Os gatões, uma nova balada

0

(The Dukes of Hazzard). EUA, 2005. Direção de Jay Chandrasekhar. Roteiro de John O´Brien e Jonathan L. Davies, baseado nos personagens criados por Gy Waldron. Produção de Bill Gerber. Música de Nathan Barr. Direção de Fotografia: Lawrence Sher. Desenho de Produção: John Gary Steele. Direção de Arte: Chris Cornwell. Edição de Chandrasekhar, Lee Haxall e Myron I. Kerstein. Cia. Produtora: Gerber Pictures, Village Roadshaw, Warner. Distr. no Brasil: Warner Bros. 106 min. Elenco: Johnny Knoxville, Seann William Scott, Burt Reynolds, Willie Nelson, Alice Greczyn, Jéssica Simpson, Steve Lemme, Michael Weston, Michael Roof, James Roday, M. C. Gainey, David Koechner, Jack Polick, Lynda Carter, Kevin Heffernan e Nikki Griffin.

 

Sinopse – Os negócios da família Duke são as bebidas fabricadas pelo tio Jessé. Os primos Luke e Bo são os responsáveis pela entrega das bebidas, através de uma Dodge Changer laranja apelidado de General Lee. Luke e Bo, de vez em quando, têm problemas com a polícia. Para escapar dela andam em alta velocidade. Após descobrirem que as terras dos seus vizinhos estão sendo tomadas pelo chefe Hogg, Luke e Bob decidem preparar um plano para salvar o local em que moram.

 

Apreciação – Versão para o cinema de um seriado de televisão, exibido nos Estados Unidos entre 1979 e 1985 e que foi um dos maiores sucessos da rede CBS. Ao custo de 53 milhões de dólares, o filme mais parece uma sessão da tarde. É o caso de se perguntar: pra que trazer, tardiamente, este seriado para o cinema?

 

Fique de Olho – Em Lynda Carter. A antiga Mulher Maravilha, de outro seriado de televisão famoso, aparece em pequeno papel como Pauline.

Comentários