Vermelho da paz

0

Diferente da região Norte, onde trabalhadores sem terra, castanheiros, seringueiros e outros brasileiros menos favorecidos pela sorte são tratados a bala, em Sergipe o MST tem recebido um tratamento civilizado dos órgãos governamentais. Há muito que a exposição das bandeiras vermelhas do Movimento não sinaliza confronto com a Polícia nem com jagunços dos latifundiários. Ontem mesmo, o MST promoveu uma gigantesca caminhada até o centro de Aracaju para lembrar a passagem do Dia do Trabalhador Rural e, naturalmente, apresentar uma pauta de reivindicações ao Governo do Estado e ao Incra, que inclui mais agilidade no processo de desapropriação de terras e melhorias nos assentamentos já existentes. Como das vezes anteriores, a marcha transcorreu sem anormalidade, pois em Sergipe o vermelho das bandeiras do MST está mais para a paz do que para a guerra.

Tirando onda

E o vice-governador Jackson Barreto (PMDB) não se cansa de tirar uma onda com seus adversários. Sobre a recente eleição da nova executiva do DEM aracajuano, o peemedebista postou o seguinte no twitter: “O DEM mudou seu comando: agora é João, Maria, Ana Alves, o deputado Mendonça Prado, Marlene Alves e, de quebra, o cunhado Walter Carvalho. Ah, tem novidade: trouxeram também o cachorro e o papagaio. Isto sim, é renovação familiar”. Misericórdia!

Mega receita

O grupo Energisa, empresa que atua na geração e distribuição de energia elétrica, reportou ontem que sua receita operacional bruta consolidada foi de R$ 1,7 bilhão no primeiro semestre deste ano, alta de 12,3% em relação ao mesmo período de 2010. De acordo com o Valor Econômico, as vendas consolidadas de energia elétrica da companhia registraram aumento de 2,5% nos primeiros seis meses do ano em comparação com o mesmo período do ano passado, atingindo 3.626,8 GWh.

Tempo frio

Quem usa peruca é bom segurá-la firme sobre a careca, pois desde ontem Aracaju tem registrado rajadas de vento de 50km/h. A previsão do Centro de Meteorologia é que esta ventania permaneça em Sergipe pelos próximos dias. O meteorologista Overland Amaral garante que até a próxima quinta-feira a temperatura no Estado deve variar entre 16 a 18 graus. Aí só tomando uma boa cachaça mineira para esquentar.

Ajuda ao TRE

A Prefeitura de Aracaju vai ceder servidores para auxiliar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no cadastramento biométrico dos eleitores da capital. Termo de cooperação neste sentido foi assinado ontem pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) e a presidente do TRE, desembargadora Susana Maria Carvalho. “O Tribunal não tinha condições por si só de realizar um trabalho dessa grandiosidade e a Prefeitura tem auxiliado com os recursos necessários, desde mão de obra a transporte”, disse a desembargadora.

Regras definidas

O Diário da Justiça Eletrônico já publicou o Calendário para as Eleições 2012. A Resolução 23.341/2011, que trata do calendário, traz as principais datas a serem observadas por eleitores, partidos políticos, candidatos e pela própria Justiça Eleitoral. O primeiro turno das eleições municipais será no dia 7 de outubro e o segundo no dia 28 do mesmo mês. Para participar do pleito, os partidos terão até 7 de outubro deste ano para obter registro no TSE. O limite é o mesmo para os candidatos filiarem-se às legendas.

Esperançosa

A Vale espera chegar nos próximos dois meses a um acordo com a Petrobras para explorar uma mina de carnalita – minério do qual se extrai cloreto de potássio, matéria-prima para a produção de fertilizantes – em Sergipe. Segundo o jornal Valor Econômico, está em discussão o arrendamento ou cessão à Vale de uma jazida que a Petrobras tem em Maruim, o que destravaria um megaprojeto da mineradora para a produção anual de até 2,4 milhões de toneladas de potássio. O empreendimento é estimado em US$ 4 bilhões, com início da operação em 2015, e prevê também uma unidade química de processamento de adubos.

Ato público

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB-SE) e a Força Sindical promovem hoje um ato público no Calçadão da rua João Pessoa, em Aracaju. O objetivo é defender uma pauta única que inclui a luta pela redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas de trabalho sem a redução dos salários, fim do fator previdenciário e reforma agrária.

Boa grana

A receita de royalties de Sergipe, resultante da extração de petróleo e gás natural, alcançou R$ 12,07 milhões neste mês. Esse valor é o melhor já arrecadado pelo Estado desde outubro de 2008. Os municípios que ganharam mais foram Carmópolis (R$ 2,24 milhões), Aracaju (R$ 2,02 milhões), Rosário do Catete (R$ 1,49 milhão), Japaratuba (R$ 1,07 milhão), Divina Pastora (R$ 480,6 mil), Itaporanga D'Ajuda (R$ 443,7 mil), Estância (R$ 437 mil) e Barra dos Coqueiros (R$ 333,9 mil).

Do baú político

O brilhante texto a seguir é do jornalista Luiz Eduardo Costa: “Depois de assassinado o tribuno Fausto Cardoso (1906) pelas tropas federais que vieram a Sergipe recolocar no poder as oligarquias que dele haviam sido expulsas pela revolução faustista, uma forma de demonstrar repúdio aos vitoriosos era a exibição de uma rosa vermelha. Os homens a colocavam desafiadoras na lapela, as mulheres no cabelo ou na blusa, algumas, mais ousadas, empunhavam rosas e iam passear pela frente do palácio onde Fausto caíra crivado pelas balas da tropa assassina. Não eram numerosos aqueles que se dispunham a afrontar os oligarcas que não escondiam o rancor por terem sido, durante um curto espaço de tempo, alijados do poder onde envelheciam sem contestações. Exibir uma rosa vermelha era gesto atrevido, quase sempre punido atrabiliariamente com a cadeia. Os tempos eram de vinditas, ódios e truculências sem limites. Com medo, muitos arrancaram dos seus jardins as roseiras transformadas em símbolos da resistência”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais