DIVINOS SEGREDOS (The Divine Secrets of Ya-Ya Sisterhood)

0

Dirigido pela cineasta estreante e roteirista tarimbada Callie Khouri, nome famoso em Hollywood, principalmente pelo seu trabalho em “Thelma e Louise”, vale a pena dizer para a parcela de leitores masculinos que o filme não possui o feminismo intenso e até agressivo do clássico de Ridley Scott. Trata-se apenas de um longa-metragem sobre o universo feminino, focado na relação entre mãe e filha. O elenco de mulheres mistura gerações de talentosas atrizes, como Ellen Burstyn, Maggie Smith, Sandra Bullock e Ashley Judd. A narrativa gira em torno de Bullock, como a filha Sidda Lee, e a Burstyn, a mãe, Vivi. Tudo começa quando Sidda, uma jovem e talentosa dramaturga, em entrevista a revista Time Magazine, sugere que Vivi não foi uma mãe exemplar. Esse é o pivô para uma verdadeira batalha entre mãe e filha, que já não se davam muito bem. É nessa hora que, para fazer o meio de campo entre as duas, surgem as irmãs Ya-Ya, três amigas de longa data de Vivi (o Ya-Ya é o nome da confraria colegial delas). Sua missão é juntar essas duas pessoas de temperamento tão difíceis que, na verdade, ignoram o fato de serem farinhas do mesmo saco. Munidas de muitas lembranças do tempo, elas voltam 40 anos no tempo e ensinam Sidda Lee a ver sua mãe com outros olhos. O filme pode ser taxado de comédia dramática. Fique de Olho – Tem tanta gente boa em cena – entre novos e não tão novos atores – que fica difícil recomendar atenção para um ou para outro. Mas, que tal descobrir, no meio de tanta gente, Shirley Knight, que foi das mais talentosas “atrizes novas” no lote da Warner? Site Oficial

Comentários