CARANDIRU

0

Talvez a produção brasileira mais ambiciosa dos últimos tempos. Em termos nacionais, custou uma fábula, algo em torno de 8 milhões de reais, mas a distribuidora Columbia está trazendo 250 telas para este lançamento. O filme ficou pronto há duas semanas e não teve tempo de capturar publicidade participando de festivais. Mesmo assim, o público vai prestigiar este novo filme de Hector Babenco, que, embora argentino, é dos mais interessantes diretores do cinema brasileiro. O filme enreda história paralelas de um sem-número de personagens, tomando liberdade com o texto (um livro best-seller) de Draúzio Varela, o médico que acompanhou por algum tempo a vida no presídio. Alguns personagens do livro são fundidos em dois ou três, mas mesmo assim, há muitos personagens com fala durante o filme. Tudo se encaminha para o clímax desta história – o massacre de 111 detidos pela Polícia Militar de São Paulo, em 1992. Ainda hoje o processo se arrasta na Justiça, o que não é de estranhar em se tratando de Brasil. Esta cena do massacre é das mais impactantes. As primeiras críticas ao filme reclamam que Babenco não deixa margem à polícia para se defender. Como é um filme brasileiro, e desses que vai causar muita polêmica, é absolutamente imprescindível ser visto. Fique de Olho – O elenco de “Carandiru” é enorme – tem Milton Gonçalves, Antonio Grassi, Wagner Moura, Rita Cadillac, etc. – mas a grande revelação parece ser mesmo Rodrigo Santoro. Embora galã de novelas ele faz o papel de um travesti, o que não deixa de ser ousado. Onde e Quando Ver Moviecom Shopping Riomar – Semana do Cinema Nacional DIA 05/11 às 17:00hs

Comentários