A Bruxa de Blair

0

(The Blair Witch). EUA, 2016. Direção de Adam Winard. Roteiro de Simon Barret. Produção d Jess Calder, Keith Calder, Roy Lee e Steven Schneider. Direção de Fotografia: Bobby Baumgartner. Montagem de Louis Cioffi. 90m, 14 anos. Cia. Produtora: Lionsgate. Distr. nos Cinemas: Paris Filmes. Com Brandon Scott, Callie Fernandez, Corbin Rei, James Allen McClune, Valorie Curry, Wes Robinson.

Gênero – Terror

Sinopse – Um grupo de estudantes universitários resolve se aventurar na floresta de Black Hills para desvender os mistérios que cercam o desaparecimento da irmã de James, que muitos acreditam estar ligado à lenda da Bruxa de Blaair. Eles criam esperanças de encontrar a garota, especialmente quando uma dupla de moradores se oferecem paa guia-los na floresta. Mas com o cair da noite, o grupo é surpreendido por uma presença ameaçadora e percebem Jess Calder que a lenda é real e muito mais sinistra do que imaginam.

Apreciação – Refilmagem do icônico filme dos anos 90, que mudou o modo de apresentar o gênero terror. Naquela antiga produção, a filmagem inovava: a câmara é que fazia as vezes dos personagens. Havia poucos diálogos e até as cenas de violência contra os personagens principais era vista pelos olhos da câmara. O segundo episódio do filme já não teve a criatividade do primeiro. Nesta refilmagem, aquele modo de filmar já parece superado. Quem quiser conferir é ir correndo para as salas onde estão sendo exibidos. Como no filme anterior, atores e diretores não são gente conhecida.

Fique de Olho – Na câmara de Robby Baumgartner, tão movimentada como se permite ao gênero e a esse tipo de filme.

Comentários