Catálogo do AjuPlay ganha três novos filmes

0
Os filmes são produzidos por artistas locais, contemplados no edital Janelas para as Artes (Foto: Sérgio Silva)

Para garantir que os aracajuanos tenham acesso à cultura e ao entretenimento sem sair de casa, neste próximo final de semana, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), disponibiliza mais três filmes na plataforma de streaming AjuPlay. Os filmes são produzidos por artistas locais, contemplados no edital Janelas para as Artes, e serão disponibilizados entre esta sexta-feira, 16, e domingo, dia 18.

O AjuPlay foi lançado no dia 17 de março, no âmbito das celebrações alusivas aos 166 anos de Aracaju. A plataforma, inédita no Estado, preenche uma lacuna provocada pela pandemia da covid-19, permitindo o acesso à cultura aracajuana num momento em que se resguardar dentro do lar é a melhor medida de enfrentamento à pandemia. O site pode ser acessado em qualqurer plataforma com acesso à internet, pelo endereço eletrônico www.ajuplay.com.br.

Para abrir a programação do fim de semana, nesta sexta-feira, às 18h, Sérgio Robson, em seu filme “Relicta”, apresenta a história de Júlia, mulher que decide visitar uma antiga e abandonada fábrica de mármore e sente as lembranças do tempo em que a fábrica estava em funcionamento, expressando seu corpo e movimentos numa vertiginosa busca em si e na atmosfera abandonada, petrificada, de engrenagens enferrujadas que se confundem com os movimentos das máquinas e a sutileza de uma dança orgânica humanizada.

O filme “Ave Seca”, da Fusconautas, vai ser o responsável por abrilhantar o sábado dos aracajuanos. Disponibilizada às 14h do dia 17, a obra se passa em 1983, quando uma das maiores secas da história do Brasil atinge o sertão sergipano. O flime conta a história de Maria, que resiste em deixar a sua terra em meio aos problemas climáticos. Acreditando na chegada da chuva, ela vai de encontro a todas as previsões.

Para finalizar a programação semanal, no domingo, 18, às 14h, “In Memoria, Meu Sustento”, dirigido por Tinho Torquato, fala muito sobre o momento que o mundo vive. Para a obra, o isolamento social está reorganizando muitas pessoas, ao mesmo tempo em que apresenta de forma bem nítida a desigualdade de classe, na qual milhares de pessoas não têm a opção do distanciamento social, e precisam enfrentar o inimigo invisível nos seus cotidianos.

Outras produções
Além dos filmes, o catálogo do AjuPlay disponibiliza apresentações musicais e espetáculos de teatro, todos produzidos por artistas sergipanos. Desde o seu lançamento, mais de 40 produções já foram inseridas na plataforma que, em breve, trará novidades como livros, documentos e singles.

Fonte: AAN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais