CASAMENTO GREGO (My Big Fat Greek Wedding)

0

Como esta é uma comédia de orçamento modesto, com atores quase que desconhecidos, a distribuidora adotou a tática de deixar o “boca-a-boca” torná-lo apetitoso para as platéias. Depois de mais de um mês em pré-estréia chega finalmente á programação normal. É um filme menor, que custou meros 5 milhões de dólares, mas foi um sucesso instantâneo nos Estados Unidos. Sua bilheteria já beira os 150 milhões, para alegria de sua atriz principal, a desconhecida Nia Vardalos. O texto do filme foi inicialmente escrito para o teatro. Desde 1998, que ele é encenado no teatro La Brea, de Los Angeles. Uma noite, a peça foi assistida pela mulher de Tom Hanks, Rita Wilson. Os dois resolveram apadrinhar a Sra.Vardalos e lutaram com ela para conseguir o orçamento do filme. Se no teatro, Nia Vardalos fazia todos os papéis, inclusive os masculinos, no cinema ela chamou atores baratos ou pouco conhecidos mas que fossem talentosos. A química funcionou entre eles. No filme, Nia Vardalos é uma secretaria de 30 anos, de descendência grega (ela, na verdade, também o é, mas nasceu no Canadá) que vive sob pressão da família para encontrar sua cara-metade.Quando o encontra, o problema é fazê-lo ser aceito pela família. É uma comédia romântico sem cenas de sexo, sem violência e zero de efeitos especiais. Talvez por isso tenha conseguido lograr com o público aquela empatia necessária para o êxito. A propósito: o diretor, Joel Zwick, foi indicado por Tom Hanks. Fique de Olho – Não é preciso dizer que o filme é mesmo de Nia Vardalos. Ela sustenta hora e meia de espetáculo e consegue a proeza de agradar a 99,9% dos espectadores.

Comentários