Projeto Pixinguinha retorna ao Teatro Atheneu

0

No domingo 28, o Teatro Atheneu abre suas portas para receber o Projeto Pixinguinha. O projeto, realizado pela FUNART, há mais de 30 anos leva a todo Brasil música popular brasileira de qualidade. Nessa edição, sobem ao palco Carmélia Alves, chamada de “Rainha do Baião” por Luiz Gonzaga, e Maciel Salu, filho de Mestre Salustiano.

 

Carmélia Alves começou sua carreira em programas radiofônicos na década de 40 com repertório de samba. Na década seguinte acrescentou ao seu trabalho frevos, baiões, marchas, polcas e chulas. Atualmente comanda um programa na Rádio Nacional e integra o grupo Cantoras do Rádio, formado em 1988, com o qual gravou três discos. Os seus últimos discos solos são Carmélia Alves abraça Jackson do Pandeiro e Gordurinha (1999) e Estão Voltando as Flores (2002).

 

Já Maciel Salu, cresceu ouvindo maracatu rural, cavalo marinho e ciranda, entre outros ritmos da música popular pernambucana. Após início de carreira ao lado do seu pai e dos seus irmãos, foi vocalista, rabequeiro e um dos compositores da banda Chão e Chinelo, com a qual, entres outros festivais participou do Festival de Nantes na França, em 2000, e gravou o CD Loa do Boi Meia Noite, em 1999. Com a Orquestra Santa Massa, passeia pelo mundo eletrônico unindo a sua rebeca a guitarra e samplers do Dj Dolores. Essa parceria o levou a se apresentar em nove país europeus no European Tour2003.  Salu tem gravado dois discos solos: A Pisada é Assim (2003) e Na Luz do Carbureto.

 

Acompanham Maciel Salu e Carmélia Alves o grupo Terno de Terreiro, formado pelos músicos Juliano Holanda (voz, baixo, bandolim, viola e guitarra), Rudá Rocha (voz e percussão), Zé Mário Freitas (voz e percussão), além dos convidados Agostinho Silva (piano e acordeão), Cidinho (bateria) e Zé Luiz (baixo).

 

PROJETO PIXINGUINHA

* Dia: 28 (dom.)

* Horário: 20 horas

* Local: Teatro Atheneu

* Preço: R$ 5,00 e R$ 2,50 (meia)

Comentários