nossa gente”, registrou, afirmando que a formatura daqueles jovens era o resultado da energia da solidariedade de um jovem que pensou numa empresa moderna, com coração. “É uma usina do bem e com a experiência de viajar muito digo com certeza, são poucos os exemplos similares ao Instituto Luciano Barreto Junior no Brasil”. Déda aproveitou para conclamar ao empresariado de Sergipe que também façam a sua parte, mesmo que seja com uma ação de menor porte. “Digo que hoje o Instituto Luciano Barreto Junior é um patrimônio dos sergipanos”. A solenidade foi encerrada com a apresentação do coral formado pelos alunos do ILBJ.

 

Mantega e os bancos: vão bem, obrigado..

Em entrevista o Ministro da Fazenda, Guido Mantega, com aquela cara impassível, robotizada, tudo indica, declarou, afinal, que a economia brasileira vai muito bem, apesar das crise das bolsas que se alastra por causa todo o mundo, reflexo da economia norte-americana. A prova maior, diz Mantega, é que, no Brasil, nenhum banco quebrou. Claro, senhor maioral, os bancos no Brasil são quem mais faturam, bilhões e bilhões a cada ano. Estão sólidos. E a economia do Zé Povinho? Ah, esta está sempre se afundando… Nada a preocupar.Tudo vai bem.

  

Frase do dia

“A idéia de Nação lembra uma realidade feita que se transforma e se projeta para o futuro. A Nação é um contínuo nascer. Não fiquemos numa posição reverencial, mas numa atitude de companheirismo, de co-responsabilidade e de amizade. A Nação é um contínuo nascer”. José Silvério Leite Fontes, professor e pensador sergipano católico progressista.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários