Peça leva dança contemporânea e rock sergipano ao Atheneu

(Foto: Lunna Santos)

No próximo dia 29 (sábado), o espetáculo “Dark Passage – Da sombra a luz” será apresentado no Teatro Atheneu. Um ano após a sua apresentação virtual, que foi possível graças à Lei Aldir Blanc, que contemplou o projeto em 2020.

O espetáculo foi coreografado e idealizado por Araceli Rodrigues em homenagem ao seu esposo, guitarrista e dono do Studio Lado B, Fábio Andrade, que faleceu em 2019. E mistura a dança contemporânea com músicas de várias bandas de rock e metal de Sergipe, como Ordinal’s, Maua, Tchandala etc.

“É um espetáculo de Dança que consiste na necessidade de fomentar a resistência cultural do Universo Underground na cidade de Aracaju. A ideia do espetáculo nasceu do projeto musical que seria produzido por Fábio e por mim. O nome vem da música ‘Dark Passage’ (passagem das sombras) da banda sergipana Scarlet Peace. Tema esse, que acreditamos se encaixar no momento ainda pandêmico e caótico no qual nos encontramos. Dark Passage – da sombra a luz busca traduzir e ressignificar sentimentos a partir dessa arte tão transformadora que é a Dança”, explica a coreógrafa.

Após o espetáculo, marcado para às 19h, no tradicional palco do Teatro Atheneu, a banda punk Karne Krua realizará um show mostrando a resistência do underground sergipano ao longo dos últimos 40 anos.

Os ingressos custam R$ 15 + 1kg de alimento (meia) e R$ 30 (inteira), e estão disponíveis na Freedom Rock Tattoo, Ink Monsters Tattoo, na Academia RG Performance e com qualquer integrante do grupo.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais