Vem aí o II Congresso de Casais com Josué Gonçalves

0

Divulgação 

No dia 13 de Dezembro, o Centro de Convenções de Sergipe (CIC) receberá  casais para um encontro com o pastor Josué Gonçalves que vai palestrar sobre o tema “Construindo o Céu em Casa”. Josué é terapeuta familiar e exerce um ministério específico com famílias desde 1990. Além da palestras, o evento terá músicas românticas com o cantor sergipano Felipe Cabral. O congresso está na sua segunda edição e é organizado pela Daniel Aragão Produções e Eventos.

Segundo Daniel, o congresso  nasceu com o intuito de abençoar casais que lutam diariamente pelo casamento.  No ano passado,

o evento foi realizado durante dois dias onde reuniu mais de 400 casais. Daniel pretende superar este número agora em 2014. Segundo ele, depois do congresso, vários testemunhos de casais que estavam prestes a se divorciarem tiveram a aliança restaurada. “Isso me deixa muito feliz e com o sentimento de dever cumprido. Acho que vale todo esforço quando o assunto é restauração de casamentos. Vivemos numa época onde muitos perderam a esperança no casamento mas eu creio que eventos como esse servem para mostrar que o casamento é sagrado e a família precisa ser preservada”, pontua Daniel.

Josué Gonçalves

Daniel Aragão e Josué Gonçalves 

 Gonçalves é terapeuta familiar, pastor sênior do Ministério Família Debaixo da Graça – Assembleias de Deus em Bragança Paulista– SP onde mora com a esposa, Rousemary, e os três filhos, Letícia, Douglas e Pedro. O pastor Josué é membro da CGADB – Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil e AEVB – Associação Evangélica Brasileira. Bacharel em teologia pelo IBAD – Instituto Bíblico das Assembleias de Deus, com especialização em aconselhamento pastoral e terapia de casais. É conferencista internacional, tendo ministrado em todo o Brasil, e em países como, Japão, Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Portugal, Luxemburgo e Alemanha.

As inscrições para o congresso são limitadas e podem ser feitas na loja Planeta Gospel, localizada na Rua Santo Amaro, nº 40, Centro. Valor: R$ 100,00 (Casal) Coffee Break incluso no valor.

Saiba mais

Bispo Macedo disputa com escritor Paulo Coelho o título de maior vendedor de livros no Brasil

O bispo Edir Macedo lançou o terceiro capítulo de sua biografia, “Nada a Perder 3 – Do coreto ao Templo de Salomão”, e a tiragem inicial de 50 mil unidades foi vendida na semana do lançamento.

Segundo o jornalista Euler de França Belém, colunista do Jornal Opção, o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus vai disputar com o escritor Paulo Coelho o título de maior vendedor de livros do Brasil. A “disputa” e o “título” são informais, e a medição é realizada através dos números consolidados pelas editoras.

Ao todo, Macedo já vendeu 4 milhões de exemplares de seus livros, e em 2014, o bispo ocupa a lista dos 20 títulos mais vendidos com dois títulos: o segundo episódio da série Nada a Perder, “Meus Desafios Diante do Impossível”, somam mais de 85 mil exemplares vendidos ao longo dos dez primeiros meses do ano; e o recente lançamento do capítulo final da trilogia biográfica já soma 184 mil exemplares vendidos.

Os três livros da série Nada a Perder foram escritos pelo jornalista Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da TV Record, e lançados pela editora Planeta do Brasil.

Uma curiosidade dos lançamentos dos livros é que o bispo Edir Macedo quase nunca comparece aos eventos. No dia 30 de outubro, quando o livro foi lançado em Goiânia (GO) numa livraria do shopping Flamboyant, os representantes do fundador da Universal foram os bispos Fernando Vassoler, Fernando Mendes e Paulo Pereira.

Mesmo sem a presença de Edir Macedo nos lançamentos, os eventos são sempre muito concorridos, e em alguns países, a quantidade de pessoas que se reuniram para ter acesso em primeira mão aos livros era tão grande que os exemplares esgotavam.

Na África do Sul, mais de 100 mil exemplares foram vendidos somente no dia do lançamento, em um evento que reuniu mais de 55 mil fiéis, que rendeu o recorde mundial de vendas de um livro em sua estreia. Cientes da mobilização dos fiéis, os assessores do bispo planejaram reunir 160 mil pessoas no Rio de Janeiro, o que acabou não se concretizando.

Via Universal

Família do pastor Myles Munroe se pronuncia sobre tragédia: “Deus está no controle”

A família do pastor Myles Munroe, morto em um trágico acidente aéreo no último domingo, 09 de novembro, fez uma declaração sobre como estão lidando com a perda dos entes queridos.

Na última quinta-feira, 13 de novembro, o filho do pastor leu uma carta durante um pronunciamento organizado pelo Bahamas Faith Ministries. Ao lado da irmã, Charis – que se supôs inicialmente que também estaria à bordo do jato que caiu – Myles Jr. contou como tem lidado com a perda dos pais.

“Nós não temos certeza sobre como ou por que algo como isto seria permitido que acontecesse com pessoas tão extraordinárias, mas nós sabemos que Deus está no controle. Os dias que se passaram têm sido os mais difíceis para mim, minha irmã e todos os afetados por esta perda”, disse Myles Jr., segundo informações do Charisma News.

O comunicado lido por Myles Jr. dizia ainda que a dor é amenizada pela fé de que seu pai e mãe agora estão descansando no paraíso: “Nós nunca estivemos ou nos sentimos sem esperanças. Não há questionamento em nossos corações de que as almas que foram levadas neste acidente estão agora descansando com o nosso Pai celestial. Alegramos-nos, porque sabemos que agora, eles estão em um lugar melhor […] Não vamos permitir que a morte tenha qualquer vitória, mas celebramos a vida e o legado de cada uma dessas pessoas. Esta tragédia não marca o fim, o fim da vida, o fim de uma visão, o fim de um propósito. Ela marca o novo começo de uma era”, ponderou o rapaz.

Ao final, Myles Jr. parafraseou seu pai, e disse ter confiança de que a permissão de Deus vem acompanhada de um objetivo: “Nas palavras de meu pai, ‘a grande tragédia não é a morte, mas a vida sem um propósito’. Nós sabemos que há um grande propósito em tudo isto”.

Com informações do Gospel Mais e CNN

gleicequeiroz@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários